JogandoReflexões & Opiniões

Novos modelos de X360 aparecem e ganham preços! Kinect e Halo Reach! O alto custo desta geração…

Sabem, quando esta geração de consoles teve início, eu fiquei contente com a maravilhosa premissa que surgira ao horizonte. Consoles com sensor de movimento, atualizações anuais que permitiam que os aparelhos ganhassem novos recursos e corrigissem falar, o mundo da jogatina online finalmente na TV e não num monitor de TV e muitas outras funcionalidades bacanas. Tudo isso parece ótimo, porém a única coisa que não é bacana é que com toda esse revolução dos videogames, veio um alto custo para o gamer.

No passado, se comprava um único console por geração, mesmo existindo outras opções. Apenas um bastava. Depois disso, a única coisa que talvez fosse necessário comprar a parte, seria dois ou três controles, dependendo do número de amigos gamers você tivesse. Ainda assim, sempre havia aqueles casos, onde o gamer comprava no máximo um segundo controle , e o slot 3 e 4 eram preenchidos por controles de outros amigos quando reunidos num único lugar. (Pra mim isso era comum na era do Nintendo 64).

Porém nesta geração, parece que certas coisas são realmente projetadas para sugar até a alma do gamer. O Wii ganhou dezenas de acessórios, uns mais importantes que os outros, como o Motion Plus e quem sabe o Wii-Fit. O Xbox 360 e o Playstaton 3 ganharam novos modelos, mais atraentes e interessantes ao jogador, onde na era dos games via download, surgiu a necessidade de HDDs maiores. No PS3, não houve tanto problema, já que o console tem compatibilidade com Hdds externos de outras marcas, mas no X360 os gamers passaram a ficar dependentes dos caríssimos HDDs oficiais ou então optarem pelo troca de console, por um mais potente. Muitos consoles desta geração quebraram e a aquisição de um novo foi necessário, o X360 novamente em muito maior quantidades que os seus concorrentes, apesar de que ouvi muitos relatos de Wii e PS3 com defeitos do que jamais ouvi na era do PS2 e do GC. O Wii surgiu como um console secundário, ou seja, não dá pra viver nesta geração só com ele, e aí surge o custo de bancar um secundo console. Agora, quase na metade dessa geração, os consoles com gráficos em alta-definição passam por uma nova reforma e ganham controles por sensores, e mais dinheiro se pede dos gamers, para que os mesmo adquiram as novas tecnologias de movimento, se bem que a Nintendo foi bem mais “cachorra” quando lançou um acessório chamado Motion Plus. O que eu quero dizer com tudo isso é que eu nunca vi uma geração em que se gastasse tanto com hardware e acessórios para videogames quanto essa. Hoje em dia não dá para pra comprar um único console e viver ali no sossego com o mesmo, adquirindo apenas joguinhos, agora temos problemas de espaço interto, de mensalidades para jogos online (no X360), games que exigem controles e acesórios que não vieram com o console, sem falar nas vantagens dos novos bundles e reformas que os modelos mais novos recebem e o gamer que acreditou e deu seu dinheirinho suado para a empresa logo no começo desta geração, ficam a ver navios.

Geração sacana, não acham? Enfim, feita os devidos desabafos, a Microsoft semana passada revelou finalmente o esperado preço do Kinect, anunciou novos bundles, um com o acessório e outro com Halo Reach entre outras coisinhas para tirar mais dinheiro ainda da sua carteira. Quer saber quanto vai ficar para brincar com tudo isso?

Vamos começar com o Kinect! Lembrando que os preços e comparações utilizadas neste post estão relacionado aos preços norte-americano. A Microsoft Brasil ainda não se pronunciou oficialmente quanto o Kinect ou o novo Xbox 360 será vendido oficialmente no Brasil.

O Preço do Kinect!

A revolucionária (talvez nem tanto) câmera do X360, que promete fazer o que nenhum outro aparelho faz hoje em dia no mundo dos videogames será lançado oficialmente no dia 04 de Novembro por U$ 150. O kit oficial do Kinect trará incluso o game Kinect Adventures. A Microsoft também revelou que os games próprios do estúdio desenvolvidos especialmente para o Kinect, serão vendidos à U$ 49, dez dólares a menos do que os games habituais do console, como Halo e Gears of War.

Pensando por este lado, até que não ficou ruim o Kinect. Particularmente acho que seria bem mais bacana a venda do mesmo por U$ 100, sem jogo algum, e deixar para o gamer escolher posteriormente um game que lhe agrade. A Nintendo fez toda aquela pompa do Wii Sports quando o Wii foi lançado e no final das contas é o jogo que menos joguei no console até hoje. Bacana no começo, mas enjoa depois, acredito que esse Kinect Adventure seguirá o mesmo conceito. Talvez a inclusão do game seja uma maneira de não causar uma insatisfação do jogador ao comprar um acessório e não ter muito o que fazer com ele até adquirir um game, mas isso poderia muito bem ser impedido com algum joguinho via Live Arcade , que é bem mais barato que os games de caixinha, compatível com as funções.

Também vale a pena mencionar que os games do Kinect são graficamente melhores que os do Wii e quando forem lançados irão competir diretamente com o mesmo preço dos lançamentos dos games de Wii. Isso prova mais uma vez que a Nintendo vacilou ao produzir um console graficamente defasado da concorrência, a partir de agora a disputa para a Nintendo irá se acimar bastante. Volto à aquela velha questão, será que o Wii dura até o final desta geração? O próprio presidente da Nintendo e o Miyamoto já andaram falando a impressa sobre a necessidade de um console com melhores gráficos mais à frente, apesar de afirmarem que o Wii ainda não precisa disso. Será mesmo?

Novo Xbox 360
“Bundle Arcade” e “Bundle Kinect”!

Em Junho, durante a E3, a Microsoft anunciou um novo Xbox 360, novo designe, agora na cor “black piano” e com 250GB de HDD. Este novo console passaria a ser vendido nos EUA na mesma semana do anúncio por U$ 299. Um bom preço na minha opinião, pois substituia os modelos elites que tinham o mesmo preço, mas tinham um HDD de 120GB. Um modelo menorzinho, mais bonito e com maior espaço, pelo mesmo preço do Elite.

Durante a semana passada novos modelos do “New Xbox 360” foram anunciados. O que seria equivalente ao modelo arcade, hoje em dia vendido à U$ 149 (antes da E3 era U$ 199), o novo Xbox 360 Arcade será vendido a U$ 199, e o lançamento dele será dia 03 de Agosto. A diferença é que o arcade antigo tinha apenas 256MB de memória, o novo virá com 4GB. Não é muito, é verdade. Para quem usa a Live Arcade, 4GB não dá pra nada. Vale mencionar que alguns bundles do arcade antigo vinham com dois games, na Ebgames por exemplo, tem um lá com Banjo-Kazzoie Nuts & Bolts e Viva Piñata por U$ 149. No final achei mais caro do que o esperado. Podia muito bem a Microsoft se esforçar e vendê-lo a U$ 149 também. Para quem não usa a Live não terá problema com espaço, mas pra quem usa, é impossível a aquisição desta versão.

Para piorar ainda mais, o outro bundle anunciado trará este novo modelo X360 de 4GB de HDD, com o Kinect já incluso por U$ 299. O mesmo valor que a versão com o HDD de 250GB, mas sem o Kinect. Este é o bundle da imagem acima, com o console novo, HDD de 4GB, 1 controle sem fio, o Kinect e o game Kinect Adventures. Tudo bem que se você comprar o modelo do parágrafo acima separado e depois comprar o Kinect, o seu gasto será de U$ 350, a Microsoft reduziu em U$ 50 o custo, mas novamente volto a dizer, Xbox 360 com apenas 4GB de espaço, só se não se utilizar a Live.

Agora quem quer apostar que ainda será anunciado um bundle com o novo X360, mais o HDD de 250GB e o Kinect por U$ 399? Vai ficar o mesmo preço do que o bundle do Playstation 3 com Move, que a Sony anunciou na E3. Provavelmente a Microsoft está receosa em anunciar tal versão e bater de frente com o PS3, mas é quase óbvio que é isso que vai acontecer.

Tabelas comparativas
e o problemas do player número 2?

Não satisfeita com os anúncios a Microsoft ainda soltou algumas tabelas comparativas, alfinetando a concorrência, alegando que ela tem o console mais em contra de todo o mercado de games da atualidade, tática alias que a Nintendo se gabou até não poder mais no começo desta geração. Novamente vale lembrar que os preços abaixos são válidos para o mercado americano e não condizem com a realidade brasileira, onde nossos consoles são vendidos totalmente desproporcionais ao preço norte-americano.

Quem for adquirir um novo console nos EUA gasta isso tanto (clique para aumentar a imagem):

Estas tabelas sairam na Kotaku semana passada, e lá eles discutem muito o fato da Microsoft tem incluso o Wii Fit no quadro do Wii propositalmente para que o valor total desse U$ 100 à mais (valor cobrado pelo Wii Balance Board lá). Afinal o Wii é vendido a U$ 199 por lá, então o custo adicional do gamer seria dos consoles do segundo player e não de um Balance Board. Não é um acessório fundamental para o console. Concordo com a Kotaku nesse ponto. Se a Microsoft quisesse se gabar mesmo, que vendesse então o modelo arcade por U$ 150 e o modelo arcade + kinect por U$ 250. Aí sim, poderia dizer que é o console mais barato do mercado. Sem mencionar que na tabela acima, temos o péssimo console de 4GB do lado verde, e qualquer gamer que se preze, acabaria inevitavelmente tendo que comprar um HDD mais á frente, o que encareceria o custo nessa tabela. Porém, curiosisamente, o custo total do PS3 com Move para dois jogadores é bem alto.

Agora se você já possui os consoles e só quer adquirir os novos controles. O custo, segundo a Microsoft, é este:

Aqui, de uma certa forma, até acho justo a inclusão do Wii Fit, porém novamente não é algo obrigatório. A tabela continua tendenciosa para o lado da Nintendo, mas entre a Sony e a Microsoft, ela não é tão errada assim. Eu achei um absurdo por exemplo, o bundle do Move não vir com o sub-controller (agora se chama “Navigation Controller” né? péssimo nome, grande demais). Então em comparação com o Move, o Kinect realmente tem um menor custo, já que a cãmera aguenta dois jogadores simultaneamente, enquanto os donos de PS3 terão que comprar o kit do Move, mais dois “nunchuks” e outro move. E tanto o Move, quanto o Kinect virão com um game (ah, por isso talvez o Kinect Adventures tenha sido incluso no kit oficial).

E com isso eu aponto a reflexão do inicio da matéria. Olha o quanto que estamos gastando nesta geração por culpa dos complementos dos consoles.

Bundle Novo Xbox 360 + Halo Reach!

Na minha opinião esse foi o Bundle mais interessante anunciado, mesmo que nada tenha a ver com o Kinect. Isso já é de praxe a cada novo Halo, a Microsoft criar uma versão limitada personalizada no mundo de Halo. O console é cinza, cheio de detalhes do universo da franquia prestigiada. Virá com dois controles wireless (sem fio) e dois headset, ambos também com personalização em cima de Reach. Além do game é claro. O preço ficou em U$ 399. O modelo do X360 é o de 250GB. Ou seja, por U$ 100 a mais que o padrão, o jogador leva o novo game de Halo (que separadamente é vendido a U$ 59), um controle extra sem fio (U$ 49 a versão preta sem fio e U$ 59 a versão especial reach que também será vendido avulsamente) e um hedset extra (U$ 49, versão normal ou a especial Reach), além é claro da personalização dos acessórios e do console em si. Um preço bacana para os fãs da franquia. Agora as imagens oficiais:

[nggallery id=195]

E com isso eu termino o post e os anuncios que estavam atrasados em torno do Xbox 360 aqui no blog. Admito que como dono de um X360, mesmo com o alto custo que ele me proporcionou até aqui, estou satisfeito com o console, bem mais do que com o Wii, que também possuo. Bons games, bons multipltaformas (a Microsoft batalhou de forma bem mais acirrada contra a Sony do que a Nintendo na geração passada), excelente experiência online (senão a melhor de todos os consoles atuais) . Posso ser masoquista por esta querendo o novo modelo e o Kinect, mas fazer o que, o meu atual está banido (péssima decisão para quem gosta de um bom online diga-se de passagem), e com a oficialização da Live no Brasil, estou querendo dar uma força aqui pro mercado e pegar a versão nacional, sim, mesmo sabendo que o rombo no bolso vai ser grande. mas este sou eu, né?

Claro que algumas coisas me preocupam no Xbox 360, não estou com os olhos fechados. Fico preocupado com a falta de franquias originais nos próximos anos, principalmente 2011 e 2012. Com a saída da Bungie do desenvolvimento dos games do universo Halo, com a decaída que Gears of War sofreu desde o primeiro game, na esperança de que a Epic Games consiga consertar toda a porcariada que ela fez no segundo game, com os games casuais chegando e roubando espaço dos hardcores, como por exemplo, a Rare fazendo jogos bestas para o Kinect, ao invés de criar games de verdade, mesmo que os que ela tenha feito nessa geração tenham sido apenas medianos. Vejo a Sony adquirindo estúdios, enquanto a Microsoft fica perdendo, vejo a preocupação no gêneros “crie e compartilhe” como LittleBigPlanet e ModNation Racers ganhando destaque e não termos nada disso no lado verde. Enfim, todos os consoles desta geração tem vantagens e desvantagens. O Xbox 360 teve uns 3/4 anos sensacionais, mas agora chegou a maresia. Espero que a Microsoft tenha planos pra isso em 2011. Senão, o jeito será mais pra frente começar a cobiçar um Playstation 3 e novamente vem aquele textinho introdutório do post na minha cabeça. Maldita geração e coitado do meu bolso…

Extra: Vídeo com os caras da Bungie desempacotando a versão lendária de colecionador de Halo Reach e o novo bundle temático. Mostrando item a item e informações sobre estas preciosidades que não devemos ver oficialmente no Brasil. (E importar vai custar os olhos da cara).

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.