Assassin’s Creed III e a Revolução Americana!

Chega de locações Europeias!

Tá aí. Agora é oficial, graças a capa de Abril da revista Gameinformer. Ubisoft malandrona! Depois de tantos games da franquia na Europa, hora de jogar tudo fora e começar de novo, mostrando a história do maior mercado de videogames do planeta: Os Estados Unidos. Quer apostar que vai vender muito mais que todos os games da franquia até agora?

Gostei, vai dar uma boa refrescada na mesmice da série! Ah, reparou no machadinho? É o símbolo “A” da série! Cool. E agora, quem sabe direitinho o que foi a revolução americana?

Boxart oficial (mas já?) depois do continue. A Ubisoft promete mais detalhes, além do anuncio oficial, no dia 05 de março.

 

Isso também pode lhe interessar

28 Comentários

  1. Espero que esse jogo da série também tenha sequências, assim como o Assassin's Creed dois teve o Brotherhood e o Revelations, pois acho até bacana a ideia da Revolução americana, mas adoraria ver um Assassin's Creed se passando na Revolução Francesa.

  2. Gostaria que realmente a Ubisoft parasse de fazer sequências e começasse a trabalhar a existência dos Assassinos ao longo das Revoluções Mundial durante a história da humanidade… Grécia Antiga, Egito Antigo, Era Edo ou Meiji no Japão, a Revolução Comunista na China, A Guerra Fria… Tanta coisa bacana pra explorar…

      1. Não achei a ambientação ruim. Outra coisa é que a Ubisoft é Francesa né hauahuahu
        Eles meio que estão certos do ponto de vista comercial, o jogo vende mais nos EUA, tem que puxar o saco dos consumidores para vender mais mesmo…

        1. Sabe,eu só não digo pros Franceses serem patriotas e colocarem a Revolução Francesa ao invés da Americana por que eu estaria me contradizendo. – .-

      2. Que saco cara, todo mundo ta reclamando DO MESMO JEITO. "Aff, patriotismo idiota blablabla". Parem de ter nojinho dos Estados Unidos, esse preconceito já cansou. Eu era assim também até perceber que não faz sentido nenhum isso.

        Revolução Francesa era uma idéia melhor? Talvez. Era a que eu queria, na verdade. Mas Revolução Americana também é uma GRANDE jogada, muito interessante! Querendo ou não, os EUA são mega importantes pro mundo de hoje, então nada mais lógico do que, no mundo fictício de Assassin's Creed, algo importante tenha acontecido em sua formação também.

        1. O que eu estou dizendo estressado é que quase todos os jogos tem alguma relação com os EUA!Presta atenção,a Ubisoft fez uma enquete perguntando aonde os fãs gostariam que o Jogo se passasse,nessa enquete havia vários lugares(incluindo o Japão Feudal e a China antiga).Sabe quem ganhou?Inglaterra na era vitoriana.Em segundo lugar ficou o Egito.A revolução americana ficou lá pelo 4° ou 5°.Por que eles fazem a merda de enquete se a opinião dos fãs não interessa?Aff,se quiser puxar o saco dos americanos fique a vontade,mas todo mundo concorda que havia lugares e épocas muito melhores para o jogo se passar.Agora deixa de ser fanboy e aprenda a ouvir críticas.

  3. Estou esperando esse jogo, joguei assassins creed Brotherhood ate que perdi o meu save e ai larguei de mão ao saber que ja viria o revelations (acho meio forçado o lançamento de 3 jogos da serie logo seguidos e tão semelhantes).

    Assassins Creed III deve dar uma um sobro de ar fresco a serie

  4. A Revolução americana é um cenario fenomenal para o ritmo de Assassin's Creed! Tem guerras, politica, traições, brigas internas,brigas externas e um cenario muito bom,pois temos as grandes cidades americanas se formado e tambem cenarios abertos vastos.

    Otima escolha Ubisoft! Tem meu apoio e pré-venda garantido já!

    1. Na minha opinião a revolução americana é boa só para isso mesmo, pois foi uma grande mentira, e como ao longo das décadas Hollywood convenceu a todos nos que esse foi um período de grandes heróis e não de covardes e ladrões, que venha o próximo Assassin's Creed.

      Fato curioso da historia que quase ninguém conhece: a independência dos EUA só foi possível graças a atuação da Maçonaria, cujos membros se autoproclamam herdeiros de A Ordem dos Cavaleiros Templários.

  5. Não gostei ):
    Sou contra franquias irem evoluindo no tempo, pq o gameplay vai mudando e quando vc percebe, já não é mais aquilo que vc se encantou no primeiro, é outro jogo!
    Exemplo pra entenderem o que quero dizer: Fable. O primeiro foi ótimo e fechei 3x seguidas, mas já perdeu 90% da graça no segundo SÓ por ter armas de fogo, é isso que eu não quero em Assassin's Creed, já não gostei daquela 'pistola' com delay gigantesco do segundo game, esse terá armas de fogo MESMO. Eu também preferiria na Revolução Francesa, ou então poderia ter duas histórias com dois assassinos em dois lugares diferentes acontecendo em paralelo, seria maneiro. xD

  6. Revolução Americana foi a guerra civil entre os estados sulistas (mais subdesenvolvidos, agropecuarios, q adotavam metodos arcaicos como escravidao etc) contra os nortistas, mais ricos, tecnologicos etc…. bem sucinto isso rsrrsrsrs

  7. Se alguém ainda tem dúvidas sobre esse jogo saiba que ele está sendo produzido desde 2009, ou seja, desde o AC II. Esse jogo vai ser foda!

  8. Melhor franquia atual. Que a Ubisoft continue assim pois o jogo melhorou a cada sequência. E não se esqueçam que existiram milhares de assassinos então provavelmente farão as histórias de todos até chegar ao Desmond. E não tem nada de muçulmanos nisso já que a guerra sempre foi contra os templários.

  9. NOVO ASSASSINS CREED!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. fala sério. era oq tava faltando pra ter o inicio do fim dessa franquia.o game original surpreendeu.o segundo continuou no ritmo.o revelation tambem.mesmo ele indo inovando na jogabilidade ele nao deixava de ser oq sempre foi: Assassin’s Creed .acima de tudo um jogo com caracteristica propria de uma otima franquia. e agora vemo essa forçaçao de barra nesse novo titulo. o problema é q ja vimos esse filme com a franquia RESIDENT EVIL. foi foi foi…a empresa explicando dizendo que queria explorar novas capacidade do jogo e depois s etornou um jogo de AÇAO DESENFREADO SEM IGUAL como muitos q tem por aí e se perdeu totalmente(viva DEAD SPACE). acho q tenho certeza q daqui pra frente Assassin’s Creed nao sera mais o mesmo depois desse novo q virá em diante. aí eu faço como sempre fiz com outras franquias q mudaram de rumo?deixo de jogar,pois agradar o publico leigo pro mercado crescer eu to fora. daqui a pouco veremos ele usando AK 47 e etc.e a UBISOFT ja devia buscar novos horizontes para novas franquias pq ficar mexendo e mexendo na unica franquia de sucesso q é o Assassin’s Creed nao dá.eu prefiro mil vezes encerrar o saga pois tudo tem q ter começo meio e fim.nao isso q estamos vendo.

  11. Cara tá linda demais essa capa da Game Informer. Fiquei empolgado pra jogar a série agora… Ainda não joguei nenhum dos jogos…

  12. Eu particularmente nunca joguei Assasins Creed, mas pelo que eu percebi, esse jogo ocorrendo na américa foge totalmente a proposta inicial da franquia.
    A história começou na Europa e os personagens tem um estilo próprio europeu. Todo o game apresenta uma ambientarão própria da Europa. Ir para a revolução dos estados unidos é algo muito discrepante.
    O que um grupo europeu tem a ver com índios apache, o novo mundo e ingleses de peruca que ficam guerrilha do com cavalos e rifles. O jogo se passava na itália ou franca, não sei, e dar uma viagem direto pra América em um território que era colônia inglesa e pedir pra falar que tomou dsl…
    Acho que o que deve ser feito é continuar com o clima europeu mais precisamente na história da area do continente que foi iniciada. Nada de América, China, Oriente médio ou África, porque senão vai ficar uma confusão danada e ninguém vai entender como um personagem da Europa foi parar na pqp onde Judas perdeu as botas. Só vai faltar uma máquina do tempo pra avacalhar ainda mais o negocio.

    1. Não tem nada disso. A Turquia tem uma parte na Europa e outra na Ásia então a conclusão está precipitada.

      O Assassins Creed 3 vem sendo produzido desde o II, ou seja, passou pelo II até o revelations. A Ubisoft já anunciou que o jogo de 2012 será o último a ser produzido pela empresa e que o próximo vai demorar a sair.

      Ah, o primeiro jogo se passou na Palestina com o Altair. Nunca teve nada disso que tem de ser na Europa.

      Ezio = Italiano
      Altair = Palestino
      Desmond = Estadunidense

      Um jogo no eua faz muito sentido pois pode ser um bisavô do desmond ou um parente muito próximo.

      1. Concordo totalmente, uma hora a linhagem tinha que chegar aos EUA pra ser próximo a do Desmond, to doido pra ver a continuação depois do final mamilos do revelations ( que tbm nao explicou muito do final mamilos do brotherhood )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.