Jogando

Dorkly Bits: quando Limbo deixou a luz entrar!

Alguém aí desconfiava que esse jogo tinha tanta purpurina assim?

Rá! Pessoal da Dorkly não perdoa mesmo, taí o Limbo em cores pra provar isso, ou você já tinha parado pra pensar como era esse mundo de verdade por trás de tanta escuridão? Hum, tudo bem, me esqueci que não é tão difícil responder sim caso você já tenha jogado. No meu caso a única olhada que dei no jogo foi ainda no ano passado quando eu, Alex e a esposa dele fomos invadir a casa do chefe lá em Jacareí. E bem… além de passar vergonha no Gears e no Halo, o meu primeiro contato com o joguinho da XBLA foi um tanto traumatizante.

Mas para não me perder entrando em detalhes, vamos apenas dizer que se fosse eu no lugar desse garoto, perdido no escuro enquanto atravessa esse lugar traiçoeiro, com certeza eu ouviria os canibais da ilha soltando fogos de artifício antes da minha morte chegar. Acho que eu seria o banquete mais fácil que os vilões do jogo já tiveram em anos.

A menos que eu tivesse uma lanterna, é claro.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.