Conversa de Mangá: D.Gray-man 213 – The Hidden Person to Ask About A.W.

Capítulo The Hidden Person to Ask About A.W. já está na web!

O melhor capítulo em muito tempo, caramba! MUITO bom, Katsura-san!! Capítulo lido no Manga Reader e cuidado com spoilers depois do continue!

Santa Innocence… (santa?) Que capítulo foi esse, Hoshino-sama?! Bah… eu esperava mesmo que ficássemos sabendo do verdadeiro plano do Lvellie em breve, mas já?! E que foda, agora o portador do Atuuda é o Link…

Apesar da missão que Lvellie deu a ele, e nossa, então a história toda é uma guerra pelo Allen? Ou melhor, pelo Décimo Quarto… Sendo esse o caso, como Komui se comportará ao descobrir? Será que os Bookmen sabem? Devem saber… e achei muito estranho que o Marian tenha revelado isso justo pro Lvellie. Um blefe, talvez? Hum. Mas pelo menos agora sabemos em definitivo que ele não é “do bem”, está apenas visando seu próprio lucro.

Mas voltando ao que eu ia falar, apesar dessa missão de proteger o 14º das “garras” das outras frentes da luta, o Link é amigo do Allen. Disso eu não tenho dúvidas. E quero ver como ele vai reagir à menção do Apocryphos, já que o Allen se lembra do que aconteceu naquele dia. Lvellie muito provavelmente apagou a memória do Link dessa parte, só não sei com que propósito. A Igreja ser governada por Innocences sencientes e assassinas mudaria algo na cabeça do rapaz? De qualquer forma… o fato de ele agora ser o mestre do Atuuda me faz crer que ainda salvará pessoas em momentos chave do mangá. É bom pensar que há alguns milagres disponíveis pra gente, se tudo mais falhar.

E que foda o Kanda, cara, a forma como assumiu a dívida com o Allen é linda demais. E o melhor é que ele “vê” o Link, e era necessário alguém assim no grupo. Katsura-san agora também começou a nos mostrar as memórias do 14º… e é contra isso que o Allen está lutando. Imagino que os dois bebês sejam Nea e Mana, e a criança estendendo a mão para o Nea (Allen), é o próprio Mana, e vai ser foda pra caramba vermos esse passado. Aposto todas as minhas fichas que descobriremos algo sobre o Conde do Milênio nessa história também, aliás.

Outro ponto importante foi finalmente voltarem a mencionar o “coração”. Não se falava mais nisso desde a saga de Edo com as Innocences do Allen e da Lenalee os protegendo, mas Apocryphos voltou a citá-lo. Será mesmo o Allen? Afinal, o que é que faz uma Innocence agir por conta própria e proteger o portador? Allen já foi salvo pela sua duas vezes, mas não sabemos ainda o que isso quer dizer…

Capítulo foda. A história parecia tar andando tão devagar nos últimos 3 ou 4 (imaginem isso em meses…) que esse foi uma boa surpresa. As páginas não acabavam e eu continuava recebendo informação. Muito bom. Muito bom também o traço aqui, o Link tava quase fan-service em alguns quadros haha, vários olhares bem trabalhados, tanto dele quanto do Lvellie (qualé a do penteado galã? Me lembrou o protagonista de Anastasia, da Disney). E agora, gah, esperar mais um mês…

Isso também pode lhe interessar

14 Comentários

  1. bem legal msm…mas so digo uma coisa…so consigo entender o cap dps d ler aki no portallos x__x
    sou muito ruim d entender D.Gray-man XD

    os desenhos estavam lindos lindos lindos…a hoshino tem um traço lindo demais **

    obs.: anastasia não é da disney x_x

  2. D Gray Man este mês está muito bom. O destino que a Hoshino estava planejando para o Link foi simplesmente épico. Gostei demais dessa história de "portador do Atuuda". Tanto que pra mim esse foi o ponto mais alto do capítulo. Mas os planos de Lverrie também não ficam pra traz. Eu tinha algumas poucas suspeitas de que a guerra fosse realmente pelo décimo quarto, mas preferi esperar pela confirmação, e também não sei o que pensar sobre isso, ainda. Só sei que quero saber ainda mais sobre o décimo quarto e o passado de todas as peças importantes para a compreensão da história, como o Mana, o Conde do milênio, etc. Concluindo, D Gray Man este mês está muito bom.

  3. Obrigada pelo CDM, Dakini, agora eu entendi melhor o capítulo (eu sei, sou péssima lendo DGM). 8D

    A parte final era um sonho então, tomara que tenha a ver com o Mana e o 14º mesmo. Será que descobriremos detalhes bombásticos? Queria que o Link lembrasse o que tinha acontecido com aquela innocence, mas ainda há tempo. Adorei o Kanda desconfiado e preocupado com o Allen. *o*

    1. Haha, que tenso vocês não entendendo o capítulo. XD Mas que bom que ajudo, então! E simmm, o Kanda "defendendo" o Allen foi uma das melhores coisas do capítulo. *-*

  4. Capítulo com várias questões sendo abordadas…

    Não fico tão surpresa do Lvellie está agindo por si mesmo; afinal de contas, demonstrou que a família dele foi bem sacrificada por essa tal Guerra Santa… Ele mesmo demonstra ódio por isso; mesmo que trabalhe para eles,… E no final, mesmo parecendo um vilão, simpatizo com isso um pouco. No fim Igreja e Conde são farinha do mesmo saco, usam as pessoas para seu próprio fim… E me parece que ele quer dar um ponto final nisso… E penso que Marian contou a ele alguma coisa, foi sabendo que ele teria esse tipo de atitude… apesar que, achei a postura dele um pouco de louco, só mais a frente acho que irá se clarear mais os fatos.

    Gostei de saber que o Link se tornou um mestre de Atuuda e o décimo quarto (pelo que entendi); isso é um forma de no futuro ele ser um elemento importante para salvar pessoas! Eu fiquei em dúvida se foi o Apocryphos ou Lvellie, que apagou a mente dele. E também quero ver como ele irá lidar com a ordem dada por seu mestre e seus próprios sentimentos.

    Kanda nessas cenas demonstra um pouco mais de sua personalidade, demonstrando análise mais profunda do caráter das pessoas… Além disso, bem disposto a pagar sua dívida de honra. Agora, espero ver mais informações no próximo capítulo, talvez algo sobre Neah ou do próprio Allen…

      1. Sim, mas impressão que pessoal já tinha desde que ele perdeu o braço e quase morreu, né. Até se cogitava que o coração podiam ser duas Innocences, que juntas o formavam. No caso, a do Allen e a da Lenalee, as duas que salvaram seus portadores de forma "unprecedented".

        1. Naquela época eu ainda não pensava dessa forma, até porque eu achava as Innocences, tipos de objetos místicos com personalidades próprias. Elas escolhem seus portadores de acordo com aquilo que eles precisam e pensam. Então, dependendo da intensidade da ligação e dos sentimentos elas poderiam evoluir e até mesmo salvar seus portadores… E como a guerra estava ficando acirrada, achei interessante o que elas fizeram na época…
          Mas nas falas do Apocryphos, deu a entender que esse interesse todo no Allen seja por causa disso.

          1. É, faz sentido o que tu falou. E talvez o Allen tenha o coração, mas não por mérito próprio… talvez a Innocence o tenha escolhido por ser o Neah, que aparentemente tem um poder desejado por todos. Hum.

  5. É bem possível mesmo! Até porque a autora ainda não revelou o verdadeiro propósito da guerra e até mesmo o Conde, quer tê-lo ao seu lado; apesar da traição.

    1. Bom o Conde eu ainda tenho aquela minha teoria maluca de que seja o próprio Mana… o que faria do Neah seu irmão e explicaria algumas coisas. Mas é teoria maluca mesmo. XD Expliquei ela em algum CdM mas nem lembro se era desse ou do outro Portallos. Mas tem vários furos em potencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.