Jogando

Aprendendo a fatiar caras maus com Raiden!

O QUÊ??? SÓ EM 2013? Meu bolso agradece!

Ha ha, acabei de ver esse vídeo tutorial de Metal Gear Rising e tive lembranças horríveis de um outro jogo com uma proposta não muito diferente desse. Foi o Never Dead, isso se é que alguém ainda se lembra ou chegou a jogar essa bombinha da Konami no início desse ano. Nunca parei pra decorar os nomes dos botões no Xbox 360, mas presumo que o que aparece no vídeo sejam os direcionais que vamos usar pra fatiar os caras e os mais diversos objetos da forma como a gente quiser (se não for isso, ao menos o post ainda vale pelo vídeo aí em cima).

Ainda bem que isso só rola nesses momentos de finalização dos inimigos, como se fosse o bullet time da Bayonetta (sorry, eu não poderia deixar de citá-la). Se o gameplay com a espada fosse inteiramente assim eu teria um desagradável deja vú, afinal em Never Dead a coisa era totalmente tosca por esse exato motivo. As alavancas serviam pra controlar a espada em tempo integral e isso rendia um atraso tremendo na sua agilidade. Mesmo com tanto inimigo escroto na tela, dava pra morrer brincando tentando acertar alguém.

E você pode dizer que isso é só questão de se acostumar e tudo mais. Mas esse estado é impossível de ser alcançado quando você olha o resto do jogo e percebe que 90% dele continua uma porcaria.

Essas e outras coisas mais me fizeram dropar o jogo sem pensar duas vezes, mas talvez um post à parte sobre o assunto seja mais adequado. O que importa mesmo é que Rising ainda é um jogo que respeita a filosofia fodástica de games no estilo hack’n slash da Platinum Games e não vai me lembrar em nada essa pérola de outrora. Respeitando a série Metal Gear ou não, esse jogo vai ser foda de um jeito ou de outro.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios