Lendo

Prévia: Disney GOL #2! O dia em que Mickey e Pateta apagaram o futebol da história da humanidade!

Esta semana, provavelmente, deve chegar às bancas do país a terceira edição de Disney GOL (capa aqui). Mas antes disso, resolvi dar uma revisada aqui no blog da segunda edição, que li neste final de semana e achei tão boa a qualidade de história, quanto da primeira edição. Estou contente de ter resolvido colecionar esse especial de apenas 4 edições. Alias, a última edição, que chega só em julho, trará o Peninha na capa, um dos meus personagens Disney favorito.

Entre os destaques de Disney GOL #2 temos uma aventura de mais de 70 páginas com Mickey e Pateta viajando pelo tempo e sem querer apagando a existencia do futebol da história da humanidade! Um mundo sem futebol, dá para imaginar?  Ainda tem o Urtigão no Rio de Janeiro indo visitar o Maracanã com o Zé Carioca! Mas os patos de patópolis também dão a sua colaboração a edição. Tem uma HQ hilária com o Donald e Peninha em busca de… uma bola de futebol! XD

  • Mickey & Pateta: O Campeonato Mundial Desaparecido! (76 págs) (Produzida em 1998) (Inducks)
    – Acho que essa história vai ficar na minha memória por anos e anos. Adoro HQs Disney longas! O Campeonato Mundial Desaparecido é dividido em 3 partes, todas separadinhas com perfeição, dando a narrativa precisa e exata para prender o leitor e dar gancho para a sequência. o desenhista Claudio Sciarrone também faz bonito nessa HQ, com cenários riquíssimos em detalhes e muitas expressões faciais de impressionar. Pra mim, a melhor HQ dessa coleção até o momento. Achei muito agradável mesmo.


  • Urtigão & Zé Carioca: Hoje é Dia de Maracanã (09 págs) (Produzida em 1992) (Inducks)
    – A HQ faz parte daquela série “Urtigão in Rio” que, na verdade, eu gostaria de ver sendo publicado num encadernado ou numa sequência cronológica. Mas já que isso está difícil de acontecer, fico contente de, ocasionalmente, conseguir lendo as HQs criadas para esta série. Não tenho todas ainda, inclusive a desta edição ainda não tinha lido. É uma HQ engraçada até, principalmente mais ao fim dela. É de se impressionar como a produção nacional conseguiu entrosar tão bem dois personagens tão diferentes. Urtigão e Zé Carioca parecem ótimos reunidos na história. E o traço redondinho dessa HQ, feita pelo desenhista Haroldo Guimaraes Neto me agradou também, apesar das cores chamativas demais (mas na época as HQs eram assim mesmo).

  • Donald & Peninha: Em Busca da Bola Perdida (24 págs) (Produzida em 2001) (Inducks)
    – Rá! Achei essa HQ muito engraçada, como fã do Peninha, não poderia ser diferente, sem mencionar que ela possui roteiro do Bruno Sarda, um dos meus artistas italianos favoritos (criador do Indiana Pateta). Impagável como a confusão vai tomando dimensões cada vez maiores quando o Peninha consegue perder um bola de futebol que estava guardado no depósito de troféus do Tio Patinhas. É uma daqueles história que segue a Lei de Murphy, com algo maior dando de errado a cada passo dos patos. Pobre do Donald, que é o que sempre sofre nestas frias do Peninha. Hilário e inteligente o desfecho da história, com o Tio Patinhas revelando qualé da bola de futebol guardada. XD

  • Donald: Procura-se um Patrocinador (10 págs) (Produzida em 1994) (Inducks)
    – HQ curtinha, com o traço mais clássico  do genial Vicar (que segue a escola Barks). É a típica história do Donald se dando mal ao negociar com o Tio Patinhas, mas é muito boa também. Não tenho nada que reclamar dela, pelo contrário, até achei divertido a forma como o Donald sempre se dá mal contra guardas de trânsito. Valeu a inclusão nesta edição. Afinal, até mesmo um timinho de futebol infantil precisa de patrocínio.

  • Huguinho, Zezinho e Luisinho: Confronto em Soccer City (30 págs) (Produzida em 2010) (Inducks)
    – A maior atração dessa HQ provavelmente é o belíssimo traço do Giorgio Cavazzano, porque a história em si não é lá grande coisa. Eu gosto dos sobrinhos do Donald quando eles estão mais “uniformizados” de Escoteiros-Mirins. Esse formato mais comum deles é meio chatinha, sem muita expressividade. O plot principal também não ajuda muito, falta conteudo e emoção mesmo. Segue uma linha óbvia e reta, aí a história não prende a atenção. Apesar de que existem sim alguns pontos curiosos dentro dela, como aqueles veículos de transportes individuais que existem lá fora (nunca vi eles de perto ou “ao vivo”), os segways. A HQ também se passa durante a Copa do Mundo da Africa, que rolou ano passado, e, novamente, Patópolis está no campeonato (mesmo não sendo um país), o que é estranho. E gostei da piadinha com um dos sobrinhos ficar vomitando informações sobre a Africa aos outros irmãos (aquele técnica que acaba também informando os leitores). A HQ é bonita no desenho mesmo, achei a Cabra mega simpatica (só o Cavazzano mesmo pra conseguir isso), mas não será inesquecível pra mim.

Com isso fecho Disney GOL #2! Que venha a próxima edição ainda esta semana!

 

 

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.