E3 2019Jogando

Need For Speed The Run: A adrenalina agora está dentro e fora do carro! [E3 2011] [PS3/X360/PC]

Não faz muito tempo, Need For Speed entrou para o arriscado caminho de games que são lançados anualmente, só que diferente de outros games de esporte como FIFA, NBA ou algum WWE, um game de corrida sempre acaba tendo que se diferenciar bem mais de uma edição para outra. E pensando nisso temos Need For Speed The Run. Um game que quer focar não só os seus belos carros e paisagens, mas também dar uma chance do cara que está no volante aparecer um pouco também. Durante a E3 uma demo da brincadeira não poderia faltar e por ela já vemos onde o novo Need quer diversificar a sua jogabilidade. Ao invés de partir em corridas pelo mundo ou encarnar um piloto profissional em primeira pessoa, o que temos aqui é uma trama a ser contada tanto dentro, quanto fora do carro.

[nggallery id=537]

Tudo começa com um rapaz mestre em parkour (aliás, esta geração está cheia deles) sendo perseguido e pulando de um prédio a outro. Para cada movimento do sujeito um botãozinho maroto de quick time event aparece na tela só para você não dormir no meio da cena toda. Claro que tudo não passa de um bom pretexto para você chegar ao carro mais próximo e começar a acelerar. Na demonstração tudo o que vemos é um helicóptero tentando derrubar o seu carro durante a fuga, mas provavelmente os produtores devem ter pensando em diferentes situações que vão rolar durante a trama e se as mesmas forem bastante criativas não tem como não se animar nem que seja um pouco com as possibilidades. Tudo vai depender da história ser interessante ou não.

E se você ficou abismado ou meio atordoado ao saber que agora a série de corrida da EA está recheada com os queridos quick time events e não está levando muita fé no que eu digo, fique a vontade, pois o gameplay cinematográfico alá Velozes e Furiosos se encontra logo abaixo.

Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.