Indicações e Resenhas de LivrosLendo

Imaginários Volume 1: uma coleção de contos fantásticos para todos os tipos de nerds! [Livro]

Todos vocês já devem ter escutado a conversa de que brasileiro não valoriza produto nacional, apenas o estrangeiro. Bom, você provavelmente concordará comigo que isso é verdade e em alguns casos isso é bem evidente. Como é o caso da literatura fantástica nacional.

Em 2009 surgiu a editora Draco com a intenção de tornar mais conhecidos grandes autores da literatura fantástica brasileira e, mais que isso, dar oportunidade a novos autores ainda desconhecidos do grande público.

Para isso a Draco tem realizado continuamente várias seleções de obras literárias e organizado algumas coleções. Uma destas é a coleção Imaginários que discutiremos aqui que reúne várias obras de ficção científica, fantasia e terror.

Logo mais preparem-se para entrar em um mundo onde seres estranhos nos observam, uma japinha se torna ajudante de cozinha de uma bruxa, “até que a morte os separe” é levado a sério e descubra toda a graça das realidades paralelas.

Esse post já tomou as duas doses da vacina contra spoilers. Você pode prosseguir.

Vale ressaltar antes de tudo que, para que você leia/veja/ouça uma história de ficção científica ou fantasia, é preciso que você tenha a mente aberta para alguns conceitos. Caso contrário será pouco provável que você consiga gostar de alguma obra desse gênero.

A coleção é composta por onze pequenos contos de autores diferentes, todos bem selecionados e bem escritos.  Mas vou falar de cada um separadamente logo mais. Antes uma análise sobre o livro e sua organização.

O livro já chama atenção pela capa. Muito bonita e bem ilustrada pelo Osnei Roko que tem feito um ótimo trabalho nessa coleção. Mas, como sabemos, a capa pode enganar, não diz muito a respeito do livro.

Uma coisa que me incomodou bastante foi o tamanho das letras, realmente miudinhas. Mas apesar disso o livro é bem formatado e editado. Pelo menos não percebi nenhum erro de escrita e nem mesmo página faltando, como acontece frequentemente com Rocco outras editoras. O livro é pequeno e fininho, tem  apenas 126 páginas.

Para comentar cada história eu resolvi adotar o seguinte método. Primeiro um breve resumo sobre a obra depois a minha opinião a respeito. Então vamos lá!

Coleira do amor – Gerson Lodi-Ribeiro

A história que abre a coleção ocorre na cidade do Rio de Janeiro em pleno século XXIII. Uma época em que humanos habitam facilmente outros planetas do Universo, clonagem não é exclusividade de ovelhas, a imortalidade foi alcançada e biochips são largamente utilizados. É então que conhecemos Félix. Tudo parecia perfeito na vida dele ao lado de Thereza, ambos se amavam perdidamente e decidiram implantar o biochip do amor eterno, um dispositivo que, como o próprio nome sugere, é capaz de manter eternamente o sentimento de amor entre os pombinhos. Que lindo, não?

Mas o destino sempre prega alguma peça para a  gente ficar esperto e, em um belo dia de sol, Thereza morre em um acidente, deixando Félix ao léu com seu biochip do amor eterno produzindo nanobôs em seu organismo e alimentando um amor por alguém que não irá mais voltar. E agora, com a morte de Thereza, Félix deve retirar o biochip? Isso seria uma traição á memória de sua amada ou não é justo ele sofrer eternamente por alguém que já está morto? Como se não bastasse a pouca sorte do coitado, ele ainda recebe um visita inesperada durante o velório da esposa.

Gerson, o autor, conseguiu criar uma história detalhista, mas acabei achando um pouco exagerada em alguns detalhes. Nem sempre é bom pecar por excesso e na ficção científica é um desses casos. Às vezes é melhor simplificar e deixar algumas coisas a cargo da imaginação do próprio leitor. Apesar disso é uma história muito interessante e vale a pena pelo debate que ela proporciona. Ao longo da trama, os personagens discutem alguns temas muito interessantes como  livre arbítrio, amor, felicidade, entre outros.


A encruzilhada – Ana Lúcia Merege

Certamente um conto que muitos fãs de RPG irão gostar. O protagonista da história é Mael, o Senhor das Águias, um mago capaz de transformar águias em pássaros guerreiros. Ele viaja para um pequeno vilarejo com o objetivo estudar a Fonte Âmbar que, segundo os próprios moradores do local, possui poderes mágicos. Ao chegar ao local Mael conhece o pequeno Kieran, que aparentemente possui o dom da magia e poderá se tornar o seu aprendiz.

Ana Lúcia trabalhou muito bem na construção dos personagens. Através de Kieran é mostrado como nós somos  fruto de nossas escolhas e como temos a opção de seguir caminhos completamente opostos a partir delas. Mesmo que nem tenhamos consciência disso no momento. Quando li fiquei com uma sensação de que se tratava de um spin-off de alguma outra obra da autora, mas infelizmente não encontrei nada na internet que comprovasse isso.

Atualização (04/10/2010): Olha só que bela participação aqui no Portallos! Segundo a autora Ana Lúcia Merege nos comentários mais abaixo, o conto “A encruzilhada” é sim um spin-off de uma outra obra dela. Obra esta que ainda não foi publicada, mas será muito em breve, também pela Editora Draco. O livro terá o título “O Castelo das Águias” e terá Kieran já adulto.

Bom, fiquei honrado com a participação da autora aqui no Portallos ainda mais para tirar minha dúvida a respeito da continuação da saga. No entanto fico na expectativa de que O Castelo das Águias revele também um pouco sobre o passado de Mael, afinal foi o personagem que mais me interessou no conto. Vou ficar atento aos lançamentos da Draco e quem sabe um dia não teremos mais um boa história da Ana Lúcia comentada por aqui? 😉


Veio… novamente – Jorge Luiz Calife

Pai, mãe e filha resolvem passar um tempo em uma casa alugada no deserto de Mojave.  Enquanto seu marido, Bob, está longe de casa Helen admira as estrelas ao lado da filha na varanda da casa e acabam testemunhando a queda de um OVNI. Sem saber ao certo a origem do objeto Helen vai conferir de perto e descobre que se trata de uma nave de outro planeta. Ao retornar para casa encontra seu marido agindo de maneira estranha.

Uma história de ficção e terror sem muito a comentar. Viagem ao deserto, família feliz, telefone mudo e tudo o mais. Apesar de recheada de clichês a história até parecia reservar alguma surpresas, mas quando acabei de ler a primeira coisa que pensei foi “Mas era só isso?”.

Eu, a sogra – Giulia Moon

Um conto que agradará aos fãs de animes e mangás. A história ocorre em uma noite de sexta-feira 13 quando Maura, uma bruxa dona de casa que morre de ciúmes de sua cozinha, está preparando um encantamento que só pode ser realizado uma vez a cada 30 anos. Na mesma noite seu filho Guilherme, depois de um ano no Japão, retorna com uma esposa meio esquisita a tiracolo. Mariko, uma típica japinha, sempre sorridente e pronta para ajudar a sua sogra no preparo do raro encantamento. O único problema é que Mariko não tem, digamos muitos dotes culinários. Maura terá que adquirir uma paciência oriental para não acabar se transformando em uma bruxa  da Disney.

Uma história de fantasia muito divertida e bem humorada. Em alguns pontos  da narrativa é impossível segurar a gargalhada com as situações em que uma bruxa pode se meter ao lado uma japonesa magrela, de cabelo laranja e celular enfeitado de Pokémon. A leitura já valeria a pena só pela diversão que nos proporciona, mas a história ainda conta com um desfecho criativo e surpreendente. Palmas para Giulia Moon.

Crédito pela imagem da fofa bruxinha e seus gatinhos bagunceiros ao izechou.


Por toda a eternidade – Carlos Orsi

Carlos Orsi demonstrou possuir uma habilidade incrível de narrativa. Com poucas palavras o autor consegue nos passar o desespero de um amante traído, a ambição humana e a cultura de uma raça alienígena que leva a frase “Até que a morte os separe.” ao pé da letra. De quebra ainda nos presenteia com o final mais inteligente e bem bolado da coleção.

Um conto com menos três páginas, direto e objetivo. Prova que muitas vezes a simplicidade é o melhor caminho. De fato trata-se de uma ótima história de ficção científica, como poucas que já li. Uma agradável surpresa que encontrei nessa coleção. Fiquei com gostinho de “quero mais” e certamente irei procurar outras obras desse autor. 😉

Queria poder falar mais sobre a obra mas, como ela é bem curtinha, não vejo como fazer isso sem acabar soltando spoilers.


Tensão Superficial – Davi M. Gonzales

Uma antiga construção conhecida como O Monastério é transformada em área de lazer. Em uma tarde quente um jovem resolve passar o tempo jogando basquete no prédio com os amigos, mas se afasta do grupo para se refrescar com uma ducha. Sem água nenhuma nos vestiário o jovem resolve explorar o local a procura de água. Na busca acaba descobrindo uma porta estranha para um local mais estranho ainda.

Outra história curta com um toque de terror e suspense. Achei que essa poderia ter sido um pouco mais aprofundada. Em certos momentos foi difícil entender para onde o autor realmente pretendia nos conduzir. Li esperando muito da história mas o final foi meio frustrante. Quem gosta de mistérios não resolvidos certamente irá gostar dessa história.

Twist in my sobrietyFlávio Medeiros

Seres alienígenas de aparência vegetal chegam à Terra logo após O Colapso, uma série de fatores causados pelo próprio ser humano que desequilibrou a vida na Terra. Os iphrym, como são chamados os alienígenas, apesar de sua aparência frágil, possuem tecnologia capaz de restabelecer a ordem social, para isso eles pedem apenas algo em troca: observar os humanos, sem restrições. Com isso surgem opiniões diversas sobre as reais intenções dos iphrym.

Apesar de tratar de seres alienígenas a obra é nitidamente uma forte crítica ao nosso modo de vida e a forma como o ser humano é intolerante com outras culturas. É através de Tony, o protagonista, que são expostos os argumentos contrários a presença dos iphrym na Terra. Contudo, Tony conhece Leila, que é a favor da presença alienígena, e acaba se apaixonando por ela. Uma história que nos faz refletir sobre algumas de nossas atitudes. Uma excelente ficção, sem exageros e com uma conclusão muito interessante. Flávio Medeiros ainda faz uma bela referência a cantora Tanita Tikaram, cantora que fez sucesso com a música que é o título da história.

Crédito pela bela imagem ao gucken.


Alma – Osíris Reis

Alma, a protagonista, é maior cientista especialista em interpretar sonhos do seu planeta. Determinada noite ela acorda após um pesadelo esquisito e descobre que sua filha desapareceu. Desesperada para rever a pequena Guárdia, a cientista  sai em busca da filha, mas parece que seres estranhos de outro planeta também têm o mesmo objetivo que ela.

Um conto que mistura ficção científica com fantasia com uma história muito bonita e muito intensa em que presenciamos o que uma mãe é capaz de  fazer por sua filha. Em certos momentos é fácil sentir a angustia da protagonista. Apesar de muito emocionante acredito que o autor tenha pecado um pouco pela falta de descrição em alguns pontos. Cenários e personagens (com exceção da protagonista) são caracterizados de maneira muito vaga.


Contingência, ou Tô pouco ligando – Martha Argel

Genial! É como eu defino esse conto. A história é um misto de ficção científica e humor, além de tratar de assuntos como ciência, política e outros temas bastante atuais. Com um tom sempre descontraído, o que torna a leitura muito agradável, Martha Argel fala de tudo que se possa imaginar, desde a vida de uma cigarrinha até realidades paralelas!

Uma obra muito bem escrita. Além de nos divertir ainda nos faz pensar em algumas coisas. A exploração do meio ambiente, os podres da nossa sociedade e a consequência de nossos atos. Uma espécie de desabafo da própria autora. Justamente por essa variedade toda é difícil resumi-lo aqui para vocês. Mas mesmo com essa variedade de temas abordados Martha Argel consegue nos conduzi naturalmente sem que nos percamos pelo meio do caminho. Recomendado a todos que gostam de uma boa leitura! 😉

Um toque do real: óleo sobre tela – Roberto de Sousa Causo

O artista plástico Egberto retorna ao Brasil para expor suas obras na cidade de São Paulo, onde começou a sua carreira. No entanto sua vida pessoal não vai tão bem quanto a profissional. Em um relacionamento instável, ele tem usado constantemente remédios fortes e álcool para conseguir dormir. É justamente após uma combinação dessas que Egberto acorda em uma  outra realidade onde o mundo todo é pintado, no qual ele não sabe se é um sonho ou uma alucinação.

Um dos contos mais interessantes da coleção. Uma história que fala um pouco de cada um e na luta diária que enfrentamos para manter o equilíbrio entre o que há de melhor e de pior em nós. E, no final, como passamos a enxergar a vida de uma forma  totalmente diferente depois de experiências tão marcantes. Uma bela história. Nem é o estilo que eu costumo ler mas gostei muito.


Planeta Incorruptível- Richard Diegues

A Terra é invadida por alienígenas e a raça humana foi completamente dizimada. Durante a coleta dos corpos os alienígenas encontram uma santa humana conservada a mais de mil anos. Mas eles possuem suas próprias crenças religiosas e repudiam qualquer outra tipo de religião e a fé em outro Deus que não seja o deles, Nuk. Os líderes alienígenas são tão intolerantes que são capazes até mesmo de destruir qualquer documento ou artefato que se oponha a sua religião.

Mais uma história com tema interessantíssimo que nos proporciona bastantes reflexões. Fica evidente que os alienígenas simbolizam nada mais que a própria raça humana e a intolerância a diferentes religiões.  Um tema bastante atual, não é mesmo? Pois, com uma pitada de religião, esse é o conto de ficção científica que fecha a coleção com chave de ouro.

Considerações finais:

Gostei muito da coleção como um todo. É uma grande iniciativa da editora Draco que está de parabéns por promover a literatura fantástica nacional e descobrir novos autores talentos que o nosso país possui. Os textos são muito bons e prova como o Brasil ainda tem muitos tesouros escondidos esperando para serem explorados e como não devemos nada a outros países. Recomendo a todos os nerds (ou não) amantes de ficção científica e de histórias de fantasia.

No site da editora tem uma lisa completa dos locais onde você pode conseguir um exemplar da coleção. É baratinho e vale muito a pena. 😀

Quem sabe a gente se encontra aqui novamente para falar dos próximos volumes…

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios