JogandoReflexões & Opiniões

Rá! Microsoft coloca Pirataria no Xbox 360 em colapso? Banimentos e consoles naufragados…

Inicialmente eu não iria comentar sobre o assunto por aqui. Afinal não é novidade alguma de que quem usa consoles modificados pode ter seu console banido. Mas a coisa vem tomando proporções épicas e basicamente todos os sites internacionais de games tocaram no assunto nos últimos dias, devido ao tamanho do estrago que a Microsoft causou na pirataria no Xbox 360.

Quando falamos de banimentos pela Microsoft, é tudo muito incerto, até mesmo quando parece certo. Os números que estão rolando pela internet são de 600 mil à 1 milhão de usuários banidos por todo o globo, sendo que a atualmente a rede oficial do X360 tem 20 milhões de usuários. É um número gigantesco de consoles torrados.

“Torrado” é um bom termo para definir o que acontece com os consoles banidos e, particularmente, achei genial a idéia da Microsoft ao criar essa possibilidade. Nas primeiras ondas de banimento, dos outros anos,  o usuário tinha apenas o acesso a Live bloqueado. Agora o suporte à instalação de games no HDD do consoles não funciona mais, os saves e as conquistas obtidos após o banimento são corrompidos para não serem transferidos para um novo console. Isso basicamente destroi um console.

É suficiente para frear a pirataria no Xbox? Talvez sim, afinal se o gamer se importar com a experiência online, e hoje em dia cada vez mais gamers vem se importanto com isso, já não anda sendo vantagem desbloquear o console, sobre os riscos citado acima.

O mais interessante da onda de banimentos é que ela não escolheu modelo, número de firmware ou qualquer outro fator que pudesse esconder o aparelho da Microsoft. Todos foram afetados, dos consoles com placas antigas às novas, todas os tipos de desbloqueidos, dos mais velhos até mesmo ao novo que saiu semanas atrás, jogadores que usavam o famoso “stealth”, onde uma porrada de usuário de games piratas juravam de pé junto que nunca seriam encontrados.  Ou seja, a Microsoft realmente conseguiu dar um passa à frente da pirataria. Algo extremamente difícil nestes tempos modernos.

Porém, é algo realmente inédito no universo dos games. Temos o Wii atualmente que também sofre com a doença da pirataria e vemos muito pouco sendo feito por parte da Nintendo. Tivemos o Playstation 2 na geração passada que foi totalmente dominado pela pirataria, mas como não tinha o suporte online que temos hoje, nada podia ser feito.

Podia entrar no mérito do fato da Microsoft invadir a sua privacidade vigiando seu console, e programando-o para que determinadas funcionabilidades que nada tem a ver com a rede online deixem de funcionar (como a instalação de games via HDD), mas vamos ser franco, pirataria só se combate sendo sacana. Precisou dessa atitude para que as pessoas ficassem realmente impressionadas com o poder que as empresas podem ter sobre seus aparelhos, graças a internet. Ironicamente é a mesma internet que distribui tanta coisa em forma de pirataria.

Para terminar, a galera da internet não perdoa. Já está rolando no You Tube um novo vídeo com o Hitler sendo banido da Live (novamente!), dias antes do lançamento de Modern Warfare 2. XD

Ra! “Eu joguei Forza 3 antes do lançamento…” XD

Um dica para os que tem dúvida em relação ao que acontece com os consoles banidos pela Microsoft nessa nova onda de banimentos, o Portal Xbox montou um FAQ, com algumas perguntas e respostas úteis para quem precisa de mais informações. Para ler, basta clicar aqui.

[Número de consoles banidos via VG247 e Guardian UK]

Update: Caraca! Até a Folha de São Paulo comentou sobre o assunto! (Veja aqui). [Valeu Alex!]

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.