JogandoRedes Sociais

Minipost | +Ghost Recon Wildlands (2)

— Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

Pelas águas… (Clip5)

Wildlands não é só andar de carro por aí em estradas de terra e mata. O game possui amplas áreas fluviais, onde é possível pegar um barco e atravessar grandes distâncias rapidamente.

Aqui mesmo pulei de uma missão para outra missão em menos de um minuto indo de barco. Prático e poupou tempo. Claro que precisa tomar cuidado as margens, pois há inimigos acampados em pequenas docas ou instalações de contrabando.

Estou bem próximo de atingir 9 horas de campanha e já estou impressionado (e um pouco preocupado) pelo fato de ainda estar apenas na segunda área do game… preciso acelerar as coisas.

Jogos de mundo aberto me distraem demais. Estou sempre priorizando objetivos secundários ao invés de fazer as missões de história.

Pelo céu… (clip6)

A melhor (e mais prática) maneira de viajar para pontos de missões em Wildlands é pelo céu.

O avião pode ser mais rápido, porém os locais onde são possíveis encontrar um são meio escassos no começo. No vídeo é uma pequena missão de entrega, uma das primeiras do game. Note que não sou tão habilidoso assim com o bicho metálico.

Já o helicóptero pode demorar um pouco para ganhar velocidade, entretanto é mais estável, mais fácil de pousar e está em toda parte do game. Mérito do Cartel Santa Blanca ser tão poderoso a ponto de ter um em quase todos os postos de vigia da organização. Basta roubá-los.

Eliminando alvos (clip7)

Andar por algumas das pequenas cidades de Wildlands pode ser meio complicado a céu aberto. Os sicários do Cartel de Santa Blanca estão por toda parte.

E entrar em conflito com eles não é uma boa ideia, já que eles solicitam reforços que vão chegando infinitamente, pressionando o jogador a recuar ou até conseguir te matar.

Conflitos direitos mesmo só quando estou em áreas de missões e acabo soando o alarme sem querer. Aí é correr para o objetivo (normalmente roubar ou destruir algo) e sair vazado do lugar.

O rifle de precisão tem sido meu maior companheiro aqui. E o drone que marca alvos distantes com o tiro sincronizado, é claro. A sincronização do tiro pelos companheiros do game foi a primeira coisa que habilitei ao máximo na árvore de habilidades do jogo.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.