Quantico | Recrutas do FBI em meio a um ataque terrorista!

Setembro e outubro é só loucura para quem curte ficar no sofá e na televisão. Os grandes games do ano estão sendo lançados e os grandes seriados estão retornando com novos episódios enquanto novas séries também estão estreando para que você mal consiga sair de frente da TV.

Quantico é uma destas estreias da rodada, produzida pelo canal ABC – que tem um bom histórico em dar chances as suas produções mesmo quando as séries não estão indo muito bem em audiência. Felizmente esse não é o caso de Quantico, que recebeu reviews positivos lá fora e já garantiu ao menos a exibição completa de sua primeira temporada.

E veja só, a série está estreando hoje no Brasil! Pura coincidência da fila de pautas do site (que está um pouco acumulada admito). O canal que irá exibir Quantico aqui no Brasil é o AXN e o episódio então começa hoje, 26 de outubro, às 22h, horário de Brasília. Corre que dá tempo para ver! Lá fora a série estreou dia 27 de setembro e já conta com 5 episódios exibidos, sendo exibido sempre aos domingos.

No momento só assisti ao piloto, mas pretendo continuar vendo a série (só ainda não a continuei, por pura falta de tempo). Vou comentar um pouco sobre a série, mas não se preocupe, vou evitar spoilers para não estragar a surpresa caso você vá começar a assistir a série hoje no AXN. Tudo que abordarei aqui, está na sinopse oficial e no trailer ao final dessa postagem.

Do que se trata a série?

Quantico traz a história de um grupo de recrutas da academia do FBI que dá nome à série. Sim, Quantico realmente existe! Claro que a série vai dar aquela romantizada na realidade da academia, então não espere algo verídico com o que a real Quantico realmente deve ser.

A história da série tem dois momentos temporais, o piloto apresenta os recrutas e principais personagens, enquanto também narra os eventos seis meses após a entrada deles na academia, quando um grande atentado terrorista explode uma quadra inteira de Nova York, se tornando assim o maior atentado terrorista dos Estados Unidos após o 11 de setembro. O que conecta estes dois eventos? A recruta Alex Parrish acorda no meio dos escombros sem se lembrar direito do que aconteceu e aparentemente ela é a única do FBI viva por ali. Logo a série estabelece um fato: um dos recrutas da turma de Alex foi responsável pelo atentado, mas quem?

O clima da série lembra um pouco 24 horas, que também tinha esse clima de guerra ao terrorismo e um tanto de corrida contra o tempo, enquanto também faz um papel um pouco diferente ao trabalhar com a passagem de tempo dos personagens ainda na academia, aprendendo e sendo treinados para se tornarem agentes do FBI, nesse sentido quase lembra uma espécie de reality show.

Um dos méritos da série é a quantidade de personagens instigantes e diferentes. Todos aparentemente suspeitos a visão do telespectador. Porém ao final do episódio piloto um se destaca acima dos demais, mas isso não significa muito, afinal não acredito que os produtores iriam entregar o jogo assim logo de cara. O bacana é realmente o pequeno clima de reality show que se instala no piloto, quando todos precisam passar por uma prova que consiste em descobrir o segredo de um colega de classe. E o resultado dessa prova é um soco na cara para o telespectador que está chegando agora a proposta da série. Eu ao menos não esperava isso!

Claro que você pode argumentar que há muitos personagens clichês, como o um que faz o papel de gay camarada, o playboy folgado, a loirinha (que felizmente não é burra), o monge suspeito e há também uma personagem feminina que faz parte da cultura asiática (não me lembro se fala de onde ela é) e claro o interesse romântico da Alex que faz o galã maltrapilho. OK, são personagens chavões, mas calma, é apenas o piloto, quem sabe eles se tornem mais interessantes e profundos com o passar da história. Sem falar que essa diversidade é bom para entreter nesse começo de série. Eu realmente não me incomodei com os personagens. Todos acabam tendo falas e participações bacanas no piloto.

Quantico-cartaz

Ao menos o primeiro episódio de Quantico soube segurar muito bem as bases da série. Há ritmo, há mistério, há uma certa empolgação com a história. E isso é muito bacana. Não dá para dizer apenas pelo episódio piloto que a série vai se tornar uma das grandes estreias da temporada, porém o fato de que ela vem sendo bem recebida lá fora, tendo a temporada garantida, diz que as pessoas continuam a assistindo após os primeiros episódios. O que é um bom sinal.

Voltarei a falar mais de Quantico aqui no site mais a frente, após ver mais alguns episódios. Por enquanto fica a recomendação para você dar uma olhada na série. Assista ao menos o piloto e depois volte aqui para dizer o que achou!

Fecho o trailer da série, tanto no idioma original, quanto, veja só, a versão dublada do AXN! Ambos são o mesmo vídeo, não há cenas diferentes entre eles. Ah e antes que me perguntem, não sei se o AXN tem a opção de assistir com áudio original com legendas. Se não tem, deveria!

Versão Legendada

Versão Dublada

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Quantico faz bonito e seu piloto e é uma das boas apostas desta temporada de estreias!

9 Uma premissão que te deixa curioso pelo mistério proposto
8 A linha narrativa acontece em dois momentos singulares, o que dá ritmo a série
8 Muitos personagens, alguns clichês, mas todos interessantes
9 Não parece uma série procedural, de caso da semana, o que já me ganha aí!
9 Há uma ótima cena inesperada no piloto
8 Te deixa sedento por mais episódios
8.5
More from Thiago Machuca

Nações do Mundo pelos Animaniacs…

Já que falei de Animaniacs no momento nostalgia hoje, acabei encontrando este...
Read More