Jogando

Fan Art | Tempos de amor pokémon no Game Boy!

Postando uma imagem… só porque curti!

OK, posso ter trinta anos e ter iniciado minha vida gamer no Atari, enquanto muitos gamers de hoje em dia tiveram um PlayStation como o primeiro console da vida! O que só de pensar nisso é de dar calafrios, já que muitos nunca sequer irão vivenciar o que foi os tempos de rivalidade de Sonic e Mario, Sega e Nintendo. Tempos em que Sonic era um soberano ao lado do Mario. Vixe!

Isso não significa que de fato experimentei tudo que o mundo dos games inventou ou todas as plataformas que já foram lançadas desde a década de 80. Por exemplo, eu nunca (!!) tive um Game Boy. Nenhum, seja a primeira versão, seja a versão GBA (Advanced). E se a minha memória não estiver me enganando, eu nunca – de novo – joguei num destes aparelhos, especialmente os primeiros Pokémons. Porém, não posso dizer que nunca joguei um game de GBA, pois isso tive a oportunidade de experimentar alguns no Nintendo DS que tinha retrocompatibilidade com os games de seu antecessor. Mas joguei pouca coisa, tipo Sonic Advanced e Mario & Luigi: Superstar Saga. Não eram jogos feitos, afinal datam do fim da geração GBA, mas aquela experiência de jogos sem cores e horríveis, nunca tive. Nunca (!!!!) joguei Super Mario Land, aquele jogo sem cores do Mario!

Meu primeiro portátil foi realmente um Nintendo DS. Até então, achava games de portáteis horríveis graficamente, a ponto de não ter a coragem de apostar nesse nicho do mercado de games. E minha primeira experiência com Pokémon também só aconteceu no DS. E comecei pela Quarta Geração, com Pokémon Diamond & Pearl! Apesar de conhecer, é claro, as gerações anteriores através de games para Nintendo 64 (Pokémon Snap) e Gamecube (adorava Pokémon XD: Gale of Darkness), e também do animê com as desventuras de Ash e seu Pikachu.

Toda essa volta para dizer que não vivenciei pessoalmente a experiência que se faz presente nessa belíssima ilustração que abre o post: trocar Pokémons usando um cabo e conectando dois Game Boys! Um sistema que revolucionou o conceito de portátil e também foi uma das responsáveis pelo sucesso da franquia Pokémon. Tudo começou ali, nessa pegada de trocar monstrinhos, batalhar com um amigo, tudo assim, com dois portáteis ligados por um fio, sem a modernidade dos dias de hoje. A Nintendo até por ter feito um remake de Pokémon Red & Blue anos depois, mas essa experiência original dos dois primeiros games, só ali mesmo, nessa época. Depois tudo ficou mais fácil.

Excelente fanart feita pela usuária SaiyaGina lá do DeviantArt. Não vivenciei, mas entendo o amor que alguns gamers possuem dessa época onde Pokémon era algo simples, e os portáteis eram rústicos até demais.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios