Jogando

Nas vésperas do lançamento, Mighty No. 9 é chutado para 2016!

O Hugo Souza, leitor aqui do blog, me alertou dias atrás sobre a possibilidade de Mighty No. 9 ser adiado para 2016 lá na postagem a respeito do financiamento de Red Ash, projeto do mesmo estúdio de desenvolvimento, a Comcept do Keiji Inafune.

Na ocasião tudo não passava de um rumor, pois as más línguas diziam que o impacto negativo deste anúncio podia colocar de vez a pá de cal que Red Ash precisaria para enterrar de vez sua campanha no Kickstarter. Pois bem, a campanha acabou, Red Ash (o game) não foi financiado (mas meio que não importava mais) e agora a Compect resolveu chutar de vez o pau dessa barraca, já que não tem muito mais a perder. Ah, um detalhe pra terminar o assunto de Red Ash: o animê conseguiu a meta principal do financiamento, porém sem nenhuma stretch goal. Ficará no prólogo de 12 minutos apenas.

Voltando a Mighty No. 9 a Comcept começou ontem na surdina, entrar em contato com os apoiadores do projeto no Kickstarter avisando do adiamento antes de fazer o comunicado aberto na Gamescom. Lembrando que o game deveria estar sendo lançado agora no próximo dia 15 de setembro. A menos de 50 dias para oficialmente chegar para todo mundo que financiou o game.

Os motivos do adiamento foram explicados, ainda que não tenham sido totalmente convincentes: a parte online do game ainda precisa ser refinado e aperfeiçoado. Se o jogo saísse agora no dia 15 esta parte estaria quebrada e cheia de bugs aparentemente. É motivo o suficiente para adiar o jogo? Talvez seja, porém não quer dizer que está tudo bem esse atraso. Afinal quando a empresa prometeu o desenvolvimento dele, inicialmente Mighty No. 9 deveria ter saído no primeiro trimestre de 2015. Quem garante que vai chegar o primeiro trimestre de 2016 (Q1) e o estúdio não vai adiar novamente o título? Está rolando uma quebra de compromisso e confiança, não de qualidade, mas de prazo. E isso é essencialmente ruim.

Há uma clara falta de organização na Comcept, ou no time de Mighty No. 9. Se um de seus projetos no Kickstarter ainda não está 100% pronto, por que iniciar um segundo projeto? Fora o envolvimento do Inafune com Recore da Microsoft. E teve Azura Striker Gunvolt lançado no começo do ano. Até onde estes desenvolvimentos em múltiplos games atrapalham um game que já está pago e financiado? Não fica muito claro, porém é triste sim ver que Mighty No. 9, depois de tudo que ele passou, continue a ser chutado para frente, como se não tivesse qualquer urgência de honrar o compromisso feito lá numa das maiores campanhas que o Kickstarter teve na época. O “praticamente pronto” lá de janeiro de 2015 pelo visto não significava muito pelo visto.

Eu estou realmente chateado com essa situação. Quero muito acreditar que Keiji Inafune e seu estúdio são uma coisa legal e que tem essa promessa de reviver o espírito abandonado de Mega Man, mas enquanto estiveram mostrando essa falta de comprometimento e respeito com seus apoiadores e fãs, começo a ficar descrente do potencial e da capacidade do estúdio de realmente entregar tudo o que anda prometendo. Acho que com isso, eles não vão ter a cara de pau de abrirem outro Kickstarter tão cedo. E nem devem!

Me entreguem logo Mighty No. 9 caramba!

Comunicado Oficial da Comcept aos apoiadores de Mighty No. 9 (em inglês)

We have an important announcement to share with our backers.

Although we understand that everyone was looking forward to playing Mighty No. 9 as soon as possible, a release delay is going to be announced for the game at Gamescom 2015, which is currently being held in Cologne, Germany.

This is a project that would not have existed without the support of our backers, so we at least wanted to deliver this news to our backers before it is officially announced. We are unable to confirm a final release date at this time, however we will be aiming for a release in Q1 2016. Once a solid release date is set, we will announce it immediately to our backers and fans.

Of course, it is important to explain why exactly the game is being delayed. As we have communicated in the updates to our backers, all of the core content for the game is developed and in a complete state. However, there are still bugs and issues pertaining to the online features that are included in the game. These bugs and issues have a direct affect on enjoyment of the game, so a decision was made to work these issues out before release.

Currently, comcept and their partners are working at full capacity to resolve these issues and fix any remaining bugs. In addition, we have received quite a few requests for additional information regarding the various platforms that are part of the platform survey we have sent out. We have also only managed to receive around half of the total responses needed for the survey.

Considering the fact that the game’s release has been delayed, we are planning to open another platform survey once a final release date has been settled upon.

We will continue to deliver the most up-to-date info to our backers and fans through our forum updates, so please keep an eye out!

We appreciate your support and patience regarding this matter, and look forward to delivering Mighty No. 9 to our backers and fans in the best state possible.

– The Mighty No. 9 Team

Mighty-No-9

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.