Jogando

Pokémon Online: Quem não tem cão, caça com gato, e quem tem também! [Ferramenta]

Teve uma época que muitas versões online não-oficiais de Pokémon começaram a pipocar pela Web. Cheguei a jogar duas delas, o Netbattle e um outro que era feito com gráficos do jogo online Tibia, que por sinal era bem feito até. O primeiro foi descontinuado, mas ainda cheguei a ver uma segunda versão que fizeram dele chamado de Supremacy, que agregava a quarta geração de Pokémons aos jogáveis. E o segundo eu não sei como anda, faz tempo que eu parei de jogar, mas lembro que na época os servidores estavam lotadaços, e era muito dificil entrar para jogar.

A premissa básica do Netbattle era batalhar e batalhar! E com o Pokémon Online não é diferente. Aqueles que tem um DS e que jogam Pokémon vão curtir a ferramenta, e aqueles que não tem, vão poder ver como é ter um time que sempre sonharam! Depois do Continue Lendo, saiba mais sobre essa ferramenta que está revolucionando as batalhas Pokémon!

P.S – Créditos da imagem de abertura do post para Sora183 do AnimePaper!

Definição

Primeiro… Vocês devem estar se perguntando o que raios é o Pokémon Online, não é? É simples, nada mais é do que uma ferramenta desenvolvida em C++ que proporciona a experiência de lutar com quaisquer seis pokémon no seu time(isso se você quiser usar os seis slots) contra amigos ou mesmo em torneios que são organizados nos vários servidores.

Após montar o seu time(ou os seus times), você pode entrar no modo online que é onde se encontram vários servidores, com muitos jogadores batalhando e trocando estratégias através do chat. Batalhe com seus amigos, faça times desafiadores, enfrente os torneios e mostre originalidade por favor, porque é o que mais tá faltando.

No mais, é muito divertido você enfrentar seus amigos, pois o jogo pode ser bem casual. Às vezes você entra para uma partida rápida, ou pra colocar no time um pokémon que você ficou pensando, ou uma combinação de moves que você acha que vai dar certo, que vai ficar legal.

Você que já tem um DS ou DSi, deve estar se perguntando porque perderia tempo jogando isso. Primeiro, que você poderia desafiar aquele seu amigo que sempre quis jogar contra você e não podia, e segundo, você pode usar a ferramenta não somente para jogar como também planejar o crescimento do seu pokémon no cartucho original. É uma ajuda e tanto.

Pontos Negativos

Não detectei muitos pontos negativos, mas existem pormenores, como a falta de descrição de algumas traits ou movimentos, nada que não possa ser corrigido com uma visita rápida ao Sr.Google. Outro ponto que vou citar melhor no próximo parágrafo é o uso um pouco excessivo de estratégias “prontas” por parte dos jogadores, se bem que isso não é um ponto negativo do programa. Pelo menos na minha opinião, isso acaba desgastando a imagem de certos pokémon, que por vez ou outra acabam sendo ou vistos com maus-olhos no cenário competitivo, ou como também vistos como Ubers, que são pokémon considerados fortes demais para pertencerem ao tipo de jogo normal. Dentro da categoria de Ubers se encaixam uma boa parte dos lendários(uma boa parte! Não todos, como alguns pensam), e segundo algumas listas, Garchomp, Salamence, Wobuffet e Wynault, que não são lendários, mas mesmo assim são considerados Ubers. Mas tudo isso pode ser relevado dependendo do oponente que você enfrente no jogo.

Qualquer um que joga em sites de busca o nome de um Pokémon e coloca  a palavra “moves” depois, consegue em geral uma combinação de build padrão que muitos jogadores usam. E isso gente, é um saco! Pense como é chato você ver um Ninjask e já adivinhar que a estratégia padrão é Substitute, se aproveitar da trait Speed Boost, e ficar usando Swords Dance, para usar Baton Pass e conceder o bônus para um outro pokémon da equipe. Ou mesmo ver um Serperior e já esperar uma chuva de Leaf Storm, se aproveitando daquela Trait do Dream World. Talvez o maior problema seja esse… Falta de originalidade de quem monta os times.

Aspectos Técnicos

O jogo conta com tudo que tem direito. Permite que você possa escolher qualquer um dos pokémons da primeira até a quinta geração, (tem até o missingno, apesar de ele não ser, digamos… tão jogável) e escolher qualquer movimento para o pokémon, claro dentro das possibilidades dos que ele possa aprender, incluindo-se aí os moves de level-up, de TM’s, HM’s e Breeds. E não pára por aí, ainda tem a escolha de Natures, Traits, e a distribuição de EV’s. Quem é jogador veterano de Pokémon, conhece esses termos muito bem, e normalmente eles ditam qual é o Pokémon mais forte em combate. E os itens não ficam de fora, você pode equipar o seu bichinho com qualquer um dos disponíveis.

A questão de Tiers, anteriormente citada as vezes dita o que é permitido ou não numa luta, e isso é separado também pela ferramenta, que disponibiliza várias Tiers padrões para você montar o seu time. Você pode encontrar jogadores com certas Tiers “ativadas” em seus times, e já ter uma noção básica da luta que o espera, caso o confronte numa batalha. Os torneios também são divididos por Tiers, assim como é comum ver torneios de Ubers, também é possível ver torneios de UU’s(Under useds, pokémon usados com pouca frequência).

Concluindo a conversa…

Numa luta Pokémon, muitos fatores fazem diferença: O  clima, as Natures, as Traits, os Moves e tantas outras coisas que influenciam direta e indiretamente no resultado da batalha. E tudo isso está presente em Pokémon Online, que simula muito bem o cenário competitivo de Pokémon.

Onde baixar? Você pode encontrá-lo no site oficial!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Raphael Meltoh

Bio: Gamer desde a infância, mas precisamente desde os 5 anos. Amo séries (comecei pela influência de Lost), e animes. Jogador de RPG e apaixonado por cinema. Descobri recentemente também o gosto por HQ's. Ah! E é claro, fã confesso de Phoenix Wright!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios