Disney BIG #8 e o porquê de + uma edição imperdível! [Extra: Capas das Mensais de Março]

Vou presumir que alguns leitores passeiam por outros sites e comunidades relacionadas à quadrinhos. Quem faz isso, provavelmente já deve ter visto a capa e o conteúdo desta Disney BIG #8 a quase um mês atrás, certo? Eu sei que eu vi. Então porque só agora estou divulgando no Portallos? Bem, além de eu ter perdido a oportunidade no momento certo (vivo atrasado, vocês já me conhecem), não estava confortável em vir apresentar uma revista aqui no blog, que só seria lançada a quase um mês para frente.

As pessoas são esquecidas. Alguns provavelmente iriam procurar a revista na banca antes do lançamento, não iriam encontrar, e depois quando ela realmente saisse, muitos acabariam esquecendo de ir as bancas. Então resolvi esperar. Mostrar a vocês a revista somente agora, na sua semana de lançamento. Podia ter feito uma prévia e mostrado antes, mas como mencionei, não deu tempo, e mesmo que fizesse, me sentiria obrigado a, nesta semana, fazer um novo post dela. Explicado. Continuando.

Quer saber por que está oitava edição de Disney BIG está inperdível?

  • O Filho do Sol: Sabe o que esta história representa? Ela é a primeira história que o Don Rosa fez para a Disney. Publicada no Brasil uma única vez, na Mestre Disney #1, e sem ser republicada até agora. É uma daquelas raridades que você, como colecionador novo, não vai tropeçar por aí tão fácil. E quem curte Don Rosa, pode contar com outra pérola do mestre, a história O Caçador de Crocodilos.
  • Carl Barks: Esta história não é uma história qualquer do Barks, é realmente uma fabulosa aventura envolvendo o Donald e o Gastão e a clássica rivalidade de ambos. Uma história que antes de sair em O Melhor da Disney nesta década, pipocou aqui no Brasil pela última vez em 1984. O Felizardo do Polo Norte é uma daquelas histórias grandes, com 32 páginas. Outra pérola de colecionador para quem não tem ou perdeu a coleção O Melhor da Disney.
  • Entre os outros artistas famosas da casa, mais uma vez a Disney BIG dá um show. Trazendo Renato Canini no comando de duas história, em uma delas, O Misterioso P.P. temos Carioca e Vespa Vermelha. O Zé ganha uma terceira história neste volume, desta vez mais moderna, porém envolve o seu alter-ego heróico após a reformulação de O Cavaleiro das Dívidas (abordado no blog nesta matéria), então Morcego Verde na parada! E falando de heróis, a revista vem com uma clássico de Paul Murry com o Superpateta numa aventura de 32 páginas, além da Superpata numa aventura produzida no Brasil. A edição ainda conta com outros mestres como Toby Strobl, Rodolfo Cimino, Giorgio Cavazzano, Francisco Rodrigues Peinado, Carl Fallberg, Bruno Sarda e Massimo De Vita, estes dois últimos, responsáveis por uma excelente história de 55 páginas do Indiana Pateta, vindo lá de 1992 (a fase de ouro do personagem na minha opinião!)

Claro que toda a revista é uma compilação de histórias já publicadas no Brasil, apesar dela não deixar claro que são republicações em lugar aqui da revista. Faz falta sim a data de produção das histórias, pois o traço e clima das histórias passam entre décadas de distancias uma das outras. Também não nego que odeio o fato de BIG conter apenas histórias que foram publicadas ou republicadas no Brasil deste o ano 2000 para cá. (Cuidado com isso, muitos confundem “data de publicação” com “data de produção” da história. Atenção a este detalhe!!). Por exemplo, como coleciono os quadrinhos desde os anos 90, de todas as 16 histórias deste volume, apenas 4 são novidades pra mim. O restante possuo em outras revistas recentes que foram publicadas tais histórias. É ruim pra mim! Mas para leitores novatos, que estão aprendendo o valor dos quadrinhos Disney, é uma refeição farta ter uma revista com um conteúdo de tamanha qualidade. Espero que algum dia, a BIG cresçam tanto, que possa ir buscar outras pérolas de temos mais antigos em relação a última vez que sairam no Brasil, pois tem muito conteúdo ainda melhor, que continua sem a sua oportunidade de ser republicada para a atual geração (O Mistério dos Telefonemas, O Vale dos Sete Sóis, A Fórmula da Riqueza, Viagem ao Centro da Folha e por aí vai).

Disney BIG #8 já está nas bancas (apesar de estar programada oficialmente para sair dia 25 de fevereiro), tem suas absurdas (de uma forma positiva) 300 páginas e custa só (porque eu acho barato mesmo) R$ 12,95! Depois do continue, você pode ver algumas páginas soltas da revista que a Abril mandou para a internet para divulgação (apesar de que a capa que abre o post, em alta-resolução, eu tive que escanear pra ficar num tamanho bacana pro blog).

Mas antes, quero deixar uma pergunta para os fãs da revista. BIG está chegando em sua décima edição. Uma revista que nem mesmo a Abril acreditava que faria tanto sucesso. E a revista chegando em sua décima edição, não seria bacana se a Abril desse uma reinvendada em meros detalhes da revista? Quer um exemplo? BIG poderia ter uma sessão de cartas, não acham? Afinal, ainda que seja uma revista de republicação, existe uma qualidade de seleção absurda. Dúvido que não tenha conteúdo para uma página (só uma!) de carta dos leitores, com elogios, sugestões e dúvidas que o editor Paulo Maffia sempre responde. Agora, particularmente, eu queria também ver uma mudança na cor da lombada da revista. Tipo sempre que ela chegasse em uuma dezena, trocassem a cor da lombada. 10-19 lombada azul, 20-21 verde, e assim por diante. Ok, ela não tem numaração do lado, mas isso já me ajudaria a identificar mais fácil os volumes. na estante e não despradonizaria o que foi feito até agora. Cansei da lombadinha vermelha. Rá! São sugestões que não faz mal nenhum enviar para Abril, inclusive se você tem melhores do que estas duas minhas. O e-mail para quem não sabe é DISNEY.ABRIL@atleitor.com.br.

E de extra, porque você foram legais lendo tudo até aqui (Você leu né?). As capas das revistas mensais de março, que devem estar chegando às bancas na próxima semana:

O conteúdo delas, a gente deixa pra conversar na semana que vem, ok? Mas fico contente de ver que a revista do Mickey retornar com uma história do Casty que eu estava louco para ler (eu conto qual é via comentários se alguem não souber). Mas o melhor, e até sonho com isso já, imagina se dessa iniciativa de estampar o Superpato na revista do Tio Patinhas, a revista vender bem, os fãs ficarem ouriçados e muitos elogios foram encaminhados para a Abril mês que vem, será que disso pode originar uma revista solo do personagem? PUTZ, se tem uma revista que merece apoio em março é essa Tio Patinhas! Superpato merece!

Como prometido, a primeira página de cada uma das 16 histórias de Disney BIG #8. Não vou fazer aquela relação de histórias com dados técnicos hoje (alguém vai sentir falta? Me diga, sério mesmo), porém se você quiser dar uma olhada neste conteúdo, a edição já foi completamente indexada no Inducks neste link. É só clicar lá e ver o que você precisar.









Isso também pode lhe interessar

10 Comentários

  1. Concordo com vc que ela deveria ter uma numeração no lado (fica muito mais fácil de reconhecer na estante).
    Tenho todas as histórias dessa edição, mas…. ainda assim vou compra-la =D
    Quanto a sua pergunta: Eu gostava dos dados técnicos, mas como vc anda com pouco tempo acho que não faz mal não ter. =D

    PS: Já viu uma série de histórias do Pateta nomeada “Manuais do Pateta”? Eu tenho duas dessas histórias(não sei quantas sairam ao todo), acha que tem alguma chance delas serem republicadas?

  2. Lombadas de cores diferentes são uma boa. Melhor que os adesivos pra colar como sugeriram na comu do orkut oO

    Arrisco dizer que Disney Big é uma das, e se não a, melhores edições Disney brasileira. Parece que engrenou de vez, hoje tem um autor clássico atrás do outro (nos primeiros volumes quase não tinha Barks e no volume 2 tinha aquela história terrível do Mickey e do Pateta contracenando com “gente de verdade”. E “pesava” 30 páginas, foi muito penoso de se ler).

    Sim, eu fiz aquilo de procurar na banca há umas duas semanas e só fui achar antes de ontem.

    Só uma coisa que eu não entendi nas edições mensais – qual é a do Comando Laser nas edições do Zé Carioca? Eu não sei qual é a da saga, mas pela primeira história, ela me parece ser do Mickey. Então, por que não publicar na revista do rato? :S

    1. “Eu não sei qual é a da saga, mas pela primeira história, ela me parece ser do Mickey. Então, por que não publicar na revista do rato? :S

      – Porque a revista do Mickey só tem histórias inéditas e Comando Laser é republicação (da decada de 80). Talvez acho que o que Comando Laser realmente merecia era um encadernado especial com todas as histórias numa só revista… mas como a do Zé Carioca precisa de material interessante pra continuar existindo… acabou saindo na revista mesmo. Mas esse material merecia um encadernado mesmo. Mas sair na mensal do Mickey seria sacanagem, já temos poucas paginas de ineditas por mes 🙁

      1. É, faz total sentido o que você disse. Incrível como por um lado temos a Disney Big com suas gloriosas 300 páginas mas mesmo assim ainda faltam delas, pelo outro lado, nas revistas de linha.

        E essa história da capa do Zé Carioca eu acho que tenho. É a terceira vez que lembro de ter história repetida (as outras foram de histórias do Superpato nas Disney Bigs n°s 5 e 7). Creio que seja essa: http://coa.inducks.org/story.php?c=B+950216. Espero que não seja .-. xD

    2. Quééé isso, eu já acho a maior curtição as histórias da PI (Polícia Internacional) envolvendo o Mickey detetive contracenando com os humanos! Muito bom, mesmo! É meio que como se fosse o ‘elo perdido’ finalmente descoberto entre humanos e animais humanizados!

      1. Ah, não sei, é interessante por um lado porque explora outros lados não-disneyanos. Mas esse é também o problema pra muita gente, eu incluso, que não curtiu esse ponto de vista. Não lembro de ter lido outras histórias assim fora a do Disney Big, mas é legal nem que seja pra ver como é – gostando ou não.

  3. Aos interessantos, a Abril divulgou alguns minutos atrás, o nome das histórias que estarão nas revistas mensais de Março, segue:

    Mickey 822
    – Mickey e Esquálidus em Buz, O Papa-Planetas
    – O estranho casos dos artefatos egípcios

    Tio Patinhas 548
    – Superpato: um depósito em órbita
    – Gaste pouco pra ganhar muito
    – Tio Patinhas e o Fantástico Supercérebro
    – Os fantasmas se divertem

    Zé Carioca 2357
    – O tesouro dos papincas
    – O dia em que patópolis tremeu
    – Surpresas da Loteca
    – O grande vencedor
    – O misterioso Barão de Bazófia

    Pato Donald 2392
    – A noite do Sarrageno
    – Uma noite tranquila
    – No calor do momento

  4. Peguei a ultima disney big e gostei de reler histórias da infância, vou pegar essa também. Cara, se a viagem ao centro da folha for a história q eu me lembro, é uma das mais legais q eu já li, tomara que republiquem! =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.