Jogando

Azure Striker Gunvolt & Mighty Gunvolt e mais um sucessor de Mega Man? Sim, por favor!

Azure-Striker-Gunvolt

De Mighty No. 9 você já tem várias postagens aqui no blog abordando esse esperado game, mas Azure Striker Gunvolt também precisa de um espaço por aqui, afinal é um game do mesmo estúdio de Mega Man Zero, a Inti Creates, e que também conta com a colaboração de Keiji Inafune. Aquele cara que você já deve estar cansado de saber que é o criador original de Mega Man e que pulou fora da Capcom nos últimos anos por divergências criativas com o estúdio e, desde então, Inafune não pode mais fazer games do Mega Man porque a franquia não é dele e a Capcom não tem culhões de criar um novo Mega Man sem Inafune. Percebeu o efeito Tostines, certo?

Então, como um desenvolvedor independente, o que Keiji Inafune pode fazer é trabalhar com novos games, porém colocando aquela fórmula mágica que ele criou em Mega Man. Não é plágio, antes que alguém atire essa pedra, é um estilo pessoal de um desenvolvedor de games que o mesmo aplica em seus próprios games. Talvez seja hora de pararmos de fazer Mega Man soar como um gênero e estilo de jogo e começarmos a dizer que o gênero e estilo na verdade é “Keiji Inafune”. E ele não é um único desenvolvedor que possui uma marca ou estilo de desenvolvimento que pode ou não ser aplicado em diversos games que o mesmo produz. No caso de Inafune, como ele está começando agora sua nova carreira além Capcom, é normal que ele use aquilo que o tornou famoso, a fórmula Mega.

E assim como Mighty No. 9, Azure Striker Gunvolt tem muito daquela vibração característica dos games de Mega Man, em particular, vendo pelo excelente vídeo abaixo, posso dizer que Azure parece bastante com o jeitão de Mega Man ZX, lançado para o Nintendo DS pela Capcom, mas desenvolvido pelas mãos da Inti Creates. Daí vem a semelhança, não dá para negar isso. Assista e confira, tenha um pouco de paciência pois o vídeo começa com o Inafune dizendo algumas palavras em japonês e não há legendas no vídeo, mas logo começa vários minutos de gameplay de Azure, e logo depois, bem no finzinho, segure-se aí na cadeira, pois Inafune volta para mais algumas palavras e um novo gameplay de um outro game é revelado! E é dele que irei escrever após o vídeo!

Conseguiu ver o vídeo? Se viu, percebeu que no final dele Mighty Gunvolt é oficializado como um pequeno game isolado, feito totalmente num estilo gráfico simulando 8 bits (ou de repente é mesmo 8 bits) e que reúne três personagens diferentes de três games distintos, no caso Gunvolt do game na qual estou abordando, Beck de Mighty No. 9 e Ekoro de GalGun (um game japonês que desconheço na verdade). Cada personagem tem um estilo próprio de jogabilidade e o joguinho terá apenas 5 levels e será dado como bônus para aqueles jogadores que apoiarem e adquirirem Azure Striker Gunvolt durante os três primeiros meses de lançamentos do game! E parece que ele também será vendido de forma avulsa no 3DS para quem quiser ter apenas a experiência 8 bits dessa pequena brincadeira, porém não encontrei ainda informações do preço.

Quanto a Azure Striker Gunvolt, já está confirmado que o game será lançado apenas para o Nintendo 3DS e somente no formato digital pela eshop do portátil. O game será liberado para compra a partir de 29 de agosto, já na próxima semana, aqui no ocidente, porém terá apenas legendas em inglês, mantendo o áudio em japonês, e o preço será de 15 dólares, o que particularmente acho um preço mais do que justo, e realmente Mighty Gunvolt é realmente um excelente extra para essa pequena janela de lançamento do game principal.

Abaixo tem mais um pequeno vídeo de Mighty Gunvolt, com a jogabilidade de Beck, que sim, lembra demais aquele robôzinho azul que infelizmente está enterrado pela Capcom sem qualquer perspectiva de que um dia renascerá.

Para terminar, já deixo o aviso. Pode esperar alguma matéria com as impressões de Azure Striker Gunvolt aqui no blog, pois sem dúvida tenho a intenção de comprá-lo a partir de seu lançamento. Alias é uma excelente dica para quem está na seca esperando Mighty No. 9, porém se ele for metade do que Mega Man ZX foi, certamente já terá valido a pena! Talvez não topasse pagar o preço de um lançamento em caixinha do 3DS, mas 15 dólares é um preço bacana para um game com essa vibe. Minha opinião.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.