Jogando

Sentindo falta de games no estilo plataforma? Então confira a fantástica demo de Outland!

Olha só que bacana, o Mister T. já havia falado de Outland anteriormente quando o mesmo foi revelado na PAX 2010 (Penny Arcade Expo), na ocasião só haviam imagens mostrando a ambientação do game. No fim do mês passado, 2 vídeos, um com o trailer e outro demonstrando a gameplay enfim caíram na rede, porém só agora pude conferir, anteriormente não tive o que concluir do game só por ver as imagens, já os vídeos sim mostram do que esse jogo é capaz.

Tendo a luz e as trevas a sua disposição, você controla o herói pela floresta, o objetivo do game eu não sei, história idem, mas a jogabilidade está muito bacana, o game é bem intuitivo, há diversos elevadores durante o avanço da aventura, os quais devem ser acionados ou pela luz ou pelas trevas, o mesmo ocorre em determinados trajetos onde você terá de usar a cabeça e ser rápido para atravessar no momento certo, alternando entre os 2 elementos para escapar de ataques dos inimigos, é aquele conceito de polaridade que já havia sido explicado no outro post, se você estiver em estado negativo, caso seja atingido por um elemento também negativo, você não sofrerá dano, já no caso de confronto com os inimigos,  se por exemplo, ele  se utilizar das trevas,  automaticamente você terá de usar luz para vencê-lo. Inicialmente simples, mas a medida que o game avança (óbvio) a dificuldade aumenta, porque além de se preocupar em alternar entre os dois estados para anular a ação dos projéteis constantemente lançados contra você, ainda (em algumas ocasiões) terá de derrotar os inimigos que aparecem durante o processo.

Achei genial e fiquei imaginando que tipo de situações os produtores bolaram para prender o jogador o máximo possível em determinados cenários, frente aos desafios mais difíceis que o aguardam no game. Aliás, é esse tipo de game que costumo admirar, não há nada melhor do que ser estimulado a pensar enquanto se joga, pela simplicidade com que foi feito e ainda assim mostrar beleza em seu visual, Outland já é uma excelente pedida, pena que só sai ano que vem.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios