Overrun: Gears encontra Team Fortress?!

Uma novidade que a conferência da Microsoft esqueceu… (assista o vídeo!)

Não é bem Team Fortress, mas é baseado no sistema de classe que dá fama ao título da Valve. Na verdade é algo que segundo fofocas no fórum oficial da Epic Games seria algo que o próprio estúdio estaria tentando acrescentar em Gears of War 3 em forma de DLC e que não foi possível. A ideia partiu da própria comunidade, que começou a imaginar porque não existia um sistema de Horda vs Beast Mode.

Para quem não sabe, o modo Horda é aquele onde o jogador controla os COGs (os Gears, por assim dizer) contra 50 ondas de Locusts, com a maior variedade possível de inimigos e chefões. É um survival basicamente. O modo Beast surgiu no final da trilogia e consiste num sistema de invade e conquiste e mate tudo que se mexer. Mas em Beast o jogador controla uma porrada de Locusts, cada um com controles e mecânicas próprias. Mas é um modo curto, possui apenas 12 ondas. De fato o modo Beast foi algo que entrou em Gears 3 nos estágios finais de desenvolvimento, o que chegou até mesmo a obrigar a Epic Games e empurrar o lançamento do game de abril de 2011 para setembro do mesmo ano.

E agora surge a fusão destes dois modos: chamado Overrun. Os jogadores poderão formar times de 5 players de cada lado e escolher se querem atacar ou defender, se querem ser Locusts e suas classes ou COGs, que também passam a possuir classes. Cada personagem do esquadrão de Baird tem uma função própria, indo do engenheiro, sniper, soldado e médico. O sistema ainda está em desenvolvimento e pelo que li por aí ainda tem muita coisa cru que pode vir a mudar ou ser acrescida no sistema. Como o jogo só deve sair em 2013, a Epic Games e a People Can Fly ainda tem muito tempo para desenvolver a ideia desse novo modo, enquanto trabalha na campanha inédita e também nos modos clássicos de multiplayer (que apesar de não confirmados, fica difícil de imaginar que não existirão).

Durante a conferência de ontem, apenas pudemos dar uma olhadinha no teaser, dando o plot do novo game, que se passa 14 anos antes do primeiro Gears of War, e muito próximo do épico evento da série, o E-Day. É uma volta ao passado da mecânica do game. Veremos algo mais parecido com o primeiro Gears do que com o terceiro game, basicamente é o mesmo sentimento que muitos tiveram com o excepcional DLC RAAM’s Shadow lançado no final do ano passado.

Não duvido que Gears of War Judgment tenha surgido para ser uma expansão em DLC de Gears 3, mas sinceramente fico feliz que surgiu a possibilidade dele ser algo muito maior. Uma campanha completa, um novíssimo e bem vindo modo de multiplayer e um resgate histórico de quando os maiores inimigos eram realmente os Locusts (porque os Lambents não convenceram muitos gamers). Acho estúpido porém terem acabado com os DLCs de Gears 3. O jogo é somente para 2013, esta nas mãos da People Can Fly (de Bulletstorm), poderiam muito bem pegar um time pequeno para continuar mantendo o ritmo de maps packs em Gears 3, o que não falta é jogador querendo mais e mais mapas. Mas quem sabe, a pressão do pequeno nicho de fãs da Epic é forte nos fóruns oficiais. E o estúdio realmente se importa com o que se discute por lá. De toda forma, Judgment é muito bem vindo, ao menos pra mim, fã de carterinha. Minha franquia favorita nesta geração sem sombra de dúvida.

Isso também pode lhe interessar

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.