Lendo

Review – Superman & Batman – Nº 33

Sinopse Panini: Metallo retorna e ataca um laboratório da Waynetech onde espera encontrar algo que está sendo desenvolvido por lá. E surgem os novos Homens Metálicos do dr. Magnus! Aquaman: Arthur descobrirá que algumas portas nunca devem ser abertas. Arqueiro Verde: lado a lado com Batman! E ainda: Tropa dos Lanternas Verdes!

Eu li

Superman & Batman – Homens Metálicos Parte 1: Começa um novo arco para Superman e Batman, desta vez dando destaque aos Homens Metálicos, que atualmente vem aparecente em 52. A primeira parte não explica muita coisa, uma das fábricas de Bruce é atacada por Metallo, vilão do rol do Superman, o que acaba também envolvendo o azulão. Logo em seguida, os Homens Metálicos também atacam uma instalação de Bruce. A história acaba aí, com Superman e Batman cara a cara com o Dr. Will Magnus, dono dos Homens Metálicos. Qual a intenção do Metallo e sua envolvimento na história? Quais os propósitos de Magnus? Questões que devem ser respondidas no futuro.

Aquaman – O Portal das Sombras Parte II: Continuação da história que começou na edição passada. Aquaman é pego de surpresa e capturado. A história gira em torno da fuga de Aquaman e na libertação dos prisioneiros e seus amigos. No final, o inimigo é um peixe que controla seu hospereiro, um parasita. Nada demais ou original. Entretanto deve ser ao fato de que Aquaman é o único personagem do universo DC que não suporto. Essa nova origem já encheu, os traços estão péssimos e os mistérios não são respondidos.

Arqueiro Verde – Enxergando Tudo Vermelho Parte I: Em contrapartida, Arqueiro Verde é um dos personagens mais legais da DC. Agora que já vimos o que aconteceu com Oliver no vácuo de 1 ano da DC e após isso e finalmente agora as histórias podem seguir em frente. O primeiro arco não empolga muito, mas é divertido. Oliver e Bruce se encontram como figuras públicas. O Exterminador está planejando algo e Tijolo encontra o Capuz Vermelho. O_O Jason Todd? Alias Jason está pulando para tudo quanto é lado na DC, seria legal se os roteiristas dessem logo um rumo final pro personagem. Não dá para saber o que ele quer, o que planeja ou que rumo vai ter assim. Ele estava bem mais interessante antes da DC pular 1 ano na sua cronologia, quando só aparecia na revista Batman.

Tropa dos Lanternas Verdes – O Ladro Negro do Verde Conclusão: O arco terminou tão confusão quanto dera a entender na edição passada. R’amey, a Lanterna meio borboleta, não morreu na edição passada, ela evoluiu para uma espécie de borboleta brilhante. Ela salva Guy, que estava em estado de choque devido ao ataque da edição passada. Aí a história flue rápida, eles derrotam a ameaça, R’amey continuará a na milícia dos Lanternas, enquanto Guy não, e para que ele não se lembre de nada, sua memória é apagada. A última página ainda dá a entender que os dominiuns ainda irão dar trabalho no futuro.

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.