Miscelânea

Destiny Ascensão do Ferro | A Nova Bandeira e Senhora do Ferro! (Impressões)

Ficha Técnica

Game: Destiny Ryse of Iron (Ascensão do Ferro) (site)
Desenvolvedor: Bungie
Publisher: Activision
Twitter: @Bungie / @DestinyTheGame
Facebook: Destiny / Bungie

Plataformas & Preço: Xbox One (R$ 154 DLC / R$ 229 Coleção), PlayStation 4 (R$ 154 DLC / R$ 229 Coleção)
Características de destaque: First Person Shooter (FPS), Massive Multiplayer Online (MMO), exige conexão sempre online
Multiplayer: Competitivo (PvP) e cooperativo (PvE)

Apesar de já ter feito uma matéria aqui no site sobre a novíssima expansão de Destiny, chamada Ascensão do Ferro (Ryse of Iron), senti a vontade de complementar minha opinião acerca desta nova fase do game, já que na semana passada aconteceu a primeira Bandeira de Ferro pós expansão.

Já comentei aqui no site em matérias mais antigas sobre Destiny que a Bandeira de Ferro é um dos meus eventos favoritos do game. Gosto porque é algo que dura uma semana inteira, com uma periodicidade mensal, e normalmente possui boas recompensas (a cenourinha que todos adoram), e explora muito bem o Crisol, a área PvP (Player versus Player) do game.

Fora que é um evento que independe de reunir amigos para jogar em horários marcados, e que qualquer jogador solo pode apreciar em sua plenitude.  Pra mim é um acontecimento perfeito, já que sou um daqueles que não possui horário fixo para jogar, e não é incomum começar a jogar algo e o chamado da vida adulta me tirar do console para ter que fazer alguma outra tarefa urgente da vida.

Destiny (16)

Enfim, a Bandeira de Ferro é um evento que tira os status que normalmente balanceiam as partidas no Crisol. Assim os altos níveis de Luz, equipamentos e armas realmente dão vantagem aos jogadores. Daí o porque o jogo brincar que a Bandeira é só para os fortes. Jogadores de baixo nível sequer podem participar do evento.

Isso cria partidas sempre imprevisíveis e interessantes. Há sempre aqueles jogadores super fortes, com armas exóticas ou de Raids passando o rodo, ainda que isso não os tornem invencíveis e imbatíveis. Coordenação com o time também é importante. Ande junto, dê cobertura aos aliados e as partidas acabam não sendo tão desequilibradas quanto se pode imaginar.

Destiny (6)

Supremacia

Desta vez a Bandeira de Ferro funcionou com a nova modalidade da nova expansão, chamada Supremacia. Aqui os jogadores precisam coletar os brasões dos Guardiões caídos. Vence o time que coletar mais, sendo que em várias situações vi o próprio sistema encerrar a partida quando o time adversário está perdendo de lavada, o que é algo muito incrível. O Crisol não é lugar para piedade! Rá!

Já vi a Bandeira de Ferro funcionar em ocasiões passadas em modos de multiplayer como Controle e Enfrentamento. Admito que gosto muito das partidas de Controle, ainda mais na Bandeira de Ferro, pois é um modo em que todo mundo acaba matando jogadores, que precisam defender bases. Já o Enfrentamento não achei que combinou muito com a Bandeira de Ferro, mas talvez seja porque não curta muito, afinal é apenas um modo normal de mata mata por times. Não há muita coordenação, acaba cada um jogando por si próprio.

A coisa muda no Supremacia, pois os jogadores precisam se coordenar para recolher os brasões. Não tem como combater a distancia. Nada de snipers então. Não adianta matar um inimigo que esteja muito longe, e com aliados ao redor dele, pois é possível recolher o brasão de alguém de seu próprio time e assim negar que os adversários pontuam. Aliás vi muitos jogadores desatento a esse detalhe, talvez sem entender que recolher estes brasões é algo tão importante quando recolher os brasões dos adversários.

Destiny (11)

Curioso que o Supremacia parece ser uma modalidade de combate multiplayer que define o time vencedor no primeiro minuto em que a partida acontece. Foram poucas as vezes em que vi um time com mais de 12 pontos atrás conseguir se igualar e virar a partida. Dá para chegar perto, mas virar e ganhar foram raras as vezes. O ideal é ficar esperto no começo. Não morra e recolha os brasões com cuidado. Não se sacrifique, não se afobe. Os primeiros minutos definem a vitória do time em Supremacia.

Destiny (5)

Loot

No que diz respeito as recompensas, achei que a Bungie foi muito mais generosa desta vez. O loot das partidas estava generoso. Consegui armas, equipamentos, moedas estranhas e artefatos. Sempre no mesmo nível de luz em que me encontrava ou com um ou dois pontos a mais. Isso é um aspecto técnico interessante, pois incentiva os jogadores a continuar participando do evento.

Terminei a Bandeira de Ferro com o fuzil de batedor, fuzil automático, canhão de mão e escopeta do evento. Fiquei torcendo por um rifle de precisão, mas acho que não havia isso na lista de loot do evento desta vez. Na parte das armaduras, consegui todo o set desta vez, fora o fantasma do evento que é super bonitão.

Destiny (4)

Já os itens que poderiam ser comprados, estes não achei tão interessantes. Quer dizer, todos estavam caindo como loot no Crisol, então a menos que os jogadores precisassem chegar a um level alto de luz (350) rapidamente, não era o caso de gastar Marcas Lendárias lá. Alias, essa foi outra mudança realizada; os itens deixaram de custar Lumens, o que não achei tão legal assim. Ando notando que Lumen tem se tornado cada vez mais inútil em Destiny. Se usa pouco e se acumula demais.

Os contratos também mudaram nessa Bandeira de Ferro. Foram apenas 4 para o evento inteiro. Davam muita experiência, porém acabaram rápido. Consegui concluir todos em apenas dois dias de evento. Gostaria que houvessem mais contratos no final de semana para ter mais metas nas partidas. Espero que na próxima  a Bungie pense melhor nesse novo formato.

Destiny (14)

E no geral, foi uma das Bandeiras de Ferro mais fáceis de atingir o ranking 5. Não precisou de muito tempo para atingir o ranking máximo. Os contratos por si só já quase que garantiram chegar ao ranking 3, e depois foi só continuar jogando mais algumas dezenas de partidas para chegar ao ranking 5. Moleza.

Desta vez a Bungie optou por desativar aquele item que aumentava o XP das vitórias do evento a cada dia. Equipamentos da Bandeira de Ferro também não deram mais um boost de XP. Mas a experiência estava generosa. Manteve também aquela moeda do perdedor, que acumula até 5 derrotas e que é resgatada quando se há uma vitória do jogador no evento. No sábado, cada vitória dava em torno de 250xp, sendo que entre o ranking 4 para o 5, o jogador precisava apenas de 2.400xp. No fim, ficou mais fácil, mas não estragou o evento, que continuou bem divertido.

Destiny (17)

Efrideet, a Senhora do Ferro!

O último ponto que vale a pena comentar diz respeito a apresentação da nova Bandeira de Ferro. Agora não é mais o Lorde Saladino quem organizou o evento, mas uma nova Senhora do Ferro, chamada Efrideet. Mais uma personagem para que os jogadores teorizem seu passado.

Até mesmo uma nova animação foi criada para apresentá-la aos jogadores, que agora sabem que o Lorde Saladino não é mais o último Senhor do Ferro. Efrideet conta nos diálogos que há mais Senhores do Ferro escondidos, sem explicar o direito o porque.

Destiny (3)

Não que a Bandeira de Ferro precise de uma história complexa e profunda para acontecer, mas foi legal que a Bungie tenha se preocupado em criar toda uma nova abordagem e apresentação para o evento, agora que ele se encontrou em uma nova localidade. Ainda mais porque o Lorde Saladino não figura mais como aquele personagem misterioso que era antes desta expansão. Foi uma ótima ideia terem criado uma guerreira feminina para este novo evento. Gostei.

Fora que o Crisol de Destiny está bem legal atualmente, cheio de mapas novos, misturados a antigos mapas — o último mapa da galeria que encerra a matéria, com os portais é incrível, que mapa bacana. Ainda que admito que sinto saudades de alguns mapas bem antigos, como aquele na lua, com trocentos veículos que podiam ser utilizado pelos jogadores. Entretanto enquanto que Destiny separa seus mapas para que alguns funcionem somente em certos modos de games.

Agora é aguardar a próxima Bandeira de Ferro!

Mais imagens!

Destiny (15)Destiny (10) Destiny (12) Destiny (2) Destiny (7) Destiny (8) Destiny (9) Destiny

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.