Jogando

Project: MyWorld arquiteta uma revolução nas redes e experiências sociais![PC]

Provavelmente, Project: MyWorld é uma boa notícia. Revolução?

É um desejo comum para muitos gamers que se possa fazer uma réplica virtual da realidade, mas ao longo do tempo o alvo tem sido construir redes de comunicação cada vez mais eficazes que permitam a integração social e a famosa globalização – as redes sociais são redes de integração virtuais, assim como alguns jogos que apostam em experiências sociais. Não aprecio muito as redes sociais, mas não deixo de ficar curioso com o projeto MyWorld.

A Realtime Worlds resolveu apostar no projeto MyWorld que não aprecio muito, embora tenha que reconhecer o potencial da ideia. A ideia é bastante simples: tornar não só a vida e a identidade das pessoas reais, mas trazer para a realidade virtual o mundo inteiro em três dimensões. Basta pensarmos no Google Earth, só que em três dimensões e dinâmico como um vídeo. Certeza que quase todos já desejaram ver a própria cidade em 3 dimensões e em movimento por satélite no software do Google.

O projeto não se limita apenas a trazer todos os edifícios, rios, praças, árvores, ruas, vilas, parques, montanhas, monumentos e praias para a realidade virtual, mas também reúne as principais redes sociais como o Facebook e o Twitter em um único software, em uma recriação do nosso próprio mundo na qual cada usuário poderá ter a sua própria casa ou apartamento. É um pouco ambicioso querermos ter uma réplica virtual do mundo inteiro com todos os detalhes, mas se não fosse a ambição do ser humano, não teríamos criado e descoberto tudo aquilo que criamos e descobrimos. Atualmente, os produtores do projeto MyWorld estão recrutando pessoas para ajudar na montagem e representação do mundo, cada canto, vila, metrópole.

No Facebook temos games online que promovem e complementam a experiência social, tal como o FarmVille. O projeto MyWorld terá também games, formas de interação sociais específicas tais como pesca, condução de veículos, pilotagem de aviões por qualquer lugar do mundo, entre outros. Não tenho a certeza quanto a personalização do interior dos edifícios, mas desde que cada um terá o seu apartamento ou casa, cada um poderá receber visitas que terão acesso aos dados disponibilizados por você mesmo – claro que deve haver opções de privacidade. O desenvolvimento ainda está no começo e há muito trabalho para ser feito, mas o vídeo e as imagens revelam gráficos muito simples, pouco realistas. Gostaria muito de no futuro ver gráficos melhores. Já que o objetivo é representar a realidade, quanto mais realidade melhor. Por enquanto temos uma proposta de um mundo que parece ter sido feito para Wii. Mesmo que os gráficos sejam básicos, o jogo terá valor se apresentar funcionalidades de qualidade.

O mundo físico muda, assim como as pessoas, por isso haverá opções de construção para que sejam feitas atualizações no mundo e cada usuário poderá contribuir, observando a sua cidade e aplicando mudanças na representação virtual. Na versão final, não tenho certeza se isso será realmente válido – consigo imaginar a bagunça que poderia ficar se as pessoas começassem a editar o mundo livremente, introduzindo elementos inexistentes na realidade. O teaser abaixo nos permite ter uma ideia melhor do projeto.

O projeto é mencionado muitas vezes como uma revolução nas experiências sociais virtuais, mas não fiquei tão animado com o projeto. Não por enquanto. Há potencial na ideia, afinal unifica mais do que qualquer outro jogo ou rede social, mas as interações/ jogos nesse mundo virtual parecem ser cansativos e repetitivos – talvez seja porque não aprecio o género. A interação com as pessoas salvará o jogo do tédio, se houver usuários suficientes. O jogo ainda está sendo desenvolvido, logo podemos esperar por melhorias e alterações. O site oficial possui mais informações e screenshots. O mundo virtual online de MyWorld está ainda aberto a ideias e o lançamento está previsto para 2011 (exclusivo para PC).

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Araphawake

Gamer de nascença, entusiasta do YouTube, cinéfilo e sobrevivente de The Walking Dead. Adoro livros e penso demais nas coisas. Na vida pessoal sou extremamente nostálgico e exagerado. Quem não me compreende ou conhece pode achar que sou antipático.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.