E3 Electronic Entertainment ExpoJogando

E3 2011: o hype dos membros do Portallos em forma de post! O que esperamos da feira? [Post Coletivo]

Expectativas! Acredito que 50% ou mais do “clima E3” que se forma nessa época seja justamente isso. O evento não se trata só de assistirmos às conferências e vibrarmos com surpresas, e sim de anteciparmos por meses que algo vai ser anunciado, ou vai ganhar sequência, remake, versão para outro console. Para acompanhar a E3, levamos sempre um saquinho com o que esperamos que aconteça, ou com o que queremos ver na feira em mais detalhes, ou com o que sabemos sonhar inutilmente. E até quando nossa expectativa é que a feira não tenha grandes coisas nessa edição, isso em si é uma aposta nossa também.

Assim, trazemos, neste post, o que uma parte da equipe Portallos tem a dizer sobre o que espera da E3 2011! Clique em continue lendo e vá com calma, que o texto é longo. 😉

T_thiago

1. Beyond Good & Evil 2

Eu sempre tenho boas expectativas em algumas franquias da Ubisoft. Gosto de Assassin’s Creed, Prince of Persia, Splinter Cell, Rayman etc. Este último, mascote por muitos anos da Ubisoft, estou bem ansioso pelo seu novo game, Rayman Origins, apesar de ter ficado meio decepcionado com o anúncio de que ele migrou de game por download para game de caixinha, o que significa que o preço final dele ao gamer aumentou e que ele vai competir mais explicitamente com os grandes games de final de ano nas lojas físicas, e competir com Gears, Halo e CoD não é algo fácil. Outro que me anima muito na Ubisoft é I Am Alive, mas o desenvolvimento desse jogo anda cheio de indas e vindas ao longo desta geração e apesar da Ubisoft ainda não o ter cancelado, é um pouco desanimador esperar tanto tempo e o estúdio ter mostrado tão pouco.

Mas acredito que o game que mais espero nesta E3, acima de exclusivos de plataformas, de novos consoles, com certeza é Beyong Good & Evil 2. Já cansei de dizer por aqui que o primeiro BG&E, na minha opinião, foi o melhor game da geração passada que zerei. É um jogo completo, tem uma boa história, um bom final, um gameplay totalmente dinâmico e diversificado, personagens e um universo próprio inspiradores e que é muito difícil não se sentir apaixonado pelo mesmo. Já comprei BG&E HD em fevereiro deste ano, e só estou esperando a Ubisoft parar de enrolar com o segundo.

Sim, existe uma grande chance de o jogo não aparecer nesta E3, afinal, seu criador está cuidando de Rayman Origins, então o desenvolvimento de BG&E2 acabou em segundo plano pela Ubisoft. Mas ainda torço por um novo vídeo ou novos detalhes, afinal, o game foi anunciado na E3 de 2009. Dois anos se passaram e se a Ubisoft ainda não tem nada para mostrar dele, chega a ser desanimador.

2. NGP

Apesar de já ter sido revelado, o próximo portátil da Sony ainda tem muito o que mostrar. Quero saber principalmente quanto ele custará em seu lançamento. Considero muito a compra dele no próximo ano. Outra questão é em relação ao suporte, porque o PSP se você for pensar, é um excelente portátil em termos de hardware, mas fracassa miseravelmente quando se olha sua biblioteca de games. O NGP tem que começar com jogos e suporte de todos os estúdios atuais. Jogos que saem no X360 e PS3 precisam ter versões no NGP, assim como acontece no DS.

Não tenho muito o que dizer aqui, além de que é um portátil que me cativou logo no início e que espero que seja tudo isso que a Sony apresentou e mais além. A empresa tem franquias ótimas, tem um excelente suporte online, só falta mesmo o apoio dos estúdios independentes, como estes mesmos apoiaram e deram um impressionante suporte ao Nintendo DS. Se a Sony conseguir metade do que o DS conseguiu, já será uma vitória.

3. Summer of Arcade

Não estou muito animado com novos games, até porque esta geração está tendo muitas dificuldades para me impressionar na questão de games originais. Original mesmo, só o que está sendo desenvolvido e lançado nos sistemas por download: Live, PSN e Steam. Tem muita coisa simplesmente imperdível nesta geração e que só é vendido via download. O brilhantismo e criatividade atual dos estúdios estão nestes pequenos games. E estou ansioso para ver o que a E3 deste ano vai mostrar. Ano passado teve um monte de joguinhos bacanas que saíram ao longo de 2010 e alguns agora no primeiro semestre de 2011. Gastar U$ 5 num jogo que vai durar semanas ou até mesmo meses? Não tem coisa melhor!

Aguardo em especial a Summer of Arcade da Microsoft, que é sempre entre julho e agosto. Este ano aposto que veremos Ms. Splosion Man pela Twisted Pixar e Battleblock Theather da The Behemoth na Summer. Mas ainda existe a possibilidade e vagas para games ainda não revelados. Ano passado não fiquei muito animado com a Summer, apesar de terem saído alguns games interessantes na ocasição, queria mesmo que a Microsoft investisse em outro remake das antigas com foi com a Ubisoft com as Tartarugas Ninjas em 2009. Enfim, são 5 semanas com muitas possibilidades e com games via download de alto nível. Estou ansioso pela lista de 2011!

Além de curtir as prévias dos outros joguinhos que serão lançados ao longodos próximos 12 meses!

4. Halo Remake

Já caiu na mesmísse a franquia Halo. Não gosto dessa logística de lançar um jogo da franquia por ano. Mas não dá para fazer de conta que a Microsoft não consegue instigar os fãs com as propostas tão diferentes em cada game. Esta geração começou com Halo 3, com o fim de uma trilogia que muito poucos conheceram, afinal, poucos tiveram o primeiro Xbox. Apesar de ser um shooter onde o melhor mesmo é o multiplayer, Halo instiga certa curiosidade em seu universo.

É por isso que me anima sim um remake do primeiro Halo, pois foi nele que tudo começou. Claro que se a Microsoft não refizer tudo do zero, com gráficos desta geração, eu não vou nem passar perto. Não quero um Halo Remake com gráficos remasterizados do tipo que a Rare fez com Perfect Dark 64. Não, muito obrigado. Eu quero o mesmo game da geração passada, mas refeito no visual da atual geração. Qualquer coisa menor do que isso, vou passar longe.

5. Star Fox no Projeto Café?

A minha última expectativa (usando um sistema de Top 5) nem é sobre o novo console da Nintendo, o tal Projeto Café. Porque de nada adianta um console fenomenal, se não tem jogos que me atraem. E olha que aprendi isso da pior maneira com o Wii nesta geração, que vendeu horrores, mas que me estimulou a comprar um outro console nesta geração e largá-lo como um acessório secundário para poucos games. Então o que eu quero ver no Café são os games, o que a Nintendo deve produzir para sua nova geração de games.

Nada de Mario ou Zelda, estas franquias são batidas e até óbvias que em determinado momento, serão criadas. O que eu quero ver mesmo são franquias mais abandonadas, em especial, Star Fox. Este é uma franquia que a Nintendo tem e que considero realmente hardcore. Não importa o que ela faça, ainda que o resultado não seja satisfatório, eu adoro Star Fox. Meu preferido, é claro, é Star Fox 64, mas ainda assim me diverti muito na geração passada com Star Fox Adventures (que achei bem original) e Star Fox Assault (este último tem ótimas fases e péssimos momentos isolados). Então acredito que a Nintendo só irá conquistar um pedacinho do meu coração de fã, no dia que ela me apresentar um novo Star Fox, nos moldes do clássicos do 64, pois aí eu saberei que aquela Nintendo, que tanto amei na minha infância, ainda existe.

Meu “OMG” nesta E3 provavelmente será apenas se vir um “Star Fox 2012”. Para qualquer coisa fora isso, acredito que já esteja preparado, consciente ou inconscientemente, vindo da Nintendo, Microsoft ou Sony. Este é o meu maior desejo nesta E3.

Mauri Link

Nintendo

A Big N deu um show no ano passado, revelando títulos até então inéditos e adicionando uma nova dimensão aos jogos portáteis com o Nintendo 3DS. Esse ano, a chance disso se repetir é enorme, graças à primeira demonstração de seu novo console de mesa, o tal Café. Similar ao que aconteceu com o Wii, o controle do console é um grande mistério.

E falando em mistérios, podemos ter um novo Zelda a caminho, juntamente com a revelação completa do esperado Skyward Sword. Descobriremos também como será a estreia de Mario no 3DS, e até quem sabe também no Café! O bigodudo também provoca anseios nos jogadores ávidos por descobrirem como será o novo Mario Kart. Além disso, nenhuma outra empresa possui uma biblioteca de títulos tão grande quanto a da Nintendo, e como de praxe, as novidades desse ano vão aumentá-la ainda mais!

Sony

A Sony inesperadamente ganhou mais um desafio para a E3. Além do que ela já vinha planejando nos últimos meses, ela também vai ter que se superar para apagar a má impressão que o ataque aos seus serviços online causaram em sua moral com os jogadores.

A segunda tarefa mais difícil é mostrar a todos para o quê o NGP virá ao mundo. Isso até que não é difícil, basta que ela apresente títulos adequados ao portátil. Mas se vier com um monte de conversões oriundas de seus consoles de mesa, novamente ela ficará em segundo plano nesse mercado dominado há décadas pela Nintendo.

Já no quesito jogos, a minha expectativa fica por conta de Starhawk.

Microsoft

Eu ultimamente fico fazendo piadinhas no twitter pedindo para alguém pelamordedeus avisar a Microsoft que sua conferência será feita nessa segunda-feira. Ou ela andou aprendendo com a Nintendo e está guardando seus jogos a sete chaves, ou veremos apenas Forza 4, Codename: Kingdoms e um punhado de jogos para o Kinect. O acessório vendeu relativamente bem, agora a M$ precisa provar que os jogadores fizeram um bom investimento ao comprarem a bugiganga.

PC

Não sou um adepto de jogos no PC, mas ainda assim mantenho uma expectativa altíssima para ver mais detalhes ou mesmo um gameplay do MMO da Marvel, que está sendo desenvolvido pela Gazillion.

Jogos em Geral

Agora, vou listar os títulos que mais me despertam a atenção, como Battlefield 3, Resistance 3, Journey, Uncharted 3, Modern Warfare 3, Spider-Man Edge of Time, Rage, X-Men Destiny, Need for Speed: The Run, Dark Souls, Ghost Recon: Future Soldier, F-1 2011, The Elder Scrolls V: Skyrim, White Knight Chronicles II, Tomb Raider, Mass Effect 3, El Shaddai, Soul Calibur V, Heroes of Ruin, Driver: San Francisco, e por aí vai…

Fabio

Confesso que não estou muito animado para essa E3. Na verdade, estou TENTANDO não ficar animado, pois parece que muito de seu foco será no anúncio de consoles novos, e eu, que cheguei bem tarde pra festa nessa geração e só este ano consegui comprar consoles HD, ainda tenho muitos, muitos jogos a comprar para eles. Aliás, minha wishlist é enorme até para PS2! São tantos jogos e tão pouca grana que juro que não ficaria chateado se todo mundo na indústria dos games resolvesse tirar férias coletivas e ficássemos um ano sem lançamentos, haha. Porém, por mais que me esforce, não consigo conter a hype quando olho para as line-ups e penso nas possibilidades para o evento. Eis o que mais me empolga:

The Legend of Zelda: Skyward Sword

Ano passado tivemos uma apresentação técnica do jogo — que não deu muito certo — e uma demonstração do que o Motion Plus é capaz de fazer pela jogabilidade. Este ano, espero que tenhamos mais detalhes sobre o enredo do game e sobre a Skyward Sword/Master Sword/Figura-feminina-misteriosa-mostrada-na-artwork-de-2009. Fiquei com muita pena do Miyamoto passando por aqueles problemas técnicos na última feira. Não tenho dúvidas de que o jogo terá um gameplay impecável — agora mais do que nunca —, e o mestre não merecia passar por aquele vexame. Tomara que desta vez a Nintendo tome todas as providências para evitar que aquilo se repita. No mais, assim como o Alex e talvez todos os fãs de Zelda no mundo, espero que Skyward Sword não migre para o novo console.

Project Café

Fico com os dois pés atrás quanto às perspectivas de sucesso do novo console da Nintendo no mercado atual, mas não tenho dúvidas de que ele será a grande atração da feira este ano. O poder gráfico do Café pouco me importa. Estou ansioso mesmo é pra ver seu tão comentado controle em ação! Será o Café um marco na indústria dos games, que poderá colocar um fim à divisão entre consoles caseiros e portáteis, integrando ambos seguimentos numa única plataforma, ou simplesmente um Wii em alta definição? Saberemos a resposta em apenas dois dias. Ah, e tomara que haja retrocompatibilidade com o GameCube!

Coleções em HD

É, a moda de relançar clássicos de plataformas anteriores em alta definição e com suporte aos benefícios da geração contemporânea que passamos a amar (troféus, online vs/co-op, etc.) pegou mesmo! Eu estou adorando isso, e não vejo a hora de poder re-jogar (e platinar!) antigos xodós. Recentemente, a Team Ico Collection ganhou data de lançamento no Japão, e foram anunciadas as coleções de Metal Gear Solid e Zone of the Enders. Espero poder conferir tudo isso em ação na E3!

The Last Guardian

Este talvez seja um dos jogos mais aguardados por mim desde… bom, acho que desde sempre! Ausência muito lamentada na conferência sonista ano passado, o game ainda sofreu, em abril deste ano, um adiamento para 2012. Eu sei que, quando sair, será excelente, vai me emocionar e entrará pra minha lista de favoritos; quero apenas algumas imagens, vídeos e/ou detalhes para fazer a espera ser menos sofrida. The Last Guardian realmente não pode ficar de fora da E3 2011, dona Sony!

Surpresas

Ah, o que seria da E3 sem elas, não? Quem não se lembra do emocionante trailer de Twilight Princess, em 2004; das tatuagens de Peter Moore anunciando Halo 2 e GTA IV, em 2004 e 2006, respectivamente; de Final Fantasy XIII sendo confirmado para Xbox 360, em 2008; e, entre muitos outros momentos épicos ao longo de mais de 15 anos, do anúncio de Kid Icarus: Uprising, ano passado? Nada é mais gostoso do que ouvir a reação de platéias de gamers ownados após tais revelações bombásticas! A Microsoft anda quietinha, quietinha, e parece estar guardando algo (se bem que pensei a mesma coisa ano passado e nada). Além disso, ano que vem a franquia Metal Gear comemora aniversário de 25 anos, e Kojima já admitiu estar planejando algo grande para celebrar a data (cruzo os dedos para que sejam remakes dos primeiros dois jogos da série). Mas não faz sentido ficar conjeturando sobre as surpresas — afinal de contas, as melhores delas são aquelas pelas quais ninguém espera! Então, eu só espero é que haja muitas surpresas boas este ano!

Dakini

Bom, minhas expectativas são meio “RPG centered”, como sempre. Seja na conferência da Miscrosoft ou na da Sony (ou em ambas), quero ver trailer e gameplay de Final Fantasy XIII-2, que, aliás, estará jogável no show floor, então vídeos não faltarão mais tarde. Final Fantasy Type-0 também estou aguardando roendo as unhas, e vou ficar meio desesperada se a Square não falar nada sobre ele no evento, já que, sendo para PSP e com o NGP vindo aí, não quero nem pensar na possibilidade de não ser lançado nos EUA.

Na frente Nintendo, quero ver The Last Story e Xenoblade confirmados para cá, e não só pra Europa, e Pandora’s Tower saindo do Japão. Pra Wii ainda tem Skyward Sword, e, falando em Zelda, é bem bacana esse rumor de que veremos um novo título comemorativo dos 25 anos, com algum envolvimento do Sakurai e pro Project Café; espero que aconteça mesmo. Quanto a esse Wii 2, quero ver o que trará com esse controle com tela, câmera e o escambau, e se os gráficos são realmente tão mais potentes que os do PlayStation 3. Quanto ao 3DS, sinceramente… não tô esperando muita coisa. Quero é ver o que a Sony vai mostrar do NGP, e aí, dependendo da line-up e do apoio das thirds, já começo a guardar dinheiro pra cofrá-lo.

Tem ainda a Namco com os Tales of, que enfim disse que vai começar a trazer pro Ocidente de novo, e quero ver o que vão falar ou se dão uma data mais concreta pra Graces f. De qualquer forma, esse jogo, juntamente com White Knight Chronicles II, El Shaddai e Uncharted 3, é um que vou comprar mesmo se tiver totalmente ausente na feira. De resto, quero ver mais das coletâneas de Metal Gear Solid, Zone of the Enders, Team Ico e conferir o rumor da de Devil May Cry. Estarei de olho também em Darksiders II, Assassin’s Creed Revelations, Dragon’s Dogma, Asura’s Wrath, DmC, The Elder Scrolls V: Skyrim e no novo Tomb Raider.

Por fim, na categoria “sei que não vai acontecer, mas se acontecesse eu morria de infarte”, quero um novo Fire Emblem (novo mesmo, seguindo Radiant Dawn, e não remake dos primeiros), o que é difícil de se concretizar, visto que a Intelligent Systems está trabalhando no Paper Mario de 3DS no momento; um novo Suikoden, que parou muito bem no V pra PS2, mas que depois não deu mais sinal de vida, e como a conferência da Konami já passou… enfim; e alguma franquia clássica de JRPGs retornando, seja Breath of Fire, Wild Arms, Chrono, Mana ou algo assim. Sonhos, não é verdade.

Alexandre “Pikachu”

E a E3 deste ano traz muitas expectativas em torno de dois novos consoles, como já dito milhares e milhares de vezes por aqui, mas meu foco é realmente falar do básico da E3: os jogos. Com isso em mente, destaco os games que me dispertam grande interesse, são eles:

Metal Gear Solid: Rising

Sério, adorei aquelas demonstrações do jogo que vimos ano passado, mas, desde então, nada mais foi falado acerca do dito cujo. Fiquei perplexo com o controle da espada e as possibilidades de corte, achei aquilo magnífico e falo muito sério, e pensando em todo o poderio do PS3 para mostrar aqueles gráficos lindos, talvez até melhores que os de Metal Gear Solid 4.

Ah, esqueci que o XBox 360 também receberá o jogo, aí me lembro da E3 de 2010, se não me engano, quando tivemos o primeiro anúncio do jogo, com Kojima na apresentação da Microsoft, e o fora que o apresentador disse ao mencionar que estava feliz em ver Snake no console verde, e Kojima disse: “Eu não falei nada do Solid Snake?” Muito fail.

The Legend of Zelda: Skyward Sword

Não fiquei empolgado com o Twilight no Wii, achei tudo bem chato de ser feito, o gameplay é muito ruim (devia ter comprado a versão do Cubo, sinto claramente isso) devido a restrições do Wiimote e seus controles de movimentos nem tão precisos assim, mas agora a história vai mudar com um jogo verdadeiramente feito para o console, mas por favor Nintendo, não o mude para a nova plataforma.

Mario 3D

Sim, Mario sempre faz a festa, e dessa vez, no novo portátil, a experiência parece que será tão boa quanto a de Mario Galaxy. Estou mais curioso para ver os power-ups que teremos neste jogo, seria aquele rabinho da imagem divulgada, um tanooki? Seria esse o motivo que me faria adquirir o 3DS? Talvez, veremos se a Nintendo me faz ter esse anseio.

Resident Evil: Revelations

Ah, como adoro essa série, e fiquei bem empolgado com as novas surpresas que estão por vir, quer dizer, tudo parece meio obscuro ainda, mas sei que vou ficar gritando “OMG, OMG!” ao ver o jogo nas mãos, ou com um simples trailer mais revelador, ou até mesmocom o gameplay do jogo e detalhes da trama.

Resident Evil 6

Por que não? Já faz tempo que vimos a quinta parte da série e nada até o momento a não ser que esse será um jogo bem diferente. Só espero que não seja tão diferente quanto o que fizeram em Operation Racoon City, e que Leon retorne, o meu personagem favorito da série.

Rackor

Tomb Raider!

Talvez esse seja um dos jogos mais aguardados por mim nessa E3. Square-Enix parece ter acertado a mão com o novo Tomb Raider. Veremos uma Lara tentando sobreviver, fraca, e ao mesmo tempo se descobrindo e se transformando no ícone que todos conhecemos. Por ser numa ilha e a personagem não saber “sobreviver”, espero muitas ações interativas à la MGS3, com curativos, caças e tudo mais. O estranho é que o jogo se foca muito na palavra sobrevivente, mas espero que não se esqueçam de que a Croft sempre foi e sempre será uma caçadora de tesouros, portanto ainda aguardo um enfoque melhor na E3 sobre os templos e os tesouros.

Ainda temos o barco que afunda, será que teremos algum culpado por isso ou foi obra do acaso? Interesses devem se cruzar, pois também não acredito que a personagem tenha sido a única sobrevivente. Mas sabe o que me dá mais esperança? Lembrar de Just Cause 2, talvez muitos não o tenham jogado, eu mesmo tenho o jogo e só joguei poucas missões, mas a liberdade e a evolução perante o primeiro foram soberbas. É isso que eu espero para a maior caçadodora dos videogames, pois antes do Drake, Lara abriu o caminho, agora é a vez de Lara superar Drake.

Modern Warfare 3!

Faz tempo que eu não me impressiono assim com um trailer de FPS. Eu não sou entusiasta do genêro, e por isso foi sempre algo que joguei de lado. Todos os CoDs, BFs, e coisas do genêro eu joguei umas poucas vezes e me cansei. Alguns aqui devem saber que eu sou fãnzaço de Team Fortress 2, e talvez isso se deva ao fato de que é um FPS pouco convencional, com classes variadas e movimentos diferentes. Pois bem, quando coloquei as mãos no MW2 na casa de um amigo fiquei maravilhado com o jogo, nunca tinha me prendido tanto um FPS nos moldes clássicos. Então alguns anos depois comprei meu PS3, e nem cheguei me animar muito com Black Ops. Era o MW3 que eu esperava. Eis que começam as ondas de rumores teasers e a empolgação sobe a níveis altos, quando eu vi o vídeo do mundo pós apocalíptico o hype se agigantou.

O que esperar? Não sei ao certo, eu espero me divertir já que não sei muita coisa sobre FPS clássicos. Eu espero que o meio-novo time da Infinity Ward consiga fazer um jogo tão bom quanto o anterior. E isso porque ainda espero um jogo da Respawn né.

MGS & Zone of the Enders Collections!

Quando Kojima falou que não ia mostrar nada de novo na E3 eu fiquei meio decepcionado. Porque todos hão de concordar que no que o Kojima mete a mão sai coisa boa, desde Lunar Knights no DS, até sua obra prima MGS, sempre sai um jogo senão espetacular, digno de menção.

Sobre MGS a surpresa é que virá com Peace Walker. Eu mesmo estou pra comprar há eras esse jogo para PSP, mas tem sempre algum que passa na frente, então serão dois coelhos com uma cajadada só. Servirá também para muitos (como eu) consertarem o erro de nunca ter jogado a série toda. Uma das minhas primeiras compras na PSN foi o MGS para PS1, e desde então espero essa coleção ser lançada. A minha curiosidade maior fica pelos gráficos, principalmente pelo jogo do PSP, se serão feitas reconstruções de fato ou só adaptação para widescreen.

Já ZoE é um jogo que sempre vejo nas listas de cult, mas é só. Só conhecia o jogo de nome, então fui ver uns vídeos depois do anúncio. E parece ser só o melhor jogo de Gundam que eu já vi! Aparenta mesclar elementos de Dinasty Warriors com características de jogos de luta livres como DBZ Budokai. A mistura de cenas de anime com gráficos in-game é muito boa também.

PSP Remasters, com destaque para Monster Hunter 3rd!

Quando foi anunciada a linha de jogos, os gráficos pareceram definitivamente mais bonitos, porém num vídeo in-game disponibilizado alguns dias a coisa não era bem assim. São definitivamente gráficos de PSP não tão melhorados, eu diria ajustados, alguns serrilhados ainda estão lá, mas comparados ao PSP estão melhores. O principal atrativo dos jogos é a possibilidade de jogá-los online. A gama de jogos que possuem essa função no PSP é bem reduzida, e poucos são os blockbusters que vêm com esta opção.

Minha expectativa principal é pelo anúncio de 3rd no Ocidente. MH tem um histórico de demora gigantesca deste lado do globo, e chega até a ser compreensível pela quantidade de texto presente no jogo, mas às vezes parece que a Capcom não liga muito pra série por aqui. Freedom Unite, o último jogo da série lançado para PSP, demorou cerca de 5 anos para chegar nos EUA. As vendas para uma versão atualizada de Freedom 2, e não um jogo novo, propriamente dito, foram até boas por aqui. 400 mil nos EUA e 500 mil na Europa. São baixas no geral, mas para uma série da qual a Capcom não faz nenhuma propaganda está bem decente.

Novo Burnout!

Paradise foi um dos melhores jogos de corrida que eu já joguei. O que foi Mario Kart DS para a série de corrida do encanador, foi Paradise para Burnout. Elevou o gênero ao propor um verdadeiro sandbox com um carro, e ainda conseguiu dar a sensação de liberdade, mesmo o jogador não podendo sair do seu veículo. Praticamente todas as áreas acessíveis, trilhões de coisas e missões para fazer, DLCs que aumentam muito a longevidade do jogo e por aí vai. Mas alguns anos se passaram, e ao passo que as areias do tempo correm, aumenta a esperança de ver um anúncio sobre a série. E pra quem jogou Burnout Paradise, diria que a ansiosidade aumenta em cerca de 300%.

Devil May Cry Collection, Zelda Skyward Sword, e outros!

Já saíram rumores e espero que se torne realidade nesta E3. Nada muito profundo a falar sobre este. Já Zelda SS vem com o peso de ser o verdadeiro Zelda desta geração, pois como muitos sabem o TP foi desenvolvido para GC e portado para Wii. O sistema de jogo com o Motion Plus é uma faca de dois gumes: pode tornar puzzles interessantes e batalhas mais bacanas, como pode cansar o jogador se usado em excesso como por exemplo, cada monstro só poder ser derrotado com um corte específico. Espero que a Nintendo mostre mais sobre isso. Asura’s Wrath é um jogo do qual eu não entendi nada até agora, mas tenho um hype muito grande por ele. Pode ser o melhor sucessor de GoW em tempos, aliás eu nem sei o estilo do jogo, não lembro de ter visto um vídeo in-game dele. SF x Tekken, é outro muito aguardado por mim, principalmente pela gama de lutadores que devem ser revelados na feira. Também espero para ver a versão da Namco do jogo, com o estilo do Tekken nas lutas. Se não ocorrer, espero pelo menos um anúncio de Tekken Tag Tournament 2 para os consoles. Ainda falando de fightings, temos Soul Calibur V, que parece ter uma fluidez muito boa, mas ainda não foram mostradas as mecânicas ou como o jogo vai rolar sem o Soul Crush. Do lado da Nintendo, estou curioso para ver algo sobre o aguardado jogo de comemoração aos 25 anos da série Zelda, espero que venha algo nos moldes de Four Swords, e sobre o Cafe. Achei meio bizarro os rumores do controle, mas se me lembro bem o pessoal especulou até a morte com Wii e no final não teve lá a bizarrice toda que falaram. É esperar para ver.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Dakini

Viciada em RPGs, sejam eles Final Fantasy e Tales of ou Mass Effect e The Elder Scrolls! Fã incondicional de animês e mangás, e ousem criticar meus favoritos sem bons argumentos! Fora isso, podem me chamar de “a dama dos wallpapers”, hahaha.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios