JogandoRapidinhas

Readaptado e mais estiloso, NieR Replicant ver.1.22474487139… faz seu retorno

Celebrando o 10º aniversário do original, nova versão será lançada esta semana

Tenho que admitir que não faço ideia do porquê não cheguei a jogar NieR quando o mesmo foi lançado lá no distante ano de 2010. O título saiu tanto no PlayStation 3, quanto no Xbox 360, e a recepção do título foi um tanto morna na época, o que talvez se justifique com o fato de Bayonetta ter sido lançado um ano antes e ter feito muito mais barulho graças ao gameplay filé da PlatinumGames para jogos de ação. O que talvez também explique que sua sequência, NieR: Automata, ficou a cargo da própria PlatinumGames, enquanto o título original foi desenvolvido pelo estúdio japonês Cavia Inc, estúdio responsável por jogos de tiro em trilhos da franquia Resident Evil (The Umbrella Chronicles e The Darkside Chronicles).

Tudo bem, citar os dois jogos de tiros em trilhos de Resident Evil não é muito justo. O estúdio também cuidou de uma outra franquia clássica dos games chamada Drakengard, a qual infelizmente não conheço muito bem, mas que sendo justo, tem muito mais fama lá no Japão. Trata-se de um jogo de fantasia com dragões, misturando combates aéreos com combates hack & slash, imerso em diversos elementos de RPG. Surgiu em 2003, teve mais duas sequências, e – veja só – um dos finais do jogo serviu para a construção do mundo de NieR, o que torna este título um spin-off da franquia Drakengard. Louco, não?

Há também uma outra curiosidade bem legal de recordar em torno do NieR e seu lançamento em 2010: foram lançadas duas versões para o título, uma exclusiva no Japão e outra para o resto do globo, dividindo assim o jogo em dois títulos, NieR Replicant (Japão) e NieR Gestalt (Ocidente). Trocando em miúdos, o que difere ambos os títulos é o character design do protagonista do jogo. No Japão o protagonista é um cara jovem, típico herói dos RPGs (assim como mangás e animês) e da forma como os japoneses curtem suas narrativas, enquanto no ocidente o protagonista é sua versão mais velha – com um certo problema em usar uma camisa que cubra seu peitoral, culpa da nossa cultura Conan. Vale apontar que essa decisão tem um pouco da influência dos jogos que foram sucesso de vendas nessa época, com protagonistas de jogos como Gears of War, Halo e God of War, todos caras sarados e bombados. Faz sentido esse pensamento na época, ainda que soa meio bizarro hoje em dia.

E NieR Replicant ver.1.22474487139…?

Então 10 anos se passaram, e nesse ínterim NieR: Automata foi criado pelas habilidosas mãos da PlatinumGames, e aí sim foi um sucesso de vendas, e os jogadores ficaram fascinadas não só pelo jogo, mas pelo universo e narrativa do jogo, um mundo pós apocalíptico a qual máquinas dominam e a humanidade vive nos escombros de sua própria civilização. Sim, é um clichê da ficção, mas funciona muito bem em Automata, que apresenta conflitos interessante e personagens cativantes.

Por isso a Square Enix viu uma chance de trazer de volta o jogo original, reimaginado, reformado e com conteúdos inéditos que o vinculem melhor a proposta de NieR: Automata. Trata-se de um novo jogo? Sim e não. Mas calma que irei explicar. Primeira esqueça a versão Gestalt, NieR Replicant ver.1.22474487139… usa como base a versão do jogo lançado no Japão, com o protagonista jovem. Hoje em dia a gente já largou mão dessa besteira de personagens bombadões para ser sucesso no ocidente (ao menos espero que sim).

Nisso a Square Enix entrou em contato com os desenvolvedores originais, Yosuke Saito e Yoko Taro, para que os mesmos cuidassem dessa reforma no jogo original. Outros talentos foram chamados, como Akihiko Yoshida, Toshiyuki Itahana e Kimihiko Fujisaka, que trabalham na criação e no design dos personagens tanto do NieR original, quanto nos jogos da série Drakengard, deixando-os responsáveis pela reforma visual dos personagens. Outro nome que foi convocado foi Takashi Taura, da PlatinumGames, para supervisionar o combate do jogo, afim de torná-lo mais parecido com o formato usado em NieR: Automata. Toda essa equipe está em conjunto com o estúdio Toylogic para entregar esta incrível nova versão.

Com isso dá para perceber claramente que NieR Replicant ver.1.22474487139… passou por uma interessante reforma estrutural. Atualizando completamente seus gráficos para ficarem muito mais agradáveis a atual geração de consoles, fazendo inserções narrativas que o melhor vincule a NieR: Automata, assim como revisando toda a parte de gameplay para que este também fique muito semelhante a sua prestigiada sequência. É o mesmo game, mas ao mesmo tempo em que é a melhor versão de si mesmo, o que certamente deve oferecer uma melhor experiência, tanto narrativa quanto de jogabilidade. Soa interessante, não?

Novos conteúdos

NieR Replicant ver.1.22474487139… está para chegar aos consoles e PC essa semana, dia 23 de abril. Chega ao PlayStation 4 e 5, Xbox One e Series. E ontem a Square Enix deu mais detalhes dos conteúdos extras inéditos que estarão presentes no título:

  • Episódio extra dentro da campanha principal, que irá se chamar “Mermaid” (sereia) que ocorrem em um novo ambiente dentro do jogo, e se passará em um enorme navio abandonado, e terá uma nova e excitante batalha de chefe. Dá para conferir isso neste trailer.
  • Dungeons extra – “15 Nightmares”, conteúdo adicional lançado em formato pago ao jogo original (no ocidente o título recebera o nome de “The World of Recycled Vessel”) chega totalmente integrado a nova versão, repleto de recompensas aos jogadores que desejarem destravar conteúdos dentro do jogo, como as roupas Kabuki e Samurai. Esteja preparado para combates realmente desafiadores nessa modalidade.
  • Trilha sonora de NieR:Automata estará presente dentro do jogo, como um bônus para aqueles que terminarem sua campanha pela primeira vez. O jogador terá uma opção dentro do menu para trocar a trilha do jogo enquanto desfruta do mesmo.
  • Vozes de NieR:Automata – As vozes em inglês e em japonês dos dubladores de 2B e 9S estão presentes no jogo. Vale também apontar que todo o elenco do jogo original também voltou para gravar novas falas, assim como para refazer as antigas, afim de que o jogo tenha muito mais conteúdo dublado do que a versão original.

Bem, por enquanto acho que é isso. NieR Replicant ver.1.22474487139… chega aos consoles e PC nesta sexta-feira, dia 23 de abril. Para acompanhar mais informações, imagens e trailers, vale sempre espiar o site oficial http://www.niergame.com/ assim como a página do jogo no Twitter @NieRGame.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.