Resident Evil e a polêmica cinematográfica

Ou seria o mito dos filmes?

Resident Evil é uma das franquia mais bem sucedidas da história do games, isso não há como negar. Desde 1996, quando deu o ar da graça no Playstation, todo mundo conhece a série. Mesmo os que não jogaram, com certeza algum amigo já mostrou ao menos alguma parte do jogo como por exemplo a famosa parte dos cerberus pulando da janela. Uma cena que tem gente que jura que toma susto até hoje e que com certeza é um dos principais marcos da série.

Hoje, porém, muita coisa mudou na franquia e no coração de seus fãs. O jogo mudou drasticamente de gênero, resultando em muita gente rodando a baiana por aí, clamando que a série havia terminado em Code: Veronica. Mesmo com todo esse auê, o acontecimento que causou bagunça entre os fãs foi, sem dúvidas, a criação da série de filmes que vêm sendo lançados até hoje. Ah, mas como eu já ouvi falarem mal desses filmes… Já ouvi gente que nem mesmo assistiu nenhum deles mas não deixar que suas críticas não sejam bem ouvidas. Bem, hoje eu estou aqui justamente para falar dessa série de filmes que é, desde sua estréia, apedrejada pelos fãs de também pelos não fãs da franquia.

A primeira e principal crítica aos filmes que ouvi, se refere ao enredo (ou a falta dele) que se difere bastante da história original dos jogos. Logo no primeiro filme, podemos ver um universo bem diferente do que vimos naquele primeiro Resident Evil dos cães puladores de janela. Pelo meu ponto de vista, aqui eles mais que acertaram nas mudanças. Oras, o filme tem que vender. Não só para os fãs mas para o público em geral, afinal, temos que convir que os primeiros jogos (principalmente o primeiro) não tem uma história suficientemente interessante para preencher um filme que prenderia uma pessoa descompromissada na sala do cinema por muito tempo (mandem os insultos via email). Imaginem um filme de terror (o primeiro era de terror) onde nenhum personagem morre, e que ficam correndo de um lado para outro fugindo de zumbis para só no final alguma informação ser arremessada na cara do espectador. Imaginem se no final de cada filme aparecesse uma pessoa aleatória que arremessasse uma bazuca para o personagem principal para que ele derrote o último inimigo. Imaginem um filme inteiro onde os personagem mal interagem com um ser vivo durante uma longa 1 hora e meia. Me desculpem mas a história dos primeiros games podem funcionar muito bem lá nos games, onde o jogador tem uma interatividade e não fica entediado pela falta de acontecimentos ou repetitividade (aliás muita gente joga não é pela história). Enfim, na tela grande isso não funciona. O primeiro filme foi muito bom, em minha humilde opinião é claro, e soube usar o bastante do universo de Resident Evil para se tornar de fato um Resident Evil, mas dessa vez através dos olhos de um personagem inédito que se tornou o ícone da franquia: Alice.

E isso até agora era toda minha experiência com Resident Evil até o mês retrasado: o primeiro filme e partes dos primeiros jogos. E por onde eu passava só escutava gente falando que não valia a pena ver o resto dos filmes. Que era tudo uma porcaria, que não tinha história nenhuma… Mentira. Era tudo pura mentira de gente recalcada (falo mesmo). Mês passado resolvi fazer uma maratona total de Resident Evil. Vi todos os filmes, li a história completa e vi dezenas de vídeos dos quatro primeiros jogos (mais o Code: Veronica) além de jogar um pouco de RE2. Aproveitei ainda e acabei comprando Resident Evil 5 na Steam que também devorei insanamente (aliás, acabei de zerar e o jogo é simplesmente foda). Em outras palavras, sofri uma overdose de Resident Evil em janeiro e como resultado vi a verdade sobre os filmes da franquia. Existe uma história sim, e se relevarmos alguns erros e exageros propositalmente colocados ali para chamar a atenção de quem está ali só para ver Alice baixando o cacete em todo mundo, até que tem um roteiro muito legal por trás. E digo mais, estou super ansiosos pela continuação que estréia esse ano Resident Evil: Retribution.

Nem tudo são flores, obviamente, nos filmes de RE. A decisão de acabar com o mundo inteiro logo ali no terceiro filme foi uma decisão terrível. Isso limitou muito a continuação do enredo, os cenários possíveis, além de anular qualquer possibilidade de criar um novo cenário de ataque biológico dando aquela sensação de caos na humanidade. Não é a toa que a cena inicial de Afterlife é uma das minhas favoritas. Alice viajando pelo mundo e não encontrando uma alma viva no mesmo filme só piorou a situação nesse quesito. Sei lá, deixa a Alice sendo o único super Sayajin para lutar contra a Umbrella Corporation sem muito lado para virar o roteiro, novamente, limitando muito o mesmo.

Outra crítica que tenho é a pouca participação dos personagens dos jogos dentro dos filmes. Caramba, Chris, o personagem mais foda dos jogos (desculpem os fãs de Leon), faz apenas uma pontinha de figurante no quarto filme e já está confirmado que ele e sua irmã (Clair) não farão parte do próximo filme. Bem, grande parte da culpa vem do fato de Alice ser na verdade uma grande mistureba dos personagens principais dos jogos. Lembro que fiquei com um sorriso bobo na cara durante a cena de perseguição de helicóptero em Apocalypse pois ela é exatamente igual a cena de abertura de Code: Veronica protagonizada por Clair, com direito a pistola caindo e tudo. Muito mais legal foram quase toda a sequencia de luta contra Wesker no final de Afterlife, uma representação exata das cenas de Luta de Resident Evil 5. Além das cenas roubadas temos outros enredos como o fato de Alice ser a cura para o T-virus, assim como Jill é nos games. Assim realmente não sobra muita coisa para os outros personagens fazerem…

Enfim, todo esse texto aí em cima, mesmo com algumas críticas, foi para expressar minha indignação com essa má fama que os filmes de Resident Evil têm, afinal, o cinema tem um tempo muito mais limitado e um público muito mais abrangente para agradar, o que faz com que eles não possam desenvolver o enredo tão profundamente (e lentamente) como eles fazem nos jogos. Temos que esquecer essa ideia de que os filmes são feitos somente para os fãs pois não é. Curtam os filmes como um filme de ação de boa qualidade que vocês terão uma diversão garantida.

Isso também pode lhe interessar

59 Comentários

  1. Cade o botão like e compartilhar? Voce disse exatamente tudo o que eu penso quanto a franquia RE nos cinemas, eu sou fã de carteirinha da franquia nos cinemas, é um belo filme de ação sim, e como voce disse que tem belas cenas que retratam muito bem as cenas do game
    e concordo tambem que foi falho RE extinção de eles detonarem o mundo inteiro… Voce disse tudo tudo mesmo o que penso sobre isso
    E é foda ter que aguentar esses fanboys que criticam e tudo mais, o filme não é feito para apenas um publico, na vdd os filmes são feitos para o publico em geral
    e se ja vai ter um quinto filme, quer dizer que realmente a franquia ta dando certo e a bilheteria ta indo muito bem, obrigado!
    Gosto dos games quanto da franquia no cinema, fanboys idiotas (desculpa o insulto, mas é vdd) aceitem isso e parem de mimimi quanto aos filmes, são um bom entretenimento para um fim de semana quanto os jogos tambem são!

  2. Tenho que concordar em 2 pontos: Não tem como fazer uma réplica exata do jogo e transmitir o mesmo clima em um filme, e a história do 1 é decente.

    Entretanto só concordo nisso. O segundo filme é relativamente decente, mas o terceiro e o quarto são horríveis. Horríveis MESMO. A idéia de, do nada, a infecção ter se espalhado pelo mundo não faz nenhum sentido. Além de como você disse, estragar toda a continuidade do filme.

    A Alice era uma personagem decente no 1, e até o final do 2. Mas do final do 2 em diante, quando ela ganha os super-poderes dela, ela se transforma na pior personagem possível. Nos jogos, existe toda uma história sobre o vírus, e sobre o porque do Wesker ter os poderes que ele tem. Nos filmes, os poderes da Alice não fazem nenhum sentido. Aliás, toda a parte sobre a existência do vírus, a conspiração da Umbrella, etc, foram desavergonhadamente cortadas da história, ou reduzidas à algumas sequências de 2 minutos que não são necessárias pra história dos filmes.

    Você pode até argumentar que os filmes não são os jogos, e que devem ser vistos separadamente, mas não é bem assim. Sempre que um filme assume o nome de um jogo, tem um certo padrão que ele tem que cumprir. O que, aliás, muitos filmes baseados em jogos não o fazem. Por isso que a maioria é ruim. No caso de Resident Evil, concordo que algumas coisas tem que ser adicionadas/modificadas para o cinema, mas isso não é desculpa para tirarem o cerne da série. Tentar manter o “padrão” Resident Evil só colocando o nome de alguns personagens dos jogos nos personagens dos filmes, ou algumas cenas, não é o suficiente.

    Na minha opinião, os filmes de Resident Evil não cumprem o seu papel como filme do jogo, nem como filme de zumbi. Tendo dito isso, ainda pretendo ir ver o próximo Resident Evil, porque quero ver até aonde os produtores vão levar a série de filmes. E também porque acredito que preciso ver algo antes de comentar se é bom ou ruim.

    1. O filme 1 é um bom filme, pq mostra por dentro da Umbrella. Tendo seus aliados, mas tbm tendo aqueles que querem apenas destruírem a empresa por dentro. O 2 já começa a ter uma certa humilhação (como a cena onde a Alice sai no braço com o Nemesis… e vence). Do 3 em diante já desconsidero completamente, por motivos de que não quero assistir um filme onde td quem faz é a Alice. Todos os personagens tinham seus devidos papéis. O diretor simplesmente tirou e colocou toda a glória dos acontecimentos em um único personagem. O resto vc disse e eu só tenho a concordar. (não que eu tenha discordado em algum momento)

    2. Falou todo que eu pensava tbm vou assistir o último filme da saga (mais não nos Cinemas) mais só porque quero ver como ele vão consertar a cagada que fizeram no filme anterior onde o mundo inteiro está infectado menos quem esta na Casa Branca e alguns poucos outros. Aposto que vão consertar essa cagada com outra cagada sem sentido.

  3. Sobre a questão dos jogos novos serem ruins…

    Eu to zerando RE 4 pela segunda vez. Nunca joguei outro RE, nem sei quando vou jogar.

    Mas o RE 4 é um dos melhores jogos do gamecube. Talvez o melhor de todos. Ele mistura ação e terror com perfeição, nunca ficando fácil demais, e com personagens carismáticos. Nada supera a sensação de ser cercado por 20 zumbis, vindo de 4 direções diferentes, cada um precisando de 5 headshots pra matar, e sendo capaz de matar você com 3 golpes. Você tem que pensar rápido, escolher a sua arma, interagir com o ambiente e não errar um tiro. E depois que você termina, apertar algumas sequências de botões pro cenário não matar você. Emocionante, desafiador e muito divertido.

    1. Eu zerei RE5 semana passada e minha opinião é a mesma. O jogo é fantástico, tem uma história brilhante e uma jogabilidade melhor ainda. O mesmo quanto aos personagens, Sheva me cativou tanto que [SPOILER] eu quase chorei na cena chichê do avião, por pouco eu perco o tempo de salvar ela[/SPOILER]

    2. Cara, eu acho que o que tanto criticam do 4 e 5 não é nem o jogo em si, mas sim o nome do Resident Evil ali. Eu cheguei a jogar mais ou menos metade do 4, mas não terminei pois o jogo era alugado. Apesar disso, entendi o que realmente criticam: não é um Resident Evil. Se você jogar qualquer RE antes do 4(exceto pelo gun survivor), verá que ele não é um RE que mereça ter o 4 no nome. Os anteriores eram focados em ambientes silenciosos, fechados, enigmas e surpresas desagradáveis com ZUMBIS. Veja bem, não estou criticando o 4, estou mostrando as diferenças. Acredito que o 4 como jogo, é bom sim. Como RE, talvez não. O melhor, creio eu, seria ter feito o mesmo que a square fez com a série Crystal Chronicles: “mesmo universo”, mas com um foco totalmente diferente, estilo totalmente diferente e o resto totalmente diferente. Mas ainda igual. Se tivessem iniciado uma nova série dentro do próprio Resident Evil, mesmo que com os mesmos personagens, talvez a coisa não seria tão revoltante assim.

      1. Lembro-me que li em algum lugar que ao produzir o 4 os produtores queriam avançar com a história, levá-la para um lugar novo. Não acho que o jogo (a história) tenha mudado tanto assim, oq ue mudou drasticamente foi o gameplay que saiu de um survival horror para um shooter/action.

        Quanto ao nome, o nome original do jogo la no oriente é Biohazard, e eu não consigo pensar em um nome melhor para o 4 e o 5 que esse.

    3. Sou muito fã da série de games RE já zerei vários e joguei um pouco de outros tantos gosto da maioria, são perfeitos principalmente a história, gosto do antigo e dos novos pra mim o melhor de todos é RE5. Mais oque o pessoal que reclama não entende é de a história do jogo pede as mudanças que foram feitas dos primeiros pra os últimos jogos o vírus caiu na mãos de terroristas internacionais não dá mais pra ficar infectando uma casa cheia de zumbis e mandar uma equipe pra lá a ameaça tem que se torna global a história pede isso e mesmo assim pra não deixar os fãs do terror de RE na mão criaram da saga Revelations que é terror como nos primeiros jogos da franquia e se encaixam perfeitamente na história. Acho é que tem gente de chora de barriga cheia.

  4. Só joguei mesmo o RE4 no Wii, curto os filmes justamente por saber pouco da franquia e não ficar comparando, mas também acho que os personagens do jogo podiam ser mais explorados!

  5. Os jogos de RE são muito bons mesmo. Há uns anos atrás eu tive a minha overdose de jogar tudo de uma vez tb.

    Já sobre os filmes, o primeiro é bom. Eu adoro a cena final desse filme, com a Alice na cidade completamente destruída. Tem coisa mais “apocalypse zumbi” do que isso?
    Do segundo filme em diante as cenas de ação melhoram em detrimento da qualidade da história. Uma pena. Mesmo.

  6. Como o cara (Deufo) disse acima, concordo que o roteiro não deve ser uma réplica exata do filme, e o primeiro filme (curto também o segundo) são legais. Mas dizer que há uma história em todos eles, tenha dó né? Quer dizer, de ter tem, mas um fiapo quase invisível. E Afterlife é um filme porco de ruim. Não basta ter cenas que sejam muito semelhantes com os jogos, quer dizer, pode até ter, contanto que não sejam desconexas igual ao Afterlife. Não basta ter 3D se não há (eu digo, não há, são apenas cenas randômicas, pois o avanço na história é pouco ou quase zero). E se for analisar todos os filmes juntos, como uma franquia, aí que a coisa empena mais ainda (Rotten Tomatoes que o diga).

  7. Eu prefiro miojo de galinha caipira ok!
    Enfim… gostei muito da luvada que vc deu no povo que so sabe meter pal nos filmes de RE!
    Assisti o ultimo deles no cinema e não achei que foi grana jogada fora de forma alguma ù.u
    So agora caiu a ficha sobre a luta com wescley no final ser muito da mesma do 5ºgame… ainda foi foda *.*
    Infelizmente não peguei muito de RE na geração PS1, mais sei q não vo dexar de ver os filmes pq alguem que viu o trailer e jogo todos os games da franquia me diz que é uma toba !

  8. Só tenho este argumento para não gostar dos filmes… Alice. Pronto. Se não tivessem incluído ela, e tivessem feito os personagens como são nos jogos, aí, sim valia algo. Porque Jill não é aquela coisa assustada do segundo filme, Claire não é a maconheira do terceiro e Nemesis não luta daquele jeito medíocre! Porra, ele é uma arma biológica, não um Schwazenagger (se escreve assim? Não?) zumbi.

  9. Também acho que o único problema dos filmes é a Alice.
    Se usassem apenas personagens dos jogos, seria muito massa.

    Mas ainda assim, eu gosto dos filmes. São passa-tempos legais.
    E arrecada muito, as pessoas gostam de ação desenfreada (e um bom 3D. Ouvi de gente que ia ver o RE4 pela 5a vez por que o 3D era demais.) , acostumem-se.

  10. Pontos:
    – A História do primeiro é 10x melhor que de todos os filmes se duvidar. Ok, exagero, mas a história é decente. Aquele livro que foi vendido narrando as histórias do jogos são provas de que um bom roteiro podia serguir aquele caminho.

    No cinema, pra mim, são bons filmes de ação.

    A história FODA de RE é , acima do clima de terror e a ‘zombie infection’, toda a trama/intriga que envolve a Umbrella. Onde nos primeiros REs pra mim, são pontos bem explorados.

  11. Excelente texto Hugo… Concordo com quase tudo… A franquia RE nos filmes é bem legal e um excelente filme de ação… o 3D do RE 4 estava lindo demais…

    Quem quer a história dos games, que jogue os games… ou eles não satisfazem o jogador o suficiente para querer uma adaptação igaulzinho…

    Eu concordo que como adaptação dos games é fraco, mas é inegável que como um filme a parte de ação é muito foda!!! Não é a toa que está no quinto filme… Quem não gosta de ver a Alice (Milla, SUA LINDA) no cinema, pra mim é louco… Estou com altas expectativas para RE5 nos cinemas…

  12. eu gosto razoavelmente dos filmes!
    Não me importo de ocorrer adaptações para fazer a coisa toda funcionar, mas acho que o
    minimo que se pode fazer em uma mudancia de mídia seria levar os personagens! Para que inventar a alice? adaptava a historia e colocava a jill como a cura para o virus, faça adaptações na trama mas mantenha os personagens que fizeram e conquistaram os fãs dos jogos que possibilitaram o filme ser feito! Se não tivesse o fãs de RE, ele nunca migraria dos games para a telona!

  13. Eu jogo RE desde do primeiro, e assim como muitos sou um dos fãs que piram na batatinha ao ver o que os jogos se tornoram, mas os jogos não são ruims, são muito bons, irei comprar o RE 6 concerteza, mas chamar o jogo de Resident Evil eu já acho um derrespeito com os fãs que tornaram a serie famosa se o jogo tivesse outro nome e outros personagensn não seria essa polêmica toda que é hoje em. O macete e jogar os RE atuais e se esquecer que está jogando uma sequência daquele grande jogo que trouxe diversas inovações a indústria.

    Quanto a franquia de filmes eu acho de regular a bom, e um bom filme que entretém e os caras fazem muitas coisas completamente desnecessárias que acabam prejudicando o filme, como a Alice que como personagem eu acho uma bosta, o que não falta em RE é personagem foda e o outro principal erro e que eu acho que deviam seguir a cronologia do jogo, não precisa transformar num filme de terror mas fazendo isso já seria uma grande coisa. A franquia tem altos (Resident Evil 2) e baixos (Aquele aborto da natureza que foi Resident Evil 3: Extinção), acho que uma adaptação não precisa ser igual a obra que lhe deu origem, affinal é uma adaptação, mas devia pelo menos manter um certo nível de identidade com a obra que está adaptando. È um bom filme para se ver no cinema e casualmente na TV, mas é um filme que não compraria em Blu-Ray e nem mesmo em DVD.

  14. Eu jogo RE desde playstation na minha opiniao melhor todos e o RE2 foi a versao me deu mais sustos tem um ar de suvival horror mesmo com jogabilidade mt simples eu comprei o Game Cube pq tem todas versoes na epoca apesar de gostar da jogabilidade, açao e os montros do 4 ainda espero recupere caracteristicas qual conquistou fas pelo mundo todo.

  15. Bom, nem cheguei a terminar de ler o texto, simplesmente porque os argumentos para defender a série de filmes, até onde li, não foram nada convincentes. Analizando a fundo a parte que se refere ao fato de o roteiro do Resident Evil 1 não servir para cinema, posso dizer seguramente que, caso fossem segui-lo, ele seria adaptado. Não foi o caso do filme, nem de longe. Ele não adapta a série de jogos, a personagem Alice é extremamente exagerada. Vejamos um ponto: Quanto a equipe especial invade o laboratório e encontra Alice, o lider deles (cujo nome não me recordo mais) alega que foram treinados juntos, ou seja, teriam habilidades semelhantes. Tá, todo mundo morre de uma tacada só, em duas sequências, a fuga dos zumbis num determinado andar, e no corredor com raio laser. Se fosse só por essa questão dos personagens, o primeiro filme seria ainda perdoável.
    Mas Alice é muito forte! Resident Evil trata de sobrevivência, mesmo nos games atuais (4 e 5) em que os personagens estão mais preparados. O filme tem roteiro fraquíssimo, a protagonista não encanta (podem dizer que ela é linda) mas não tem carisma. Quem é fã aguardou por Resident Evil, viu trailers que mostravam as poucas partes que se assemelhavam ao jogo, e no final, não assistiram Resident Evil. Era outra coisa, outro produto, que parecia utilizar o nome da franquia pra fazer sucesso.
    Ao autor garanto: na época em que o primeiro filme saiu, muito fã de RE ficou apaixonado pela Alice, e amou o filme. Eu não me conformei de ver a Alice matando os cães com um chute “matrixiano”. Os efeitos especiais eram fracos, e gastaram grana mostrando um cartucho de bala caindo no chão e tilintando. Isso é o que? Estilo?
    O filme Resident Evil, por si só, sem nenhuma referência aos games, tem roteiro fraquíssimo, o seguindo piora tudo: é mais absurdo, Alice luta kung fu com os zumbis, os efeitos especiais são mais trash, e aí surgiu o hábito de colocar os personagens do games como secundários e descartáveis (a Jill é cosplayer total). Eu não sei dizer o que são o terceiro, quarto, quinquagésimo filmes, porque não assistirei, já que não tem nada de RE, e também não tem roteiro bom.
    Ainda, o diretor de Resident Evil acabou também com o sonho de Alien vs Predador, fazendo aquele filme boçal que todo mundo foi assistir, mais uma vez, enganados.
    Se o autor do texto se interessa por RE, deveria imaginar o filme, como seria, com mais suspense, menos apelação, menos trama mirabolante, e com um final com deixa para um segundo filme, aí sim com Racoon City destruída.
    Aliás, pelo menos nos 50 segundos finais, o filme Resident Evil pareceu que ia ficar legal.
    E é isso aí.

  16. “Imaginem um filme de terror […] que ficam correndo de um lado para outro fugindo de zumbis para só no final alguma informação ser arremessada na cara do espectador. Imaginem um filme inteiro onde os personagem mal interagem com um ser vivo durante uma longa 1 hora e meia”

    Nem preciso imaginar, ja existe: Eu sou a lenda.
    Exelente filme alias.
    Eu não gosto dos filmes de RE, mas não porque distorcem tudo que contem nos jogos, mas simplismente pelo roteiro fraco. O primeiro filme deu para ficar animado dai veiu aquilo que tiveram coragem de chamar de nemesis e depois a Alice iqual a um pokemon psiquico, acabou com minha esperança.

  17. Esse diretor do filme teve a ideia de criar uma perssonagem fodona , que foge totalmente the escencia dos jogos.A escencia dos jogos REVIL , e uma pessoa normal sobrevivendo a uma situaçao crítica. Essa Álice peito de aço irmã do Goku saiu com o Nêmesis no soco e venceu. Daí ela ganhou minha antipatia total. Nos fans dos jogos temos prefencias de um ou outro perssonagem dos jogos e o diretor feilhar questao, de usar a Álice para humilhar Jill Valentine, Carlos Oliveira, Clair Redfield e no ultimo foi a ves desse viado do diretor colocar o Cris como um zé ninguem, pois se ele matou 10 zumbis nesse filme foi muito.Nos fãns dojogos sabemos quem sao esses perssonagens memoráveis que contribuiram demais para o sussesso dos jogos.Mas para quem nao conhece os jogos esses perssonagens sao apenas fracassados que esperam a Alíce faser tudo sosinha.Nesse filme retribuition vai ter Leon e Ada, e voces acham que eu vou gastar meu dinheiro no cinema so pra ver-los sendo humilhados pela Álice PORRA NENHUMA né.Esse filme de merda so fas sussesso npor causa do nome resident evil.

  18. A pessoa que escreveu essa reportagem provavelmente tem uma capacidade muito reduzida para ler e interpretar.Não era obrigado colocar os personagens correndo de um lado para o outro dentro de uma mansã, resolvendo enigmas, coletando munições, abrindo baús, voltando aos mesmos lugares ou dando 'save games', como em um jogo e sem nenhum personagem morrer.Quanta baboseira e que comentário mais ridículo.
    Em segundo lugar, a pessoa que escreveu esse artigo também não conhece NADA the história do jogo.É preciso ser muito paspalho pra dizer que ninguém morre no primeiro jogo.Quanta asneira.E os integrantes the equipe Bravo(Keneth, Enrico, Forest, Richard, Kevin Dooley), o Billy Coen que também morre na mansão, Joseph Frost the equipe Alfa, além de outros que não me recordo? Esses não contam? Fora que ainda há as várias criaturas que morrem, como a Yawn(a serpente gigante), alguns zumbis, alguns hunters, algumas Chimeras(os insetos so laboratório) e outros que nem me recordo direito.
    Depois os fãs não criticam a franquia cinematográfica somente porque queriam que tudo no filme fosse EXATAMENTE the mesma forma que é no jogo, com enigmas, savegames e personagens jogando lança-foguetes no final(aliás isto só acontece em Resident Evil 1 e na versão especial de Resident Evil 2 com o Leon antes the detonação do laboratório subterrâneo the Umbrella, procure se informar!).Os fãs the série de jogos criticam porque quase nada na história tem haver com a sinopse original.A forma como a Umbrella Corp.procedia por exemplo, o desenvolvimento the história, a história do William Birkin, a história do esquadrão S.T.A.R.S que é tão fundamental à trama, a traição de Wesker, o Tyrant T-003, as expedições nas florestas Arklay, a cidade zombando dos S.T.A.R.S sobreviventes por não acreditarem na história de monstros e zumbis, a viagem de Chris e Barry à Europa para investigar a Umbrella, a infecção em massa em Raccom City enquanto Jill Valentine estava em seu apartamento;a criação de Nemesis e do NE-Virus educado para eliminar os sobreviventes the mansão Spencer(e não aquela coisa robótica sem razão de existir que aparece em 'Apocalipse')a chegada de Claire Redfield(em busca do irmão Chris) e do jovem recém-chegado policial Leon S.Kennedy e o pavor deles ao se depararem com uma multidão de mortos-vivos, as bases the Umbrella pelo mundo, a prisão de Claire Redfield na Ilha Rockfort, o vírus T-Veronica, Las Plagas, Osmund Saddler, Jack Krauser e muitas outras coisas que nem foram mencionadas, poderiam muito bem ter reunido tudo e ter feito coerentemente uma adaptação para o cinema respeitando os principais ingredientes the história(poderiam acrescentar mais membros às STARS, e ter deixado alguns integrantes the equipe Bravo vivos na mansão para se juntarem à equipe Alfa e lutarem pela sobrevivência)e depois mostrarem o desastre em Raccon e tudo mais.A começar pela patética atitude nunca vista antes em uma adaptação de franquia de cortar e desconsiderar TODOS os personagens principais em detrimento de uma personagenzinha inexistente, mutante e futurista(só pra ressaltar que a Alice não tem nada de mixer em relação a todos os personagens, que asneira).RIDÍCULO.Pra provocar um desastre ainda maior investiram nessa idéia ridícula de destruir todo o mundo que num passe de mágica estão todos infectados com apenas um pequeno comboio de sobreviventes.Simplesmente patético e fora outras coisas que eu não vou mencionar, mas o que eu falei já basta pra refutar esse comentário sem nexo.

  19. A pessoa que escreveu essa reportagem provavelmente tem uma capacidade muito reduzida para ler e interpretar.Não era obrigado colocar os personagens correndo de um lado para o outro dentro de uma mansã, resolvendo enigmas, coletando munições, abrindo baús, voltando aos mesmos lugares ou dando 'save games', como em um jogo e sem nenhum personagem morrer.Quanta baboseira e que comentário mais ridículo.
    Em segundo lugar, a pessoa que escreveu esse artigo também não conhece NADA the história do jogo.É preciso ser muito paspalho pra dizer que ninguém morre no primeiro jogo.Quanta asneira.E os integrantes the equipe Bravo(Keneth, Enrico, Forest, Richard, Kevin Dooley), o Billy Coen que também morre na mansão, os cientistas que morrem como John(o namorado de Ada que foi decapitado por um Hunter)Joseph Frost the equipe Alfa, além de outros que não me recordo? Esses não contam? Fora que ainda há as várias criaturas que mo.
    rrem, como a Yawn(a serpente gigante), alguns zumbis, alguns hunters, algumas Chimeras(os insetos so laboratório) e outros que nem me recordo direito.
    Depois os fãs não criticam a franquia cinematográfica somente porque queriam que tudo no filme fosse EXATAMENTE the mesma forma que é no jogo, com enigmas, savegames e personagens jogando lança-foguetes no final(aliás isto só acontece em Resident Evil 1 e na versão especial de Resident Evil 2 com o Leon antes the detonação do laboratório subterrâneo the Umbrella, procure se informar!).Os fãs the série de jogos criticam porque quase nada na história tem haver com a sinopse original, mas é NADA mesmo.A forma como a Umbrella Corp.procedia por exemplo, o desenvolvimento the história, a história do William Birkin, a história do esquadrão S.T.A.R.S que é tão fundamental à trama, a traição de Wesker, o Tyrant T-003, as expedições nas florestas Arklay, a cidade zombando dos S.T.A.R.S sobreviventes por não acreditarem na história de monstros e zumbis, a viagem de Chris e Barry à Europa para investigar a Umbrella, a infecção em massa em Raccom City enquanto Jill Valentine estava em seu apartamento;a criação de Nemesis e do NE-Virus educado para eliminar os sobreviventes the mansão Spencer(e não aquela coisa robótica sem razão de existir que aparece em 'Apocalipse')a chegada de Claire Redfield(em busca do irmão Chris) e do jovem recém-chegado policial Leon S.Kennedy e o pavor deles ao se depararem com uma multidão de mortos-vivos, as bases the Umbrella pelo mundo, a prisão de Claire Redfield na Ilha Rockfort, o vírus T-Veronica, Las Plagas, Osmund Saddler, Jack Krauser e muitas outras coisas que nem foram mencionadas, poderiam muito bem ter reunido tudo e ter feito coerentemente uma adaptação para o cinema respeitando os principais ingredientes the história(poderiam acrescentar mais membros às STARS, e ter deixado alguns integrantes the equipe Bravo vivos na mansão para se juntarem à equipe Alfa e lutarem pela sobrevivência)e depois mostrarem o desastre em Raccon e tudo mais.A começar pela patética atitude nunca vista antes em uma adaptação de franquia de cortar e desconsiderar TODOS os personagens principais em detrimento de uma personagenzinha inexistente, mutante e futurista(só pra ressaltar que a Alice não tem nada de mixer em relação a todos os personagens, que asneira).RIDÍCULO.Pra provocar um desastre ainda maior investiram nessa idéia ridícula de destruir todo o mundo que num passe de mágica estão todos infectados com apenas um pequeno comboio de sobreviventes.Simplesmente patético e fora outras coisas que eu não vou mencionar, mas o que eu falei já basta pra refutar esse comentário sem nexo.

  20. Cara muito bom sua opinião a respeito dos Filmes ,,,,eu praticamente não conhecia ,conheci através dos filmes.
    Creio que com decorrer dos anos um cumprimentou o outro a respeito de fazerem mais e mais fãs,,,,i cara eu so gosto de miojo de pimenta kkkk mais valeu mesmo !!!!gostei da sua op!!!!

  21. Mais , é complicado mesmo mudar a historia , ela é perfeita , mas existe sim uma mistura memo da Jill e da Clair na Alice , mas mesmo assim esta muito legal , mais uma coisa é desde o filme 3 começaram mais efeitos especiais acho que o filme meio que se tornou mais 3D meio futuristico , sei lá pode ser algo como a evolução mesmo , parece tambem que o Filme esta mais adiantado que o Game , mas não podemos levar em conta o Game com o Filme , em fim , ambas as duas historias são boas , Serai tambem complicado a Franquia de jogos ter uma completa base complexa com a produtora filme até a CAPCOM mostrar todo o material para a produtora iria levar muito tempo, mais mesmo assim tambem gostei da opinião do altor, em fim so temos a esperar os proximos filmes.

  22. Os filmes não sãp ruins, desde que eles não se chamem "Resident Evil". Qdo se coloca o nome da franquia em um filme que quase nada tem a ver, ele se torna terrivelmente ruim.

  23. Cara, vc acha mesmo q os filmes de RE tem um enredo interessante? Pois vc tem o gosto muito medíocre. Eu não odeio os filmes de RE por serem diferentes dos jogos, eu odeio por serem extremamente ruins. Nenhum personagem tem qualquer tipo de profundidade, são superficiais e ridiculamente estereotipados. A ação é exagerada e depois de ver a Alice sair NO SOCO com Nemesis… não teve jeito, não havia mais nada q fizesse eu gostar dessas filmes. Pq não mudam o nome do filme? "Matrix: The Zumbie Revolutions" ou "X-Man: Zumbie apocalipse" seriam títulos MUITO mais adequados.
    Trilha sonora, desenvolvimento de enredo, personagens… tudo é muito ruim! Paul Anderson escreveu o roteiro desses filmes enquanto estava cagando no banheiro e provavelmente a maior inspiração dele foi a merda flutuando no vaso! O único aspecto bem empregado no filme são os efeitos 3D, fora isso, nada vale a pena.

  24. olha me desculpem eu sou fã de carteirinha do resident evil ,más quando eles fizeram esses filmes são muito fracos e essa alice não tem nada haver com jogo a ainda é a principal do filme como pode

  25. Eu gostei dos filmes e etendir que os jogos são sim um filme se olharem bem RE5 aparece os personagens dos jogos isso que dizer que os jogos são os filmes deles e que eles são imbatíveis como Alice ou até melhor certo Alice e a cura mais León eaAdán são a dupla de ouro além dos outro personagens que vão aparecer no próximo filme ele vai lansa em #2016 RE6 faltou personagens do jogo? assista esse!e você ver eles

  26. Vc realmente não sabe oque significa adaptação, os primeiros jogos tem super histórias sim, claro que para adaptar teriam que criar alguma coisinha no meio, vc realmente não acha que seria um personagem andando robotizado em uma casa entrando em uma “Sala de Salve” pra salvar o filme é usando plantas verdes e vermelha para se curar quando estivesse ferido, pelo amor de Deus esse comentário foi super idiota pra não dizer pior. Resident Evil o hóspede maldito até que é bom mais se vc não sabe é a única adaptação de game que não tem nenhum personagem do mesmo, os outros depois são muito ruins, os efeitos só ruins, algumas atuações tbm são ruins, a entrada de personagens dos games (que foi feita pra corrigir o erro do primeiro) são péssimas e se vc acha que o filme tem uma história (enredo) me fala qual a motivação do Wesker no filme, qual a motivação da Umbrella Corp. nisso tudo porque a Alice ganha diferente poderes ao longo dos filmes oque o Chris era realmente no filme policial de elite ou bandido, viu são várias coisa jogadas nos filmes deixadas sem explicação em um roteiro porco e preguiçoso. Esse filmes da saga RE são servem pra nada a não ser a promoção da Milla Jovovich, mais entendo que vc goste pois existe gosto pra tudo, tem gente que gosta do novo Quarteto Fantástico, de Lanterna Verde, de Mulher Gato, de Mortal Kombat, de Superman o Retorno e de outras porcarias já lançadas até o momento.

  27. Nem como um filme de ação eles prestam pois os efeitos especiais de explosões e outros efeitos são muito ruins. E se for levar tudo oque vc disse em consideração, então vamos pegar o filme do Assassin’s Creed que vai sair no cinema e fazer um filme de um policial chamado Marrone prendendo bandidos e aí entregar alguns momentos vamos colocar personagens do jogo aleatório no filme pra fazer referência.

  28. kk engraçado que todo mundo fala que o 1 é bom e o resto é ruim, comigo é ao contrario, eu achei o 1 meio chato e amei os outros filmes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.