Jogando

Demo: Batman Arkham Asylum assusta! [X360 & PS3]

Foi lançado sexta-feira passada o demo de Batman Arkham Asylum. Até então eu não estava colocando muita fé no game do Batman. Errei feio.

Fiquei assustado com os belos gráficos, com a jogabilidade complexa de combate, com os trechos onde Batman precisa se esconder nas sombras, com os elementos de exploração e inclusive com a visão raio-X chamada “Detective Mode”, sem mencionar a fidelidade absurda com o Batman das HQs.

O demo até tem uma duração longa. Apresenta a história do game, com o Coringa dominando Arkham e Batman tendo que se espreitar pelos corredores para colocar ordem no manicomio.

É possível conversar com personagens, como guardas, que lhe dão informações e complementam a históra. Além disso o cenário do game traz alguns itens escondidos para preencher um vasta galeria de informações de personagens. No profile do Coringa, por exemplo, além de sua biografia, é possível escutar trechos de conversas do vilão com um dos psiquiatras de Arkham. São detalhes assim que fazem toda a diferença ao game.

O combate também é pesado, com socos, contra-ataques e nocautes bem pensados. Você tem a sensação de “peso” quando está lutando. Sendo que no último golpe, a tela muda e há um efeito de close em camera lenta que impressiona qualquer um.

O game mescla momentos de ação, exploração e espionagem. Batman chega em certos becos sem saída onde é preciso explorar o local atrás de uma alternativa de fuga ou acesso. Para isso o game ativar um visor em raio-x que scaneia certos objetos e pessoas do game. Soma isso as vozes de personagens que ecoam de todos os corredores de Arkham e inclusive do Coringa pelos monitores espalhados pelo lugar. O jogador realmente tem a impressão de estar lá, dentro do game.

Mas uma das partes mais divertidas mesmo são os trechos onde Batman precisa se espreitar nas sombras para ir pegando os bandidos um a um sem chamar a tenção. Afinal, os bandidos tem armas e Batman só tem um bumerangue. Sendo assim o personagem acessa os pontos mais altos do cenário e pode ir pegando os bandidos um a um, seja descendo com um golpe nas costas do mesmo ou pegando os que passam bem abaixo dele e levando-os para cima.

Esse é um dos momentos do jogo que a jogabilidade teria tudo para dar errado, mas não dá. Os controles respondem com uma eficiência assustadora. O game trava um bandido e Batman pode saltar lá do alto sem medo de que você perca o controle da queda e não atinja seu alvo.

Quem não experimentou o demo, recomendo e experimente. Realmente me impressionou. Batman Arkham Asylum é muito mais do que achei que seria.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios