JogandoMiscelâneaReflexões & Opiniões

Games que estou esperando neste fim de ano…

Lista tão pequena que dá para contar nos dedos. E a sua?

Já fez a listinha para o Papai Noel, ou como nós adultos chamamos: 13º salário?

Estávamos servidos de uma maior quantidade de lançamentos na temporada de final de ano em 2011, não? Digo isso porque estava aqui fazendo minhas contas do mês, vendo meus parcelamentos de dívidas e com isso bateu aquela projeção de gastos e custos que sempre faço de tempos em tempos. Se você é assalariado, com gastos de coisas que envolvem responsabilidades com gastos de lazer, é sempre bom controlar o fluxo do dinheiro. Felizmente sempre me dei bem em matemática e sempre soube equilibrar muito bem estas duas coisas. Enfim, me peguei no meio destes gastos futuros listando quais são as minhas prioridades de final de ano no que diz respeito à temporada de grandes lançamentos em games que está para começar.

Na verdade a temporada meio que começa realmente só em outubro. Em agosto e setembro, podemos contar com pequenos títulos aqui e ali que provavelmente serão esquecidos tão logo chegue outubro. Tanto que dos títulos da minha wishlist (lista de desejos) apenas um único joguinho está saindo agora, nesta semana: Darksiders II. Depois deste título, salto direto para outubro. Mas falando de Darksiders II a minha expectativa é que seja um game melhor do que o primeiro, na qual curti bastante, mas que já esqueci. Um daqueles games passageiros que diverte até que você parte para outra coisa. A seqüência promete ser maior, melhor e mais emocionante, com um melhor personagem e com a vantagem que não precisa perder muito tempo apresentando o universo e atmosfera do game ao jogador. Porém apesar dele estar saindo esta semana, mais precisamente hoje, ainda não tive tempo de correr atrás de reviews.

O caso é que também não sou afobado. Não pago 200 reais num jogo e não ando com paciência para importar e esperar uma cacetada de tempo até o game chegar no Brasil. Alias importar não anda sendo muita vantagem ultimamente. O dólar resolveu disparar para uma margem que não me agrada muito, um lançamento de 60 doletas acaba custando mais do que gostaria de pagar num lançamento, considerando frete e IOF que é cobrado no cartão de crédito internacional.  Então como as pré-vendas oficiais e o mercado nacional está querendo engatar, Darksiders II chega na República das Bananas dia 31 deste mês pelos seus salgados 199, porém quem é esperto já sabe: daqui alguns meses a gente acha o game num preço mais convidativo. Um bom exemplo é Max Payne 3 que saiu em maio, ainda está fresquinho na cabeça de muitos gamers, e não faz nem duas semanas que ele andou sendo vendido em redes como Submarino e Walmart por saudáveis 99 dilmas. O joguinho acabou de completar 3 meses. É por isso que estou curtindo demais a idéia do mercado nacional de games apostar mais e mais nos lançamentos oficiais por aqui. Posso não comprar eles na faixa dos duzentos fura-bolsos, mas quando entra em oferta, faço o possível para dar minha contribuição ao mercado aqui de dentro. Esse ano mesmo já vi por aí títulos como Final Fantasy XIII-2 por R$ 99, Street Fighter X Tekken por R$ 59, Soul Calibur V por R$ 99, Skyrim por R$ 99 etc. As coisas estão interessantes por aqui se você é um gamer paciente. Pena que às vezes corremos os riscos de que certos títulos sumirem das prateleiras e não retornarem tão cedo. Perdi, por exemplo, Ultimate Marvel VS Capcom 3 e Driver San Francisco, que apesar de terem sido lançados por aqui meio que sumiram das lojas antes que tivesse verba na carteira para comprá-lo em alguma oferta.

Mas enfim, voltando ao assunto da postagem. Darksiders II chegando agora, mas sem pressa alguma para comprar no momento. É aquele período em que apenas fico namorando o jogo pela vitrine, jogando charme e esperando alguém dar mole e ofertar o danado num preço que eu tope pagar.

Depois disso a minha wishlist vai direto para outubro, onde há títulos que vão ser fáceis de serem cofrados e outros nem tanto assim. E aqui há 4 grandes lançamentos do ano pra mim. O primeiro deles é Resident Evil 6. Não joguei a demo, não olhei muito gameplay (apenas o suficiente para me decidir pela compra), mas é Resident Evil e não importa muito o que aquele grupo de fãs digam sobre a franquia não ser mais a mesma ou que o que a Capcom faz hoje em dia não é Resident Evil. Eu curto as novas diretrizes da franquia. Me diverti horrores com Resident Evil 5 e devo continuar curtindo o sexto título. Seja ele numa pegada mais ação/aventura, seja como horror/survival. O bacana é que os títulos da série são lançados no Brasil e não é difícil vê-los em promoção. RE5 é facilmente encontrado em lojas online, em sua versão Gold, custando 59 patacas. Até aquele horrível (segundo dizem) Resident Evil Operation Raccoon City andou sendo vendido semanas atrás por 79 moedas na Americanas. Então mesmo que Resident Evil 6 chegue por aqui custando os infernais 200 mangos, espero poder comprá-lo mais a frente numa oferta. Quem sabe até o ano terminar…

Aí entra dois títulos que vão competir comigo um espaço na prateleira da coleção: Forza Horizon e Need For Speed Most Wanted. Não tenho dúvida alguma que Most Wanted irá chutar a bunda de Horizon, afinal, joguinho feito pelos criadores do fodastico Burnout Paradise City, a Criterion Games. Mas para a tristeza de gamers que são mão de vacas, como eu, o fato é que os títulos da EA por aqui, em especial os da franquia Need For Speed sofrem com preços abusivos e raramente são ofertados ou caem de preço, não importa o quão velho ele seja. Alguém aí já viu The Run por R$ 99 em lojas oficiais? Eu nunca vi. O Hot Pursuit com muito sacrifício eu consegui tempos atrás na finada Videolar com um cupom de desconto por R$ 116, preço que já acho salgadinho (ele já tinha sido lançado há mais de um ano). Então duvido muito que consiga jogar Most Wanted ainda em 2012, e não duvido nada que nem no primeiro semestre de 2013 eu dê prioridade ao mesmo. Esse é um título que talvez acabe optando pela importação, já que lá fora vai acabar sendo mais fácil encontrá-lo em oferta num futuro pós-vendas natalinas. Por isso, Forza Horizon será meu título de corrida de mundo aberto desse final de 2012. Microsoft Brasil não deve deixar a peteca cair de deve oferecer o título numa pré-venda mais pé no chão. Se for a R$ 129 já me anima e muito. Ano passado com Gears of War 3 nessa faixa de preço, consegui entrar numa pré-venda com um cupom de desconto e o lançamento saiu pra mim por R$ 99. Nada mal! Resta torcer por Forza Horizon não custar mais do que isso. Se for, irei ignorar até o preço cair. E apesar de não ter simpatia por Forza em seu gênero de simulação, me agrada e muito a idéia de um spin-off mais arcade e de mundo aberto. Curto muito mais games de corrida com esse elemento de liberdade (sandbox) do que aqueles de pistas fechadas.

E o último título que ficarei de olho no final de outubro é Assassin’s Creed III. Quero ver o preço oficial que a Ubisoft vai colocar aqui no Brasil. Apesar de que é um título que não tenho pressa de jogar, tendo em vista que ainda não comecei Brotherhood e nem Revelations, ainda que eles já estejam aqui na prateleira de casa. Devo voltar a jogar a franquia até o próximo mês e ver até onde consigo chegar até o lançamento do terceiro episódio. Mas entra na wishlist porque a Ubisoft vem fazendo um tremendo trabalho no mercado nacional, oferecendo lançamentos a preços justos, muito melhor do que dos estúdios que não vem para cá e que ficam lançando por meio de importadoras, o que acaba encarecendo os lançamentos. E quem não tem verba pra preço de lançamento, pode contar com ACIII com preço de promoção lá pelo meio do próximo ano, assim como já vi Revelations por aqui sendo vendido por R$ 69.

Novembro, mês dos grandes lançamentos do ano. Apesar de que em 2012 estamos bem fracos. Pra minha listinha de desejos apenas um game é absoluto e independentemente do preço devo comprar: Halo 4. Presumindo que a Microsoft Brasil não vá meter a faca. Se houver abuso no preço por parte da distribuição eu não compro no lançamento. Mas admito que se isso acontecer vou passar por momentos de muita tentação. Torço pelo mesmo preço de Gears of War 3 ano passado, mas não estranharia se com essa alta do dólar não rolasse uma desculpa esfarrapada para colocar o título a R$ 159. Mas é um faixa que ainda estaria disposto a pagar pelo grande lançamento do Xbox 360 do ano.

Depois disso, tem o sempre salgado Call of Duty: Black Ops II. Mais um título da EA que não é fácil de achar em ofertas e promoções no mercado nacional, mesmo com seu sucesso e aparentemente ótimas vendas. As promoções existem, mas são raras e super competitivas. E as chances disso acontecer perto da janela de lançamento é praticamente impossível. Mas esse ano eu consegui no primeiro trimestre Modern Warfare 3 por R$ 99 numa promoção relâmpago na Americanas. Quem sabe no começo de 2013 não role a mesma coisa com Black Ops II? Porque sinceramente não morro de amores por Call of Duty, que carece e muito de uma reinvenção, mas é um título popular e que é bem divertido de perder horas e horas num multiplayer online. Mas pagar duzentinhos por ele em seu lançamento? Não, obrigado.

E a vergonha da wishlist, que sai no finzinho de novembro, e tenho certeza que ninguém vai comprar ou ligar para tal título é o Sonic & All-Star Racing Transformed. Pois é, eu quero esse game. Eu curto o Sonic, eu gostei da franquia clonada de Mario Kart, achei ela divertida, nostálgica de certa forma (as músicas de Billy Hatcher deixam meu coraçãozinho gamer mais alegre). Devo pegar somente em 2013 é claro, numa promoção, por aqui ou lá fora, via importação, já que os games do Sonic rapidamente caem de preço por não venderem muito bem.

E, uau, o texto ficou maior do que esperava. Deve ter ficado cansativo pacas. Deixo aí o espaço para os gamers conversarem. Digam quais são os títulos que estão esperando neste final de ano, como pretendem comprar, se vão esperar caírem de preço. Compartilhem suas experiências de como fazem para adquirir games, em especial nessa época do ano quando chovem bons lançamentos.

Obs: só para atiçar, mas em 2013, em seu primeiro semestre, já estou na espera de Bioshock Infinite, Tom Clancy’s Splinter Cell: Blacklist, Tomb Raider, Devil May Cry (DMC), South Park: The Stick of Truth, Metal Gear Rising: Revengeance, Gears of War Judment e Lost Planet 3. Os últimos suspiros da atual geração? Acho que ainda deve ter mais algumas surpresinhas para 2013…

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.