Assistindo

Smallville em seu último ano começa a dar forma à lenda do Superman! E com Darkseid! [10×01] [PdS]

Smallville: Ano 10, Episódios 01! Foi exibido nos EUA dia 24 de Setembro:
Lazarus

Enquanto isso no Brasil: Está marcado a estréia para dia 03 de Novembro, às 21h, no canal Warner!

Aviso: Continue apenas se você já assistiu aos episódios 10×01 de Smallville. Haverão spoilers!

Não conhece o Papo de Série? Basta clicar aqui e ficar por dentro do projeto. Depois do “continue”, a gente conversa mais.

Smallville em 10 anos…

Muitos aqui provavelmente não assistem mais Smallville. E não tiro as razões de cada um por optar por tal atitude. Tudo que dizem por aí sobre a série é verdade, ela ficou cansativa, enrolada, com muito dramalhão e a história num plano geral, levar 10 anos (temporada) para evoluir é piada. Tudo isso tem sim um pouco de verdade, mas eu, como fã de quadrinhos, continuo firme e forte acompando as (des)venturas do jovem Clark Kent.

Por um momente eu quase parei sabem? Lá para a formatura do colegial de Clark, quando a história já não tinha mais para onde ir e enrolar. Quando a série ainda era sobre humanos sofrendo mutações por kriptonita. Hoje em dia é difícil engolir os primeiros anos da série e pensar como é que podia ser tão vazia e repetitiva. Mas isso mudou nos últimos anos, os roteiristas passaram a ousar mais na série e criaram um verdadeiro Universo DC dentro da série. Parece até que eles passaram a ler quadrinhos. XD

As adaptações desse universo também ficaram mais ousados nos últimos anos, desde que a série saiu de Smallville, e passou a ser em Metropolis. Claro que nem tudo se salva, por exemplo, já abordando Metrópolis. Nos quadrinhos é uma das maiores cidades do universo da DC, próspera e moderna, enquanto na TV, devido ao orçamento mais modesto, quase sempre acabamos vendo sempre as mesmas locações montadas em estúdio, as ruas e becos entre os episódios parecem sempre iguais. Isso era algo comum em séries como Lois & Clack: As Aventuras do Superman da década de 90, mas hoje em dia é raro isso acontecer. Talvez a desculpa seja devido a variedade grande de locações que a história vem acumulando por anos e anos, como a fazenda Kent, a fortaleza da Solidão, o Planeta Diário, a mansão da Sociedade da Justiça, a Torre do Relógio etc, até a mansão do Lex em Smallville ficava aparecendo até um tempo atrás. Com tantos cenários pré-montados e estabelecidos, deve ser difícil mesmo se preocupar com ruas e vielas de Metrópolis, e acaba sempre dando essa sensação de Deja Vu.

Só para terminar essa apresentação preliminar de Smallville aqui no PdS, não acho que a série tenha estado ruim desde a 8ª temporada, pelo contrário, acho que a qualidade melhorou surpreendentemente, exatamente por causa dessa expansão do universo DC dentro da série. Liga da Justiça, Arqueiro Verde, Xeque Mate, Darkseid, Supergirl, Sociedade da Justiça, Senhor Destino, Gavião Negro, Max Lord, Esquadrão Suicida, toda a mitologia de Kripton incluindo Zod sem mencionar os inúmeros supervilões dos quadrinhos que foram adaptados na série. Muitos podem reclamar dessa salada de personagens mal adaptados, porém dentro dos limites de uma série televisiva, na minha opinião a qualidade disso é muito além do que esperaria. A série é bem mais divertida assim, do que quando era com habitantes de Smallville infectados com radiação de kryptonita, “as aberrações da semana”.

Talvez quem não acompanhe um pouco dos quadrinhos da DC fique perdido em tantas referências e adaptações, e por isso ache uma porcaria tantos tipinhos estranhos, mas quem acompanha os quadrinhos, certamente se diverte com o que a série cria. Sobre a história em geral com Clark Kent, é verdade que está demorando para ele virar o Superman, mas os produtores da série quando a criaram sempre mencionaram que nunca foi a intenção do show colocar Clark no uniforme do famoso super herói. Claro que isso foi à 10 anos atrás, e hoje em dia, os próprios produtores brincam muito com isso e até criam o desfecho como se isso fosse a última coisa que irá ocorrer no fim deste décimo e último ano de Smallville.

“Clark Kent é um porre!” Nesse ponto eu concordo um pouco. O Clark dos quadrinhos que conhecemos é um cara mais confiante de si, pelo menos no lado heróico. Não tem dúvidas ou questiona seu destino tanto quando o Clark da TV. A paixonite que ele tinha por Lana Lang também tinha hora que dava nos nervos nas antigas temporadas, ainda mais depois que os produtores colocaram Lois Lane na série. Por sorte, deram um fim em Lana (que eu já nem lembro qual). Nestes últimos anos, Clark e Oliver Queen, o Arqueiro Verde dos quadrinhos, entraram na discussão de como criar os super-heróis. Os uniformes são necessários? As pessoas normais devem ter conhecimento destes “seres”? Superman (borrão) por realmente inspirar um novo mundo? E pra mim, estão debates são fenomenais, pois quando lemos um quadrinhos de herois, tais parametros já foram definidos, mas em Smallville, isso é introduzido devagar, numa sociedade que nunca ouviu falar de super-heróis de verdade. Pra mim, isso é um lance de gênio.

Enfim, hora de falar sobre o décimo ano!

Lazarus – 10×01

A estréia do último ano foi uma caixinha de surpresas. Clark Kent além túmulo no labirinto de milharal falando com Jor-El, Chloe colocando o capacete do Senhor Destino, um clone de Lex Luthor 20 anos mais velho aparecendo para uma vingança, Lois Lane finalmente descobrindo sobre os poderes de Clark, a conversa imaginativa com Jonathan Kent, Darkseid oficialmente na série e o uniforme do Superman! Para uma estréia foi ótimo ver tantos elementos misturados em 44 minutos de um episódio.

Admito que o finalzinho da temporada 9 foi meio xarope. Na verdade nunca gostei de Zod, ainda mais essa versão jovem do personagem, nem nos quadrinhos eu curto esse personagem, que sempre é arrogante e cheio de si, mas não tem coragem de admitir que tem uma enorme inveja do que Superman representa na Terra. Então fico realmente feliz que tenha acabado essa história com Zod, que fique banido para sempre mesmo e não volte mais.

Uma coisa bacana deste primeiro episódio do ano 10 são as lembranças e homenagens ao começo da série, a cena do milharal, que foi um dos momentos épicos da segunda temporada (se não me engano) onde Lex salva Clack, na cena de pós-morte do personagem, onde o mesmo milharal vira um labirinto, Lex aparece como um vulgo, naquele terno branco que também marca uma cena muito antiga da série, quando ele aparece como presidente dos Estados Unidos, com aquela luva negra (devido ao anel de kryptonida nos quadrinhos). E logo depois temos Lois novamente no milharal, presa onde no passado Clark ficou, com o “S” no peito. O embate de Lex e Clark momentos depois, também é marcante e cheio de filosofia entre os dois ícones opostos do universo da DC.

Claro que não posso deixar de comentar que esse Lex Luthor, 20 anos mais velhos, me lembrou muito Lord Voldemort de Harry Potter. Não sei se isso foi proposital ou não dos produtores, já que Voldemort é um dos ícones de vilões das trevas da geração atual. Ver Clark apelando com esse “Lexmort” foi bacana, já que faz anos que o personagem de Lex saiu da série, já que os produtores já tinham explorado tudo que era possível com o personagem, antes do surgimento de Superman. Claro que o legado da Luthorcorp ficou ainda na série e até hoje ela influência a trama, como a Umbrella Corporation é sinônimo de coorporação do mal em Resident Evil.

Mas Lex Luthor não é o vilão desta temporada de Smallville. Ele morre no episódio, afinal, era apenas um clone defeituoso. Porém isso deixa bem claro que o embate Superman vs Lex está longe de acabar e a sombra do mal, pode sempre surgir novamente. Ridículo mesmo é o final com Clark gritando com Jor-El dizendo que ele tinha derrotado Lex. Rá! Parece que os roteiristas ainda vacilam nisso, deixando Clark muito ingênuo, quase como se fosse burro mesmo, que não enxerga o que está a sua frente, como se aquele Lex fosse realmente a grande ameaça iminente que ele deveria cuidar.

Até Lois ficou diferente neste episódio de estréia, agora que descobriu o segredo de Clark, apesar de Clark ainda não ter conhecimento disto. A cena com os dois no Planeta Diário foi engraçada, lembrou bastante o humor que tinha Lois & Clark (antiga série), já que nos quadrinhos quase não tem mais esse tipo de situação já que os personagens são casados.

Outro bom momento no episódio é Chloe com o capacete de Senhor Destino, os dizeres do capacete: “Você está pronta para abrir mão de sua sanidade?” foi sensacional, típica situação de quadrinhos! Isso será explorada na série? Como já assisti o segundo episódio (vou comentar no fim) parece que não, mas tudo bem, foi uma forma inteligente dos roteiristas de afastar Chloe um pouco da série. A personagem já não tinha mais para onde rodar, já expremeram tudo que podiam dela. Alias, sempre que chegava no final de alguma temporada eu ficava na torcida “é agora que matam a Chloe”! XD

Quanto ao flashback no fim do episódio com Jonathan Kent. Demais. Outro momento clássico que era constante nos primeiros anos de Smallville, mas depois da morte do pai de Clark, deixaram saudades. Boa nostalgia para o começo da temporada, mesmo que ela não tenha ficado muito bem encaixada como um todo, afinal, o episódio quase me convence que Clark estava realmente, literalmente, conversando com seu pai morto, particularmente, queria que deixasse mais claro que era uma mera fantasia da cabeça do Clark. E bem que os roteiristas podiam dar um jeito do Jonathan aparecer mais vezes nesta última temporada, ele é um personagem bem mais bacana do que Martha Kent.

E Darkseid! Caraca! Ele não vai ter feições humanas mesmo? Vai ser o primeiro vilão da série sem feições humanos? Será que vão animar em CG o darkseid? Fiquei curioso para ver como vão adaptar o conceito dos Novos Deuses em Smallville, tendo em vista que nas HQs isso é é complicadíssimo de entender, e até na Liga da Justiça (o desenho) não soube explicar direitinho como funcionava esse universo.

Um último comentário, em relação ao uniforme. Que maldição! Eu achando que Clark ia vestir o danado já no começo desta temporada, mas que nada! Só apareceu pra fazer charme, e agora está lá preso na fortaleza da solidão, onde o personagem não deve ficar indo porque está brigado com Jor-El. Agora só no final da temporada? Será?

Smallville 10×02 Shield: Assisti hoje mais cedo ao segundo episódio da temporada, bem menos épico do que a estreia acima (o que é perfeitamente normal). Mas teve mais surpresas agradáveis, Cat Grant é incluida no universo da série, um das jornalistas do Planeta Diário que vive implicando com os super-heróis. Uma ótima oportunidade mesmo dela aparecer, afinal, esse conceito começa a surgir na série, então tem mesmo que haver uma pessoa normal que vá criticar estes novos supers. O Pistoleiro, um dos vilões que andaram tendo muito importancia nos arcos Crises da DC anos atrás também surge na série de TV, bem adaptado alias. Não ia combinar mesmo um uniforme chamativo, então deram um visual mais faroeste para ele, sem exagerar demais e também os três primeiros integrantes do Essquadrão Suicída, que será explorado ainda nesta temporada, junto com a organização Xeque Mate. Bacana também a participação de Carter Hall, na Africa, nas expedições arqueológicas com Lois. Menção de Shyera, assim como Issis (não era esta a esposa de Adão Negro? Será que foi esta a intenção dos produtores?). E Chloe sumiu, aparentemente não vai participar dos próximos episódios, mas deve voltar mais pro final! Chega de dramalhão entre ela e o Arqueiro Verde (que nos quadrinhos é casado com a Canário). No geral, um episódio bacana e divertido. Gostei da conversa de Oliver e Clark, sobre os heróis sairem da escuridão e deixarem de ser vigilantes (pensei no Batman nessa parte, que tem o raciocínio inverso). No final do episódio, Clark muda a sua “roupa de herói”, colocando o vermelho e azul, mas a ceninha mega clichê de patriotismo americano, com a bandeira dos EUA atrás do cenário era meio desncessária. Se eu tivesse nascido nos EUA ia achar o máximo, e não dá pra reclamar, afinal, é uma série americana, feito nos EUA de um personagem que também usa, nos quadrinhos, as cores da bandeira americana. Pátria ué. Não tem porque achar ruim. Se isso rola no final de um dos filmes do Homem-Aranha, não tem porque não rolar num final de episódio em Smallville. XD

Obs: Esta semana tem Kara de volta no episódio chamado “Supergirl”! 10×03! E Darkseid está na trama!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios