Conversa de MangáJapão

Conversa de Mangá: Bleach 453 – Mute Your Breathe Friendship

Bleach: Capítulo 453 foi disponibilizado dia 22 de junho: “Mute Your Breathe Friendship“.

Se você não sabe o que é o projeto Conversa de Mangá, clique aqui. Depois do “continue”, a gente conversa mais:

Aviso: Continue apenas se você já leu o capítulo 453 de Bleach. Atualmente acompanho o mangá pelo site Mangá Stream, e a qualidade da scan é absurdamente fantástica! Basta não ter medo de inglês. Mas, em todo caso, a StrawHat Scans tem a tradução em Português. 😉

Mais Hein? O Conversa de Mangá voltou?

Não, o CdM ainda não voltou. Conforme havíamos programado e avisado a todos, ele volta em julho! Com a equipe e leitores escrevendo (calma que esse recrutamento vai sair gente, paciência também  é uma da coisas que avaliamos quando fazemos isso). Mas é feriado! E estávamos aqui de boa, sem nada de prioridade para fazer. Resolvemos matar a saudades do CdM. Simples assim. Semana que vem terá também? Não, porque não tem feriado no meio da semana (seria bom se tivesse, né?).  Alias, nada de recap dos capítulos anteriores, o que passou passou. Sem mencionar que parte da prosa dos capítulos anteriores já foi feito nos posts de wallpaper da Dakini, quando saem os capítulos. Esse é um CdM normal, como se fizesse de conta que nunca o interrompemos. E vamos que vamos! Direto pro capítulo da semana que ainda está fresquinho na net.

Bleach 453
Mute Your Breathe Friendship

Ah, fala sério! Putz como fiquei decepcionado com Bleach neste capítulo. Até que não estava ruim ver o Ichigo dentro do “PSP” do garotinho treinando com o Ginjou comparado ao que rolou neste capítulo. Por sinal, achei ridículo a forma que final do fullbring do Ichigo. Qualé? Tipo, Bleach virou Cavaleiros do Zodícaco? Não tem como aquela roupa de esqueleto de halloween ser visualmente mais bacana do que a de shinigami. Fala sério²!

Mas continuando, achei muito ridículo o Ichigo fazendo aquela cara esbugalhada pela milionésima vez e no final das contas ter saido correndo, ABANDONANDO sua família e amigos na mão do Tsukishima. Quer dizer, se o vilão tivesse cansado desse teatrinho, ele poderia simplesmente ter matado todos ali e depois ter ido atrás do Ichigo. Simples assim! OK, entendo que na hora do deseperado, que é o que o plot do capítulo estava demandando, a pessoa não raciocina direito, mas ainda assim, esperava muito mais do Ichigo. Quer dizer, ele não pensou no seu pai? No Kon (não que este fosse de muita utilidade)? No Urahara? Quer dizer, mesmo que Isshin e Urahara estejam escondendo algo, depois desse choque, a primeira coisa que eu faria é correr para abrir o jogo com eles, não importando as conseguências. Melhor do que ter a família e os amigos nessa linha perigosa contra o inimigo. Como que ele vai para a casa da “Unagi” e fica lá pensando no que fazer? AFFFFF….

Também fiquei decepcionado com essa agora do Tsukishima hipnotizar todo mundo. Isso era EXATAMENTE o que não queria do novo vilão. Mais um com poderes hipnóticos. Já não bastou o Aizen? Tudo bem que já havia essa suspeita das habilidades do Tsukishima, desde aquela cena com a Inoe chamando-o de amigo, mas não esperava que isso cegasse tanto assim, a ponto das pessoas não se tocarem que estão sendo usadas, ou até mesmo que rolasse aquela ceninha dos amigos contra o Ichigo. Faltou criatividade do autor do mangá em tentar criar algo diferente. Até agora essa saga de Bleach simplesmente limou o universo da Soul Society do mangá, mas continua insistindo em pontos e clichês repetidos usados a exaustão. Treino, vilão overpower, essa importência do herói principal, o grupo de aliados (clone dos Vaizards) e por aí vai. Nada realmente novo foi inventado e o que foi, apareceu assim do nada na série, como se sempre tivesse existido (humanos comuns com fullbringers). Caramba, Bleach realmente está na beira do penhasco pra mim, só falta alguém me estapear e fazer o favor de empurrar o Ichigo & cia penhasco abaixo. Como faz falta a Rukia.

Curiosamente o animê está indo pela direção inversa ao do mangá, um feito realmente inédito pra mim. Estou gostando da saga da menina dos cabelos verdes. O Kon ganhou um destaque bacana, as lutas de Regais (clones) tem sido um barato e até mesmo o Ichigo, meio forte, meio molenga, convence. Dificilmente a história principal vai crescer, mas ao menos elas prendem a atenção e empolgam. A cena do beco com o vilão e o Ishida lutando no animê ficou muito legal! O Kon defendendo a garota da Matsumoto do mal idem. Claro que nem tudo são flores, mas ainda assim, para estar melhor que o mangá, já dá para perceber a pulha que Bleach está atualmente.

Voltando ao capítulo, eu esperava que a tiazinha, chefe do Ichigo, a “Unagi” fosse revelar algum segredo, que ela fosse shinigami, que iria ajudar o Ichigo. Mas que nada! Ela também já caiu no feitiço do Tsukihima! Para que então gastar essa porrada de páginas!? Eu ainda estava esperando que a Unagi fosse fazer o papel da Rukia ao lado do Ichigo. Eu gostei da personagem. E o capítulo termina bizarríssimo, com o Ginjou correndo para o Ichigo dizendo que TODO MUNDO foi pego pela hipnose do Tsukishima, menos ele! PUTZ!! Que conveniente! O Kube deixou o Ichigo entre Ginjou e Tsukishima, os dois personagens que não dá para confiar. Não nego que a situação está tensa, mas não adianta forçar estes momentos assim, de forma falha e apelando para saídas fáceis. Bleach por mais que isso.

 

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.