Lendo

Clássicos da Literatura Disney: as 4 últimas capas!


Opa, a Luciana do Atendimento da Abril acabou de repassar para o pessoal dos blogs as 4 últimas capas da coleção Clássicos da Literatura Disney. Coleção que trouxe muitos novos leitores ao universo Disney e que após quase um ano de publicações, está chegando ao fim (eu aposto que termina em abril e não março como a editora divulgou no passado).

Coleção que teve altos e baixos com certeza. Teve de positivo a criação de um espaço enorme para material de histórias inéditas que não poderiam sair no Brasil nas revistas de linha. Muita coisa sensacional acabou finalmente saindo graças a coleção, seja inédito ou repubublicações (Mundo Perdido é um excelente exemplo). Outro fator positivo, inicialmente, era a satisfação do fã de poder correr numa banca mais próxima toda semana e comprar uma revista de quadrinhos Disney com mais de 150 páginas para degustar em 7 dias, até a chegada de um novo volume. O tratamento gráfico também não deixou a desejar, com páginas brancas, pelo acabamento gráficos, com pequenas falhas, mas muito superior ainda as revistas mensais por exemplo. Fora o preço camarada por edição (sim, eu achei ele muito em conta).

As bolas foras também aconteceram (e estão acontecendo), como já era de se esperar. Muita gente questiona até hoje que para uma comemoração dos 60 anos da revista do Pato Donald, a coleção veio com histórias demais do Mickey. De fato é verdade, mas acho que a data de 60 anos mais serviu como uma deculpa mesmo para a coleção ser lançada no Brasil. Mas mesmo assim, eu gostei muito da seleção de histórias do Mickey que sairam na coleção, grandes produções italianas, com a série Máquina do Tempo ou de época, duas fórmulas que casa bem no universo do rato. Algumas histórias dos anos 50 e 60 também vieram para cá e muita gente as considerou ruins demais. Eu também achei muita coisa ruim, mas diante dos temas da coleção, algumas histórias foram inevitáveis, e não tem jeito, muita coisa envelhece mal depois de algumas décadas.

Mas o que realmente me desagradou na coleção foi que a partir do volume 25 a periodicidade dela em bancas foi arruinada. Os volumes atrasaram, a Disney limou alguns, a Abril correu para criar novos e com isso, todo o charme de um volume novo por semana se perdeu. Depois do volume 25 e até o momento, a coleção não conseguiu manter seu ritmo em bancas. Chegou-se ao cúmulo de três volumes (28/29/30) sairem na mesma semana nas bancas (entre o natal e ano novo), com o mês de janeiro quase que inteiro de hiatos e com o volume 31 e 32 também sendo lançados simultaneamente. Mais duas semanas de hiato e mais dois volumes foram lançados, 33 e 34. Isso aconteceu no meio do mês de fevereiro. Hoje, dia 11 de março, e os volumes 35 e 36 continuam atrasados. Programados para sairem dia 04 deste mês, segundo a Luciana, a nova previsão é dia 15 de março, próxima terça-feira. E os 4 últimos volumes ainda não possuem previsão de quando serão lançados.

Volumes 35 e 36 (Lançamento previsto em 15/03)

Assim é complicado, né? Frusta o leitor, que precisa ficar indo na banca a todo momento, já que se marcar bobeira, a coleção acaba ficando com furo. O site oficial da coleção também não tem mais as datas de previsão, e quando atrasa, não avisa  que vai atrasar. Isso desistimula mesmo. Depois a editora não tem nem o direito de reclamar da queda em vendas ou vir dar desculpinhas que outra coleção é inviável. Se não lançam direito, não podem esperar que o consumidor continue fiel.  Pra mim, essa foi a maior falha na coleção.

Espero que isso não prejudique nada para os colecionadores. Espero que Clássicos da Literatura Disney tenha servido para provar que o mercado tem mais espaço para quadrinhos Disney. Torço para que La Storia Universale Disney, que está saindo na Itália neste momento, possa ser lançada no Brasil em breve.

Para encerrar, quem quiser dar uma olhada nas 40 capas da coleção, clique neste link, lá do forum Projeto Inducks. 😉

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.