AssistindoCinemaDando Nota!Papo Pipoca

Homem-Formiga | O pequeno grande filme Marvel!

Nota do editor (Thiago)

Ainda não tive a oportunidade de conferir Homem-Formiga no cinema, mas veja só quem foi e resolveu matar a saudade de escrever aqui no blog: Mauri Link! Aos novos leitores, vale dizer que o Mauri foi um dos mais antigos colaboradores do Portallos, participando do blog no período de 2008 até 2013! Então é realmente muito bacana vê-lo retornar para mais um post após tanto tempo!

Texto sem Spoilers – Pode ler sem medo!

O Homem-Formiga nunca foi um dos meus heróis preferidos da minha infância. Um dos motivos era de ser uma formiga o seu símbolo. Afinal, que moleque iria gostar mais de uma formiga do que de um morcego ou uma aranha por exemplo?

Para mim, o cientista Hank Pym sempre foi um herói de segunda, só ficando mais interessante quando ele se tornava outra coisa, como o Jaqueta Amarela ou o Gigante. Ou na sua versão Ultimate, que rendeu ótimos momentos.

Tanto o Homem-Formiga quanto a Vespa não eram vistos com bons olhos por mim. Por isso, quando saiu o primeiro filme dos Vingadores, não me importei com a ausência dos dois. Mas anos depois a Marvel anunciou que seria feito um filme solo do Homem-Formiga, e fiquei um pouco decepcionado. Tanto herói legal para se levado para o cinema, e justo aquele que eu não gostava tanto assim?

Cavaleiro da Lua, Punho de Ferro, Esquadrão Supremo, entre tantos outros. Eram eles que eu queria que fossem anunciados. Diabos, eu nem havia assistido FormiguinhaZ ou Vida de Inseto por justamente não gostar do tema Formiga…

Mas eis que chega 2015 e lá estou eu, na primeira sessão como de habitual nos filmes Marvel, acreditando que eu iria sair daquela sessão satisfeito.

E aconteceu.

Mas quando a sua expectativa não é tão alta assim, tudo ajuda para sua experiência ser melhor. Homem-Formiga foi um filme cujo resultado final ficou um tanto diferente daquilo que eu esperei.

É visível o dedo da Marvel na produção, lembrando que o filme ficou sendo desenvolvido por anos a fio pelo Edgar Wright, que na última hora foi substituído pelo Payton Reed. Tudo isso para que o filme ficasse mais parecido com um filme Marvel do que o planejado até então.

Todos aqueles problemas enfrentados durante a sua produção e que tanto botaram medo nos corações marvetes foram habilmente neutralizados. Homem-Formiga é um legítimo filme com a assinatura Marvel Studios: leve, divertido, cheio de camadas para os fãs se deleitarem. Mas que não deixa de ter sua própria personalidade.

Se Vingadores foi o ápice do épico, Capitão América 2 um belo filme de espionagem, e Guardiões da Galáxia um resgate aos filmes espaciais divertidos, Homem-Formiga é um filme de assalto, o que o torna único dentre as dezenas de filmes Marvel.

E preciso dizer, é um dos mais conectados também. Em vários pontos o longa faz referências à coisas do Universo Cinemático Marvel, algo que não estava nos planos iniciais da Marvel e Wright, e é sinalizado como o motivo da saída dele. Então, se você é fã de carteirinha desse maravilhoso mundinho Marvel do cinema, com certeza vai gostar pelo menos um pouquinho dessa nova aventura.

Em quase todos os sentidos, Homem-Formiga é um filme mais simples e direto do que os demais filmes Marvel, sem muito lugar para batalhas grandiosas do nosso pequeno herói e os demais personagens. Mesmo o mais caricato deles consegue transmitir a que veio de maneira eficaz. Eu talvez só daria um pouco mais de espaço para o vilão, cujas motivações podem ficar um pouco confusas quando não se presta atenção em seus diálogos.

A dupla de astros do filme consegue se destacar muito bem, especialmente quando lembramos do quanto a escolha de Michael Douglas foi rechaçada pelos fãs no início. Todo mundo queria ver o Hank Pym jovem entrando para o time dos Vingadores. Mas no filme, essa possibilidade se mostra um tanto quanto improvável e adiciona um tempero extra pensando no Universo Marvel como um todo.

E tal qual Chris Pratt nos surpreendeu e nos fez gostar do Senhor das Estrelas, Paul Rudd esbanja carisma e já não dá para se pensar em outro cara pra o papel. Ele fez aquele tipo de cara que a gente gostaria de ter como amigo, que mesmo fazendo besteira tenta sempre consertar as coisas e se redimir. Aliás, isso é exatamente a definição do filme, dos dois Homem-Formiga. Um filme sobre perda e redenção.

Um dos atrativos do filme é vermos Scott do tamanho de uma formiga, e desde o saudoso “Querida, Encolhi as Crianças” eu não tinha essa sensação boa de ver o mundo sob essa ótica e escala. Não vi em 3D, mas deve dar um temperinho a mais na experiência visual.

antman-ok

O resultado final de Homem-Formiga me agradou, ainda que seja uma jogada segura da Marvel, não ousando tanto em sua proposta, o filme se sustenta sozinho e nos deixa com um gostinho de quero mais, de tanta coisa que podemos perceber em seu background. Um filme simples e divertido, que valeu a pena ver e valerá a pena de se rever, imperdível para os fãs do Marvel Studios e de um pipocão honesto.

E a Guerra está chegando… não saia da sala de cinema antes da segunda cena pós-créditos!

homem-formiga-cartaz

Integração com o Universo Marvel
Vendo o mundo como uma formiga!
Herói passando o manto para um sucessor
Vilão aparece mas ninguém liga pra ele...
Momentos água com açúcar entre papai e filha
Cenas pós-créditos promissoras!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios