Japão

Anime: Yugi-Oh Zexal! Criador da série original volta para tirá-la do ostracismo em que caiu!

Pois é, dito e feito, o novo protagonista da mais nova empreitada da franquia Yugi-Oh, bem como a trama que vai rolar em torno dele já foram revelados, Yugi-Oh Zexal é o nome da nova série que estréia já no ano que vem e para variar o herói já é de longe, o mais colorido e espalhafatoso de todos, lá no primeiro lembro-me de ter estranhado bastante aquele cabelo do Yami Yugi, mas com o tempo relevei, o visual do Jaden deu uma normalizada na situação, o do protagonista de 5D’s ficou no meio termo para mim, já o visual de Yuuma (nome do mais novo jogador de monstros de duelo) se manteria na média não fosse o rastreador a lá Dragon Ball Z que leva na cara.

A história vai se passar no futuro, acho que ai está a desculpa (ou não) para a lente verde feiosa, Yumma com 13 anos (nem das fraudas saiu ainda) descobre uma entidade chamada Astral, vinda de outra dimensão que surge em meio a uma luta com seu arqui rival (por que ele não seria um bom herói se não tivesse um), basicamente é isso, o que vem depois só assistindo para saber, posso até estar enganado, mas essa história de viver no futuro e  criaturas atravessando dimensões me cheira a um planejado resgate dos antigos protagonistas da série, apesar de isso já ter rolado em GX e no último filme da franquia, mas como fan service nunca é demais, nada pode ser descartado, a nova história também promete um modo novo de se duelar com as cartas, com regras e condições diferentes para invocar determinadas criaturas (para mim só faltam elas sairem das cartas e se assumirem Pokémons, alguém aí sabe se isso já ocorreu?). Além do anime, um manga também já está em circulação por lá e não sei porque, mais em mangá esse novo Yugi-Oh parece bem mais atrante do que na TV, o que me lembra que até hoje não pude correr atrás da coleção lançada aqui no Brasil pela JBC.


Curioso é saber que tanto o enredo quanto o visual deste novo anime estão a cargo do autor original da série, Kazuhi Takahashi, parei de acompanhar Yugi-Oh há muito tempo, realmente não sabia que o autor havia deixado a sequências GX e 5D’s a cargo de terceiros (e olha no que deu…), a princípio não parece nada de excepcional, a verdade é que esses animes com multi criaturas estão aí mesmo é para vender muita bugiganga nas lojas (aliás, que anime não é assim, não é mesmo?), tanto que muitas vezes nem enredo constroem direito, mas como é o próprio criador da série que está na liderança desta vez, talvez valha a pena conferir, porque  no ramo dos monstrinhos japoneses o único que ainda faz barulho mundialmente falando é Pokémon, o resto  mais pareceu fogo de palha, fazendo um sucesso meteórico com o público infantil (claro que não  são apenas crianças que gostam do anime, mas são elas quem mais alimentam essas febres passageiras, vide o atual e odioso Bakugan). Será que agora o legado de Yugi sai do buraco? Se não sair, por favor não dêem continuidade, pois de mortos vivos, já bastam os atuais Sentais e Kamen Riders na TV japonesa, muito agradecido.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.