AssistindoMiscelâneaReflexões & Opiniões

Tom & Jerry: se adaptar é censurar?

Desenhos e filmes politicamente incorretos precisam de um espaço, mas não na TV!

Antes de mais nada vamos deixar claro alguns pontos. Vivemos na Era do Politicamente Correto. Isso não quer dizer que concordo com tal filosofia. Não acho que o politicamente incorreto faz tão mal quanto o Governo ou uma minoria que levanta tal bandeira pinta por aí. Também sou contra a censura, mas entendo porque existem limitações aqui e ali dependendo do espaço onde uma obra está sendo exibida.

Dito isso, esse tem sido a semana em que alguns locais na internet resolveram malhar o Cartoon Network porque o canal decidiu que alguns dos desenhos antigos do Tom & Jerry não são mais adequados ao tempo em que vivemos e vai parar de exibir alguns destes “episódios mamilos”. E é verdade, há desenhos antigos, tanto do Tom & Jerry, quanto do Pica-Pau, quanto dos Looney Tunes onde há piadas fortes com temas em que talvez as crianças de hoje não precisem ver de forma gratuita em desenhos animados, como racismo, alcoolismo e por aí vai.

Mas é correto dar sumiço nessas obras produzidas em tempos onde ninguém entendia bem o que era correto ou não existiam limites?

Então, veja bem. Não acho que destruir, esquecer ou banir esses desenhos contraditórios da sociedade sejam a maneira correta de lidar com essa situação. Porém vale também dizer que o Cartoon Network não é um museu, onde ele é obrigado a mostrar tudo que já produziu, incluindo desenhos do passado que causam problemas na Era do Politicamente Correto. E vivemos esses momento na nossa história não pode culpa de um canal de TV, mas por um senso comum entre Governo e sociedade, que aceita esse tipo de controle rígido de nossos órgãos regulamentadores.

Tem muita gente em chamas na internet essa semana alegando que o CN está negando a sua própria história ao banir alguns episódios de Tom & Jerry da sua grade. Revoltados e querendo a cabeça do canal por isso. Não, para! A gente esquece que desenhos com episódios banidos é algo que sempre existiu e sempre vai existir. Pokémon até hoje possui episódios que nem foram dublados no ocidente. Produções do Cartoon como A Vaca e o Frango possuem alguns episódios proibidos, em vários lugares do mundo. Pica-Pau e Looney Tunes já tiveram episódios esquecidos no tempo pelos mesmo motivos na qual Tom & Jerry está passando, sendo que essa também não é a primeira vez que se discute certas polêmicas do desenho.

O CN é um canal infantil, não é um canal para adultos ou nostálgicos. O canal não está negando a sua história, ele está apenas se adaptando aos dias em que vivemos, onde tudo tem que ser correto. Me admira até que o canal ainda consiga produzir desenhos como Apenas um Show e Hora de Aventura, onde há também muita coisa politicamente incorreta, mas mostrada de forma indireta e sutil, em que as crianças não conseguem entender, mas nós entendemos. Não é censura adequar a sua programação e evitar transtornos com órgãos que avaliam e cuidam do que é exibido na TV, ainda mais para os menores de idade.

Alias até vale parar pra pensar que de todos esses marmanjos reclamões sobre o caso do Tom & Jerry, quantos deles levantam as sete da manhã para assistir o desenho? Você acha que a criançada vai dar por falta de um episódio ou outro? A gente quando criança nem percebia que Caverna do Dragão não tinha fim ou que Chaves e Chapolin sempre foi exibido de forma incompleta (foi o Cartoon Network alias que resgatou alguns anos atrás os episódios que o SBT nunca exibiu). A criançada simplesmente não se importa, porque o cérebro da crianças adora rever 500 vezes o mesmo episódio de um desenho qualquer. Já a gente, não aguentaria assistir 5 episódios seguidos de Tom & Jerry hoje, sem começar a ficar sonolentos.

Mas o que fazer com os desenhos do passado, banidos e politicamente incorretos que não estão na TV?

Citei o conceito de museu mais acima, mas não quer dizer que esses desenhos devem ir para algum prédio para exposição pública, tal qual fazemos com instrumentos de tortura do passado ou ossos de dinossauros, apesar de que não é uma má ideia um museu do desenho animado…

A solução está na imagem que abre esse post: o mercado de Home Video. Esses desenhos do passado precisam ser restaurados e lançados de forma livre, para que adultos, nostálgicos, colecionadores possam adquirir e terem para sempre essas relíquias. Deve ser um produto fabricado pensando nesse público, nessa situação de que alguns desenhos antigos se encontram.

Lá fora o primeiro box clássico do Tom & Jerry foi lançado e foi alvo de críticas quando deixaram de fora dois curtas que deveriam estar pela cronologia dos episódios. A galera chiou, deram reviews negativo, não compraram o box enquanto não rolasse a promessa de que no segundo box, os episódios limados do primeiro box estivessem no segundo box. Aí sim é uma reclamação e um protesto mais do que válido.

Não deve haver cortes ou censuras no mercado de Home Video. Até porque quando você compra um filme ou desenho, é você que decide se uma criança, seja filho ou sobrinho ou quem quer que seja pode ou não assistir essa obra feira em outros tempos, com pré-conceitos e contextos diferentes dos que existem nos dias de hoje. Cabe aí ao adulto contextualizar e explicar porque esses desenhos são errados nos dias de hoje e porque ninguém dava a mínima pra isso no passado. E note que o acabamento desse DVDs e BDs lá fora não tem apelo infantil. Exatamente porque não é para ter.

Um DVD ou BD infantil lá fora, quanto é voltado para a criançada, ele vem com 3 ou 4 episódios, com uma hora ou uma e meia de duração, que é exatamente o tempo em que uma criança tem saco pra ficar em frente a TV assistindo a mesma coisa.

E aqui no Brasil? Por aqui a situação é meio triste porque nosso mercado de Home Video é meio merda. Existem os DVDs de séries infantis (BD é muito raro), mas carecemos de produtos voltados ao colecionador e nostálgicos. Há uma certa confusão em como os distribuidores devem tratar esses produtos por aqui. Aí ou não vem, ou vem mutilados, divididos em discos individuais e pensando no público errado. E é isso que os brasileiros deveriam se revoltar, protestar e cobrar, por um mercado de Home Video que saiba tratar melhor esses clássicos que estão cada mais mais longe da TV.

Felizmente temos a internet, o you tube e outros meios de suprir essa carência do mercado de Home Video. Mas não acho que deveríamos malhar um canal de TV quando o mesmo resolve se adequar aos tempos certinhos em que vivemos. Não cabe a eles serem a solução para pobreza de qualidade e dedicação do nosso mercado de Home Video.

Fechando…

Em resumo… entendo a raiva de muitos quando escutam que Tom & Jerry possuem episódios banidos da TV, mas entendo porque os canais precisam se adaptar e tirar esses casos do ar, porém me revolta que nos falte alternativas reais para termos esse conteúdo em nossas casas, para que possamos decidir o que ver ou o que nossas crianças podem ou não ver.

Não acredito que os desenhos antigos estimulassem a violência, os vícios como o do álcool ou do cigarro ou os valores preconceituosos, mas isso não significa que também é certo deixar nossas crianças vendo certas cenas onde hoje, a gente entenda o quanto isso é errado ao mostrar um personagem infantil fazendo isso frente a uma criança. Nunca novela, num filme para adultos claro que isso vai existir, mas são obrar voltadas para nós, os grandinhos, se acriança está assistindo com os pais tais produção, cabe ver o que a criança está filtrando disso. Não é a mesma coisa que deixar o Bob Esponja ou Mickey fazer o mesmo numa animação infantil, sendo personagens criados para se comunicar com os pequeninos.

Eu entendo o quanto o politicamente incorreto é um porre, mas também entendo porque ele existe e porque as vezes se faz necessário. E acho que há lugar sim para o incorreto e o errado existir, mas é tudo adaptação e adequação. Family Guy é a prova viva disso, ele é exibido na hora certo, no canal certo, para o público certo.

Sendo assim, não acho que o Cartoon Network está tomando decisões erradas no caso Tom & Jerry. E acho um exagero sem tamanho como algumas pessoas vem escrevendo por aí dizendo que o canal está apoiando a censura ou negando sua própria história. Tudo tem sua hora e lugar e se chegou a hora de alguns momentos clássicos do Tom & Jerry irem para um outro lugar que não a TV não podemos fazer nada, a não ser cobrar e pedir para um melhor mercado de Home Video para esses clássicos banidos da TV, pois é aqui a casa em que eles precisam repousar e descansar e nos divertir com todo de errado que fizeram no passado, quando quisermos relembrar um pouco desses momentos.

 É isso!

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.