Conversa de MangáJapão

Conversa de Mangá: Katekyo Hitman Reborn 287 – Chamada Urgente

Katekyo Hitman Reborn!: Capítulo 287 foi disponibilizado dia 16 de Abril: “Chamada Urgente”.

Se você não sabe o que é o projeto Conversa de Mangá, clique aqui. Depois do “continue”, a gente conversa mais:

Aviso: Continue apenas se você já leu o capítulo 287 de KHR!. Um site ideal para acompanhar é a One Manga, e a qualidade da scan não é ruim e eles são bem pontuais nos lançamentos. Basta não ter medo de inglês. Mas, em todo caso, se você prefere ler em português a minha recomendação fica por conta do site Vongola7, que tem parcerias com scantrads que cuidam do mangá aqui no Brasil. 😉

Katekyo Hitman Reborn! 287

Chamada Urgente


KHR! desta semana (quer dizer da semana passada), dá um belo exemplo de como construir um capítulo semanal ágil e bacana. Há três momentos distintos desta vez. O rápido confronto de Tsuna, a reunião entre famílias Shimon e Vongola e a interação do pessoal da Shimon entre si.

Quanto ao confronto do Tsuna, nada sensacional, foi rápido. Era de se esperar, afinal, depois da batalha no futuro, um brutamontes destes deveria mesmo ser fichinha para o Tsuna, não precisou nem do Nuts e o curioso é que o leãozinho parece que agora é liberado automaticamente, no instante em que Tsuna entra no Hyper Mode. Ficou interessante assim. Destaque para o Reborn que num segundo percebeu algo diferente no Enma antes do ataque.

O Gokudera as vezes me irrita, é sério. Ele é muito arrogante, achei até que inteligente uma breve reunião entre as famílias, mas o jeito que o Gokudera leva as coisas, mais parece que ele quer colocar todo mundo em guerra do que ser parceiros. Imagino se algum dia o Tsuna vai colocar o Gokudera nos eixos em relação a esse temperamento explosivo que ele tem com as pessoas que se relacionam com o próprio Tsuna. Ele invocar com o Ryohei é uma coisa, mas com qualquer um, incluindo aí, famílias da Máfia… pega mal.

E qualé o do cara da Shimon seguindo a Chrome?

E no final temos a família Shimon interegindo entre sim, demonstrando que há sim objetivos ocultos entre eles e que Enma também não é um perdedor qualquer, se mostrando como o real líder da familia, como qualquer deve ter imaginado, nenhuma surpresa até aí. Mas e o colar esquisitão? Achei pelo menos uma boa idéia da autora não utilizar novamente anéis, pelo menos desta vez parece ser alguma outra coisa, que alias Reborn está curioso para saber.

O capítulo acabou sem um gancho direto para o próximo capítulo, então o jeito é esperar e ver o que vai acontecer.

Enquanto isso no animê…

Só aproveitando o espaço do post, quem não acompanha o animê nem precisa continuar, mas é que assisti ontem à noite o capítulo 179 e 180 da série e notem como é que se faz um filler de verdade. Achei o máximo a reflexão apresentada pelos produtores quanto a personalidade do Yamamoto. Foi realmente interessante ver o personagem como o Yamamoto sofrendo pelo seus amigos, por ter perdido o Choice e por não conseguir ser mais do que ele realmente é. Gostei da participação do Colonelo e do Tsuna dizendo que ele não deveria se sentir assim. É um filler? É, mas é um destes casos raros onde os produtores conseguem aprofundar ainda mais a história e o sentimento dos personagens. Um espaço que com certeza vale tanto quanto o que é feito no mangá. Quem dera todos os fillers de animês fosse assim, com significado.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.