Mangá de Soul Eater e Freezing chegando pela JBC!

O contra-ataque da JBC! Um shonen de respeito e imponente e um ecchi Manhwa!

Como diz o próprio Facebook do Marcelo Del Greco, há algumas horas atrás ele postou duas Openings, uma de Soul Eater e outra de Freezing. Aquela altura, já eram deduzidas as “novidades” da editora para o primeiro semestre.

Soul Eater e Freezing pela JBC. Dos dois o primeiro obviamente destaca-se absurdamente mais, por ser uma série que construiu uma reputação ao redor do mundo ao longo dos anos, e depois do fim de FMA na Shonen GanGan da Square-Enix, segurou a barra como carro chefe da revista, e ainda conseguiu o lançamento de Soul Eater Not!, spin-off baseado na série.

Soul Eater coleciona bons elogios a trama, tanto em termos de arte como de narrativa. Dizem que os dois se aperfeiçoam com o tempo e tomam proporções épicas. A história inicial é mais um daqueles pontos de partida que podem ter futuro se o autor souber utilizá-lo e expandido, ou podem cair rapidamente na mesmice e no esquecimento geral. O que visivelmente não é o fato aqui.

Soul Eater de Atsushi Okubo conta com 20 volumes no Japão atualmente. Espero que a JBC mantenha uma periodicidade bimestral, pois em se tratando de um mangá mensal em sua terra natal os volumes tendem a demorar um pouco mais para serem compilados.

Particularmente tenho vontade de ler desde o tempo em que ouvi falar que ele era da mesma revista de FMA, e fiquei ainda mais com vontade depois do episódio envolvendo a Panini e os banners de Soul Eater em seu site. Era evidente que com esse burburinho todo, uma hora ou outra viria pra cá. A JBC foi quem abocanhou o título, e mesmo lamentando o fato de que não terei uma coleção de Soul Eater com contra-capas coloridas e freetalks bonitinhos nelas, espero do fundo do meu coração que o título tenha uma tradução bem feita e condizente com a obra original.

Já no lado ecchi (que em breve ficará ainda mais debilitado do que já tinha ficado com a saída de Tenjho Tenge, e com o fim próximo de Negima) vem Freezing, um Manhwa feito no Japão, assinado por Dall-Young Lim e com os traços de Kwang-Hyun Kim, que conta com 13 volumes no Japão. Dupla aliás que curiosamente foi responsável pelo, cancelado em terras brasileiras, Aflame Inferno. Aqui, esperam-se peitos e calcinhas por todo lado, uma porradaria e um desenvolvimento amoroso, talvez.

Chuto que Freezing provavelmente veio pra cá pelo recente anime da série, além do buraco deixado por Tenjho no ramo ecchi (mesmo que não supra a falta que os traços do mestre Ogure me faz, apesarde ter Air Gear, nunca me canso dos desenhos dele), e portanto não acho que como o Henshin falou de “sucessor legítimo de Tenjho Tenge”, até por que dado a fama das duas obras, fica clara a diferença.

Este fato, abre a possibilidade de talvez termos mais mangás de animes recentes. Se essa for realmente uma estratégia, como pode denotar o lançamento recente de Deadman Wonderland e agora Freezing, seria interessante, cada vez mais, ver a repercussão de alguns lançamentos na internet (Vai Medaka!), e alguns lançamentos parecem cada vez mais óbvios que um dia darão as caras por aqui.

E a JBC contra ataca os pesos-pesados da Panini! Mas com aquela lista que incluía DBZ, One Piece, 20th CB, Monster, e Kuroshitsuji era meio que difícil da JBC vir com algo tão imponente. Se bem que os relançamentos dos sucessos Card Captor Sakura, YuYu Hakusho, fazem frente aos nostálgicos da editora da Planet Mangá.

E vocês planejam a compra de algum título? Soul Eater já está na minha lista!

Isso também pode lhe interessar

74 Comentários

  1. soul eater tem um estilo legal, mas é fraquinho!!
    Freezing até onde eu li, tudo era motivo pra ter peitos de fora! Então pra mim esses lançamentos foram fracos!!!

  2. Soul Eater, apesar do animê com um final horrível, possui um ótimo mangá. A história é inovadora e os personagens são ótimos, vide Black Star e o Dr.
    Bela aquisição da JBC

  3. Soul Eater tava na minha lista desde muito tempo, se viesse pra cá eu iria comprar e essa promessa tá de pé. =P Um dos titulos que eu mais queria ver por aqui, ansioso para o dia do lançamento que está marcado para ainda esse semestre.
    Agora é aguardar e ver se a tradução será bem feita e a possbilidade mesmo que muito remota das capas serem iguais as japonesas por completo (enfatizo o "remota" de novo, mas não custa sonhar. =P )
    Mesmo que Soul Eater seja muito bom ainda não será um adversário de peso pra One Piece e companhia na Panini. =/

  4. Soul Eater eu tinha curtido o anime só que o mangá nunca havia me dado vontade de ler pela net, mais se saísse por aqui eu compraria e assim irei fazer. Ótimo lançamento!!!

    Freezing tbém comprarei pois particularmente curto muito os traços e as histórias dessa dupla coreana. Também não acho que seja o sucessor de TenTen( aliás ser sucessor de TenTen para mim não significa muita coisa já que TenTen é o mangá que dropei mais rápido na minha vida), mais é uma boa pedida para um público que curte o gênero ecchi com lutas entre mulheres.

      1. Putz! Este ano a coisa tá boa, ou feia depende do bolso! Além de estar comprando: Fairy Tail, One Piece, Kobato, Saint Seiya, vou ter que comprar: Soul Eater, Sakura, Samurai X e claro Yuyu!! quase 100 Rupias mensais T___T

        1. Eu compro Gen-Pés Descalços, One Piece, Air Gear, Kaichou wa Maid-sama, Kimi ni Todoke, Morango 100%, Bem-vindo a NHK, comecei a comprar Gantz e ainda irei comprar quando sair Monster, 20th, Sakura, Soul Eater e Freezing.

          Por isso entendo perfeitamente como vc se sente. ;D

  5. Soul Eater eu pego, mesmo sendo JBC. Ainda pretendo pegar o Bakuman tbm, que deixei passar. E pow, é Soul Eater! Curti demais o animê, e quando vi não achei tão broxante o final; só depois que fui saber que era filler. XD Então Soul Eater eu pego, mesmo tendo que gastar uns 500 reais esse mês com os livros da facul, mas dou um jeito pra separar o de Soul Eater. XD

  6. Só uma coisa a dizer: Ai meu bolso!!
    Relançamentos, ótimos mangás, vício em colecionar… Sorte minha que várias séries que coleciono já estão chegando no fim, e o espaço na estante também, ¬¬

  7. Sem querer ser chato, mas pra isso ser considerado um contra-ataque, troque Freezing por Katekyo Hitman Reborn -_- mas, se bem q mesmo assim, não vence a panini (One Piece + Dragon ball=Insuperavel)

  8. Soul Eater é excelente, mas peca no traço nos primeiros volumes NA MINHA OPINIÃO. É um pouco como Claymore, inclusive na questão de a partir de um ponto ficarem foda além do mensurável. Ainda assim, acabei largando de ler na net (Claymore também) porque tenho problemas com acompanhar mangás mensais capítulo por capítulo… é cansativo, tem que ficar relendo, etc. Atualmente só DGM mesmo que corri atrás e reli TUDO pra ficar em dia. Porque merece. Claymore também merece na real e planejo fazer isso (com CdM), mas sem tempo MESMO pra algo assim agora.

    Já Freezing eu sou vidrada nessa protagonista e nem sei o nome dela. .-. Tenho ~algumas~ imagens da char aqui no PC e comprarei nem que seja só pela fan-service. .-.

  9. Eu acho comum o traço nos primeiro capitulos serem mais simples do que os mais atuais, sempre durante o mangá o autor desenvolve o traço ficando cada vez melhor, por exemplo One Piece que tem um traço hoje sem comparação do que era no inicio e Naruto também. Hoje Soul Eater tem um traço com um estilo unico, gosto bastante dele.

    1. Sim, é normal. Bleach também é um exemplo extremo (mas acho o traço antigo, apesar de menos "perfeitinho" muito mais foda! Tem personalidade!), mas Claymore e Soul Eater são mangás que tinham traços que chegavam a me incomodar, entende. OP jamais me incomodou, mesmo sendo clara a evolução do Oda com o tempo.

      1. Claymore tem um traço filha da mãe, principalmente no inicio, voce via um grupo de claymore, mostrava quem era quem,e dois capitulos depois, voce não consegue ver a MINIMA diferença entre elas, dava uma raiva do caramba.

        agora o traço pelo menos da pra identificar quem é quem xD.

      2. Entendo, realmente o traço no inicio era meio tenso, comparando antigamente com hoje parece até outros personagens. =P
        Isso do traço de Claymore eu não sabia, tenso não saber diferencia quem é quem. XD

    1. Com certeza, espero que não façam um Fairy Tail da vida de novo. D:
      Eu tô comprando Bakuman no momento e este foi bem traduzido na minha opinião pelo o que vi até agora, tomara que com Soul Eater a JBC não peque na tradução.

  10. "A JBC foi quem abocanhou o título, e mesmo lamentando o fato de que não terei uma coleção de Soul Eater com contra-capas coloridas e freetalks bonitinhos nelas, espero do fundo do meu coração que o título tenha uma tradução bem feita e condizente com a obra original."

    A JBC sempre publica freetalks, e isso desde que entrou no mercado. Todos mangás da JBC mantém os freetalks, não sei de onde você tirou que ela não publica. Samurai X já tinha freetalks, Love Hina, Furuba, Rosario + Vampire, Ga-Rei, Death Note, enfím, TODOS os mangás da JBC que tenham "conversas de bastidores", eles sempre publicam.

    Quanto a contra-capa colorida, pessoalmente não faço questão. Melhor termos um mangá MENSAL e sendo publicado por completo, do que ter um título com contra-capa colorida que de mensal vira bimestral e depois trimestral, isso quando não é cancelado, pratica infelizmente muito comum pela Panini. (Kekkaishi e 100% Morango são um exemplo disso, viraram trimestrais, perto do final, pelo menos no caso de 100% Morango, e beirando um possível cancelamento).

    1. Eu por acaso falei que ela não publica? Eu disse que eles não estariam bonitinhos na contra-capa, que é uma disposição da coisa que gosto. Não sei daonde você tirou que eu disse que ela não os publica.

    2. Eu já prefiro qualidade over pressa pra ser lançado. Não vejo problema em um mangá ser bimestral e até trimestral, isto até facilita comprar mais títulos. Há casos exagerados como Kekkaishi, que já terminado virou trimestral, é verdade.

      1. Pois é, esse é um receio que eu tenho com a Panini. Kekkaishi é um título longo, e sendo trimestral, vai levar séculos pra concluir. Isso se boa parte dos leitores não abandonarem a obra (devido a periodicidade), e aí com isso, as chances de um cancelamento são maiores.

        Não sou contra títulos bimestrais, mas títulos já finalizados, ou que tem uma numeração elevada, não podem sair nesse esquema. Soul Eater já tem 20 volumes, indo para o volume 21, esse até daria pra ser bimestral, ou mesmo mensal. Mas o problema é quando começa como mensal, como foi o caso de Kekkaishi, e depois muda pra bimestral (e posteriormente pra trimestral).

        100% Morango é outro exemplo. Faltam 4 volumes pro final, e só em Dezembro, se não houverem novos atrasos, é que veremos a conclusão do mangá. E 100% Morango, a edição que saiu nesse mês, no final de Março quase Abril, era pra ter saído em Janeiro, como consta no checklist. One Piece idem, o primeiro volume era pra sair em Janeiro. E esses atrasos constantes são uma chateação a parte.

        Agora, quanto a Freezing, é mais um ecchi que ganha as bancas. E títulos ecchi tem um grande público. Achei normal a JBC ter pego esse título, embora eu não considere no mesmo nível que TenTen, nem em relação a arte e nem a roteiros. Mas Freezing é um título interessante, e é legal que tenhamos mais um seinen nas bancas (Freezing é seinen).

        Agora é esperar pra ver como que vai ficar a qualidade gráfica dos mangás. Se bem que nesse ponto, ambas editoras (JBC e Panini) estão vacilando. Ambas usam a mesma gráfica, e já ficou claro que a qualidade do serviço vem decaindo. Já está na hora de pensarem em mudar de gráfica, mas talvez para as editoras, ter uma despesa a mais não compense. Mas como ainda não vimos como essas edições vão ficar, melhor aguardarmos. Igual o que ocorreu com Hero Tales, que alguns volumes ficaram meio transparentes, e outros tiveram uma ótima impressão (aí a coisa é garimpar nas bancas atré encontrar um volume menos ruim). Mas o mesmo acontece com os títulos da Panini. Segundo volume de One Piece veio muito transparente. Mas fazer o que, esses problemas gráficos são coisas que estão além do nosso poder como leitores, já que mesmo reclamando, ambas editoras continuam a imprimir por essa mesma gráfica.

      2. Quando falamos de qualidade e perioridade das editoras,tudo é relativo.A JBC tem o seu ponto forte de lançar os mangás em dia,quanto a panini tem o seu ponto forte baseado em não decepcionar quando se trata de qualidade.

        1. Mas a qualidade (ou talvez a falta de qualidade) da Panini está IGUAL a qualidade (ou falta de qualidade) da JBC. Mesma droga gráfica, mesma droga de papel, e automaticamente, temos sempre os mesmos problemas gráficos, como páginas quase transparentes, páginas amassadas, cola ou em exagero ou em quantidade mínima, e todas essas mazelas as duas editoras dividem em comum. Panini merece zero com isso, e a JBC idem!

          E é engraçado que geralmente nos mesmos meses que acontecem esses problemas na JBC, também acontecem na Panini, ou seja, quase sempre! Até porque a droga da gráfica é exatamente a mesma (vai ver que é a gráfica mais barata que existe no mercado, só pode). E nesse argumento, eu acho que qualidade gráfica é uma coisa que geralmente passa muito longe dos mangás publicados aqui no Brasil. (Claro que existem bons casos isolados de um ótimo tratamento gráfico, mas casos assim, são coisas isoladas). No geral, os mangás são quase que impressos em papel higiênico.

          Mas agora, se você se referia na tua mensagem em relação a qualidade editorial, eu sinto muito em dizer, mas também da tudo na mesma. Ou temos uma avalanche de termos japoneses inseridos nos mangás – o que eu acho um saco, já que eu sou brasileiro e não japonês – ou então por outro lado, temos algumas adaptações pra lá de estranhas e de gosto muito duvidoso (traduções do Briggs) – coisa a qual eu também acho um saco, já que dublador é dublador, e não tem nada que dar pitaco em tradução de mangás – mas no final, estamos todos sujeitos a esse trabalho porco. Ou as adaptações malucas do Briggs, ou aquela chatice aporrinhante de chans, sans, onichans, senpais, senmães, senirmãos e o diabo que carregue com todos esses estrangeirismos japoneses. Um "senhor", "senhora", "veterano", "maninho", "maninha" são coisas muito melhor entendíveis. Mas parece que tem tradutor que tem síndrome de fansuber. Ficam com preguiça de traduzir esses termos. Talvez achem que fica bonito, mas aqui com os meus botões, pra mim isso fica feio.

          Na boa, mas falta muito, mas muito mesmo pra que tenhamos qualidade como algo "normal" nas publicações de mangás aqui no Brasil. Dá pra se contar nos dedos as vezes que saiu alguma coisa com boa qualidade gráfica, somada com boa qualidade editorial. Dá pra contar nos dedos, e de apenas uma das mãos, falando muito sério! Mas tudo o que sai, pelo menos uns 90% deixa muito a desejar.

          1. Também não aprecio essas formas de tratamento japonesas. A gente le, e fica muito confuso pra entender. E eu concordo com o Mauri, a melhor tradução é aquela que faz a obra ficar o mais próxima possível do nosso idioma, e não a que exagera nesses termos nipônicos.

    3. "A JBC sempre publica freetalks, e isso desde que entrou no mercado. Todos mangás da JBC mantém os freetalks, não sei de onde você tirou que ela não publica. Samurai X já tinha freetalks, Love Hina, Furuba, Rosario + Vampire, Ga-Rei, Death Note, enfím, TODOS os mangás da JBC que tenham “conversas de bastidores”, eles sempre publicam."

      Só espero que a JBC não cometa o mesmo erro que cometeu com Lost Canvas edição final onde publicou os mesmos freetalks da edição anterior e o que me fez ver algo que achei lamentável via facebook do Del greco que foi ele botando para download esses freetalks que não saíram como desculpas pelo erro.

      1. A Panini também fez isso com uma das lombadas repetidas de Lobo Solitário. A Elza Keiko botou no blog dela, uma imagem pra pessoa imprimir e colar na lombada.

        E esses são os editores que temos!

  11. Acho que não é preciso discutir o quanto Soul Eater é ótimo. Uma pena o anime ter um final tão forçado, mas o mangá continuou e passou por ótimos momentos ( eu ainda não li, mas tenho ideia do que aconteceu ).

    Já Freezing, vejo muita gente o menosprezando apenas por ele ser um mangá ecchi, o que de fato é verdade, mas ele possui uma história bem trabalhada, lutas empolgantes e um estilo legal, o que tornam as críticas meio que injustas. Portanto acho que a galera deveria dar uma chance à obra.

    1. No caso das críticas pesadas de Freezning tenho certeza que em sua maioria vem de pessoas que só viram aquele anime podre que fizeram. =X

  12. Depois do caso Fairy Tail na tradução eu perdi totalmente o respeito pela JBC… não duvido nada que ela também consiga estragar Soul Eater… protagonistas jovens…os caras da tradução devem ficar todos animadinhos para colocar aquela tradução de rua… quem quer apostar comigo?

    Mais uma obra que a JBC irá estragar? Só o tempo dirá!

    1. Calma cara,tu tocou na ferida da editora.Creio eu que depois das críticas pesadas de vários blogs em Fairy tail a editora nunca mais fará isso de novo.
      É como você ter cometido um erro no passado e ter se arrependido.Porém,mesmo arrependido,as pessoas continuassem lembrando você do seu erro.É o caso de Fairy tail.

      1. Na verdade eu tenho medo sim de que isso ocorra de novo, não com Soul Eater, mais com Freezing. Esse mangá por não ser tão badalado como SE tem tudo para a editora fazer o que bem entender com ele já que os poucos leitores que comprarão(como eu) não vão ter ajuda de grandes blogs especializados para se fazer resenhas críticas já que mangá ecchi é claramente marginalizado por aqui.

  13. Provavelmente soh comprarei o #01 de Soul Eater, soh por motivo de colecionar mesmo, pq com One Piece e Dragon Ball a Panini ganhou minha fidelidade =P

  14. Tem razão,mangá mensal é mais complicado de se acompanhar(não sei por que).O único que consegui acompanhar mensamente sem abandonar foi Fullmetal Alchemist(sempre ficava ancioso para que o dia 10 de cada mês chegasse).

  15. A Era do Apocalípse eu tenho completa, da época que saiu pela Abril (e sabe, apesar da Panini dizer que está publicando a saga por completo, na verdade não está). – Com os spins e tudo o mais, a saga de AoA daria pra mais de 12 encadernações (fiz as contas disso no outro dia). Agora, se nessa encadernação da Panini só tiver a trama principal, aí até pode ser.

  16. "One Piece + Dragon ball=Insuperavel"

    Não tenho como concordar com isso. Insuperável é Ranma 1/2, e só.

    One Piece veio apenas pra fazer concorrência com Fairy Tail, até pelo traço parecido.

    Já Dragon Ball, veio pra concorrer com Cavaleiros do Zodíaco fase clássica.

    E é isso.

    1. "One Piece veio apenas pra fazer concorrência com Fairy Tail, até pelo traço parecido"
      Queee? Para cara, até mesmo pq o autor de fairy tail se diz fã do oda e por isso tem um traço parecido, one piece está com 65 volumes e fairy tail deve estar com pouco mais de 20, nem se compara. São histórias diferentes. Vai de gosto, mas dizer isso tá parecendo coisa de recalcado. Dragon ball é clássico, assim como cavaleiros, ai concordo com você, mas one piece e fairy tail foi muito sem noção.
      Sem mais…

    2. Pesquise antes de vir falar algo assim.

      One Piece tem uns 10 anos a mais que Fairy Tail.

      E o traço é parecido, porque o autor de FT se inspirou em OP.

    3. Ranma 1/2 insuperável? Ismael tu tá me fazendo rir….Se vc comentasse falando de CDZ, ou Evangelion eu não acharia tão piada quanto a vc dizer que "Ranma 1/2.é insuperável". Pois Eva e principalmente CDZ realmente tem um público bem considerado de fãs, mais Ranma? Só acredito que vc esteja fazendo piada.

  17. "Eu realmente não consigo pensar em nenhum mangá de peso que concorreria diretamente com One Piece"

    Tem aos montes: Ranma 1/2, Samurai X, Yu Yu Hakusho, Inu-Yasha, até Fairy Tail é melhor que One Piece.

    Mas aí é aquilo, cai no gosto pessoal de cada um. Mas One Piece, apesar de ser bem popular, não é essa cocada toda não.

    1. Mais nesse caso não é questão de gosto pessoal e sim de sucesso comercial e nesse departamento é fato que One Piece venderá mais que Fairy tail e Ranma(desconsidero Yu Yu Hakusho e Samurai X pois esses só saem em 2013) e até Bakuman pois os públicos dessas obras em boa parte leem One Piece(principalmente os de Fairy Tail, já que é capaz da maioria das pessoas que começaram a ler serem fãs de OP e foram atraídas pelos traços de um Natsu copiado descaradamente do Luffy).

  18. SE a Panini até tentou licenciar uns anos atrás, tinham até colocado a imagem lá no site. Mas acabou não dando. Pela preferência da editora japonesa, SE acabou saindo foi pela JBC. Mas pra mim beleza, já confirmaram que é a Karen Kazumi que vai traduzir, então isso é garantia de uma boa tradução. E somando isso com a pontualidade da JBC, esse mangá tem tudo pra fazer sucesso e ainda se tornar o número um dos mais vendidos da JBC.

  19. Soul Eater fraco? Na boa, parem o mundo que eu quero descer!

    Soul Eater é fodástico de bom! Arte foderosa e inovadora, roteiro idem.

    Soul Eater une de um jeito perfeito comédia e ação (além de boas cenas no melhor estilo ecchi).

    Já Freezing, é outro mangá muito bom. Não é apenas bundas, calcinhas e peitos. Freezing é um tremendo de um thriller cheio de ação, drama e boas reviravoltas. O material ecchi é apenas um bônus, e muito bem vindo por sinal!

  20. Não pretendo comprar nenhum dos dois, soul eater nem conheço direito e freezing igualmente. Talvez possa curtir soul eater mas nem vou cogitar isso, o freezing por ser ecchi não curto mesmo. Enfim, nenhum dos dois até mesmo pq coleciono naruto, bleach e vou colecionar dragon ball (one piece tenho assinatura), pretendo dar uma olhada em monster tbm então chega, to gastando muito rs Mais pra frente pretendo pegar fairy tail do 8 ao 11 e do 13 em diante.

  21. Soul Eater é muito bom.

    É um mangá de luta/comédia, mas tem uma coisa meio mística, e meio psicológica, por trás dele. Está sempre falando de espíritos, almas, etc… e de certa forma cria uma mitologia por trás disso. Tem um universo um tanto interessante, com personagens divertidos, lutas bem trabalhadas e vilões assustadores.

    E tem o Black☆Star. Só isso já faz valer à pena (o cara é uma verdadeira paródia de herói de shounen).

  22. Fiquei curioso pra saber a peridiocidade que a JBC poderia usar em Soul Eater, então fui ao site da Yen Press para saber qual a peridiocidade nos EUA e é trimestral. D: Tomara que aqui seja pelo menos bimestral, mas a chance de seguir a Yen Press é grande. =/

    1. Quase certo que vai ser mensal, e eu estou cruzando os dedos pra isso. SE tem muitos volumes pra ser trimestral. E já foi comprovado que aqui no Brasil, a maioria dos leitores prefere mensal. E a editora com certeza vai levar isso em consideração.

  23. Aqui no Brasil vai ser Mensal poderia ser Bimestral..por conta da aproximidade…porque no Japao ainda vai lançar o volume 22 e eu acho que em um ano ou um ano e meio nós ja quase alcançamos o Soul Eater lá…..Pois bem…vou comprar Soul Eater mesmo…..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.