AssistindoComunicados de ImprensaMiscelânea

LG apresenta avanço da Inteligência Artificial na CES 2020

Os quatro níveis de experiência de IA

Empresa descreve roteiro para o desenvolvimento de tecnologias utilizando quatro “Níveis de Experiência de IA” estruturados

Na CES 2020, Dr. I.P. Park, presidente e CTO (Chief Technology Officer) da LG Electronics (LG), apresentou uma estrutura para o futuro do desenvolvimento de inteligência artificial (IA), intitulada “Níveis de Experiência de IA: o Futuro da IA e da Experiência Humana”. A estrutura conceitual está alinhada com a marca LG ThinQ e sua visão ambiciosa de transformar a experiência cotidiana, conectando todos os aspectos da vida dos usuários com aparelhos inteligentes.

O Dr. Park dividiu o palco com Jean-François Gagné, cofundador e CEO da Element AI, empresa de Montreal com reconhecimento em implementações eficazes de IA. Juntos, eles explicaram como a estrutura foi desenvolvida e o papel transformador da indústria ao desenvolver novas tecnologias, detalhando os quatro níveis de experiência de IA – Eficiência, Personalização, Raciocínio e Exploração -, definidos por diferentes estágios de capacidade técnica e aplicação.

O primeiro nível, chamado Eficiência, é onde as funções específicas de dispositivos e sistemas podem ser automatizados por meio de comandos simples, algo que já possível atualmente com a maioria dos produtos com tecnologia de reconhecimento de voz e IA disponíveis no mercado. Neste nível, a inteligência artificial ajusta automaticamente a performance dos dispositivos considerando parâmetros sensoriais pré-estabelecidos, maximizando a eficiência nas interações com o usuário. “Um exemplo do primeiro nível de IA é o condicionador de ar LG ThinQ com sensor inteligente, que detecta a presença de pessoas no ambiente e faz os ajustes apropriados na temperatura e no fluxo de ar”, explica Dr. Park.

No nível seguinte, Personalização, “o foco é aprender padrões para otimizar e personalizar as funções dos dispositivos”, diz Gagné. Neste nível, dispositivos e serviços com IA são capazes de acumular dados de interações com o meio e os usuários, reconhecer padrões e usá-los para realizar tarefas com mais eficácia e simplificar as interações com o usuário. O Dr. Park descreveu como o moderno aspirador de pó robô R9 da LG será capaz de aprender com os próprios erros (por exemplo, ao ficar preso em vãos e cantos) e estabelecer padrões.

Raciocínio, o terceiro nível, prevê uma inteligência artificial que aplica aprendizagem de causa usando a inteligência coletiva de um sistema composto por diferentes dispositivos e serviços. Neste nível, a IA identifica a causa de certos padrões e comportamentos e usa essa informação para prever e promover resultados positivos para os usuários. “Aqui, podemos alavancar a diversidade de nosso portfólio de produtos, pois precisaremos de muitos aparelhos inteligentes conectados interagindo com o usuário e coletando informações para entendermos “o porquê” e estabelecermos a causalidade”, explica o Dr. Park.

Embora pareça algo de um futuro distante, o nível quatro, Exploração, é “o destino final da AI da LG”, diz o Dr. Park. Usando o conceito denominado Aprendizagem Experimental e baseado em método científico, os sistemas com IA poderão desenvolver novas capacidades ao criarem e testarem hipóteses para, assim, definir inferências que lhes permitirão aprender e melhorar, agregando mais valor à vida dos usuários.

“Como pioneiros no campo de IA, temos a responsabilidade de considerar a importância da Experiência Humana quando expandimos os limites da pesquisa e do desenvolvimento de IA”, complementou Gagné, da Element AI. “Junto com a LG Electronics, esperamos que este trabalho ajude a estabelecer padrões e princípios com base nos quais os profissionais de IA adotarão uma abordagem centrada no ser humano ao construírem o futuro.”

O Dr. Park deu ainda uma prévia das incríveis inovações em IA que estarão expostas no imenso estande da LG na CES 2020, evento que começou na última terça-feira, 7 de janeiro. Representando o conceito Anywhere is home, o espaço voltado para a tecnologia LG ThinQ mostrará um estilo de vida verdadeiramente conectado que ultrapassa os limites da residência do usuário, demonstrando como seus produtos e serviços com IA estão alinhados a diferentes aspectos do cotidiano para oferecer um valor inédito ao consumidor.

A experiência LG ThinQ Home começa com a Smart Door, que verifica a identidade dos visitantes usando reconhecimento facial e autenticação de veias antes de destrancar a porta. A tecnologia biométrica será usada também para dar acesso à unidade de armazenamento de alimentos frescos – um espaço seguro para a entrega de compras de supermercado. Além disso, quando o usuário está de saída, uma tela do lado de dentro da porta mostra várias informações úteis, como as condições climáticas e de trânsito. Quando configurada no modo saída, a Smart Door ainda envia uma mensagem para os eletrodomésticos LG ThinQ operarem com menor potência depois que todos os moradores saírem.

Já no espaço Connected Car Zone, a LG demonstra uma experiência in-car mais personalizada, que permite que motoristas e passageiros levem um pouquinho de casa para dentro do carro. A solução de carro conectado da LG é baseada na plataforma webOS Auto e foi desenvolvida em parceria com a Adient, empresa líder na fabricação de bancos automotivos. Dentro do veículo há displays OLED, onde os usuários podem continuar curtindo os programas de TV e filmes que começaram a ver em casa. O espaço Personal Sound Zone oferece uma experiência multimídia exclusiva para cada pessoa que está no carro, enquanto o Virtual Personal Assistant, ativado por voz, isola e reconhece comandos de voz mesmo em ambientes com conversas e música alta.

No espaço ThinQ Fit Collection Zone, os visitantes experimentarão roupas virtualmente, sem precisarem entrar em um provador. O LG ThinQ FitTM, uma evolução do conceito original de Smart Mirror da LG, usa câmeras 3D para medir corretamente o corpo do usuário e criar um avatar realista para provas virtuais de roupas. Por meio de big data, a tecnologia ainda pode oferecer sugestões de estilo e links para plataformas onde os usuários conseguem comprar as roupas diretamente.

E o que seria da CES sem os robôs da LG? As soluções robóticas da LG vão impressionar os visitantes da feira com suas habilidades culinárias, eficiência e atendimento diferenciado no espaço CLOi’s Table Zone, um restaurante futurista onde os robôs LG CLOi gerenciam toda a operação – anotam os pedidos, cozinham, servem e limpam. Os potenciais clientes podem fazer reservas remotamente usando o app ThinQ e navegar pelo menu usando um alto-falante inteligente, uma smart TV ou um smartphone.

// Comunicado enviado via assessoria de imprensa //


Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.