Brasil dos Games: Não Durma no Ponto!

Grandes lançamentos de 2013 e que não me custaram nem 100 reais!

Quem diria que um dia eu viveria num Brasil onde fosse possível conseguir games originais por menos de R$ 100, de forma oficial e legalizada, apoiando o mercado nacional, e adquirindo lançamentos que estão por aí há menos de seis meses. Essa é um realidade atual! Sem mencionar que muitos games agora estão chegando pra nós, Gamers BR, com legendas ou até mesmo dublagem da República das Bananas.

Claro que no Brasil vigora a lei do mais esperto, onde os preços são sempre fixados lá nas alturas para que o varejo possa constantemente fazer promoções e ofertar certos produtos a preços reais, mas dando a falsa impressão que se trata de uma pechincha. Aí os afobados pagam pelos produtos com preços inflacionados, enquanto os espertos e pacientes aguardam pelas promoções e ofertas que deixam o preço mais justo. Não sei se digo felizmente ou infelizmente, mas há pessoas que realmente não se importam com preços, contanto que o objeto de consumo possa ser adquirir de imediato.

Essa não é a primeira matéria que escrevo para o blog falando um pouco da minha experiência pessoal comprando games originais. Outubro do ano passado fiz uma matéria bem completa com várias dicas sobre como e onde comprar games originais com preços bacanas. Vale a leitura pra quem perdeu, ou a releitura pra quem não se lembra mais. Clique aqui.

Hoje quero apenas reforçar um projeto em específico, que é realizado toda sexta-feira, pela loja Ponto Frio que se chama Não Durma no Ponto!

 

Dos 8 games que ilustram o começo dessa matéria, 6 deles foram adquiridos através do Não Durma no Ponto do Ponto Frio: DmC: Devil May Cry, Metal Gear Rising: Revengeance, Tomb Raider, Crysis 3, Bioshock Infinite e Injustice Gods Among Us. E conforme comentei lá no começo, todos me custaram menos do que 100 reais. Alguns foram realmente uma pechincha, como Metal Gear Rising e Bioshock Infinite que saíram no dia por R$ 79 (lembrando que também já escrevi sobre 20 reais que fazem diferença na hora da compra). Já Gears of War Judgment acabei comprando no Extra.com e Anarchy Regins na Saraiva.com em promoções relâmpagos acumulado com cupons de descontos, mas o preço final foi justo (na minha concepção).

Enfim, o que consiste o Não Durma no Ponto para quem nunca ouviu sequer falar? Toda sexta-feira no Facebook do PontoFrio.com (no twitter também, mas é menos interativo) é ofertado um game com um desconto gigante, tipo de R$ 199 por R$ 99, ou até menos. Mas só para clientes que possuem o cartão da loja ou do grupo Pão de Açúcar (que inclui também o Extra.com). Sem o cartão não é possível participar.

Os títulos da promoção variam bastante, mas no geral os títulos são excelentes. Não é raro entrar na oferta do dia algum lançamento recente. Comprovo isso com os seis títulos citados acima. Todos lançamentos de 2013, além de outros que não adquiri pois não me interessavam. A rotatividade de títulos é alta, e o Pinguim (assim como é chamado o usuário da loja que interage com o pessoal lá) sempre aceita sugestões e coloca títulos que o pessoal pede bastante. Em geral são games de Xbox 360 e PlayStation 3, consoles que tem a maior demanda no mercado brasileiro, apesar de que eu já sugeri por lá que o Nintendo 3DS devesse também participar do programa (talvez mais clientes devessem demonstrar tal interesse por lá).

A grande pegada é que conseguir o Cartão da Loja não é tão fácil assim. O pedido pode ser feito direto no site do PontoFrio.com (aqui). Mas eu conheço muito gente que pediu o cartão e a loja recusou pelo site. Eu fui recusado inúmeras vezes até finalmente se aceito. O site realmente desconfia muito e recusa pra caramba pedidos. Levei meses até conseguir a aprovação, mas fiquei feliz quando consegui e digo que a espera valeu a pena. Meu conselho é insistir no cadastramento. Outra forma prática e rápida é ir numa loja física do grupo Pão de Açucar, tal como o Extra e até mesmo o Ponto Frio e fazer por lá o cadastro do cartão de crédito. Dessa forma também vai funcionar para conseguir participar do Não Durma no Ponto. Lembrando apenas que a anuidade do cartão é meio sacana. Pago seis reais mensais nessa taxa. Mas pela demanda de games que consigo por preços arrasadores, pra mim vale e muito à pena.

Por que estou promovendo gratuitamente a loja e o programa? Porque sou Gamer oras! É óbvio que não desejo que um programa tão foda e bacana como esse acabe. E não estou dizendo que corre o risco de acabar, pelo contrário, ainda vejo constantemente bons títulos das promos de sexta se esgotarem rapidamente, o que significa que a demanda está de bom tamanho. Mas quando mais gente, melhor na minha opinião. Até porque como disse mais acima, carece de gamers de outras consoles também, como o 3DS, pedindo por mais títulos diferentes.

Existe por aí o pessoal do Jogo Justo que tem muitas promessas e poucas realizações feitas (os jogos continuam a R$ 199 e não foram reduzidos até hoje). Então tenho mais é que saudar iniciativas de redes como a do Ponto Frio que arregaçam a manga e se comprometem assim, com uma promoção semanal voltada diretamente ao público gamer. Não há nenhuma outra loja virtual no Brasil nesse momento que faça a mesma coisa. Submarino, Saraiva, FNAC e afins fazem sim promoções de games, mas não tão habitualmente e nem com preços tão fenomenais como o Não Durma no Ponto, dada raras exceções. Por exemplo, na quinta-feira da semana passada (dia 23) a Americanas.com estava ofertando em promoção o Metal Gear Rising por R$ 116, aí na sexta (dia 24) o Ponto Frio vem e chuta a bunda da Americanas com o mesmo game a R$ 79 no Não Durma no Ponto. Aí sim!

Vale então divulgar, comentar e afirmar que eu adoro o Não Durma no Ponto e espero que esse programa dure até a próxima geração de consoles. Eu sou aquele gamer brasileiro que se recusa a pagar 200 reais num game original. Não acho que esse seja um preço honesto e compatível com o nosso mundinho gamer. Felizmente o mercado cresceu e estamos bem de promoções aqui e ali. E o Não Durma no Ponto, sendo algo habitual, com dia certo pra acontecer, e com uma janela bacana de títulos, me garante alguns jogos legais e tira a minha paranoia de ter que ficar constantemente ligado na web atrás de promoções relâmpagos por aí.

Fica então essa dica. Não acho que todo mundo vai se interessar por ela, mas também não é algo que não merece ser recomendada de vez em quando. É mais uma coisa do Brasil dos Games que eu gostaria que outras redes e lojistas tivessem peito pra copiar e fazer algo semelhante.

Aqui mais alguns games que adquiri em promoções. Sendo que dos 8 títulos, 5 deles já estiveram no Não Durma no Ponto: Sleeping Dogs, Need For Speed Most Wanted, Halo 4, Resident Evil 6 e Hitman Absolution. Mas destes apenas o Sleeping Dogs e Resident Evil 6 cheguei a pegar pelo programa. Sonic Racing Transformed consegui numa oferta maluca no Shoptime.com, CoD: Black Ops II numa oferta da Americanas.com, NFS: Most Wanted usei um saldo de léguas que tinha no Cartão Submarino enquanto Hitman Absolution também foi no Submarino com uma promoção de final de semana perto de quando ele foi lançado, já Forza Horizon e Halo 4 sinceramente não lembro onde consegui comprar, mas foi com cupom de desconto e também saiu por menos do que o preço final de lançamento. Pagar R$ 199 por um game original? #NOT!

 

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

MK VS DC! Pipocando novidades e rumores !?!

Não para de pipocar rumores e novidades para o game Mortal Kombat...
Read More