Jogando

Este é o Star Fox que você sonha até hoje para que seja produzido…

Star Fox Bayonetta 2

Sério. o quão difícil é fazer um novo Star Fox que funcione mecanicamente similar ao mais clássico game da franquia: Star Fox 64? A Nintendo há anos tenta fazer algo diferente, reinventar algo que tenha tenha tido o seu ápice na simplicidade de sua jogabilidade. Basta pegar adaptar os gráficos aos tempos modernos, reinventar novos chefes enormes, novos inimigos, salpicar uma história bacana e criar novos cenários deslumbrantes. Talvez não seja tão simples assim, mas a Platinum Games fez isso em Bayonetta 2.

Há alguns sites que estão alertando e dizendo que o vídeo abaixo é um spoiler do jogo em si. Não sei se é, apenas sei que não me arrependi de ver. Se você não quiser ver, fique com a imagem que abre a postagem e tente entender a cena. Eu não quero um Star Fox com controles diferentes, com controle pelo Gamepad, pela tela de toque do 3DS e estas pirações que a Nintendo vem tentando emplacar desde Star Fox 64. E parece que Bayonetta 2 simplesmente conseguiu tudo aquilo que todos os fãs de Star Fox sonham até hoje.

Será que já dá para pensar e sonhar com um novo Star Fox futuramente pelas mãos da Platinum Games? Tudo bem que o Miyamoto está produzindo um novo que quase ninguém ainda entendeu ou viu direito, porque é nessa pegada do “precisa ter controles diferentes de tudo que você já viu para funcionar”. Não! Não precisa. Só precisa ser assim:

É lindo (porque é tudo que os fãs sonham) e triste (porque é só um pequeno easter egg de Bayonetta 2) ao mesmo tempo. E agora tomei um soco de realidade, porque com algo tão Nintendo dentro de Bayonetta 2, fica impossível de ter esperanças de que daqui alguns anos esse game possa se tornar multiplataforma. E se acontecer, certamente não terá tais momentos como esse. Que coisa…

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios