AssistindoPapo Pipoca

Crítica | Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1 – Eu Fui!

Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1

Cuidado! Risco de spoilers!
Se você é alérgico – ou ainda não viu o filme – se afaste!

A melhor ADAPTAÇÃO de Harry Potter até agora.

No ano passado, ao comentar sobre “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” eu disse que se tratava do melhor filme da série até o momento, em grande parte pela liberdade que o roteirista Steven Kloves e o diretor David Yates tiveram com a obra original. Desta vez em “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1” (HP7.1 daqui pra frente), eu afirmo que estamos diante da melhor adaptação do filme até o momento. A decisão de dividir o último livro em dois filmes, pode ter sido totalmente comercial mas as vantagens para os fãs são muitas: são 136 minutos para adaptar a metade um livro, garantindo uma fidelidade imensa! Para saber o que esperar do filme, continue lendo…

Vamos por partes, primeiro sobre o filme em si: HP7.1 possui um ritmo completamente diferente dos outros filmes, ele mescla perfeitamente momentos calmos, onde “nada” acontece intercalados com cenas de ação e suspense. Ao contrários dos filmes anteriores, onde os acontecimentos e revelação surgiam a cada minuto na tela, não nos dando tempo para digerir corretamente as informações. Mas não se engane achando que irá bocejar durante os momentos mais calmos do filme, pois é nessas cenas que percebemos um cuidado maior em ilustrar a solidão e o isolomento do trio principal. Desta vez não temos Hogwarts e nem aulas de feitiços, apenas Harry, Rony e Hermione na missão de encontrar e destruir as Horcruxes restantes.

E os três atores finalmente se tornaram cientes de que são os protagonistas de uma série de filmes bilionária, exercendo seus papéis de maneira impecável. Rupert Grint continua sendo o alívio cômico, mas desta vez ele acertou em cheio no timming das cenas e de quebra ganhou alguns diálogo bem dramáticos, Daniel Radcliffe se entrega totalmente ao personagem mas é Emma Watson quem rouba as cenas e logo no início do filme já me fez ficar com um nó na garganta. Aliás, prepare-se, pois este filme não possui censura 12 anos à toa: personagens queridos morrem, têm sangue e até um pouquinho de gore! Não estamos mais diante de um filme infantil e se você insistir em levar seu filho/sobrinho/primo ao cinema poderá se arrepender.

HP7.1 é um filme que não perde tempo explicando muita coisa, portanto se é a seu primeiro contato com a série nos cinemas ou se você nem chegou perto dos livros o filme pode até ser bem confuso pra você. Personagens e localizações dos outros filmes reaparecem sem explicação. E esse pode ser um dos grandes pecados do filme, pois o elfo doméstico Dobby ressurge aqui após ficar longe das telas por quatro filmes e após um acontecimento bem dramático, eu senti que se não tivesse acompanhado a série nos livros eu não teria sentido o impacto da cena. Mas ainda assim, eu vi gente que não acompanha a série com tanta dedicação quanto derrubando várias lágrimas no final do filme.

“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1” é ao mesmo tempo um dos melhores filmes da série, mas também o mais frustrante pois ele termina sem “terminar” e te deixa com um gostinho amargo na boca de querer saber logo o que irá acontecer. Recomendo que vá ao cinema preparado para assistir um história emocionante e não uma aventura mágica. Mal posso esperar para que 15 de Julho do ano que vem chegue logo!

Ficha Técnica

Título Original: Harry Potter And The Deathly Hallows: Part 1
Diretor: David Yates
Roteiro: Steve Kloves
Gênero: Ação/Aventura/Fantasia
Elenco: Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint, Ralph Fiennes, Alan Rickman, Helena Bonham Carter.
Estréia nacional: 19/11/2010

Trailer:

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Theo Medeiros

Cinéfilo, gamer, adorador de música e entusiasta tecnológico. Acha que Nescau é melhor que Toddy e que bacon é a oitava maravilha do mundo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.