Assistindo

Community 3.10 – Papo de Série

Community nos presenteia com um ótimo episódio natalino antes do hiato!

Começarei este post falando da minha indignação e frustração com a NBC de ameaçar a existência de uma série tão boa, tão engraçada e tão melhor que tanto lixo que permeia as TV’s por aí. Para quem não sabe, há algumas semanas Community foi removida da grade de horários para a estréia da nova temporada de 30 Rock. Até aí tudo bem, mas não encaixaram ela em nenhum outro horário! Onde está o respeito e o bom senso da NBC?

Claro, que temos toda a questão da baixa audiência, mas o horário não justifica gente! Eles botam Community para concorrer com uma das maiores atrações de peso da TV americana, The Big Bang Theory (que não empolga mais como as primeiras temporadas, mas ainda sim é boa e arranca uma boa parte da fatia de audiência até por estar bem consolidada no gosto do público geral)… Assim não dá né?

Poucos sitcoms ou mesmo séries na TV atualmente são tão geniais, produtivas e engraçadas (no caso de sitcoms) como Community. Cito poucos exemplos como How I Met Your Mother que possui um enredo magnífico, e Fringe, que mesmo não sendo um sitcom, faz-se notar como uma das boas séries de drama no ar (apesar dos pormenores de também sofrer com baixa audiência).

Apesar da baixa audiência, Community tem muitos fãs pela Internet e é aclamada pela crítica. No Twitter, movimentos como #SaveCommunity e #SixSeasonsandaMovie (de onde eu tirei a referência no post de Himym, grande frase do Abed) tentam salvar a série.

Mas deixemos este desabafo de lado, porque temos muito a falar do episódio, que foi um dos melhores da temporada! O episódio Regional Holiday Music foi exibido nos EUA no dia 08/12, e o review a seguir conterá spoilers. Esteja avisado!

E Community nos brinda com mais um especial de natal… O do ano passado não agradou algumas pessoas, mas eu gostei muito sinceramente. E desta vez parece que a série fez um serviço para agradar gregos e troianos, ou seja quem não gostou do passado, com certeza vai gostar deste!

A intenção do episódio é clara, logo antes da abertura vemos que Glee será a paródia da vez. Neste ano nós já vimos Fringe ser homenageada, em um diga-se de passagem genial episódio, e agora a série de High… ops, Glee foi homenageada (ou não) nas mãos da turma mais querida de Greendale.

Antes mesmo da abertura eu já estava rindo do ataque coletivo da turma do coral (ah… a turma de coral… a tão odiada por Jeff & cia). O Reitor aparece logo depois para pedir, como sempre, a ajuda do grupo para formar o novo coral. Sem muitas surpresas e delongas, Jeff recusa de cara. Mas Abed fica com uma pulga atrás da orelha…

E é aí que começa o esquema de “recrutamento” para o coral. Abed é o primeiro a cair nas garras do sinistro instrutor. E logo temos um alegre e cantarolante Abed apresentando o segundo musical do episódio. O terceiro foi simplesmente impagável e um dos melhores. Em sua tentativa de recrutar Troy, vemos os dois (uma incrível dupla por sinal) cantando rap! Isso mesmo, com direito a poses do Abed e tudo! Um dos melhores momentos do episódio, sem dúvida, que me fez voltar para ver de novo!

O episódio dá sequência aos musicais, apresentando músicas do século passado para Pierce, que não demora a entrar na exibição. Temos direito até a Abed de Black Power (poxa, eu fico falando só de Abed, Abed, mas gente, ele certamente é um grande destaque para quase todo o episódio de Community, grande interpretação, grande ator).

O grupo do coral conta com três membros. Temos quatro resistentes. O próximo a ser arrastado para o mundo colorido da música é Annie, que é pega numa armadilha musicalmente orquestrada por Troy e seus comparsas. E poxa! O que foi a Annie tentando recrutar o Jeff? Sem palavras, porque Alison Brie é um colírio! Acredito que qualquer marmanjo gostaria de estar no lugar de Jeff. Caham, desculpem moças, não resisti!

Shirley sucumbe em suas próprias forças ao ver o coral de crianças e Britta não demora a ser convertida. Enquanto tudo isso acontece, referências ocultas (ou nem tanto) a Glee também continuam aparecer em todo canto, como o pianista misterioso que aparece do nada, e não podemos esquecer as tais famosas regionais! Regionais, regionais, estamos quase nas regionais, e regionais! Glee é assim mesmo?

Coral recrutado, palco pronto. Abed descobre que o instrutor não estava fazendo da apresentação aquilo que ele esperava. Enquanto que Abed queria aquilo para comemorar o natal ao lado de seus amigos, o instrutor só pensava nas regionais e regionais. Não deu outra, e o Super Abed (I’m the Batman) entrou em ação e salvou o dia mais uma vez, com uma ajuda da Rainha-rato-mulher-árvore-desafinada da Britta. E quem diria o instrutor ainda por cima ainda confessou seus crimes!

Muito bonita a cena final do episódio em que todos se reúnem na casa de Abed para comemorar o natal com ele. Tão legal ver todo mundo reunido. Este bando de loucos que nos fez amar a cada um deles! E o episódio não para por aí! Ainda temos a impagável cena pós-créditos estrelada pelo Reitor, Chang, Leonard, PopPop, Alex(será que dessa vez a gente lembra?). Community é isso! Entre episódios e paródias geniais, ainda arruma um jeito de desejar um feliz natal para os seus fãs!

#SaveCommunity

Isso também pode lhe interessar

Raphael Meltoh

Bio: Gamer desde a infância, mas precisamente desde os 5 anos. Amo séries (comecei pela influência de Lost), e animes. Jogador de RPG e apaixonado por cinema. Descobri recentemente também o gosto por HQ's. Ah! E é claro, fã confesso de Phoenix Wright!
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.