Lutando contra o domínio binário!

Os robôs querem dominar o mundo… de novo!

Toda vez que eu vejo algum vídeo desse jogo fico tentando encontrar onde se enfiou o logo da Platinum Games. Sim, eu sei que eles estão ocupados demais com Anarchy Reigns e Metal Gear Rising nesse momento, mas esse game me lembra tanto Vanquish que chega a ser impossível não pensar que a casa de Bayonetta esteja envolvida no assunto. Pena o gameplay aparentemente não ter muito diferencial, Vanquish herdou todo o esquema de Gears Of War, mas tinha seu charme por causa do bullet time e daquele dash maneiro nas botas do Sam. Bastou aquelas cenas de ação em slow motion com os robôs se destroçando em mil partes para que eu colocasse o game entre os meus favoritos dessa geração, inclusive foi uma pena não terem pensado num modo multiplayer para o título. Já Binary Domain me parece que vai ter de cativar o público bem mais pela história do que pelo gameplay se não quiser cair no esquecimento. O tema não é nenhuma novidade, mas parece ter algumas sacadas geniais guardadas aqui e ali no meio do jogo, ou pelo menos foi essa a sensação que o fim desse teaser trailer (aos 04:31 do vídeo) liberado no ano passado me deixou.

Foi pouco, mas deu a entender de que a história vai dar ênfase a tão sonhada revolução das máquinas e não só ao tiroteio pesado. A tecnologia continua avançando, os robôs tomam o lugar do ser humano pouco a pouco, adentram nossos lares, ganham a nossa confiança e por fim invertem os papeis de criador e criatura promovendo a dominação da Terra. Nada mal considerando que um dia podemos estar caminhando sem saber para esse fim num futuro não muito distante desde que o mundo não se acabe este ano segundo a roleta russa dos Maias. Se essa for mesmo a intenção dos produtores e se eles mostrarem competência ao contar essa história sem perder o foco, talvez Binary Domain se torne uma bela surpresa. Fico bastante curioso também quanto ao esquema de dar ordens e até mesmo mexer com o ânimo da equipe no campo de batalha através do headset. No trailer as coisas não são muito convincentes, parece mais propaganda enganosa e esse extra nem chega a ser um grande chamariz para o jogo, mas também não deixa de ser interessante saber como isso funciona na prática. Mass Effect 3 também vai ter algo similar no Xbox 360 com a ajuda do Kinect, mas não me lembro da Bioware prometendo tudo o que Binary Domain está. Espero poder experimentar a novidade qualquer dia desses.

Isso também pode lhe interessar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.