Lendo

Review – Universo DC – Nº 08

Prometi que começaria a fazer pequenos reviews das revistas DC comics, na qual sou assinante. Então vamos lá! Lembrando que não sou um especialista em universo DC. Peguei esse universo de um ano e meio para cá. Passei pela Crisi Infinita e pelo “1 ano depois”, saga que restartou todas as revistas DC.

Sinopse Panini:
O Xeque-Mate entra em conflito com uma agência rival por causa de uma operação anti-Kobra. Omac: Mike luta para retomar o controle de seu corpo, enquanto o Irmão-Olho mostra que ainda tem alguns truques na manga. E a sensacional estréia da SJA de Geoff Johns e Dale Eaglesham!

Eu li:
Xeque-Mate: a revista tem um sucesso lá fora interessante. Os críticos elogiam e os fãs gostam. Particularmente não curto tanto assim, talvez por não ter pego direito toda a história e origem dessa organização do governo. Ela meio que caiu nas mãos dos leitores brasileiros na crise infinita e então a panini resolveu lançar também a revista do XM aqui também. A edição 8 começa uma nova saga, Peão 502, o Sr. Incrivél já assumiu o posto de Rei Branco e esta edição mostra uma operação secreta que não deu certo. Admito que as histórias estão melhorando conforme vou lendo todo mês a série, a história não roda muito, a operação não deu certo e agora requer o envolvimento da Rainha Negra, Sasha Bordeaux. É uma HQ política que funcionaria muito bem como série televisiva inclusive.

OMAC: Uma das melhores séries na contagem regressiva a crise infinita, acabou ganhando sua próprias série após os eventos finais de crise infinita. Batman, juntamente com alguns heróis conseguiram abater o satélite Irmão Olho. Mas a I.A. (inteligência artifical) dele ainda continuou funcionanto, é isso que mostra a série. Conseguirá Irmão Olho se reerguer? Para isso ele ativa o único soldado vivo de seu exército. A história dos vírus nas crianças e nas pessoas que a fazem virar os bichões azuis conhecidos como OMACs ainda são meio nubladas para mim. Até então assim que elas viravam OMAC perdiam o controle de seu corpo e pensamentos. Porém agora o último OMAC não parece tão funcional assim. Esta edição mostra com muita ação como Mike Costner, mesmo na forma de OMAC se recusa a tomar as ordens do Irmão Olho. A série precisa melhorar um pouco mais, já que tem ação demais e enredo de menos.

Sociedade da Justiça da América: Finalmente o melhor desta edição. A Sociedade da Justiça é uma Liga da Justiça formada por velhos herois da segunda guerra mundial. Ela é bem mais velha que a Liga da Justiça. No fim da Crise Infinita, o grupo se desfez com a destruição da amnsão que era sede do grupo. Agora, um ano depois, começa o novo arco da SJA. Monstrando o grupo se reunindo e reerguendo novamente a sociedade, e também chamando novos membros, filhos ou parentes de velhos herois que precisam de um lugar para aprender a serem heróis. Excelente arco em 2 histórias. Mas ainda não acabou, na próxima edição a história começa a pegar fogo com o personagem Mr. América despencando ensanguentado na nova sede do grupo e a revelação de que o Pantera tem um filho. Um belo recomeço a um grupo tão antigo, permitando que todos possam acompanha-lo a partir de agora.

Pacto das Sombras: Esta edição como trouxe 2 histórias da SJA, ficamos sem Pacto das Sombras. Mas ele estão de volta na edição 09.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.