JogandoMiscelâneaOfertas e DescontosReflexões & Opiniões

Aquela época para se comprar games!

13º chegando, lançamentos freqüentes e as boas promoções de fim de ano!

Sleeping Dogs – R$ 79 – Não Durma no Ponto do Ponto Frio em 19/Out

Outubro, novembro e dezembro. Estas são os meses mais agitados do ano pra mim na que diz respeito à compra de joguinhos de videogame. Enquanto alguns ficam malucos com os lançamentos desse período eu corro pelas laterais. Atento as promoções e queda de preços de games que saíram ao longo do ano e que, infelizmente, não deu para adquirir. Isso porque sou daqueles que ao invés de comprar um lançamento do mês, compro (com o mesmo valor) dois games que saíram há nem tanto tempo assim.

Halo Combat Evolved Anniversary – R$ 59 – Sumarino e Ponto Frio em 25/Out

Isso é claro falando do Brasil dos Games. Claro que existe aquele Gamer que importa seus lançamentos lá de fora, então acaba pagando menos do que os malditos R$ 199 que são cobrados aqui na República das Bananas (dado as raras exceções de quando não chegam por esse preço, mas ainda assim são mais do que deveriam). Eu quase parei com importação dos últimos anos pra cá, isso porque a oferta e demanda no país melhoraram muito e sou da opinião que estamos ganhando muito com o apoio da comunidade em dar suporte ao nosso mercado oficial. Mais games chegando, mais promoções, mais pressão no Governo e até nas próprias empresas de distribuição que estão se virando como podem para melhorar o mercado de games brasileiro. Então reduzi os games que compro lá fora e passei a ficar de olho nas ofertas nacionais. A única exceção mesmo é em relação à promoção semanal de títulos da Play-Asia, que continua me atraindo em certos títulos que tenho maiores dificuldades para achar um bom preço aqui nas Bananas. E isso também só porque a Play-Asia está com um sistema de envios bem simpático, onde acima de U$ 25 não há cobrança de frete. Se não fosse por isso, nem estaria importando acredito.

Lollipop Chainsaw – R$ 55 – Play-Asia durante 23 a 29/Out

O fato é que já dá para comprar jogar entre R$ 60 a R$ 90 com uma freqüência absurda aqui no Brasil. E não são games de 2 ou 3 anos atrás não! Dá para achar jogo recém lançados, de poucos meses da janela de lançamento. Claro que no meu caso, que vivo numa cidade do interior (ainda que seja no estado de São Paulo), perdido no tempo e esquecida do mundo (nem existe lojas de games decente aqui em Jacareí) a maior opção de compra de jogos (no meu caso: Xbox 360) fica por conta das lojas virtuais.

Outro requisito obrigatório para quem curte comprar games é o cartão de crédito. E acho curioso que o cartão de crédito ainda seja algo que muita gente teme, alegando altas taxas de juros, de gastar demais nele e depois não conseguir pagar e acabar vivendo endividado. São preocupações reais sim, eu mesmo já perdi as estribeiras em alguns momentos com esse pedacinho de plástico que parece mágico. Mas sempre tive cuidado em controlar meu fluxo de renda, o que entra e o que sai. É verdade que ficar pagando o mínimo do cartão é roubada. Os juros são absurdos e ultrajantes. Mas sabendo usar o cartão, controlando os games e pagando ele bonitinho todo mês dificilmente a pessoa se aperta depois.

The Darkness II: Limited Edition – R$ 90 – FNAC em 25/Out

Alias acho que vale dizer um fato curioso sobre faturas de cartões de crédito. Muita gente acha que só existem duas formas de pagar a fatura: o valor mínimo e o valor máximo. E não é bem assim. Na verdade é possível pagar qualquer valor entre o mínimo e o máximo e é claro que se você pagar 80% do valor da fatura, os 20% que faltaram acabam sendo jogados na fatura do mês seguinte, mas os juros são em cima desse pequeno valor. É muito melhor do que pagar o mínimo e receber uma paulada de juros no mês seguinte. Já conheci pessoas que estava sofrendo aperto com o cartão porque pagavam o mínimo e morriam com os juros, quando poderiam pagar um pouco mais e irem reduzindo assim o acúmulo de juros mês a mês. Parece bobo, mas tem pessoas que não sabem disso.

Enfim, cartão de crédito é algo que tenho desde a adolescência, desde o meu primeiro emprego, então é algo que realmente não me mete medo mais. E pra mim é uma boa poder comprar um joguinho de R$ 80 reais e poder parcelar ele em 3x, já que sei que dificilmente termino um game nesse período enquanto estou pagando o mesmo. No geral eu pago todos os games parcelados antes mesmo de chegar na metade deles (sim, sou lerdo mesmo). E hoje em dia é muito fácil conseguir um cartão de crédito, mesmo que com valor de crédito pequeno. Há sites e cadastros que podem ser feitos pela internet. E mesmo que você não seja aprovado na primeira tentativa basta insistir que uma hora alguém lhe dá algum crédito na praça para merecer um cartão. Uma boa dica é ter cartões de lojas que ofereçam descontos exclusivos para comprar nesses cartões como Submarino, Saraiva ou Ponto Frio. Sem mencionar os programas de fidelidades que oferecem pontos que depois de acumulados se transformam em cupons de descontos. E opte sempre por cartões que não tenham ou que possuam um valor baixo para anuidades ou que sejam passíveis de negociar tal valor.

Final Fantasy XIII-2 – R$ 65 – FNAC em 20/Out

Como descobrir promoções e boas ofertas? Essa é uma boa pergunta, pois muita gente não sabe como encontrar bons preços em tempo hábil. Não tem nada mais frustrante do que ficar sabendo que aquele game que você tanto quer estava pela metade do preço algumas horas atrás e perdeste a promoção. Se você trabalhar com internet do lado já é meio caminho andando, pois fica mais fácil acompanhar algumas redes sociais e pegar promoções relâmpagos. Mas até mesmo quem não pode ficar o dia todo online, ainda tem algumas ferramentas que facilitam sua jornada pelo melhor preço.

A primeira coisa é ter cadastro na maioria das lojas brasileiras online. Nunca comprou em uma delas? Não tem problema. Se registre e opte por receber ofertas no seu e-mail. Submarino, Americanas, Saraiva, Ponto Frio, Extra, Walmart, Ricardo Eletro, FNAC, Carrefour são as mais famosas e também são os grandes varejistas do país. Boa parte dessas promoções de grandes lojas acabam indo para seu e-mail antes das 08h da manhã. Então antes de começar o dia dê uma olhada no e-mail e nas ofertas. Dê uma olhada na caixa de spam também, pois é comum algumas vezes (devido a freqüência que essas lojas mandam e-mails) boas ofertas acabarem indo parar lá. Se puder olhar mais algumas vezes ao longo do dia, depois das 13h e depois das 18h são bons momentos para checar de novo se tem alguma novidade. Não se desespere se estiver recebendo muitos e-mails. É fácil identificar quando algo não lhe interessa, se o foco é games e no e-mail não tem nada sobre isso, não perca tempo procurando pelo em ovo, passe para o próximo.

Need for Speed: The Run – R$ 49 – Americanas em 25/Set

Outra boa dica é acompanhar o Fórum da Uol Jogos. Sempre tem alguém de plantão para repassar uma boa oferta, ou descobrir algum cupom de desconto ou bug maroto de alguma loja online. Tente entrar lá ao menos 2x vezes ao dia. Um logo de manhã e uma segunda vez lá pelo período da tarde. Há dias também que são mais propícios a ofertas, mas toda regra tem suas exceções. Por exemplo, no twitter é sempre bom você seguir as contas dessas lojas, pois promoções relâmpagos geralmente ocorrem por lá, mas quase nunca o fazem fora do horário comercial. Sendo muito comum promoções entre as 17h e 18h30, que é um horário que o pessoal está deixando o trabalho e chegando em casa. Antes das 10h da manhã também nunca tem promoções no twitter, a menos que alguma loja acabe avisando com antecedência que vai acontecer algo nesse período. Finais de semana também são raros as promoções e se acontecem você acaba conseguindo pegar olhando seus e-mails.

Soul Calibur V – R$ 79 – Walmart em 29/Set

No Facebook já acho mais difícil achar promoções e ofertas, mas não é impossível. Depende muito dos seus seguidores e do seu feed por lá. Já vi boas ofertas sendo compartilhadas por colegas ou na página do Facebook da Compare Games. De lojas é muito difícil, com exceção do Ponto Frio e a oferta do Não Durma no Ponto, que ocorre toda sexta-feira aproximadamente na hora do almoço (às vezes um pouco antes do meio-dia e as vezes lá pela 13h). O Não Durma no Ponto é sensacional, com descontos realmente impressionantes em alguns games, mas tem que ser ligeiro, pois uma oferta boa esgota em minutos e só dá pra comprar com o cartão de crédito da loja ou do grupo Pão de Açucar.

Asura’s Wrath – R$ 72 – Walmart em 25/Out

Tem que olhar todo dia? O ideal é olhar. Claro que isso se você está interessado em algum título e maluco pra comprar alguma coisa nova. Está sem grana? Então nem olhe, porque não tem nada pior do que ver uma boa oferta e não ter como comprar. Há épocas durante o mês que se tornam mais propícias as ofertas. Pode notar quando receber um e-mail de alguma loja ofertando jogos com descontos que a concorrência fará o mesmo. Talvez não no mesmo dia, mas nos próximos com certeza vai rolar. Começo de mês, quando o pessoal está recebendo o salário também é um período comum de ofertas, mas elas podem rolar normalmente a qualquer momento do mês, ainda mais agora, próximo do recebimento do 13º. Final de ano em geral há aquelas queimas de estoques e saldões, que muitas vezes são patifarias e preços mentirosos, mas garimpando se acha coisas legais às vezes.

E no que diz respeito aos lançamentos que tem preços exorbitantes, se você não tem pressa, vale à pena esperar. É muito comum um grande lançamento cair de preços antes do terceiro mês de lançamento. Seja numa oferta, numa promoção cumulativa ou até mesmo caso ele não tenha vendido muito bem e o estoque tenha ficado maior do que os lojistas esperavam. Já vi casos também de games que esgotaram e quando voltaram para as lojas, já estão com um preço diferenciado. Claro que há séries e estúdios onde raramente você verá queda de preços, como jogos das franquias Call of Duty e Need For Speed, mas já aconteceram, só que a freqüência é bem menor. Uma dica final que posso dar aqui é ao menos uma vez por semana, entrar em todas as lojas que você conhece e olhar o catálogo de games por inteiro delas, já que muitas vezes um título acaba reduzindo de preço pra queimar estoque, mas não é anunciado. Ficando alguns dias com preço reduzido e ninguém percebe.

Ultimate Marvel vs Capcom 3 – R$ 55 – Play-Asia durante 28/Ago a 03/Set

E é isso. Eu que sou apaixonado por games adoro essa época do ano. A gente fica com algumas moedinhas a mais no bolso e é uma época que o comercio dá um incentivo pra gente gastar essas moedas. Basta ficar de olho, criar uma rotina pra não perder um bom desconto. Vale o esforço? Pra mim vale!

Max Payne 3 – R$ 99 – Várias lojas durante os meses de Agosto e Setembro

Obs: sobrou duas imagens que colhi para o post, mas foram de ofertas mais velhinhas. Street Fighter vs Tekken que várias vezes ao longo do ano esteve em várias lojas por R$ 59 e Dead Rising 2: Off the Record que esteve por R$ 65 na FNAC no mês (se não estou enganado) de julho.

Obs 2: e já tem gamer feliz da vida porque já garatiram games como Halo 4 e Assassin’s Creed III por R$ 107 reais aproximadamente com uma promoção que estava rolando ontem na Americanas. No meu caso, consegui Halo 4 semanas atrás com uma promoção da Saraiva, pelo mesmo preço, pelo cartão da loja. o/

Obs 3: me permitem uma matemática aqui? Usei para ilustrar esse post 14 games. Imaginando hipoteticamente que todos fossem lançados no Brasil a R$ 199 (e nem todos foram) o custo para se comprar nesse valor os 14 jogos seria de R$ 2.786. Ouch! Mas agora a parte  bacana! Somando os 14 games com os preços usados aqui na matéria, todos eles custariam no total: R$ 1040! O que daria uma média de R$ 74 por jogo! Nada mal, não? Você economizaria R$ 1.746, valor que daria para até mesmo comprar um outro console (qualquer um dos atuais)! Vai me dizer que não vale a pena esperar e pegar uma oferta?

E vamos aos trancos e barrancos nesse Brasilzão dos Games! 😉

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios