Editorial | Papo sobre o recrutamento!

Participar ou ser selecionado, eis a questão!

(Por Dakini)

Começamos hoje, finalmente, a postar os textos enviados ao blog para avaliação para o recrutamento. Sim, devíamos ter feito antes! Sim, sim… e várias outras coisas. O Portallos em si está sem tempo parece, de tão atarantada que anda a equipe. Mas o recrutamento taí, vai entrar gente nova, e vocês não sabem, mas estamos revivendo um dos projetos mais pedidos pelo pessoal antigamente, mas que hoje já tinham até desistido. E dessa vez a coisa vai! Pessoal tá bem empolgado, tô achando legal. Mas enfim, sobre o recrutamento em si… o boss Thiago tem umas coisas pra dizer.

Vamos pra depois do continue?

Reconhece o personagem acima? Para quem não conhece, o cara é Anton Ego, um personagem do filme Ratatouille, da Pixar. O que diabos ele tem a ver com o Recrutamento Portallos? Bem, é que algumas horas atrás estava pensando como explicar algo ao pessoal que está participando desse projeto e me lembrei de uma cena de Ratatouille que é perfeita para passar a ideia do que quero dizer. Isso é, se você assistiu à animação, né?

Existe uma cena ao final do filme, onde Anton Ego, que é um crítico culinário, está frente ao Linguini, o chef-cozinheiro. Não vou saber transcrever na íntegra como é o diálogo, mas Linguini pergunta ao Anton o que ele irá querer para comer. Anton muito cheio de si, responde que quer “perspectiva“. Linguini fica com aquela cara de tapado e não entende o que Anton quer, que acaba se irritando e diz que quer “o que ele ousar serví-lo“.

Ok, agora esqueça a metáfora com comida ou restaurante e foque apenas na idéia de “perspectiva” de Anton. O que o personagem queria era algo original, diferente do que ele está habituado, algo que desse o que pensar, algo fenomenal. É esta a perspectiva que ele queria e Linguini não entendeu (por sorte ao fim, Remy, o ratinho sacou e o o final feliz pode acontecer).

T_thiago: Apesar desse parágrafo ter sido usado no último recrutamento para explicar um outro contexto da época, ele ainda é válido no recrutamento atual. Os textos dos recrutas que li tinham muito pouco de “Perspectiva”. Não é nada que me arrepiou os cabelos. Não tinha nada que qualquer membro da equipe atual não consiga fazer. Com exceção de um ou outro inscrito, não vi muito individualismo original.

Vários aspectos contribuem para isso. Assuntos óbvios, falta de criatividade, problemas na construções dos textos. Claro que as pessoas se aperfeiçoam com o tempo, mas há coisas que a gente pesca logo de cara. Há textos que você, como dono do mesmo, consegue ler e dizer “isso poderia ter sido melhor, eu poderia ter feito uma jogada, um plot-twist, poderia ter enrolado menos, poderia ter expandido mais e porque mesmo não o fiz?”. Há assuntos que todos gostam? Mas tem aqueles que todos estão carecas de saber. Porque não falar de algo que você curta que seja lá do fundo do báu, que seja algo polêmico, desconhecido do universo geral. Para citar um exemplo, houve um recruta que mandou um e-mail se apresentando e dizendo que adora tecnologia e diversos outros assuntos. A equipe logo de cara pensa “opa, tecnologia, algo que nãos e vê todo dia no Portallos, algo que cria a tal Perspectiva. Mas qual o texto que o recruta mandou? Sobre animê e mangá. “Oh no!” Não que o assunto fosse ruim, mas é a saída fácil, o assunto óbvio. É como ir na padaria e pedir café e pão francês. Na padaria não tem só isso.

O recrutamento é sobre expandir horizontes, abrir novas portas, deixar um recruta criar sua marca dentro do Portallos. Quando ele resolve apenas ser o normal, não mostrar que ele pode ser diferente de todos os outros inscritos não resta muito por parte da equipe que vai escolher a não ser olhar para outras pessoas mais dinâmicas, mais inventivas na sala.

Então a minha dica é: não seja o normal. Não vá pelo que lhe é cômodo ou confortável. Você com certeza tem perspectiva, e ela existe até mesmo em assuntos mundanos e ordinários, mas você precisa pensar se uma resenha, uma recomendação de filme, um texto simples e normal realmente é aquilo que melhor lhe representa. Se pergunte o seguinte… você fez um texto só pra se inscrever ou você fez um texto para ser selecioado? Não é a mesma coisa? Não, é questão de perspectiva. Sacou?

Dakini: Pois é. Eu tinha pedido pro boss escrever algo pra colocar junto com o primeiro texto do recrutamento, pra mostrar um pouco pra vocês como ficamos um tanto decepcionados de ver o pessoal se jogando na área de mangás por exemplo, todo mundo fazendo o que a gente já faz no blog. Isso não é ruim, digo, também cobrimos mangás logicamente, mas é o que o boss falou: você está só se inscrevendo ou está tentando ser selecionado? A proposta de um recrutamento é dar uma renovada nos ares, selecionar gente com algum diferencial pra trazer algo ao blog, além claro do gás de novato que vem “de graça”.

Ainda assim, como o boss também falou, a gente sabe que ninguém se avalia só por um texto, então vamos pedir outros! Tem gente que já mandou mais de um, tem gente que mandou vários até, e saibam que quem tiver seu post postado aqui no blog é porque gostamos e queremos ver “que mais você sabe fazer”! Não precisa ficar pensando que queremos algo diferente, até porque o pior é o candidato escrever sobre algo que não curte realmente só pra entrar, e depois não tem vontade natural de falar mais daquilo. Não. Poste de coração, escreva algo que queira compartilhar! Portallos EXP, lembram?

Hehe, mas enfim. Fiquem agora com o post do Pierri, e desculpem se foi meio depressivo o papo. Não era a intenção! Estamos felizes com as colaborações, continuem mandando! Vamos postá-las com frequência agora.

Isso também pode lhe interessar

60 Comentários

  1. Aeee, meu texto! xD Inconscientemente tentei juntar um assunto incomum com algo que gosto de escrever. Aí o tema foi um filme, mas pouco conhecido (e que achei curioso o bastante pra se falar a respeito). Espero que o pessoal goste e talvez até vá atrás pra assistir, porque vale a pena. (Tô comentando aqui porque deu algum bug e não dá pra comentar no post do The Raid.)

  2. Interessante  o que foi dito, o q já era até meio esperado, afinal o caminho do óbvio é sempre mais fácil. Uma coisa que talvez fosse importante vocês esclarecerem é "até onde vai a filosofia do blog?" Será que se eu escrever sobre tecnologia não estaria fugindo um pouco de tudo que já foi dito aqui? (pra mim, isso não é uma dúvida, que fique bem claro, porém, para outros, pode ser….) Eu fiz um texto e mandei ontem, é provável que ainda não tenham lido, acho que fui feliz em meu assunto, embora permaneça no circulo óbvio anime/game com uma pitada de filosofia e experiência de vida. Eu não mandei imagens anexas, pois não havia nenhuma específica que eu queria usar, o que não significa que uma imagem não é necessária, pelo entendi do texto de recrutamento vocês iriam analisar o texto, e colocariam as imagens necessárias, se eu estiver engado, me avisem que eu procuto algumas e encaminho um e-mail adicional (isto se meu texto for ao menos selecionado pra publicação, afinal, nunca se sabe, kkk). De qualquer forma desejo sorte aos recrutas. vamos lá.

  3. Interessante  o que foi dito, o q já era até meio esperado, afinal o caminho do óbvio é sempre mais fácil.
     
    Uma coisa que talvez fosse importante vocês esclarecerem é "até onde vai a filosofia do blog?" Será que se eu escrever sobre tecnologia não estaria fugindo um pouco de tudo que já foi dito aqui? (pra mim, isso não é uma dúvida, que fique bem claro, porém, para outros, pode ser….)
     
    Eu fiz um texto e mandei ontem, é provável que ainda não tenham lido, acho que fui feliz em meu assunto, embora permaneça no circulo óbvio anime/game com uma pitada de filosofia e experiência de vida. Eu não mandei imagens anexas, pois não havia nenhuma específica que eu queria usar, o que não significa que uma imagem não é necessária, pelo entendi do texto de recrutamento vocês iriam analisar o texto, e colocariam as imagens necessárias, se eu estiver engado, me avisem que eu procuto algumas e encaminho um e-mail adicional (isto se meu texto for ao menos selecionado pra publicação, afinal, nunca se sabe, kkk).
     
    De qualquer forma desejo sorte aos recrutas. vamos lá.

    1.  @SHiN™ Criar algo novo é tarefa ardua porem o blog tem as caracteristicas necessarias para conseguir chegar onde se deseja, cada membro tem que colocar a novidade bem exp(posta)

  4. Aeee, meu texto! xD Inconscientemente tentei juntar um assunto comum com algo que gosto de escrever. Aí o tema foi um filme, mas pouco conhecido (e que achei curioso o bastante pra se falar a respeito). Espero que o pessoal goste e talvez até vá atrás pra assistir, porque vale a pena. (Tô comentando aqui porque deu algum bug e não dá pra comentar no post do The Raid.)Obs.: tinha algo errado no comentário e não dava mais pra editar, então apaguei e escrevi de novo. Por isso aparece como mais novo na lista.

    1. Pois é, entendo a proposta do blog, mas também acho que não dá para fugir muito do que é postado diariamente por aqui, ou seja, entretenimento…
       
      Pensei em postar algo sobre música, falando sobre a qualidade de um certo artista de blues, mas eu praticamente não vejo isso no Portallos, ai bate uma receio de escrever sobre isso…
       
      Um dos meus textos enviados é sobre um game clássico, onde eu relato a qualidade do mesmo e conto minha experiência pessoal com esse game, achei esse meu texto a cara do Portallos e mandei sem receio, mas será que é isso que a equipe queria? Acho que todos recrutas tem essa dúvida…
       
      Acho que para quem está na equipe fica mais fácil ousar, assim como o Mauri fez em um texto recente chamado Os Capítulos Perdidos – Doce de Amora…
       
      Para os recrutas fica mais ou menos como no mangá Bakuman, onde o Ashirogi Muto em um determinado momento tenta criar um mangá mainstream e obscuro ao mesmo tempo…
       
      Ainda fazendo essa analogia com Bakuman eu diria: um post de um recruta sobre Naruto por exemplo, seria como um mangá do Niizuma Eiji, popular, com grande apelo diante dos leitores, já um post como o do Pierri Eduardo, por exemplo, com um tema não mainstream, seria como um mangá do Ashirogi Muto no início, é bom, mas não tão popular diante dos leitores… Dentro da atual equipe já é possível notar essas diferenças, a Dakini, Rackor, Mauri, Meltoh, Kon costumam postar artigos mais populares na maioria das vezes, já o Thiago, Theo, Araphawake, Pedro costumam postar artigos menos Hypados, mas não menos interessantes…
       
      Qual direção tomar é a maior dúvida dos recrutas… Será que não seria interessante abrir para os leitores não participantes do recrutamento, uma opção de votar ou opinar sobre os artigos que eles mais gostaram por email? Assim diferentes estilos de artigos teriam as mesmas chances e os leitores que são a variável mais importante de um blog também participariam da decisão…
       
      Acabei escrevendo um post em forma de comentário, hehehe… Aceitam ele para o recrutamento? kkkkkk…

      1.  @Rafael Gaara Acredito que apenas arriscando você conseguiria uma resposta. Óbvio que pode ser um não rs. 
         
        Mas você disse que pensou em um post sobre musica, um cantor de Blues, na minha opinião o difícil do Blues é saber por onde começar e por isso seria interessante alguém pra implementar isso por aqui.  Outra coisa, disse que achou que não se encaixa nos temas do Portallos, o meu foi bem mais, digamos… exótico. Deveria mandar o seu de Blues.
         
        Eu apoio. o/

        1.  @Tiih_Neverland  @Rafael Gaara Não sei se vocês lembram mas o próprio Pedro já fez alguns posts musicais (assim como o Theo), o que me lembro mais foi o do BB King com o Clapton.

          1.  @Rackor  @Tiih_Neverland  @Rafael Gaara  É Rackor eu já vi posts sobre música aqui, por esse motivo não estranhei o tema do Rafael, mas não me lembrava desse do BB King.

        2.  @Tiih_Neverland Vou pensar se mando ou não um post musical, afinal já mandei alguns textos (4 no total) e nem sei se esses vão ser aprovados, mandar mais um pode ser meio exagero né, hehehe…
          Além do mais o post que eu iria fazer é sobre o BB King e apesar de não me lembrar, o Rackor informou abaixo que o Pedro já fez um post sobre ele….
           
          Dependendo do desenrolar das idéias na minha cabeça, eu mando um texto sobre o BB King mesmo sendo repetido ou um artista de Jazz que me veio a cabeça agora muito bom, hehehe…

      2.  @Rafael Gaara Eu discordo que não seja bom fugir do que se encontra aqui, entretenimento tem muitas manifestações, é perfeitamente possivel ter um lugar no site em que nada é o que ja se viu por aqui, escrever um bom texto depende de quem vai ler, se continuar sendo a "filosofia" exp do blog, a unica coisa que sera necessario é que quem como eu postar alguma coisa para ser escolhido de continuidade ao mesmo, o que não é talvez meu objetivo, mas como estou achando uma forma de me conhecer melhor ja que vivo muito a custo da diversão posso ser critico e tomara que criticado.

      3.  @Rafael Gaara " uma opção de votar ou opinar sobre os artigos que eles mais gostaram"acabei comentando algo parecido que você falou, mas não tinha lido seu comentário….

  5. eu acho também que da para falar dos mesmos assuntos tratados aqui no blog de uma maneira diferente não precisa necessáriamente  falar de outros assuntos eu posso falar por exemplo de anime e tratar desse assunto de um jeito que nao é normalmente tratado, até por que esses assuntos são bem dirversos.

  6. eu acho também que da para falar dos mesmos assuntos tratados aqui no blog de uma maneira diferente não precisa necessáriamente  falar de outros assuntos eu posso falar por exemplo, de anime e tratar desse assunto de um jeito que nao é normalmente tratado, até por que esses assuntos são bem dirversos.

    1.  @fernandojr pois é, mas acredito que a troca sugere uma diferença, mas realmente tratar os assuntos ja contidos no blog, sempre tera espaço, a não ser que caia em marasmo, faz todo sentido pois os propios assuntos se renovam, anime melhor da temporada(escolhido de acordo com os usuarios) pode criar um debate diferente e o mesmo com outros assuntos.

  7. Ow pessoal, não sei se é só aqui comigo, mas quando clica no "continue lendo" do meu post sobre Homem-Aranha e Batman, dá erro 404. =~~

      1. Otima exp a que relatou ai, vc diz não estar contente, eu vejo que vc não ve a EXP no momento, so fez um desabafo gigante e eu sei por que voce como todo ser vivo quer um pouco de nostalgia, todo mundo fala" Nossa como era bom aquele tempo", ele era bom pq vc não tinha experiencia acumulada, queria fugir para um lugar onde pessoas pensassem como você e eu sei que você queria tirar o max de cada post, isso como você busca que tema vc gostava( ele mudou, para melhor, cada vez vc pede mais, exemplo de anime ( video rm e ag assistir em BD Full, vc consegue axar defeito na imagem) começei a ver animes antes de saber o que era, dbz foi o iniciador ao mundo dos animes para REEXPERIMENTAR eu fui guiado a um site que copiava dos subs, e ai o capitulo é outro subs é a qualidade que eu sonhava(tinha net lenta) e nem sabia como ler sobre isso era tudo muito novo, Estava me sentindo alucinado por esse mundo, muito espaço livre no hd porem memoria lenta e compreeenção rala, hj em dia quero fazer faculdade mas nada me agrada pois coloco defeito nelas, nunca gostei do jeito chato de FORÇAR a aprender, prefiro navegar ao estilo ONE PIECE, penso sempre muito, muito mesmo a frente, não imposta os erros que cometo são so palavras de uma grande EXPERIENCIA que a cada segundo é REEXPERIMENTADA (devido a velocidade que a informação chega), outro EXEMPLO amanha

        1.  @3ldri4 Na verdade não. Não se trata de nostalgia, de querer ver mais do que eu gosto. Tudo que relatei foi sobre a forma como eu entendo ser errada de conduzir a situação. Simplificando pra não ser redundante, não é deixar de prestar o bom serviço que construiu uma relação com os leitores que iria forçar o reconhecimento e crescimento das outras áreas. É com novas perspectivas, novos trabalhos, uma nova abordagem sem prejudicar a experiência de outras coisas.

          1.  @Renato Romano Você tem razão, mas depende como levamos a situação, faz diferença, sempre tem o lado bom e o ruim, se for falar de mim, quase não comento em nada, so nos ultimos dias, talvez por eu não ter publicado tanto eu não saturei, saberia me dizer em poucas palavras o que aproveitou desses "150" comentarios?

          2.  @3ldri4 rs acho que ainda não peguei o que você está querendo transmitir! Está se referindo a qualidade em vez de quantidade, isso?

          3.  @Renato Romano isso mesmo, mas essa qualidade tem que passar por fases de aprovação, revisão, critica e receber criticas, quanto mais alguem discute algo mais gosta, e disso saem as idéis.
            Se você não se dá ao trabalho de criticar construtivamente o que esta esposto é por que o interesse é menor.

          4.  @Renato Romano outra questão é vou fazer a leitura do seu comentário "gigante" denovo pois ele é um otimo comenário

          5.  @3ldri4 O ponto não é esse. Não era voltado para:-Olha o quanto eu participava.A ideia era a que cito na segunda biblia para o Mauri rsConcordo com vc, evoluir sempre e constantemente! 

  8. Para falar a verdade não achei legal os rumos e decisões tomadas no portallos. Acredito seriamente que houve um erro nas questões de experiência. Eu comentava muito no portallos, lembro que a questão de um ano e meio atrás eu comentava em média 150 vezes por mês. Desses 150, 110 era em CDM, 25 assuntos relacionados a animes e mangás, e os outros 15 em postagens diversas. O que me encantava no portallos era a inexistência dos Trolls, a interatividade dos blogueiros e seus leitores e a diversidade dentro dos temas nerds que eu tinha acesso a um clique, dependendo do meu interesse. Mesmo não comentando, eu lia tudo que postavam, por ter sido acolhido bem, eu tratava cada post como uma palavra de amigo para mim e eu prestava bastante atenção para não fazer pouco caso com ele, pois era uma pessoa importante para mim. Tinha esse tratamento com todos os posts, comentando ou não. Claro que como tinha o sentimento de amizade, as vezes o comentário era ácido ou irônico, mas nunca desrespeitoso. O que me tornava fã e frequentador assíduo do Blog/site era a EXPeriência que eu tinha aqui. E onde a meu ver o portallos errou na questão EXP? Para mim ele errou antes disso, a fase EXP veio para tentar remediar o assunto que originou o erro, que por sua vez, ao não surtir o efeito que gostariam, decidiram ter outras atitudes mais autoritárias. Falando da questão EXP do blog, ela foi instalada sobre a premissa de respeitar a experiência dos blogueiros em suas atividades, sobre a obrigatoriedade de escreverem o que não queriam mais, ou seja, tornar mais agradável a "tarefa" de ter e ajudar um blog. Porém isso foi criado pensando apenas na experiência dos blogueiros e acredito que um "blog" como portallos não existe só com eles.
    Não bastando esses passos para trás que o portallos caminhou para solucionar o "problema" , que nada mais é que é o grande número de fãs de animes e mangás que frequenta o blog e em sua grande maioria só se interessa por temas relacionados ao genero. A essência do servir, que é o porque das coisas existirem, se perdeu. Podem dizer que a essência do blog sempre foi tratar de assuntos nerds, do ponto de vista do autor do post, porém a essência de um blog existir é dar voz ao autor, para o mesmo expor seu conhecimento, partilhar seu saber, informar seus leitores, tudo isso indiferente de quem lê, quantos lêem ou quem concorda ou comenta.
    O portallos deixou de ser um blog a muito tempo, ele é um site que presta o serviço do entretenimento aos leitores. Para ver o tamanho da importância da experiência positiva de uma ação é o fato de que a um ano e meio eu frequento o portallos todos os dias, sem ir em busca de outro lugar onde meus interesses estão sendo tratados com mais atenção, por causa do vínculo que foi estabelecido. A importância disso é muito grande e de muito valor, seja em qualquer âmbito. Ou seja, o portallos está errando nos dois âmbitos, que é ser um blog e no que é ser um site informativo.
    A questão da atenção dada somente a assuntos de mangás ou animes não interferi na essência e razão de um blog existir, porque a função de dar voz ao blogueiro continua ali. A função de um site existir é servir, dar informações aos leitores que eles querem, e isso está sendo combatido de dentro para fora, para "remediar" a falta de atenção dada aos demais temas e posts que o portallos dispõe. A experiência de uma peça fundamental de um site está sendo desrespeitada, que são os leitores. Deixar de prestar eficientemente um serviço para forçar a algo é um erro muito grande.Se a questão fosse realmente que o pessoal do portallos não quisesse fazer os CdM por exemplo, bastava aceitar um dos inúmeros pedidos dos leitores para assumir essa área, com restrições de administrador e pronto. A qualidade dos textos, a cara portallos, tudo isso é usado como barreira, mas na verdade o que impedi é que com isso o "problema" que aflige os blogueiros daqui irá persistir. Ao ver mais um processo de seleção para o blog me deparo com a postura novamente. As aflições não são criatividade e qualidade dos textos, claro que escrever bem leva tempo, mas em tempos de internet, tecnicas de escrita estão ai e em um mês alguém com uma forma diferenciada de argumentar e ver as coisas, aprenderá a escrever corretamente e de forma coesa, concisa. O problema é que para as áreas que o Portallos quer trabalhar, evoluir e continuar, não apareceram muitos candidatos. A criatividade cobrada deveria ser trocada por diversidade de temas. Acharia mais funcional para o Portallos listar para qual área ele quer colaboradores. Veja bem, entendo perfeitamente querer uma pessoa diferenciada, que não seja bitolada, porém o portallos está dando uma liberdade falsa, não querendo ser agressivo ou ofender, mas dar liberdade para escolherem o tema e depois criticar a falta de diversidade é falha do processo e não dos candidatos. Bastava como falei deixar claro em que áreas estão procurando candidatos. Porque atitudes ditatorias como impor apenas dois dias de postagens para mangás/animes para que seja JUSTO com os demais posts é mandar a democracia para o ralo, por abaixo o conceito bonito do EXP, no caso, a experiência comprometida é a dos leitores.
    O remédio para isso que o portallos precisa, sendo sincero, de alguém que lê a anos e gostava de tudo aqui, é exatamente o que o Thiago pedi para os candidatos. É isso que os blogueiros de assustos fora do dito clichê por vocês estão precisando. É trazerem novas perspectivas para os leitores nos temas que eles querem que cresçam. Fui a um workshop onde foi abordado o tema disney, toda a história do Walt Disney foi contada, toda a mágica do mundo Disney e seus personagens, isso encantou e trouxe uma curiosidade enorme de conhecer as histórias do coelho oswald, pois a abordagem criou um vículo de empatia com o W. Disney, depois do personagem que mudou tudo para ele, o Mickey.
    Muitos fãs de mangás criticam comics e seus universos paralelos, mas alguma outra perspectiva foi abordada? Se os modelos usados na abordagem dos temas diferentes do anime e mangá não surtem efeito, o problema é só do leitor bitolado ou da abordagem? Quantas vezes vi questionamentos ou brincadeiras sobre esse universo e ou o leitor ganhou o descaso, que é a falta de resposta, ou é abordado de forma mais agressiva e sem muitos esclarecimentos, onde a mensagem que fica é, se não gosta não vem torrar a paciência aqui no post….. enfim, dos meus 150 comentários por mês, 15 era para assuntos diversos, pouco perto dos outros 135, mas ainda sim era 15 comentários!  

    1.  @Renato Romano Totalmente de acordo Renato.
       
      Quando mandei o texto pro recrutamento eu escrevi o seguinte <<<Confesso que já fui um leitor mais assíduo, mas, reduzi minha participação quando o blog evoluiu para o “Exp”. Motivo? Não existe um em especial, mas creio que a filosofia de “escrevemos para nós, e não para vocês” me deixou um pouco frustrado, afinal, porque prestigiar alguém que não se preocupa comigo? Isso é meio “lol”, eu sei, mas confesso que já me senti assim em alguns posts dessa fase “Exp”.>>>
       
      E outra, eu nem ia comentar isso, mas já que comecei, vou terminar, o Thiago disse ali em cima, em relação aos textos dos recrutas que "Não tinha nada que qualquer membro da equipe atual não consiga fazer."
       
      Ninguém que está mandando textos para o recrutamento quer se mostrar melhor que os atuais membros da equipe, a questão não é essa. A questão é, se os membros conseguem fazer, porque não fazem?… Houve uma enxurrada de textos sobre anime e mangá? Pq será? Pq a última resenha de um anime (novo/diferente) que tivemos foi feita a sei lá quanto tempo atrás? Pq a última resenha de um mangá (novo/diferente) foi a de TWGOK do Rackor dia 24/02 (ops, teve outros de Medaka em 30/04)?
       
      Existem coisas que devem ser pensadas, o Portallos não é um blog de animes/mangás, mas grande parte dos leitores chegaram aqui por conta disso, e aqui permaneceram por que esse assunto realmente era sempre lembrado. A questão dos animes é somente uma, talvez a mais evidente, e por isso volta e meia nós, leitores, tornamos a bater na tecla.
       
      Se por decisão geral ficar estabelecido que animes e mangás não fazem (mais) parte da filosofia do blog, então é melhor deixar isso super claro pra qualquer um que entrar já ficar sabendo.

      1.  @SHiN™ Você e o @Renato Romano me ouçam. Vou falar por mim que fica mais fácil e que sirva de conselho para todos que querem participar de recrutamento. O que eu quero ver em um novo colaborador do Portallos é uma pessoa que se interesse por diversas áreas do entretenimento. É muito mais interessante poder contar com uma pessoa versátil do que com uma que só tenha interesse em algo muito específico. PONTO FINAL. Então, se parecer candidato que só querem falar de Goku ou Homem-Aranha, eu já tenho a tendência a vetar esse candidato NA HORA.
         
        Eu não escrevo no blog pensando em leitor, eu escrevo pensando em mim, naquilo que eu quero escrever, e se aparecer alguém que goste daquilo que escrevo, estou disposto a compartilhar experiências e informações. Não me interessa se um assunto é mais popular ou não. Eu não me importo se não tiver Conversa de Mangá, assim como não me importei quando o Mesa dos Quadrinhos foi limado. Foi limado pois o formato era previsível e limitador. Agora, se eu quiser falar sobre um quadrinho, simplesmente vou lá e faço o post do jeito que eu quiser.
         
        A proposta do EXP é mais volatda a isso, a conceder liberdade ao colaborador e ao blog, sem colunascom temáticas prontas e com peridiocidade definida. Não é um serviço aos leitores, os posts estão a serviço é ao coração do blogueiro. Um post com 50 comentários e outro com 5 vão ter o mesmo peso se ambos tiverem sido formulados com o coração, com alma.
         
        Não é de minha intenção eliminar o assunto mangá e animes, pois eu mesmo curto isso desde a época em que o único mangá publiicado no Brasil era Mai A Garota Sensitiva e vibrava com o Jet Mart na televisão. Apenas percebi que esses dois assuntos passaram a ocupar uma parcela muito grande de posts publicados, e o excesso não é bom para ninguém. O Portallos nasceu sob o slogan GAMES & CULTURA NERD, e eu ainda vejo esse slogan como algo importante.
         
        O que queremos restaurar é o EQUILÍBRIO. Fora em meio a um evento como Comic-Con ou E3, todos na equipe devem ficar de olho para ver se não está postando coisas com o mesmo assunto, pois se isso estiver ocorrendo é bom guardar o post para outra hora. Aliás, não temos pressa em postar sobre novidades, nosso fico não é mais ficar postando sobre notícias, a menos que a notícia em si seja interessante para alguém da equipe.
         
        Eu sempre reitero algo que falávamos sobre o Portallos lá no comecinho do blog: PUXE A CADEIRA E SINTA-SE Á VONTADE, no sentido que blogar é mais como puxar conversa. Mas como toda conversa saudável, se o assunto não lhe interessar, pode levantar da cadeira e voltar mais tarde. ASSUNTOS NÃO DEVEM FALTAR, E SOBRETUDO, DEVEM VARIAR.
         
        Então, para aqueles que conheceram o Portallos por causa do Conversa de Mangá e similares, fiquem cientes que o Portallos é um blog feito por pessoas, e se as pessoas não serem "variadas", elas se tornam chatas. Mangá e Animes são UM dos MUITOS assuntos que devemos postar aqui.
         
        Agora, os leitores podem pedir assuntos para os posts? CLARO QUE SIM, e eu adoro quando recebemos sugestões. Mas nem tudo vai ser acatado imediatamente, a SUGESTÃO precisa encontrar a OCASIÃO, e as duas juntas formarão uma RAZÃO.
         
        Resumindo, Animes e Mangas fazem PARTE do Portallos, mas NÃO SÃO o Portallos.

        1. @Mauri Link@SHiN™@Renato Romano
           SHiN™ Você e o Renato Romano me ouçam. Vou falar por mim que fica mais fácil e que sirva de conselho para todos que querem participar de recrutamento. O que eu quero ver em um novo colaborador do Portallos é uma pessoa que se interesse por diversas áreas do entretenimento. É muito mais interessante poder contar com uma pessoa versátil do que com uma que só tenha interesse em algo muito específico. PONTO FINAL. Então, se parecer candidato que só querem falar de Goku ou Homem-Aranha, eu já tenho a tendência a vetar esse candidato NA HORA.
           
          Eu não escrevo no blog pensando em leitor, eu escrevo pensando em mim, naquilo que eu quero escrever, e se aparecer alguém que goste daquilo que escrevo, estou disposto a compartilhar experiências e informações. Não me interessa se um assunto é mais popular ou não.
           
          ate aqui estou apto, fala de uma coisa so, nos dias de hj kkkk piadaNão li daqui para frente nem precisa eu acompanho desde o antigo to aqui pra quem me ouvir, ler, e principalmente interpretar

        2.  @Mauri Link  @SHiN™ Mauri, acredito que passei a informação correta, de que não se trata do tão falado mimimi. Também conheço as vertentes do portallos a 4 anos? Acredito que já tenha essa idade, Portallos não se resumi só a mangás, ou a games, tão pouco a comics, ele é abrangente. Ser bitolado como disse não é nada legal, sadio, enfim, não é bom. Porém o que disse não tem nada a ver com dar prioridade aos mangás, ou que ele seja tratado de forma diferenciada por ter se destacado em número de fãs que frequentam aqui, tem a ver com prejudicar a experiência de alguns para forçar um rumo. O que vejo como errado é a condução, não o alvo.Por mais que você diga que não escreve para os leitores e o número de comentários independe para você, não se aplica ao que disse e nem o invalida. Pontos que exemplificam isso são os textos durante o processo exp, onde é dito que a medida com relação aos mangás de quarta e sábado serem para incentivar os demais colaboradores que trazem assuntos legais e são ignorados, não possuem comentários para incentivar o trabalho. Ou como em um post de wallpaper que é dito que o colaborador curtiu um capítulo qualquer, mas que por consequência de ter passado do dead line de postagem só poderia falar disso no sabado. Até lá, toda a experiência de empolgação se foi, está perdida. Ela pode dizer que na verdade ela não estava afim e que de fato esse atraso não atrapalha, porém acredito mesmo que algum colaborar que tenha uma veia mais niponica ja se pegou ansioso para postar algo e não poderia porque não era dia, e isso ocorre por impossição para equilibrar as coisas. Falo disso, dessa experiência que estou vendo de um ano para cá. Poderia ser os posts sobre livros que estivessem sendo conduzidos assim, a questão é em cima da ação e não do tema.
          Basta um mínimo de sensibilidade para notar por exemplo, a quebra de uma interatividade do Thiago em posts como CdM, o que não ocorre em qualquer outro post, já em um da Disney ele tem o carinho de responder cada indagação ou questionamento. Ele deixou de gostar de One Piece? Dúvido! Ele está de saco cheio de fazer Cdm? Acredito que sim, mas essa ação vai muito mais em cima de corroborar com a dita ação de equilíbrio que falta de empatia com a obra.O que quis dizer com os 15 comentários é que apesar de gostar demais de algo ao ponto de comentar 135 vezes, é que eu participava de outras coisas e dava minha atenção. São 15 incentivos que poderiam ser mais ou menos, dependendo de como a experiência fosse orquestrada para me instigar. Não foi preciso nenhuma ação que agredisse outras experiências mais, dependeu só da abordagem.Claro, não tenho dúvidas que todos que estão insatisfeitos devam e irão procurar outras mesas de amigos para debater. Nem fiz aquele imenso texto como ameaça de algo ou apelo emocional. Prefiro que levem como um toque de um amigo. De que existem caminhos muito mais justo para todos e que proporcionara experiências otimas e justas. E acima de tudo, que respeita a marca Portallos. É só isso, um toque para prestarem uma atenção a esse outro lado da questão e quem sabe, encontrarem uma ação que satisfaça vocês da mesma forma, respeitando o que já construíram. 

        3.  @Renato Romano  "Basta um mínimo de sensibilidade para notar por exemplo, a quebra de uma interatividade do Thiago em posts como CdM, o que não ocorre em qualquer outro post, já em um da Disney ele tem o carinho de responder cada indagação ou questionamento. Ele deixou de gostar de One Piece? Dúvido! Ele está de saco cheio de fazer Cdm? Acredito que sim, mas essa ação vai muito mais em cima de corroborar com a dita ação de equilíbrio que falta de empatia com a obra."* Um adendo aqui, porque realmente não tenho menor interesse no debate em relação a politicagem e formas de postagens do blog: não leio Naruto, Bleach, One Piece, Katekyo Hitman Reborn desde o final de maio… e curiosamente ainda estou vivo e feliz!!  E nem sei quando voltarei a ler…Deixei de gostar? Não, mas não tenho pressa, tenho outros afazeres e passatempos compatíveis com isso. Adoraria de compartilhar isso no blog, mas outros fatores andam me impedindo (e nada disso tem a ver com leitores ou falta de comentários).Quanto ao resto do debate, como disse, me abstenho de opinar. É direito de cada um achar o que quiser sobre o assunto. O meu eu já disse por aqui dezenas de vezes.

        4.  @Renato Romano "Basta um mínimo de sensibilidade para notar por exemplo, a quebra de uma interatividade do Thiago em posts como CdM, o que não ocorre em qualquer outro post, já em um da Disney ele tem o carinho de responder cada indagação ou questionamento. Ele deixou de gostar de One Piece? Dúvido! Ele está de saco cheio de fazer Cdm? Acredito que sim, mas essa ação vai muito mais em cima de corroborar com a dita ação de equilíbrio que falta de empatia com a obra."
           
          * Um adendo aqui, porque realmente não tenho menor interesse no debate em relação a politicagem e formas de postagens do blog: não leio Naruto, Bleach, One Piece, Katekyo Hitman Reborn desde o final de maio… e curiosamente ainda estou vivo e feliz!!  E nem sei quando voltarei a ler…
           
          Deixei de gostar? Não, mas não tenho pressa, tenho outros afazeres e passatempos compatíveis com isso. Adoraria de compartilhar isso no blog, mas outros fatores andam me impedindo (e nada disso tem a ver com leitores ou falta de comentários).
           
          Quanto ao resto do debate, como disse, me abstenho de opinar. É direito de cada um achar o que quiser sobre o assunto. O meu eu já disse por aqui dezenas de vezes.

        5.  @Renato Romano  @SHiN™ Beleza, é sua opinião. Não tem nada de errado com ela e respeito, mas eu vou continuar a seguir esse caminho já a "condução" no meu ver está proporcionando um passeio interessante.

  9. Falando em geral sobre os textos que recebemos, eu fiquei meio decepcionado com o envio de muitos textos sobre mangá. Repito: eu curto mangá há pelo menos duas décadas, mas tinha esperança de ver mais textos sobre outras coisas. Que outras coisas? Sei lá, acho que no fundo eu queria ser surpreendido, e por isso que um dos textos que mais gostei foi o do Pierri, falando sobre um filme que passa batido pela maioria, assim como eu estou pensando em falar sobre Ataque ao Prédio, outro filme que passou batido e que curti para caramba.
     
    Se os recrutas tivessem mandado só textos sobre o Corinthians, por mais que também gostasse do assunto, teria ficado com a expressão BORIIIIINNNNGGGGG"

    1.  @Mauri Link Até concordo com variar os temas, eu mesmo não mandei sobre mangás e animês porque achei que a massa mandaria sobre isso… mandei sobre filmes e um sobre um game clássico, mas também é fato que o texto mais comentado e elogiado até agora é o da andreanekacs sobre…… animê!!!
       
       
       

  10. Muito Obrigado Rackor e o pessoal do portallos so por ter publicado o meu texto!
    já fico contente com isso, mas e claro com aquele fio de esperança em poder contribuir mais para com o site do qual acompanho ja a algum tempo. trouxe a proposta dos eventos pensando em como podemos trabalhar isso, demonstrar o que se tem de bom, pois cada evento e único, claro tenho mais ideias em mente que espero poder demonstrar nessa 2 fase. Vou procurar falar sobre assuntos nao comuns aqui no site como carreira e tecnologias de Ti, algo que acho interessante e acredito que seja do agrado dos leitores, e claro sempre rezenhando algum game que possa ser dado a oportunidade.
    Forte abraço!!!
     

  11.  @Mauri Link Mauri, sobre falar novidade surpreendente: é algo que surge com o momento da postagem, escrevemos o que vem na mente, não escolhemos um tema. Tenha em mente que vou usar a internet para buscar um tema a cada 15 dias, uma postagem como a que o site procura se gostarem …^^
     
     

  12. Aproveitando o clima descontraído e o papo aberto deste tópico, quero aproveitar pra expressar minha opinião, que é quase parecida com a do Renato Romano, acompanho o Portallos desde 2009 e não sou de comentar em muitos posts, a não ser se aquilo vá acrescentar algo, ou pelo menos expressar minha opinião. Concordo com o comentário do Mauri a respeito de se eu escrevesse algo seria sobre algo que gosto e não algo que sou forçado a falar, aqui é um blog, e blog é onde o autor expressa seu ponto de vista, gostos e opiniões, e não um site de noticias que a cada manchete vem um novo post e o autor tem que ir la postar algo, agora eu não vejo como justo vetar o aspirante a blogueiro que fale só de Goku ou Homem-Aranha(animes), pois se a pessoa escolheu esse tema é o que ela gosta, ate ai não tem nada errado e muito menos falta de criatividade, blog não é onde o autor expressa seu ponto de vista, gostos e opiniões? Se o Portallos é o que é hoje(sim a equipe merece créditos também) é graças a massa de pessoas que encontraram aqui um refugio para se comunicar, e essa quantidade envios no gênero anime nada mais é que um reflexo dos leitores que frequentam o blog, eu conheci o Portallos porque curto mais noticias de games e se fosse mandar algo para o recrutamento bem provável ser sobre isso.. games ou TWD(HQ) ou GOT, então se vocês mesmos não se cobraram de escrever algo que não gostam, porque cobrar o leitor a escrever algo que eles não gostem? Desculpe mas essa foi uma tremenda falha no processo, tema livre, é pra cantor do Ídolos, onde a voz do sujeito detona ele de cara, e mesmo que ele cante "Ai se eu te pego!" e em inglês, mas a voz dele for boa ele vai passar, então comparando o "Ai se eu te pego!" com o gênero anime não deveria ser esse o fator eliminatório ou desmotivador dos jurados, mas sim na evolução do texto, coesão, gramática, know-how do que fala, entre outros.
    Vai uma ideia pra tira o peso da escolha da equipe porque não se usa enquetes pega 5 textos por semana.. por mês.. conforme o tempo de vocês e a galera vota em quem foi melhor, dos melhores com novos posts a galera vota de novo quem foi o melhor, ai fica "EXP" legal pq quem vai escolher são os leitores.
    Desculpa se alguém se sentiu ofendido, curto muito o Potallos e assim como vocês desejo o melhor pra ele. 

    1.  @guisouza Eu acho que enquete perde o sentido e não, adiciona sentido, quem frequenta vai notar a popularidade ja pelo numero de comentários e por que não vasculhar o blog e ver o que voce gostou outra vez, de la vc coloca +EXP e atualiza, pequenas mudanças de visual e colocação de conteudo diferenciado anima quem ja faz parte, mais adeptos chegarão, desenterrar posts não com sentido de nostalgia mas com sentido de: o que posso dizer sobre isso que eu deixei fora, uma area de modificações recentes de posts antigos, mais visível é bem vindo, fui muito bem acolhido pelo blog, ele merece respeito, seu comentario não é ofensivo, ele faz a gente rever os conceitos de EXP eu como leitor agradeço a você.

    2.  @guisouza Olhando o caso em que cito, me pego pensando se todas as áreas tivessem o mesmo hype e interesse que os animes/mangás tem tido nos últimos anos aqui. Como seria? Pensar nisso me faz refletir que similarmente seria uma empresa rebaixar o seu produto mais rentável ao nível dos produtos de outras linhas "secundária". Ao contrário de cocriarem, testarem, prototiparem idéias para elevar as secundárias ao nível do mais rentável. Vejo esse paralelo.

  13. Leio em partes muitas vezes, mas isso aqui é EXP: "Agora, se eu quiser falar sobre um quadrinho, simplesmente vou lá e faço o post do jeito que eu quiser."
     
    Mauri Link tu não sai do portallos 🙂

    1. Segmento de interesse e organização, debate de ideias,  conclusões acerca do comentario +EXP( nunca termina uma ideia, ela evolui com o tempo).
      Todos passam por fases de bem e de mal, os que estão errados é porque não foram contraargumentados, mesmo que eu aceite uma coisa eu vou ver defeito, para melhorar ainda mais as conversas, amizades, mesmo que eu tenha que refletir minhas proprias ações.

  14. No sentido de assuntos interessantes, a qualidade dos posts caiu muito. Assim como a frequência. Lembro que quando descobri o site, ficava um bom tempo aqui, lendo vários posts e passou a ser um hábito vir aqui. Tinha até que vir aqui com uma certa frequência porque se não acumulava muita coisa pra ler.
     
    Cheguei aqui procurando por textos sobre games ou filmes, nem lia o cdm, uma vez que ainda não tinha assistido shippuden todo.
     
    Enfim, piorou. Da pra voltar a velha forma, acho.
     
    Mas notei muita arrogância nos posts "do" portallos, caminho errado.
     
    Será que a dupla anime/mangá não é "intelectual" o suficiente?

    1.  @3ldri4 O site passou por uma reformulação… Estética… Antigamente tinha um visual mais poluído, entre outros detalhes.
       
      Mas tinha uma parte muito boa, que era ser muito intimista.
       
      Estranhamente, tudo o que cresce, invariavelmente piora. :rimbuk:
       
      Sempre tem "o executivo visionário", com a ideia brilhante de reinventar a roda.

      1.  @pablo stefano  É, algo nesse pensamento, vim aqui deixar boa parte de minha intimidade, buscando amigos que se importem com o que vivo, e ja tenho 3 postagens pré encaminhadas

  15.  @3ldri4 Da enquete é só uma ideia de interação maior do leitor fora o comentário, no caso somente para esse processo de escolha, não pra algo a passar a ser incorporado pelo Portallos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.