Jogando

Um baú de maravilhas com Sonic Generations

Após anos afastado da franquia, eu não poderia ter voltado em melhor hora.

Esses dias ao abrir o Steam me deparei com umo anúncio da promoção de Sonic Generations. Eu nem sabia da existência desse jogo até então e resolvi buscar informações sobre ele, o que me deixou intrigado ao saber que se travava de uma remake/coletânia dos principais jogos da série até hoje. Bem, eu não acompanho muito os jogos de Sonic desde o infame “Shadow the Hedgehog” então pra mim seria mais um jogo que eu diria meh e passaria direto. Isso até eu ler que no jogo teria a famosa fase “City Escape” de Sonic Adventure 2. Isso mesmo, SONIC ADVENTURE 2! Simplesmente o melhor jogo de plataforma já feito! (me julguem)

Jogo comprado, baixado e pronto para jogar (amo a Steam), fui com toda essa empolgação jogar e terei que dizer que não me arrependi nem por um minuto. As fases são as mesmas que todo mundo conhece porém refeitas de forma completamente linda na nossa frente. Mas a grande sacada do jogo é que temos que completar cada fase com o Sonic clássico, com jogabilidade em 2d, e também com o Sonic moderno e falante, em 3d com algumas partes em plataforma 2d também. Jogar fases como Chemical Plant em 3d com o Sonic moderno ou então Seaside Hill usando o Sonic clássico em 2d dá aquela sensação refrescante e ao mesmo tempo nostálgico que não consigo ao certo descrever a não ser pela palavra “linda”.

E a trilha sonora? Ahhh a trilha sonora… Incrível como eu conseguia saber a fase/jogo que vinha a seguir apenas ouvindo a música que toca na porta das fases. Simplesmente fantastico. A mistura que fizeram entre a as musicas de vários jogos também ficou legal. Logo na animação antes do primeiro chefe quando começou a tocar “E.G.G.M.A.N.” do Sonic Adventure 2 deu até vontade de chorar. XD Enfim, mesmo que eu não tenha gostado de todas as modificações que fizeram nas músicas (“Escape from the City” eu estou olhando para você) o conjunto da obra é de uma qualidade surpreendente. E olha que faz tempo que eu não me animo com Sonic hein!



Mas bem, nem tudo são flores. Se há algo que eu vou criticar é que o jogo me pareceu meio… pequeno demais. Tá certo que existem várias sub missões dentro de cada fase (que por sinal eu também adorei) mas se você foi jogando tudo e deixar essas missões para depois, você termina o jogo antes de ver ele começar. Eu, uma pessoa que não joga Sonic faz um tempão, que causou muita auto vergonha ao morrer ou ficar travado em lugares fáceis, demorei apenas 6 horas para zerar o jogo. Sei lá, achei que apenas uma fase para cada jogo algo muito curto. O jogo grita por mais fases e principalmente mais chefes. Caramba, a franquia tem dezenas de chefes super legais para se fazer remake e foram utilizados tão poucos… Me resta ficar aqui torcendo para que façam algum DLC ou algo do tipo para expandir isso porque o que não falta é matéria prima.

E essa é minha opinião sobre o jogo que zerei faz menos de 24 horas. É claro que ela irá mudar um pouco assim que eu digerir-lo melhor, mas o importante é que Sonic Generations Conseguiu deixar sua marca em minhas memórias como um jogo que conseguiu fazer homenagear essa franquia que anda tão marginalizada hoje em dia.

E fiquem aí em baixo com a comparação entre o remake o original de City Escape.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Hugo Crisostomo

Viciado em séries e em jogos de RPG. Normalmente sem tempo para nada mas a hora de assistir minhas séries é sagrado! Odeia pessoas que preferem miojo de carne.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.