Jogando

A melodia épica de uma fantasia: Dragon Age: Origins [PTunes] [Games OST]

Peço mil desculpas por esse post atrasado do Games OST, que era pra ter saído sábado passado, mas fiquei envolvido num turbilhão de provas na faculdade, e acabei esquecendo completamente. Mas para compensar isso, essa semana lhes trago uma das tracks mais belas dos jogos das atualidade, pelo menos até onde eu vi, quer dizer, escutei. E também se trata de um dos melhores RPG’s ocidentais que tenho jogado nesses tempos, Dragon Age: Origins!

A música passa parte do sentimento do jogo, remete a algo épico, algo fantástico, é uma bela música para introduzir um game desse tipo… O vocal feminino contribui para criar um clima muito legal que encaixa perfeitamente na melodia. Me faz lembrar da barda Leliana, enquanto ela cantava ao redor da fogueira para os seus companheiros de viagem.

A Bioware é conhecida pelos seus RPG’s que tem lançado no mercado, e creio eu, que junto da Bethesda acabou se tornando um dos pilares dos RPG’s ocidentais de qualidade. Pude ver isso já jogando Neverwinter Nights, que por si só já era um produto de grande qualidade, pois “portava”, de certa forma, o D&D para as telas dos PC’s e de um jeito que acabou por não ser extremamente difícil para que o novato em RPG’s de mesa viesse a jogar e ao mesmo tempo chamativo para aqueles que já jogavam. Apesar de nunca ter zerado (vergonha), posso dizer que Neverwinter Nights é um RPG de qualidade e tem uma grande história a ser explorada.

Mas voltando ao assunto que é Dragon Age… Não vou falar da mecânica, pois não é o objetivo desse post. Eu só preciso falar uma palavra para definir o que é Dragon Age: Origins: Incrível! O pano de fundo geral pode parecer um pouco clichê no início, mas a medida que o jogador vai se envolvendo com o game, com as histórias paralelas, com os personagens secundários (Ah… Leliana…), percebe-se que o jogo foi feito com capricho no sentido do enredo e ambientização. Ver que as escolhas do seu personagem poderiam influenciar o andamento do jogo, nem sempre decidindo uma discussão seja para o lado diplomatico ou para a porradaria, pois as vezes o jogo chega a ser mais profundo que isso.

Personagens inesquecíveis como Alistair e Leliana (os meus preferidos), ajudaram a deixar o game ainda mais saboroso de se aproveitar. Ambos são muito bem construídos e dotados de carisma que chegam a impressionar pelas suas falas ou mesmo o jeito de expressar alguns de seus pensamentos. Não quero falar spoiler, mas quem já zerou, ou pelo menos chegou ao final do jogo, sabe o que estou falando.

Enfim, esse post é uma homenagem a esse belíssimo jogo que é uma contribuição para o nosso tempo que anda tão carente de bons RPG’s!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Raphael Meltoh

Bio: Gamer desde a infância, mas precisamente desde os 5 anos. Amo séries (comecei pela influência de Lost), e animes. Jogador de RPG e apaixonado por cinema. Descobri recentemente também o gosto por HQ's. Ah! E é claro, fã confesso de Phoenix Wright!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.