Jogando

"Back To Live": Entenda o sistema de licença ao adquirir um novo console! [Tutorial X360]

Este é um assunto que muitos nem fazem idéia que existe no Xbox 360. Antes de explicar como fazer a transferencia de licença, primeiro preciso explicar o que ela é e o que implica em não utilizá-la.

Imagine a seguinte situação. Você tem um Xbox 360. Usa a Live para comprar conteúdo, seja um tema, um item de avatar, um DLC de algum game ou um game da Arcade. Você só pode usar a Live se tiver uma gamertag, certo? Gamertag é a sua conta na Live, o seu nome de usuário nela, as vezes um nick, mas hoje em dia é comum as pessoas usarem o nome mesmo. A minha é esta:

Como funciona… ?

Continuando. Tudo que você compra na Live é atrelado a duas coisas: A sua gamertag e ao seu número de registro do console que você utiliza. Por que atrelar aos dois? Bem, primeiro porque você pode levar a sua gamertag para onde quiser, imagine que você vá na casa de um amigo e queira jogar algo com ele no console dele, usando a sua própria gamertag, pois assim as conquistas obtidas são registradas na sua conta. Se o seu amigo tiver um X360 conectado a internet, você pode carregar a sua gamertag em seu console, inclusive baixar conteúdos que você já tenha comprado em seu X360 sem precisar paga por eles novamente. Enquanto vocês estiver na Live, conectado nesse console do seu amigo, esse conteúdo seu, pode ser jogado a vontade. No momento em que você sair da Live, o conteúdo que você baixou no console do seu amigo com a sua conta, não pode mais ser acessada. Isso porque o conteúdo está atrelado a sua gamertag e não ao console dele. Essa é uma das vantagens da gamertag.

Agora a situação se inverte. Imagine que você está na sua casa e no seu Xbox 360. Você comprou um game na Live, digamos por exemplo, Castle Crashers. Para jogar esse conteúdo, você precisa estar sempre conectado na Live? Se for no seu console, a resposta é não. Qualquer conteudo comprado no seu console, pode ser jogado nele sem a necessidade de se conectar a Live, ou seja, você pode jogar off-line. E o mais interessante é que ele pode ser usado por qualquer gamertag que estiver cadastrada em seu console. Você tem uma gamertag, seu irmão tem outra e sua namorada também tem uma gamertag, tudo no mesmo console? Todo o conteúdo que você comprar neste console, é compartilhado livremente em todas as gamertags registradas nele, sem a necessidade de você entrar e ficar conectado para a utilização, o que você precisa fazer quando leva a sua gamertag a um console de um amigo, como o exemplo do parágrafo anterior.

Isso é possível porque a Live registra que seu conteúdo pertence a sua determinada gamertag e ao registro único do console. Sim, cada Xbox 360 tem um número serial, que o torna único na Live. Assim, sua gamertag sempre será atrelada a um console oficial, onde tudo que você comprar nele, pode ser usado off-line.

Você tem um Xbox 360 e nunca se preocupou com isso e nunca teve problemas nesse sentido? Isso pode estar relacionado com alguns pontos, como nunca ter comprado nada na Live ou não ter o hábito de jogar games sem está conectado a internet ou nunca ter trocado de console. Geralmente quando você registra a sua primeira gamertag no seu primeiro console, o sistema faz tudo sozinho, atrelando a conta com o console. Você não precisa confirgurar nada. A coisa muda de figura, quando você adquire um novo console e para de usar o antigo.

Um novo Xbox 360!

Bem, você comprou um novo Xbox 360. O seu antigo não será mais utilizado. Mesmo que você reutilize o HDD (Hard Disk Drive) neste novo console, isso não faz com que a Live entenda que este console é o substitudo do antigo. Afinal, você também pode levar o HDD na casa de um amigo e usar no console dele, para jogar com seus saves e conteúdos baixados (desde que conectados a Live conforme já expliquei). O que muda nessa troca de console? Todo o conteúdo comprado através da Live com a sua gamertag só passa a funcionar se você se conectar a internet com ela. Todo o conteúdo fica inutilizável off-line ou para outras contas que você tiver no seu novo console. Porque o conteúdo está amarrado ao número serial do seu antigo console. Dá para mudar isso? Sim! É por isso que existe a troca de licença de conteúdo. Fazendo isso, você transfere para seu novo console a licença de uso dos conteúdos comprados para o uso deles off-line e em outras contas usadas no novo console. Pois aí, o sistema da Live entender que este é o seu novo Xbox 360 e o antigo saiu de cena.

Isso só é válido para conteúdo que já foi comprado em um console não mais utilizado. Por exemplo, se neste novo console, você entrar na Live e comprar qualquer conteúdo novo. Este conteúdo em específico, já passa a ser atrelado ao seu console novo e não ao antigo. Este sistema de licença é feito realmente para conteúdos já comprados em outros consoles. Se você trocou o Xbox 360 e ainda não comprou nada, não tem porque se preocupar com a licença. Por isso também recomenda-se nunca comprar conteúdo com sua gamertag em consoles estranhos, para evitar que o conteúdo seja atrelado a um console que não seja realmente seu. Se precisar comprar algo com urgência, uma promoção que está para expirar, usar o site Xbox.com, faça o login com a sua Gamertag, e compre por lá, pois aí quando você voltar para o seu Xbox 360, o conteúdo comprado no site, começará a baixar automaticamente ao entrar na Live.

Fazendo a troca de licenças!

Fazer a troca de licença não é nenhum bicho de sete cabeça. Na verdade é um processo quase que automático. Porém para poder fazer é necessário que você tenha uma rede de internet na sua casa, pois será necessário conectar o Xbox 360 e o seu PC ao mesmo tempo na internet. Eu tenho um roteador em casa, então não é um problema pra mim.

O processo é feito através desta página do Xbox.com (clique para ver). Basta fazer seu login no site, com a sua gamertag e clicar no “Start Process Now”. O site vai carregar seus dados, mostrar tudo que você comprou e a sua licença atual. Logo em seguida ela vai pedir para que você ligue o seu Xbox 360 novo e entre na Live, pois assim o processo que está sendo feito no site, irá reconhecer qual é o seu novo console e para onde ele deve migrar a licença do conteúdo já comprado. É só ir seguindo o passo-a-passo do site que não tem erro.

E mais um detalhe, todo o conteúdo que você comprou, precisa ser baixado novamente neste novo console. Se você estiver usando o mesmo HDD do console antigo, esse processo é moleza, pois como o conteúdo já está no HDD, ele só vai autenticar um a um os arquivos (todos começam com 99%). Agora se é um HDD novinho, como aconteceu comigo ao adquirir o modelo de 250GB, será necessário um pouco mais de paciência, pois você precisará baixar todos os arquivos novamente. Eu, por exemplo, tenho mais de 50 games comprados na Live Arcade, então levou quase 3 dias para conseguir baixar tudo. Não 72 horas ininterruptas, é claro, mas foram umas 5 horas por dia durante estes três dias só para conseguir baixar tudo. Claro que também depende de quanto conteúdo você tem para baixar e de quão veloz é sua internet.

Por fim, a troca de licença só pode ser feita uma vez a cada 12 meses. Fez uma vez, e acabou trocando o console antes de 12 meses seja lá qual for o motivo, precisa ter paciência e esperar o prazo de 12 meses completar para poder migrar a licença novamente.

Para quem quiser ver um tutorial em vídeo do Major Nelson (em inglês), basta clicar aqui e baixar o vídeo (19MB) em WMV.

Obs: Se nada me atrapalhar o próximo assunto da série “Back To Live” será a respeito do multiplayer de Gears of War 2. Comentando sobre como burlar o bloqueio/bug da busca interminável nas partidas online, sobre os mapas bloqueados (como baixar) e sobre a temporada de 12 dias especiais promovido pela Epic Games com experiência em dobro, horde com waves especiais entre outras coisas que começa amanhã, dia 22 de dezembro, e vai até o dia 03 de janeiro. Post em produção. 😉

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios