JogandoRedes Sociais

Minipost | Introduções à Lego City Undercover

Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

https://www.facebook.com/Portallos/videos/1285776618174692/

Introdução

Aí está um trechinho inicial de Lego City Undercover, ao som de Walking on Sunshine, o que manda o alto astral lá para cima ao se iniciar uma nova aventura de Chase McCain.

E digo nova aventura porque a história se passa dois anos após o personagem ter prendido Rex Fury, um cara do mal (mal mesmo). Há esse clima de sequência, ao mesmo tempo que não é… necessariamente.

O caso é que Lego City Undercover é originalmente um título lançado no Nintendo Wii U (que está chegando em outras plataformas esse mês), entretanto em paralelo a história de Undercover também foi desenvolvido na época do lançamento original (2013) um game chamado Lego City Undercover: The Chase Begins (para Nintendo 3DS), na qual a proposta é justamente contar as origens do personagem, que se passa 2 anos antes dos eventos aqui apresentados.

Isso impacta de forma negativa o game principal? Não necessariamente. Entretanto ocasiona esse clima de “opa, algo já aconteceu aqui“.

https://www.facebook.com/Portallos/videos/1285782924840728/

Recapitulando

Então 2 anos se passaram e Chase McCain está de volta a Lego City para novamente prender Rex Fury! O início do game é bem competente ao posicionar o jogador a respeito de pontos importantes da trama.

Você logo aprende que Chase ficou afastado da cidade por um tempo, que o vilão do game já havia sido preso graças a McCain e que seu interesse romântico está no programa de proteção à testemunha. Tudo isso aconteceu no game que saiu em paralelo à Undercover no 3DS em 2013.

Agora Chase McCain precisa novamente prender Rex Fury, que está comandando uma onda de crimes por toda Lego City novamente, enquanto deve colocar sua vida nos eixos: voltar a rotina policial e resolver seu lance amoroso com Natalia.

Tudo isso com todo aquele bom tom de humor que todos os games Lego possuem.

http://www.facebook.com/Portallos/videos/1285790161506671/

Legendas

Pelos vídeos postados já deu para perceber que Lego City Undercover não possui dublagem em português, né? Pois é, como o game foi originalmente lançado para Nintendo Wii U em 2013, o título não recebeu na época o mesmo tratamento dos games Lego que atualmente chegam ao Brasil com dublagem nos consoles que oficialmente estão representados no país: o Xbox One e o PlayStation 4.

Uma pena o game não ter recebido o pedido de uma localização com dublagem agora que o mesmo está sendo vendido em mais plataformas. Soa estranho após ter visto tantos games da Lego em Português nos últimos dois anos.

Meu pequeno de 4 anos ficou bastante interessado no game, mas o fato de estar em inglês não o fez ficar tão entretido quanto os outros games de Lego que possuímos.

Isso não torna Lego City Undercover ruim, mas limita um pouco seu acesso a um público que realmente se interessa pelo jogo: a criançada menor.

Você pode até argumentar que até alguns anos atrás os jogos não eram localizados no Brasil. É verdade. E a criançada jogava mesmo assim. Porém a partir do ponto onde hoje há muitas opções de games dublados, ter um game para esse público somente com legendas me faz acreditar que é um ponto em que afasta sim alguns jogadores mais novos.

Mas isso vai ser discussão para quando escrever o review do game, a ser publicado em breve! Enquanto isso aguarde novos vídeos (incluindo de gameplay) de Lego City Undercover pelos próximos dias por aqui!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios