Especial Aniversário de 3 anos Portallos: Equipe relembra como conheceu e entrou para o blog!

Ah cara! Esse postão coletivo está sensacional! Não lembro de ter visto algo tão “íntimo” feito pelo integrantes da equipe desde que o blog está no ar. Sim, é claro que estamos sempre dando nossas opiniões pessoais e tal, mas esse post superou o nível de bastidores de qualquer outro que já fizemos. Show mesmo ler a história de cada um desta maravilhosa equipe!

Uma pena que a ideia deste post tenha surgido na madrugada da última sexta-feira. Não deu tempo de caçar todo mundo para participar. Ficou faltando os relatos do Mauri, do Araphawake e do Hugo, que andaram “desaparecidos” neste fim de semana de “pré-niver” Portallos. Quem sabe mais tarde eles não mandam seus relatos e parabéns atrasados? XD

Como fiquei preso no gigantesco Papo de Série especial durante o fim de semana, acabei não conseguindo entrar em contato com alguns ex-integrantes do Portallos. Queria ter tido a ideia deste post a uma semana atrás. Queria ter tido a oportunidade de conversar com uma galera ainda mais antiga ainda do Portallos, que muitos nem devem se lembrar, como o Maverick, Kaochi, Seph e Schumann. Uma pena que não deu tempo. Será que eles teriam algo para dizer sobre o Portallos? Alguns eu perdi contato, nem sei mais se eles acessam o blog.

O Théo também tentou entrar em contato com o Hunterpiro, mas o e-mail que ele tinha estava retornando o e-mail. Uma pena, porque o Hunter também é uma figura lendária que um dia foi parte desta família. Pow, Hunter, cadê tu?

E preciso explicar algumas coisas que o pessoal vai comentar abaixo e talvez alguns leitores possam ficar boiando. XD

Muitos ou quase todos da equipe, falam do forum da equipe. “Pow, o Portallos tem um forum? Por que vocês não abrem aos leitores?”. Rá! É verdade, a gente possui um forum, bem feio e toscão, criado justamente para aquele momento “cafézinho” sabem? Onde a equipe se reuni, discute projetos, conta piadas, goza um do outro, e comenta sobre o rendimento do blog. São bastidores mesmo. Tem dia que não tem anda no forum, e tem dia, que o topico de flood, ultrapassa 20 páginas de besteirol interno. São conteúdos crus e não refinados, que os leitores não devem ter acesso mesmo. O melhor do forum, vocês olham através dos posts criados aqui. Lá é o pré-cozimento, para que a comida chegue no ponto certo aqui!

Seria legal ter um forum, mas como muitos vão contar mais abaixo, eu já tive um forum. Eu administrei por 5 anos a comunidade Nós, Gamers, Merecemos (NGM), e chegou num ponto em que não queria mais um forum. Eu gosto do formato blog! Mais controlável, informativo e até mais divertido que um forum, acreditem em mim! Não que uma comunidade de forum seja ruim. E podem esperar porque um dos próximos Editoriais do TMT, vou comentar sobre esse assunto. Para hoje, basta vocês saberem, que apesar do quão sensacional a galera abaixo aí faz parecer ter um forum do Portallos, esse forum perde completamente seu propósito, sem esse espaço do BLOG para refinar as ideias e compartilha-las com vocês, leitores! O forum da equipe é uma ferramenta, um meio para um fim. O resultado final é o Portallos como vocês conhecem!

Quero agradecer deste já o Chief e o Ovelha, que mandaram suas participações!

Quanto a minha história? Bem eu não conheci o Portallos, eu criei ele! Então realmente o meu relato não é tão bacana quanto o dessa galera abaixo. Hoje o dia é deles! A minha história, deixo para contar um outro dia, porque provavelmente não conseguiria resumir em tão poucas palavras (e por isso criei o tal editorial que estrou hoje!). Mas a ideia do Portallos, desde antes de nascer sempre foi essa de conteúdo diversificado e expansivo para aonde desse e uma equipe gigantesca de colaboradores e com muito conteúdo diário, já que sempre tive muita inveja dos sites internacionais, como a Kotaku EUA, que tem conteúdos aos montes todos os dias. Alguns anos atrás os blogues nacionais era atualizados poucas vezes aos dias, as vezes por semanas. Então eu sempre desejei ao mais maluco, mais cheio de adrenalina, algo que até mesmo os leitores mais malucos tivessem dificuldade de acompanhar tudo! E o Portallos é assim, uma montanha-russa de assuntos, de atualizações e de surpresas. 3 anos que nem vi passar. E ainda vejo o Portallos como um blog que ainda não mostrou nem 10% do seu verdadeiro potencial!

Agora passo a bola para os meus amigos e companheiros de dia-a-dia, falo com alguns aqui, as vezes mais vezes do que falo com alguns dos meus familiares, então o termo família é realmente uma honra. Quantos blogs tem o prazer de falar assim de seus companheiros? E se você se perder nos nomes, não se esqueça que aqui tem a fotinho de todo mundo.

Théo Medeiros

Eu conheci o Portallos acho que bem no início de tudo. Como a Dakini, eu acompanhava a comunidade da NGM, onde o Thiago também era o chefão. Até que ele anunciou o projeto do Portallos e uns dias depois ele criou um post no fórum avisando que quem quisesse se juntar à equipe do Portallos era só falar com ele. Na época eu e uma amiga tínhamos um blog chamado Mestre Miagui (desafio seus olhos a não derreter com o nosso esquema de cores!), onde falávamos de cinema de uma forma bem descontraída e sem papas na língua. Separei alguns textos do Miagui e mandei pro Thiago… O resto é história! Comecei a contribuir de maneira tímida com as notícias de jogos e logo que peguei confiança na minha escrita, passei a escrever também sobre cinema e volta e meia algum especial sobre uma série de televisão.

Acho que a parte mais bacana de participar do blog (ou é site?) é, na verdade, o que a gente faz fora dele. Mais precisamente no nosso fórum interno, onde discutimos notícias, desabafamos sobre os problemas do cotidiano, fazemos piadas uns com os outros, sugerimos temas e discussões para futuros posts… Enfim, o fórum interno é o nosso happy hour online! E foi por lá que eu conheci essas pessoas fantásticas do Portallos e que hoje eu chamo de amigos! E é uma honra fazer parte dessa família! Que esses três anos de vida sejam os primeiros de muitos!

Igor Dadah

Como muitos outros aqui, também participava do fórum NGM. Na época existia um site da NGM, e como curtia muito o fórum, me ofereci para ajudar, e acabei entrando na equipe para cuidar da parte ‘técnica’ do website (webdesigner ou coisa do tipo). Quando o Thiago resolveu criar o blog Portallos (no antigo endereço portallos.wordpress.com, e que ainda recebe 600 visualizações diárias =)), quem quisesse da equipe NGM tinha acesso e podia postar no Portallos. Curti a oportunidade e comecei a postar com frequencia, além de ir tirando dúvidas do pessoal quanto ao wordpress e outros detalhes. Após o Thiago deixar a equipe da NGM ainda tínhamos um fórum privado lá para coordenar equipe, mas eventualmente fomos kickados por problemas na época, o que separou de vez as equipes e levou a criação do fórum interno para coordernar os assuntos do Portallos (e falar muita abobrinha heh).

No fim deixei de postar com frequencia (tirando um ou outro texto gigante, algo cada vez mais raro) e ‘tomei conta’ do servidor, cuidando da mudança e instalação do blog no www.portallos.com.br, plugins, backups, modificações no código, abrir/cuidar de chamados por problemas no host, ter muitas dores de cabeça com host, lidar com mudanças inesperadas do host…

Vi todo esse pessoal entrar pro time, vi infelizmente alguns saírem, e é triste pois todos viram amigos que se falam quase todo dia (aprendi com o tempo que para manter o blog ativo, às vezes algumas medidas mais drásticas são necessárias). Vi o Portallos crescendo, daquelas 600 visualizações para as mais 11000 que temos hoje! Tudo isso faz a gente ter orgulho, e também se dedicar para levar tudo adiante, discutindo novos projetos, pensando em melhorias para o site, mudanças para dar mais qualidade no acesso… e eu sou um cara que adora receber sugestões e críticas sobre o Portallos, então se puderem mandar pela página de contato (ou se preferir diretamente no email dadah@portallos.com.br), ficaremos felizes de ler e responder a todos =). E que venha o quarto aniversário!

Sofia Dakini

Minha história com o Portallos vem, na verdade, de antes de ele existir, quando o Thiago ainda era o chefão da NGM. Eu não participava quase nada do fórum, mas gostava de ir lá pra tentar a sorte nas rifas (e cheguei a ganhar três!!). Tudo ia bem, até que acabaram as rifas, promoções e tudo do tipo! OH NOES! E aí, logo em seguida, vi o chefe sair de lá junto com um pessoal e fundar o Portallos. Me mudei de mala e cuia pra cá, quer dizer, pro antigo Portallos, e acompanhava diariamente.

Sempre gostei de tudo que postavam e comentava relativamente bastante, até que surgiu um recrutamento de membros. “Pô, eu até queria participar, o pessoal é tri gente boa, mas tô atolada de coisa pra fazer já” foi o que pensei e mais ou menos o que postei lá, desejando boa sorte a quem fosse tentar entrar. Mas eis que (e até hoje não sei se isso foi inventado na hora) o Theo posta “Nem vou falar que estava rolando uma campanha nos bastidores para trazer a Dakini pro Portallos… =X”, o que foi retificado por Mauri, Thiago e nosso ex-companheiro Chief. Minha reação: =O E aí não tive como não participar, né! Hahaha. Fiquei bem feliz na época, e é incrível pensar que isso foi há um ano e meio somente! Agosto de 2009… e parece que faz uma eternidade.

Comecei postando sugestões de animês que assistia na época e algumas notícias, mas não era tão assídua quanto atualmente. Foi no início do ano passado que, bem do nada, surgiu o primeiro “wallpaper do dia” no blog, e até lá sou presença diária, mesmo que tímida. Quando tenho tempo, posto algo diferente, e também participo dos MdQs e, às vezes, dos CdMs. Mas sinceramente, mesmo que eu me “aposentasse” e virasse apenas leitora novamente, o Portallos nunca deixaria de ser minha casa na internet. Valeu, equipe, valeu, leitores! Parabéns e vida longa pro blog! o/

Alex Pikachu

Bem, minha relação com o blogue, é uma coisa difícil de explicar, foi algo natural, do tipo daqueles relacionamentos duradouros, que são para casar mesmo, mas a história em si é bem simples, sem muitas firulas.

Eu conheci o Portallos em minhas navegadas em busca de um bom blogue de games. De repente me deparei com um site que me fazia sentir em casa, com um papo bem descontraído, e assim sentei, li e passei a frequentar o site todos os dias por meio dos feeds rss. O conteúdo diversificado era um grande atrativo, os textos bem livres, e em pouco tempo já era um dos meus sites favoritos.

Pouco tempo depois vi o convite para entrar para a equipe por meio do recrutamento em 2009, não perdi tempo e já fiz um post para participar, sempre gostei de escrever, uma paixão criar textos, embora eu seja da área de exatas sempre tive muita afinidade com a língua portuguesa, sabia que não era tão bom assim, mas que com treino ficaria melhor. E assim, um post atrás do outro fui tentando provar para eles que eu merecia fazer parte do time, e em pouco tempo meus esforços deram frutos e lá estava eu integrante da equipe do blog, nunca tive experiência com este tipo de coisa, mas parecia ser um bom desafio.

No início tudo foi bem difícil, e na verdade ainda têm sido, mas a equipe sempre ajuda bastante, e não consigo falar com o pessoal, ou sem participar com textos, acabo ficando doente, em crise de abstinência, já faz parte da minha vida, e penso em até me profissionalizar um dia, por conta experiência ótima que tenho tido.

Paulo PRLS

Eu também conheci o Portallos bem do inicio, pois acompanhava e fazia parte da campanha Nós Games Merecemos do fórum NGM que na época também tinha um site. Como o Theo falou o Thiago era o Big Boss do site e fórum e lá acabei conhecendo grande parte da equipe inicial do blog. Eu escrevia algumas análises de jogos para o site e fui acompanhando o Portalos até que mandei um texto e fui aceito, acho que foi assim, não me lembro exatamente pois na época também tinha um site o Pokebomba que mantinha sozinho e ficava sempre postando nos 2 sites as novidades. Mas meu site não andava muito bem e devido à convivência com a equipe do Portallos acabei deixando-o de lado e entrando totalmente no Portallos.

O melhor na minha opinião de participar do Portallos é poder dar a minha opinião sobre o que eu quiser, na hora em que desejar, seja nos post, no fórum exclusivo da equipe ou nos comentários. Os post coletivos que fazemos de vez em quando também são muito legais por juntarem a opinião de todos ao mesmo tempo. O forum é algo fora do normal, somente quem faz parte sabe o caos que ele é e como isso é divertido, todos dão sua opinião, sugerem matérias, dão conselhos e brincam uns com os outros.

Mesmo não aparecendo tanto quando a uns tempos atrás devido as correrias do dia a dia, me sinto bem ao poder fazer meus post especificos toda semana e mais alguns quando consigo. Sei que todos da equipe vão ler e dar sua opinião caso seja necessário pelo fórum, para melhorar no futuro e que muitos leitores poderão deixar suas opiniões, duvidas os sugestões nos mesmos posts.

Este é um clube que gosto de fazer parte e não pretendo sair tão cedo.

Pedro Duarte

Eu não lembro como cheguei no blog pela primeira vez… Em alguma busca por alguma coisa e caiu aqui!

Mas, logo adorei o fato de os textos terem opinião: não eram só notícias passadas de forma “fria”, e também de que tudo era feito com muito gosto pela equipe. Melhorou ainda mais no meu conceito quando passei a ler os comentários e percebi que o leitor do Portallos era diferenciado: sem ofensas, divertido, pessoas espertas e que tinham opinião e que discutiam, com um bom nível, com o autor do post e entre todos, enfim.

Assim, como jornalista que sou, entediado com a forma chata que é padronizada no jornalismo comum – tentando ser imparcial, bem noticioso, do meu trabalho àquela época – que buscava esconder a identidade mesmo, resolvi mandar um email para fazer parte daquela equipe e tornar público as minhas maluquices. Recebi a resposta, mandei algumas resenhas de livros e bom… faz um ano e um mês agora!

O quadro de livros ganhou nome, Livroteca, e por ele, li muuuitos mais livros do que estava acostumado (e do que podia ler, à época). O Portallos me possibilitou fazer ótimas entrevistas, com Pato Fu, Wendel Bezerra, entre outros e criar uma legião de amigos/leitores que acompanham as minhas opiniões loucas e comentam os textos mais poêmcios, classificados internamente como “povão” (que tem um apelo maior de comentários).

Mas, como todo mundo da equipe já sabe (porque já falei mil vezes), o mais legal é fazer parte de tudo isso, vibrar a cada recorde de visitas, a cada post dos colegas que geram ótimas discussões e claro, tem também as nossas conversas internas, onde a gente desabafa sobre as enrascadas do cotidiano, pede opiniões, aprende, discute (e briga também), etc.

Então, obrigado à equipe inicial por ter me aceitado e obrigado aos leitores que me aguentam! E hoje, sinceramente, não seria como faria sem esse prazer que é postar aqui!

Rackor

Bem, minha história com o Portallos foi ao acaso, como acredito que tenha sido de muitos que pulam de uma página a outra e acabam voltando mais vezes. O que mais me chamou atenção foram as belas imagens, sempre algo fugindo do habitual, o uso constante de FanArts para ilustrar os posts, e claro os banners supremos do blog. Poucas vezes eu havia visto algo tão bem organizado, e bonito visualmente que não fosse já um site “grande”. Os posts e os toques pessoas, assim como as piadinhas inseridas naturalmente também foram um chamariz.

Frenquentei por uns 6 meses e depois só vinha periodicamente para ler em geral as matérias grandes, fato ocasionado pela falta de tempo. A visão mais geral, e pessoal, dos posts “Opinião/Impressões” dão a sensação de bate-papo, e não de crítica propriamente dita, e unida a dicussão sempre salutar e respeitosa que rola nos comentários, são na minha opinião o que fazem do Portallos o que ele é hoje.

Como entrei pra equipe? Mais ou menos ao acaso. Sério mesmo, talvez o pessoal da equipe nem saiba mas fiz este post gigante sobre JUS de onda. Sempre quis escrever sobre o assunto, cujo qual já estava cansado de explicar e repetir para inúmeras pessoas, então o esqueleto da coisa já estava bem formado em minha mente foi só arrumar, achar as imagens e voilá. Como não queria fazer as coisas pela metade, aproveitei a deixa do Viewtiful Joe e a Amaterasu no MvsC3 e fiz mais um nos moldes dos que o Thiago já vinha fazendo. Quando recebi o e-mail, ainda não sabia se aceitava ou não. Pensei que não tinha nada a perder e aceitei,e como foi bom ter aceitado. É umas das coisas mais bacanas de se fazer, escrever sobre sua opinião/impressão sobre algo que você tenha experimentado, ou anunciado. Blogar é uma coisa relaxante pra mim, e é ainda mais divertindo quando se faz isto em grupo, discutindo com os outros integrantes, e uma das coisas mais legais: ler o flood do fórum interno.

KonSama

Bem, a pergunta que me fazem agora é sobre como conheci o Portallos e como vim parar aqui, escrevendo pra vocês, nem sei bem o que dizer, eu nunca levei muita fé em frases feitas, famosas e afins, mas parece que as expressões “estar na hora certa e no momento certo” e “cair de pára- quedas” se encaixam perfeitamente nesta história, pois o mês em que conheci o Portalos foi o memso mês em que ocorreu o último recrutamento.

Eu sou um cara muito fútil, mas já fui mais, depois de uma desilusão amorosa online, muito Orkut, MSN, e tempos difíceis onde trabalhar e estudar era algo com o qual eu ainda estava me re-acostumando (sim, também adorava ser vagabundo), decidi mudar, cortar algumas relações e usar a internet ao meu favor, para adquirir mais conhecimento e menos desavenças dentro da internet, mas como conhecer gente nova? Fiquei tanto tempo concentrado num ponto só da grande rede, que acabei me esquecendo de todo o resto, nunca havia adentrado um fórum antes, e quando me prestava ao esforço de me cadastrar em algum, era somente para ter algo em troca (fazer downloads). Tentei alguns fóruns bem badalados por aí, mas fosse no orkut ou qualquer outro lugar, nada dava certo, o que eu queria era me destacar rapidamente, ver alguém lendo o que eu escrevia e respondendo também, mas não encontrei isso em lugar algum, pois isso levaria tempo, e a impaciência era o meu sobrenome..

Sem a menor perspectiva de fazer novas amizades online, eu seguia a risca algumas rotinas, como por exemplo baixar minha lista de mangás semanais toda sexta feira, mas numa destas sextas, o site onde eu costumava fazer download simplesmente atrasou o capítulo da semana, no mesmo momento pensei “mas isso não é possível, eu quero ler essa %#&$ agora” (hehe… se não me engano era o final da saga do futuro, ou seja, o ápice da coisa), então me retirando do site furioso (ah… se soubéssemos o trabalho que dá para traduzir um capítulo…) pus-me a procurar no Google onde baixar o capítulo mais atual, e nas primeiras posições das buscas quem apareceu? (óbvio, não?) Sim meu amigos, o Portallos, entrei sem pensar 2 vezes, achando que o site me disponibilizaria o download do capítulo, quando na verdade havia acabado de entrar num dos CDM’s.

Apressado e sem muito compromisso, fiz uma leitura dinâmica (ou seja, não quase nada) e fui embora (mais uma vez danado da vida por não ter encontrado um link que fosse para baixar o maldito capítulo), porém na semana seguinte, mais uma vez eu tive de procurar o capítulo em outra freguesia, e procurando no Google, mais uma vez deu Portallos no topo, só que desta vez havia também um link onde o chefe explicava o que era o Conversa de Mangá, a curiosidade falou mais alto, entrei novamente, li de cabo a rabo, e achei genial, de Katekyo para Bleach, de Bleach para Naruto e (claro) por fim One Piece foi um pulo, as opiniões expressas ali eram características próprias do blog (e ficou aquela impressão de “puxa vida, como ninguém pensou nisso antes?”), poucas foram ás vezes em que vi um texto te convidar de fato a comentar, o visual também era bastante chamativo, e ao olhar os banners laterais, enfim aconteceu… (quem não se lembra daquele banner de recrutamento do Tobi? Como bom curioso, entrei, li, reli, ponderei muito sobre o assunto, demais até, eu diria (um defeito e virtude ao mesmo tempo?) e pensei “porque não?”, não tinha a menor afinidade com papel e lápis, mas sempre me saia relativamente bem em redações e por vezes me pegava trocando opiniões com meus botões por não conhecer tanta gente que gostasse de animes como eu, e como não tinha nada a perder, ali estava chance de tentar conhecer gente nova, mudar um pouco os ares e fazer valer a pena o uso da minha conexão banda larga, o texto mais uma vez era EXTREMAMENTE (sim, com letra maiúscula) convidativo, o que me animou ainda mais.

Pesquisei e decidi começar por animes, na época Nurarihyo No Mago estreava na TV japonesa, e como odiei o primeiro episódio (hoje me arrependo um pouco do que escrevi, mas só um pouco, e era tudo brincadeira) e pensei em algumas piadinhas, resolvi logo criar algo em cima daquilo, e foi assim, no meu bloquinho de notas (sim, ignorei o Word, e isso me rendeu uns bons erros de português) que nasceu o meu primeiro post, os que vieram depois nem chegaram perto de fluírem tão bem quanto o inicial, e descobri o quanto seria difícil aprender a escrever e dar a minha opinião sobre um determinado assunto, a ansiedade por saber se iria ver minha postagem entrar para o blog foi o momento mais angustiante (e satisfação de ter o seu primeiro texto bem comentado foi a maior recompensa que eu poderia ganhar naquele momento), tanta gente que escrevia milhões de vezes melhor do que eu já tinha deixado a sua marca nas páginas do Portallos, e muito provavelmente eles eram leitores de longa data, enquanto eu conhecia o blog não fazia nem 1 mês ainda, que chances eu tinha? Não sabia, mas também, isso pouco importou pra mim, porque o prazer em escrever só aumentava a cada tentativa de texto criado, enchi o saco, mandei uns 5 ou 6 (não sei ao certo), totalmente ás cegas, também marquei presença nos comentários (coisa que nunca estive acostumado a fazer) para mostrar a que tinha vindo, enfim, foi um mês onde eu realmente vivi em função de algo que nem fazia parte da minha vida direito, só contando com a minha vontade em fazer parte daquilo, e quando finalmente tudo esfriou e rolou aquela demora esperta na divulgação dos resultados, comigo já tendo desencanado na idéia (afinal somente um post meu foi publicado durante o recrutamento e a regra para entrar era mandar ao menos 2), eis que Mister T abre as portas da blogosfera a este humilde aprendiz de blogueiro me convidando por email, a sensação de conquista se misturou com o medo de não dar conta do que eu mesmo havia criado, mas fui em frente, mesmo sem saber o que me esperava, e assim foi, ou melhor, está sendo, pois fazer parte de tudo isso foi uma das poucas conquistas que pude realmente comemorar no ano que passou (comemorei mais 2 vitórias logo no começo deste ano, graças a Deus), posso não demonstrar como deveria, por ser muito reservado ás vezes (o Kon que escreve é totalmente diferente do Kon da vida real) , mas agradeço de coração a toda equipe por acolher de braços abertos um novato como eu, que ainda tem muito o que aprender, mas que está adorando a experiência de blogar e fazer novos amigos, acho que este é o diferencial do Portallos, conquistar o seu leitor, fidelizá-lo, dividir o seu conhecimento com ele sem esperar nada em troca, torná-lo parte da família, e… enfim, ficaria aqui por horas a fio, dizendo a mesma coisa com palavras diferentes, então apenas termino dizendo obrigado.

Eduardo Never

Bom, eu realmente tentei, mas não consegui lembrar quando conheci o Portallos. Provavelmente caí aqui depois de alguma pesquisa no Google, procurando sobre algum jogo ou coisa do tipo. Logo fui com a cara do blog, tanto pela aparência simples e bonita quanto pelo conteúdo original. O que mais me chamou atenção foi a diversidade: games, música, animes, cinema, tecnologia, livros… Enfim, tudo que eu gostava eu podia encontrar no Portallos. Poucas vezes eu comentava nos posts, mas estava sempre lendo a maioria deles.

Em um belo dia, vejo o post sobre o Recrutamento 2010. “Porque não?”, eu pensei. Escreve de cara dois textos horríveis e enviei. Algum tempo depois Thiago me respondeu dizendo que os textos não se enquadravam no estilo do Portallos. Eu poderia ter xingado muito no twitter, poderia desistir, mas não, eu reescrevi um dos textos e reenviei. Nessa segunda tentativa o texto foi aprovado e publicado no Portallos com o título “Reflexão: Acesso a banda larga é um direito básico?”.

Um bom tempo depois de terminado o recrutamento eu recebi um e-mail que tinha sido escolhido para me juntar a equipe. Fiquei surpreso, pois foi bastante tempo depois e eu nem me lembrava do recrutamento, haha! O resultado disso é que conheci 14 pessoas que não deveriam andar soltos pelas ruas, 14 loucos que atualmente fazem parte dessa equipe comigo. Embora, eu ande um pouco ausente no blog, sempre dou um pulinho no fórum da equipe para ver o que estão discutindo ou as besteiras que estão falando. É isso, não é uma história de amor, não é uma história dramática, mas é a minha história com o Portallos!

Raphael Meltoh

Bem… Como muitos eu conheci o Portallos pelo bom e velho Google, enquanto pesquisava alguma coisa sobre a HQ do Super Pato, que eu curtia muito quando era mais criança e tinha duas edições inclusive. E eis que eu encontro o Portallos em uma das buscas, e qual não foi minha felicidade ao encontrar o download das outras edições.

Depois disso, o site ficou no histórico, senão me falha a memória, e nas minhas navegadas pela Internet em busca de notícias, eu visitava ele vez ou outra, e o curioso é que eu visitava as notícias pelas sessões do lado, tipo, anime, games, e etc. Não ia direto na Home da página. Aí então, depois de algum tempo o Portallos mudou de página, e lá fui eu visitar ele mais uma vez, peguei o hábito de ler a partir da Home, e fui me tornando leitor ao longo do tempo, pouco comentava, é verdade, mas adorava os textos que refletiam opinião do autor sobre determinado assunto.

E então determinado dia, abriu o recrutamento. Fiquei em dúvida se deveria participar, pois não sabia se conseguiria conciliar tempo para escrever pro blog. Um pouco antes dessa época eu participava de um outro fórum, como escritor amador, e escrevia histórias e contos.

E então me bateu aquela vontade de escrever para o blog. “Ah, vou tentar participar!” Durante as férias de 2010, escrevi vários textos, acho que foram cinco, e três deles foram publicados. Toda vez que eu mandava um texto, ficava muito ancioso para saber se ele seria publicado, e quando isso acontecia, ficava realmente muito animado, e isso fazia eu me empenhar mais ainda para o próximo texto. E então houve aquele esfriamento do recrutamento, onde as informações pararam de sair. Nesse período, minhas aulas na faculdade haviam acabado de começar, e eu ainda estava bastante esperançoso de conseguir uma vaga no Portallos.

Foi quando eu recebi o e-mail de convite, poxa, eu fiquei muito feliz, mas também pensativo, pensei por vários dias até dar a resposta, e finalmente entrei no blog e no fórum privativo, onde comecei a conhecer essa galera gente fina daqui. No início eu era muito tímido e pouco falava (talvez eu ainda seja um pouco assim), mas hoje em dia to me soltando mais! =)

Entre Setembro e Outubro passados, a faculdade pesou um pouquinho e eu tive que ficar bastante ocupado, e acabei não tendo muito tempo pro blog, o que gerou um tempinho sem posts. Eu justifiquei, e Thiago me deu uma nova chance, que desde então não tenho desperdiçado. Vi os recrutas se transformarem em colaboradores, e meu status continuar o de recruta, merecidamente, pois ainda estava numa fase de aprendizado. Aprendi a conciliar melhor o meu tempo, e voltei a fazer meus posts. Fui promovido a colaborador, o que me deixou em ver que meu trabalho está sendo bem reconhecido dentro e fora do blog. Hoje, me sinto orgulhoso de integrar a equipe de um dos melhores blogs do Brasil, que sabe transmitir informação com um toque pessoal que só o Portallos conhece, e que é o seu diferencial que todos nós gostamos! E vivas aos 3 anos do Portallos!

Fabio

Não sei se vocês já repararam, mas eu não sou a bolacha mais sociável do pacote. Passei por períodos de muito isolamento nos últimos anos, e isso acabou me deixando bastante enferrujado para lidar com as pessoas. Quem me conhece sabe que tenho um coração de ouro e sou bem intencionado, mas a falta de tato para perceber certas coisas ou usar as palavras certas na hora de expressar minhas ideias fazem com que estranhos tenham uma impressão totalmente errada de mim às vezes. Nem sempre foi assim, e lembrar de tempos diferentes, tempos em que minha vida social era plena ao menos online, pois fazia parte de dois fansubs (Manga Scans BR e Anime Koi) onde tinha muitos amigos, fez surgir em mim a vontade de novamente pertencer a uma equipe e fazer novas amizades.

É claro que eu também sempre gostei de videogames e de expressar minhas opiniões sobre eles, então resolvi unir o útil ao agradável e mandar um e-mail para o Wii Brasil, site que acompanhava na época, pedindo para entrar na equipe. Fui aceito, mas encontrei um ambiente totalmente diferente do que esperava, muito mais focado para os “negócios” do que para amizades. Por vários motivos que não merecem ser comentados e também pela minha falta de tato para lidar com as pessoas, acabei sendo convidado a me retirar da equipe em pouco tempo, mas conheci pessoas muito legais lá — inclusive a Dakini, que também trabalhava no Wii Brasil naquela época, e foi através dela que conheci o Portallos.

Adorei a proposta do blog de se focar mais em opiniões e em posts personalizados do que nas notícias nuas e cruas, e também fui me afeiçoando muito aos integrantes da equipe ao ler seus comentários nos posts. Então, assim que pintou a primeira oportunidade, no meu caso durante o recrutamento do ano passado, me inscrevi e, por sorte, fui aceito como membro.

No Portallos, finalmente encontrei o ambiente que tanto procurava. Somos uma família: sou mais próximo de alguns e até já cheguei a me desentender com outros, mas adoro todos eles e sinto muito orgulho de fazer parte disso tudo. Tive vários problemas que me impediram de colaborar tanto quanto gostaria até agora, mas todos foram sempre pacientes e encorajadores. Pra ser sincero, sinto que ainda não mereço fazer parte da equipe, pois eles me dão muito mais do que eu faço por eles, mas estou me esforçando para mudar isso, recuperar o tempo perdido e contribuir para que o blog fique cada fez melhor. Não sei aonde a vida vai me levar, mas, se depender de mim, serei do Portallos até o fim (rimou :P).

Participações Especiais (Ex-companheiros de Blog!)

Gabriel Chief

Assim como grande parte da galera, eu conheci o Projeto Portallos bem no início. Adentrei a comunidade do Nós Gamers Merecemos através de um amigo (Sephiroth_VII, que também colaborou com o blog) por causa dos concursos de Texto do Mês, que garantiam um jogo na faixa para o vencedor. Enviei resenhas nos últimos dois meses dos concursos, mas não ganhei nenhum! Novamente, me arrisquei quando o início do blog foi divulgado pelo Mr. T. Enviei MPs com alguns textos, e entrei no primeiro “recrutamento” da galera. E foi com essa galera que aprendi a conviver na internet, entrando no fórum interno para bater papo sobre tudo, compartilhando vitórias (desde os recordes de acesso até mesmo “achievments” pessoais) tristezas (que tal uma conta de quantos 360 da equipe já deram problema?) e até mesmo questões morais, como a galera me convencendo a não faltar mais aula! Vocês deviam ver como são engraçados os “Flood em Imagens” que o Big Boss faz no QG Portallos! Ria muito!

Comecei falando exclusivamente de games, mas os famosos “Eu Fui!” me despertaram também um olhar crítico também para o cinema! Mas então, sem mais delongas, as maiores influências da minha vida internética vieram desse pessoal! Gente talentosa e acima de tudo,companheira e = amiga. Esse é o Portallos, opinião série em clima de mesa de bar mesmo (daqueles que mesmo na correria, a gente sempre para pra bater um papo, ou até mesmo ver um streaming da E3!)

Gustavo Ovelha

Eu conheci o Portallos através da NGM, quando conheci o Thiago, realizei uma venda com ele e acabei conhecendo ele e mais tarde o blog. Fora que tinha o PRLS que é meu amigo aqui da cidade que ficava me indicando o blog, acabei acessando e virou um dos blogs que era obrigatória a visita diária. Então um dia abriu o recrutamento, resolvi arriscar e até hoje me lembro do email do Thiago falando que eu era um deles, nossa como eu fiquei feliz, muito mesmo.

Passei praticamente um ano na equipe, fazendo posts diversos, mas principalmente sobre dvds e série, acabei criando o que é hoje o Papo de série, postava diariamente, até que por falta de tempo disponivel, tive que deixar o blog, o que fiz com grande tristeza, pois gostava do blog e principalmente da equipe que fazia parte dele, as pessoas que conheci nesse um ano de equipe são ótimas e tenho amizade até hoje. Continuo acessando o blog diariamente e acredito que tenha deixado minha marca no Portallos (Papo de série e outras coisas pequenas), o que realmente é ótimo e me deixa muito feliz. Agradeço ao pessoal por tudo e com certeza espero que futuramente as coisas se acalmem e quem sabe eu não volto? 😛 Que o Portallos cresça cada ano mais pois merece.

Isso também pode lhe interessar

42 Comentários

  1. Que post coletivo fod#.
    Só acompanho o Portallos à um ano, e adoro, depois da escola e trabalhar, chegando em casa a primeira coisa que faço é ver o Portallos (eu to no trabalho kk)
    Cara, como eu adoro os CdM e os Wall, eu tenho uma porrada de Wall salvos aqui *-*
    Parabéns a todos os integrantes do Portallos…Ah !! Vida longa ao Portallos…

  2. Parabéns mais uma vez Portallos…

    A história de todos é muito peculiar e interessante…

    Como dizem os heróis de animes: Não vou desistir de entrar na equipe, nem que custe minha própria vida!!! rsrsrsrsrs…

    Dos que tiveram posts publicados fui um dos poucos que não entrou, mas admito que faltou um pouco de empenho, vejo agora que alguns que passaram em 2010 mandaram até 5 posts e eu mandei só os 2 minimos… Faltou um algo a mais pra mim… Esse ano tento de novo fazer parte dessa familia como escritor, porque da familia de leitores eu vou ser sempre…

  3. Não sei bem dizer, mas sempre sonhei em fazer parte da equipe. Agora lendo todo o post coletivo, me fez querer mais. XD
    O Portallos é, para mim, o melhor site/blog da internet brasileira. O conteúdo é diversificado e consegue ser muito dinâmico e solto, francamente, não consigo me imaginar antes da existência do Portallos na minha vida. Algum dia, farei parte da equipe. Obrigado Portallos, não apenas por fazer parte do meu “mata-tédio”, mas por fazer parte da minha vida como um todo.

  4. Fantástico esse post!!!
    Desde que conheci esse site há um ano não consigo ficar sem entrar nele durante 1 dia pois só esse site consegue algo raro fazer uma conversa de mangá de One Piece,Naruto e Bleach sem que haja ofensas entre os fãs mais fervorosos de respectivas séries e se não fosse por matérias do Portallos provavelmente não me interessaria em ver 2 animes que hoje em dia ficam no meu top 10 tranquilamente(Code Geass e Ga Rei Zero)

  5. PO DEVERIA TER UMA RIFA AQUI TAMBEM XD
    Zuera xD

    Curti pacas a historia do pessoal aqui *-*
    Concordo com muito do que falaram principalmente com o Pedro e o Kon

    E é isso aih espero que venham mais 3 anos e depois mais 3 e assim por diante 8D

    Estarei aqui sempre lendo os otimos textos da galera, pegando os belos walls que a dakini posta, baixando os cds que o Pedro recomenda… 8D’

    Parabens toda a equipe Portallos e claro nos tambem os leitores desse otimo blog 8D

  6. putz ainda não tive coragem de ler essa blibia, muitooooo grande, to sem tempo agora depois volto pra comentar, só vim nesse post desejar o meu feliz aniversario ao Portallos, e desejar que esse blog de nerds sobreviva até o fim dos tempo (bem não ta tão longe, 2012 tá ai).

    edit: Precisava desejar em algum post, são muitos decidi postar no coletivo do gurpo, portallos a 200% de velocidade nesse aniversário 8D.

  7. Conheci o blog por acaso, me interessei e assim eu me famirializei com ele rapido. Muito bom. Parabéns Portallos, um blog perfeito e que vai crescer ainda mais.

    PORTALLOS…. IP-IP UHAAAA-IP-IP-UHAAAAA!!!! PARABÉNS PORTALLOS !!!!

  8. De novo parabéns Potallos e, vendo esse post ( que ficou incrível =D) percebe-se que a equipe do Portallos é realmente feita de amigos. Ficou nítido o carinho que todos tem pelo blog e como isso melhorou a vida de alguns. Uma familia mesmo.^^

    É muito bom achar um lugar onde se conhece pessoas legais, com gostos parecidos, e onde se pode discutir e trocar idéias, tudo isso com respeito. Muito bom mesmo! O Portallos é sem duvida uma casa muito calorosa pra quem gosta de games, filmes, livros, animes, hqs e etc. Valeu mesmo por criarem o Portallos. =D

  9. Post genial, muito legal saber a história dos membros da equipe. Esse aniversário do Portallos foi comemorado com alto estilo, muitos posts interessantes e parabéns pelo blog, que é sem dúvida o melhor que já tive o prazer de acompanhar.

  10. Uma família – isso que o blog (ou site) representa aos meus olhos.
    Vcs nos trazem informações, sem ganhar um tostão furado, apenas por prazer.
    Agem com verdadeiro altruísmo.
    Parabéns à todos, pq vcs merecem!
    Sucesso!
    E que venha mais 100 anos de Portallos o/

  11. Ja venho acompanhando portallos faz mais de 1 ano, e mesmo estando certos momentos me sentindo meio de lado as coisas hoje vejo o quanto fiquei surprêendido com esta equipe maravilhosa no qual fazem parte do portallos.

    Aprecio muito o trabalho de todos , e com isso ate sinto uma animação para tentar entrar ao blog(site) um dia se eu conseguir. Em especial queria agradeçer ao comentario pessoal(vivenciado) do KonSama que no caso me deu muita força agora para tentar algum dia ser do portallos.

    Um grande parabéns para voces todos e felicidades, amizades e bons posts para esse 2011

    Gogogo portallos o/

  12. Caramba, como é bom ver como isso aqui cresceu!
    Continuo acompanhando tudo que aparece por aqui, mesmo que não dê as caras nos comentários (recebo tudo por feed XD)
    Parabéns mesmo, garotada! É uma pena que a minha falta de tempo tenha provocado a minha saída da equipe, mas ainda continuo torcendo muito pelo sucesso do Portallos e curtindo o que vcs escrevem aqui. Acho que se eu tivesse que escrever algum texto hoje acabaria sendo sobre Eletromagnetismo, Eletrônica e afins, então é melhor eu ficar na minha mesmo! hahahaha

    De novo: Muito sucesso pra todos vocês, e boa sorte pra toda a garotada nova que tá postando agora.

    Grande abraço! Keep rockin’!
    Schumann

    PS: Thiago seu safado! Eu ainda vejo vc entrar no gtalk o tempo todo! Se vc der uma olhada, meu e-mail ainda deve estar lá naqueles e-mails velhos do Portallos… ainda vejo o Theo perdido por lá… tô vivo sim, mas perdido no meio do inferno da Engenharia… =P

    1. Ae Schumann! Que legal vê-lo por aqui rapaz. Um abração pra ti! E felicitações ae pela facu de engenharia!

      (Eu não fico no Gtalk de blablabla XD huahua é que eu fico com o e-mail do gmail aberto quase o dia todo, vendo ofertas online, e-mail do serviço, esposa e do portallos. XD – não dá pra responder tudo mas eu tendo o maximo XD )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.