JogandoRapidinhas

Sem pisar no chão, Skybolt Zack tem pancadaria com ritmo

Combate frenético contra botões a serem apertados

Hoje, dia 7, está sendo lançado para Steam e Nintendo Switch o jogo Skybolt Zack, um título independente, desenvolvido pelo estúdio Devs Must Die, e distribuído globalmente pela Green Man Gaming Publishing. E é um jogo que me chamou a atenção por sua proposta diferente do convencional.

Trata-se de um jogo totalmente arcade, destes que tempo e pontuação fazem parte de seu esqueleto, na qual o jogador segue um certo ritmo para automaticamente ir eliminando inimigos e avançando pela fase, sem nunca chegar a pisar no chão. Lembra muito a mecânica do homing attack do Sonic, dando um exemplo bem fácil de imaginar.

A mecânica segue aquele esquema de que cores representam cada botão do controle, que por consequência representando cada um dos tipos de inimigos presentes nos estágios, sendo que você pode customizar isso, para jogadores que tenham problemas relacionados a visão, como daltônicos. O protagonista entra em uma espécie de raio de alcance contra o inimigo e automaticamente faz uma investida no mesmo, destruindo-o, e se outro inimigo próximo já estiver em um novo raio de alcance, você parte pra cima do próximo acertando o botão correspondente. Simples, porém soa divertido. É um jogo de ação e reação, bem arcade mesmo.

Skybolt Zack vem com 48 estágios, com caminhos alternativos dentro das fases, podendo escolher entre caminhos mais fáceis de acertar o ritmo ou mais desafiadores, com 15 cenários divididos 5 mundos distintos. O visual 3D segue um estilo bem cartunesco e conta com trilha sonora bem envolvente. Há certa variedade de inimigos robóticos, sendo que é um jogo que é fácil de entender o básico, mas dominar as técnicas leva dedicação. Há três modos, um de história e outro baseado em tempo ou pontuação, com um placar de líderes online para marca o tempo dos melhores jogadores ao redor do mundo. Parece divertido.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.