Jogando

God of War | De quantos spin offs o Kratos precisa?

Ainda não sabemos, mas a Sony manda e o Studio Santa Monica tenta descobrir!

Novo God Of War apresentado na E3 e a minha animação… continua zero. Mas a E3 de 2012 como um todo não me deu lá muitos motivos pra comemorar, então nem sei bem porque eu ainda me importo em dizer isso.

Desde que os rumores começaram eu perdi as contas de quantas vezes parei pra me lembrar do final do 3 e do quanto ele fecha a história com perfeição. E sim, eu me lembro da ceninha final que dá a entender de que vai rolar mais coisas ali, mesmo depois do Kratos enfim chegar aonde ele tanto queria. Mas só uma promessa da sua volta seguindo a cronologia não basta pra me animar, vão ter de criar um plot muito foda pra me convencer de que a história do deus da guerra ainda tem um chão sólido pra continuar sendo percorrido.

Já no que diz respeito a falar da ascensão do Kratos DE NOVO é meio que procurar pêlo em ovo na minha opinião. Joguei os 2 spin offs originalmente lançados no PSP e portados não muito tempo depois para o PlayStation 3 e na época em que terminei Ghost Of Sparta fiquei mesmo achando que a história já não tinha mais pra onde ir, que o desfecho enfim chegaria no terceiro jogo (hype enfatizando que tudo terminaria ali não faltou). Logo, fui pego de calça curta quando anunciaram que esse seria mais um game contando as origens do personagem.

Sei lá, eu não me impressionaria se esse fosse um teste pra saber a quantas anda o interesse dos fãs pela série. Se Ascension vingar, muito provavelmente as portas para um jogo dando sequência ao terceiro estarão abertas. Mas em ambos os casos a minha opinião não muda. Até que me mostrem uma história realmente interessante, coesa e à altura de tudo o que o personagem já viveu eu vou continuar achando que esses novos jogos são apenas uma tentativa forçada da Sony de não deixar mais uma das suas preciosas galinhas dos ovos de ouro morrer.

Diversão eu sei que não vai faltar, como já era de se esperar a fórmula não mudou e inclusive quem for mais atento vai perceber que tem coisa de GoW 3 sendo reaproveitada aí (o quick time com o cara grandalhão do martelo é um belo exemplo). Porém os power ups, os chefões e os diferentes rumos que a exploração dos novos cenários tem vão mais uma vez justificar a compra. Mas acho que pára por aí, não levo muita fé nesse modo multiplayer que pra mim vai servir é de muleta caso a campanha principal seja um belo fiasco em termos de enredo.

Aliás toda franquia que se perde geralmente começa assim, né? Enfim, esperando algo mais fresco que esses vídeos de ressaca da E3 para tirar conclusões melhores.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios